Conjunção Sol Vénus na 9ª Casa Signo Sagitário

conjunção sol vénus na 9ª casa signo Sagitário capa

Para ler sobre os efeitos da colocação do Sol na 9ª casa, veja o artigo aqui.

Vénus na 9ª casa do horóscopo produz a tendência para preferir as teorias –filosóficas, metafísicas, científicas- que têm uma orientação estética profunda e que fazem coincidir a verdade com a harmonia e a beleza.  Os nativos com Vénus na 9ª casa tendem a relacionar-se com os outros de forma humanista e baseada na partilha de modos de pensar, teorias filosóficas e estéticas, procurando acordos e entendimento universais. Gostam  de se relacionar com pessoas sábias e de aprender e partilhar as ideias nas quais encontram verdadeira sabedoria. São apreciadores de rituais e de cerimoniais religiosos e metafísicos. Gostam igualmente de viajar para destinos distantes e descobrir novas formas de sabedoria em outras culturas.  Estas pessoas podem apreciar bastante o estudo de textos sagrados e filosóficos. São apreciadoras de cultura, de viajar para aumentar os conhecimentos, de debater temas espirituais com pessoas instruídas, gostam de  ouvir música religiosa e espiritual, etc.. A filosofia, religião e metafísica são consideradas por estes nativos como as formas superiores da cultura , revelando o aprimoramento da natureza humana.

Estas pessoas apreciam as manifestações de arte associadas ao sagrado, a música religiosa,a arte ligada ao sagrado. Gostam de ver os espaços religiosos decorados de forma harmoniosa em termos estéticos e de todas as expressões grandiosas de expressão do sagrado, que veem como inseparável da beleza. O gosto por pessoas instruídas faz com que  procurem relacionar-se com pessoas de cultura, professores, artistas de arte sacra, pessoas associadas ao templo ou que têm uma ligação próxima com o sagrado. Também gostam de pessoas que viajam com frequência e conhecem grande variedade de costumes e de culturas.

Vénus no signo/casa  de Júpiter faz com que a riqueza que vem para a vida dos nativos seja de natureza cultural, na forma de filosofia, conhecimento superior ou mesmo de viagens de longa distância, mais do que  riqueza material.  Deste modo, estes nativos são em geral pessoas instruídas e cultas, viajadas, amantes da arte e da beleza e financeiramente despreocupados. Mas o contacto que têm com a filosofia e a metafísica é mais estético do que espiritual.

Vénus é um planeta benéfico natural e a sua colocação na 9ª casa da sorte traz benefícios materiais para o nativo, sob a forma de prazer em aprender sabedoria espiritual e os cerimoniais e rituais associados. Estas pessoas têm uma abordagem sensorial da religião, gostando do cheiro do incenso, de belas decorações, de  usar flores , etc. nas expressões religiosas. Assim, alguns podem dar mais atenção aos pormenores externos do culto ou das cerimónias do que aos princípios ou ideias de sabedoria que estão a ser manifestados. Pode haver envolvimento romântico com professores ou gurus. O pai destes nativos pode igualmente usar a religião como algo mais externo ou sensual do que espiritual.  Assim, a presença de vénus na 9ª casa não é  frequentemente positiva para as expressões espirituais pois estas tendem a dar lugar a expressão sensuais que contradizem os significados de elevada sabedoria associados à 9ª casa.  Vénus na 9ª casa revela antes um pendor estético de apreciação da cultura. Estas pessoas podem tornar-se peritos em arte sacra ou música sacra pois isso causa-lhes grande prazer.

Segundo os clássicos, Vénus na 9ª casa dá sensibilidade ao nativo elevando-o pela identificação com objetivos elevados , movido pelo desejo de união com algo sublime e superior.  Emprestará dinheiro e aumentará a riqueza; é compassivo e caridoso, gostando de dar aos pobres.  A atividade de emprestar dinheiro  torna o nativo rico. Também ganha através dos irmãos e através de atividade com bens de conforto físico. Possui uma casa esplendorosa. Terá amigos e um cônjuge que lhe dedicarão estima; será instruído, afortunado, próspero. Ganhará riqueza aos 15 anos e terá sorte aos 25. Gosta de festas, peregrinações,  viagens, será estimado pela comunidade. Tem temperamento artístico refinado, ganhará através de viagens , especialmente por mar; casará com alguém estrangeiro. Será notável intelectualmente em todas as áreas que escolher.  Adquirirá muita riqueza no final da vida.

Para ler sobre os efeitos da colocação do Sol no signo Sagitário, veja o artigo aqui.

Vénus no signo Sagitário gosta de ouvir os discursos religiosos, aprecia os espaços consagrados à religião e os seus ornamentos e decorações;  aprecia arte sacra e gosta de ver as diversas expressões estéticas do divino. Gosta de rituais que rodeiam as diversas dimensões da vida humana, incluindo o casamento e os relacionamentos amorosos. Aprecia o discurso filosófico e a sua natureza humanista. Tem uma visão intelectualizada e permeada de princípios  acerca do casamento e dos relacionamentos e gosta de parceiros instruídos e movidos por valores filosóficos, metafísicos ou religiosos.  Prefere parceiros que são professores, mestres ou sacerdotes , figuras que lembram a imagem paterna (quando o cônjuge é masculino) e capazes de assumir uma aura de autoridade e de sabedoria. Procura frequentar estudos universitários e aprecia amigos e parceiros desse meio académico. Pode fazer viagens muito frequentes e de longa distância.

Vénus e Júpiter são inimigos , tendo abordagens opostas da realidade e, por isso, os significados de Sagitário são vividos por Vénus de forma mais sensorial e estética do que espiritual. Vénus neste signo dá o desejo de viver os relacionamentos de forma opulenta e com todo o luxo. Aprecia um casamento dispendioso e magnificente, focando-se mais no esplendor da cerimónia ao olhar de quem a vê do que na sua natureza psicológica e espiritual. Sente atração por parceiros que têm uma abordagem aberta da realidade , gosta do refinamento da civilização e da cultura e das suas expressões estéticas mais aprofundadas. Precisa de liberdade para pensar e sentir, gosta de ler textos sagrados de diferentes culturas e deseja um cônjuge altamente instruído e com autoridade para orientar pela sabedoria e sem subjugar. Aprecia a religião quando esta é positiva, rejeitando dogmatismos e estreiteza mental.

Os nativos com Vénus no signo Sagitário que escolhem parceiros masculinos  sentem-se atraídas por figuras que exprimem elevados conhecimentos  e sabedoria como professores, gurus, padres ou figuras associadas à espiritualidade, paternais e capazes de dar orientação inteligente e humanista. Podem preferir relacionar-se por motivos espirituais ou intelectuais do que por motivos sensuais. Sentem igualmente atração por viajantes de longa distância, que partilham conhecimentos de outros povos e culturas.

Os que escolhem  parceiros femininos são bastante conservadores e preferem mulheres educadas nos preceitos religiosos mas  instruídas em conhecimentos de culturas diferentes, escolhendo muitas vezes  educadoras ou professoras; gostam de parceiras compassivas e generosas, capazes de ajudar os outros, que gostem de animais e de crianças , que gostem de viajar e sejam otimistas.

Estes nativos, homens ou mulheres, gostam de animais, especialmente cavalos e cães.  Não gostam de aspetos demasiado materiais e sensoriais mas apreciam a beleza física, cheiros e  sabores quando estão associados a rituais.

A conjunção Sol Vénus na 9ª Casa Signo Sagitário

O Sol e Vénus são inimigos e têm objetivos antagónicos. Quando as suas energias ficam juntas, é preciso ter em conta qual dos planetas tem mais força no signo e casa em que a conjunção se dá. Seguidamente deve ter-se em conta a distância entre os dois planetas: quando estão a uma distância de 7 ou 8 graus, a conjunção produz os máximos efeitos. Qual dos dois planetas ocupa o grau inferior no signo é outro fator da máxima importância. Por ex., nos signos em que Vénus é forte e o Sol fica mais fraco, como em Balança, os relacionamentos sensuais levam a melhor sobre os objetivos espirituais e relacionados com o propósito de vida. Por ex., se tiver que escolher entre um determinado emprego e um relacionamento, o nativo escolherá o relacionamento, muitas vezes por motivos sensuais. Mas pode haver muita agitação nas tomadas de decisões porque a energia de Vénus sofre com o impacto da energia do Sol. Na 9ª casa e no signo Sagitário, o Sol é mais forte do que Vénus e, por isso, sempre que é preciso escolher entre objetivos relacionados com o Ego, com a vida espiritual ou valores que estão para além dos interesses e desejos mundanos, como ter mais riqueza, mais luxo, mais conforto e prazer, estes últimos são deixados de lado e o Sol vence a batalha procurando uma criatividade que vai além da matéria até ao Fogo espiritual e à procura da sabedoria.  A pessoa pode deixar  o país para prosseguir uma longa viagem de caráter espiritual em vez de ficar com o (a) parceiro(a) a prosseguir objetivos de caráter mundano ou simplesmente a usufruir da sua companhia. Essa a razão pela qual os antigos chamavam a esta conjunção a conjunção do divórcio, porque sempre que está perto do Sol, Vénus fica com a sua energia agitada e os relacionamentos sofrem. Quando o Sol e Vénus estão juntos na 9ª casa ou signo Sagitário, o nativo purifica a alma através dos relacionamentos e do sofrimento que estes podem causar, desentendimentos, etc.. A sabedoria vem através da «purga» dos relacionamentos do nativo. Este eleva-se na compreensão espiritual através da compreensão dos seus padrões de relacionamento ou desejos sensuais. Estes sacrifícios serão menores quando Vénus é mais forte do que o Sol. Este, para além de «queimar» as energias de Vénus, também as esconde no impacto do seu brilho e, por isso, as pessoas com esta combinação podem manter relacionamentos secretos com pessoas de origem estrangeira, professores ou gurus, pessoas que conheceram em ambientes universitários, etc..Esta posição para a conjunção Sol Vénus indica  também uma vivência da espiritualidade através de alguma via criativa ou artística em que a originalidade é uma marca essencial.

Signo Peixes na 7ª Casa do Horóscopo

signo Peixes na 7ª casa do horóscopo capa

Terminamos a apresentação dos efeitos da colocação dos signos na 7ª casa do horóscopo. Esta colocação é especialmente importante pois o signo que ocupa a 7ª casa é oposto do signo Ascendente e, por via disso, é-lhe complementar. Na 7ª casa exprimem-se as qualidades que, sendo relativas aos outros, são no entanto fundamentais para que a nossa identidade se complete. Tudo o que é expresso pela 7ª casa precisa, desse modo, de ser integrado na identidade de forma dinâmica e é algo com o qual cada personalidade tem que lidar ao longo da vida.

Poderá ler um pequeno resumo dos significados da 7ª casa aqui.

Para uma abordagem mais aprofundada sobre a 7ª casa leia o artigo aqui.

Quando o Signo Peixes ocupa a 7ª casa do horóscopo – o que acontece para o Ascendente Virgem– os nativos sentem-se atraídos por parceiros- de vida e de negócios-  que são criativos, artistas, emocionalmente envolvidos, capazes de exprimir sensibilidade e alguma fragilidade emocional pois  gostam de cuidar dos parceiros.  Os parceiros dos nativos de Virgem têm inclinação espiritual, temperamento artístico e/ou poético, são compassivos e gostam de ajudar os outros. Podem «evadir-se» frequentemente do «aqui e agora» para pensar ou imaginar ou simplesmente  para fantasiar. Podem trabalhar em alguma área artística como o cinema, a fotografia,  a música ou a dança. Podem igualmente ter sensibilidade psíquica e trabalhar numa área de terapias alternativas, em que podem usar os seus dons psíquicos. O signo Virgem, tal como o de Peixes, possui uma carga kármica muito forte em que o serviço e/ou o sofrimento podem ser bastante evidentes. Assim, a necessidade inata  de servir do signo Virgem pode libertar-se eficazmente nos  cuidados prestados aos parceiros, com destaque para o parceiro de casamento pois este, por alguma razão pode ser incapaz de se sustentar sozinho na existência: nos casos «benignos» porque a sua criatividade e sensibilidade volátil o torna incapaz de cumprir prazos, realizar tarefas inadiáveis, prestar atenção aos problemas práticos do dia a dia, etc. Os artistas são instáveis, não trabalham em horários fixos, as boas ideias e a «inspiração» surgem quando têm que surgir e, entretanto, é preciso comer e pagar as contas e os parceiros podem estar incapacitados de o fazer em muitas ocasiões. Por outro lado, o nativo de Virgem nasceu com a missão de prestar serviço para poder desenvolver o seu percurso espiritual e «pagar dívidas kármicas». Assim, o mais certo é existir um laço profundo de natureza kármica com todos os parceiros que encontrar ao longo da vida, especialmente de casamento.  Nos casos em que o  nativo de Virgem decide explorar as fragilidades do parceiro, tanto a nível conjugal como nas parcerias de negócio, manipulando-o psicologicamente e usando a crítica cerrada para reduzir a sua autoestima, os laços kármicos negativos que possam existir  trazidos do passado agravar-se-ão e provavelmente repetir-se-á  o mesmo estilo de relação profundamente enterrado no inconsciente de ambos.

Quando o signo Peixes está colocado na 7ª casa os parceiros dos nativos de Virgem podem  revelar todos os tipos de dependência que lhes retira autonomia e capacidade de serem livres: adição de álcool e de drogas, autovitimização frequente, etc..Podem fazer-se de vítimas continuamente em exercícios de auto piedade e comiseração como justificação da sua inação ou inabilidade para fazer algo positivo com as suas vidas sobrecarregando o parceiro; os laços afetivos podem ser difíceis de estabelecer com uma pessoa que recusa ver a realidade prática do dia- a -dia e se refugia na religião ou em alguma fantasia utópica esquecendo-se da realidade imediata e prática ao seu lado.

Porém, os  parceiros de Virgem podem igualmente  ser altamente criativos e podem  ter uma carreira ou profissão que os satisfaz e em que trabalham arduamente e  com sucesso e a vida com eles, apesar de poder ser flutuante no plano emocional, pode igualmente ser excitante. Os parceiros adoram viajar e conhecer lugares exóticos que os fazem sonhar. É também possível que sejam oriundos de terras estrangeiras ou que tenham nacionalidade estrangeira e essa mobilidade é positiva para a relação em comum. Os parceiros dos nativos de virgem têm a capacidade, quando funcionam de forma positiva, de serem muito românticos e  sensíveis, exprimindo o desejo de se fundir emocionalmente com o nativo e laços profundos podem estabelecer-se ou aprofundar-se  e ambos podem crescer bastante, quando o casamento funciona de forma altruísta e cada um está genuinamente focado em contribuir para a felicidade do outro. O sentido poético do parceiro encanta então o nativo de Virgem, que por detrás do seu pragmatismo é também sensível emocionalmente. Em alguns casos os nativos de Virgem casam com parceiros que têm prática da vida espiritual e são monges ou padres ou viveram uma vida monástica. Este treino espiritual quando existe é uma mais- valia para o relacionamento, trazendo a capacidade de paciência, compaixão e compreensão que ajuda a funcionar este tipo de união.

Mas a 7ª casa representa mais do que o parceiro conjugal. E, quando Peixes ocupa esta casa, os nativos de Virgem podem ter bastante trabalho na organização dos negócios em comum, sendo que, provavelmente ,o melhor será «separar as águas»: o nativo fica com a parte do planeamento e organização dos negócios e de todas as funcionalidades práticas que fazem o negócio funcionar e o parceiro é o criativo , o artista, o que inova e cria o produto do negócio, qualquer que este seja. E será necessário um esforço considerável para ajudar o parceiro a manter a estabilidade emocional e geral de forma constante para que o negócio tenha sucesso a longo termo.

No caso presente da complementaridade Virgem /Peixes uma complementaridade com carga fortemente kármica, é provável a existência de laços comuns relacionados com servidão e exploração, manipulação ou privação da liberdade e de condições de igualdade e de justiça; servidão sexual e a sua exploração, etc.. Esta é uma complementaridade complexa mas, sendo o signo Virgem um signo de humildade e de necessidade de esforço e de trabalho neste mundo terreno, estes nativos precisam de exercer esse esforço de forma a contribuir de algum modo para o bem estar, dignidade e felicidade dos parceiros. Tal como acontece com pessoas que têm a 6ª casa do horóscopo enfatizada, talvez no passado tenham abusado de outros de alguma forma e os tenham explorado ou manipulado e, nesta vida, estão em situação de terem que servir, para alcançar o equilíbrio interno e o desenvolvimento espiritual.

Glossário Astrológico- Ashtakoota

Glossário astrológico Ashtakoota capa

Ashtakoota é um sistema pelo qual se determina a compatibilidade entre duas pessoas; em geral aplica-se às que desejam casar, avaliando a compatibilidade em vários níveis do relacionamento.  Países como a índia, em que a Astrologia Védica está fortemente implantada, têm uma larga tradição de «casamentos arranjados» recorrendo-se a uma consulta astrológica na qual este teste é efetuado. Este sistema examina oito tipos de fatores: Varna, Vashya, Dina ou Tara, yoni, Graha Matri. Gana, Rasi, Nadi. Dessa análise resulta a atribuição de um resultado numérico cujo máximo são 36 pontos.

Varna refere-se ao desenvolvimento espiritual dos parceiros;

Vashya analisa o grau de influência do parceiro;

Dina ou Tara examina o número de Nakshatras entre as Luas dos parceiros;

Yoni analisa a compatibilidade sexual entre os parceiros;

Graha Maitri  refere-se à compatibilidade mental para medir o grau de amizade potencial entre os parceiros;

Gana refere-se ao temperamento de cada um dos parceiros, sendo considerado que o mesmo temperamento é preferível;

Rashi  refere-se ao exame da relação entre os Nakshstras  da Lua de ambos os parceiros e à sua compatibilidade mútua.

Nadi refere-se à capacidade de ambos os parceiros poderem gerar filhos.

Em termos gerais, este teste de compatibilidade abarca as qualidades que se considera deverem existir para que um casamento seja bem –sucedido tendo em conta que este se realiza no momento em que o nativo pensa constituir a sua família (juventude).

Antes de examinar estes oito fatores, os astrólogos veem a longevidade dos parceiros, a sua saúde mental, se há configurações maléficas. Só depois examinam a compatibilidade lunar referida.

Este exame tem a reputação de ser «científico» na cultura da índia e foi defendido por grandes investigadores como B. V. Raman mas hoje em dia  há vozes que se erguem contra o seu peso na determinação da compatibilidade para casar. Os testes referidos, acrescentamos nós, baseiam-se num modelo de sociedade em que o homem tem posição  dominante e a mulher tem um papel subalterno (e submisso) e isso é bem visível na forma como os resultados quantitativos são calculados nestes testes. Mas a mudança das sociedades , que também se reflete na Índia, tem cada vez mais colocado alguns limites ao uso deste tipo de testes, afirmando-se cada vez mais que  este á apenas um entre outros métodos  de analisar a compatibilidade entre parceiros. A nós, que vivemos uma cultura em que o casamento é uma instituição importante mas admite a  igualdade legal e social entre os cônjuges, cujo casamento raramente é «arranjado», este tipo de teste parece fora de tempo. Porém, os fatores que ele abrange continuam, na nossa opinião, a  ser pertinentes num relacionamento de longa duração. Mas o método de calcular os seus resultados parece-nos totalmente desatualizado e desadequado aos tempos que vivemos. É claro que a análise negativa que na índia se faz sobre a organização do casamento no Ocidente, e os chamados «casamentos por amor» é também uma perspetiva pertinente, pois é verdade que muitos dos casamentos no Ocidente terminam em divórcio. Mas isso é também, a nosso ver, sinal da liberdade dos indivíduos que preferem terminar um casamento infeliz do que aguentá-lo toda a vida em nome das aparências ou da simples observância formal das tradições. E não há «teste científico» que resista pois o indivíduo e a sua matriz astrológica não são fixos, evoluem e mudam  através do tempo e não há análise  do horóscopo que possa prever todas as mudanças que irão ocorrer na vida , na mente e na psique de cada um.

Conjunção Sol Vénus na 8ª Casa Signo Escorpião

Conjunção Sol Vénus 8ª casa signo Escorpião capa

Para ver os efeitos   da colocação do Sol na 8ª casa, leia o artigo aqui.

Vénus na 8ª casa do horóscopo revela atração pelos mistérios da vida e da morte, por relacionamentos escondidos ou secretos; valoriza os ciclos de transformação através da dualidade morte/renascimento. Pode envolver-se em acordos, parcerias ou alianças secretos, incluindo relacionamentos extraconjugais. Os relacionamentos podem ter um padrão em que começam e acabam abruptamente ou «sem aviso». Com frequência, a família do cônjuge é financeiramente abastada mas o dinheiro pode estar escondido ou o cônjuge tem dinheiro escondido. Quando o cônjuge é mulher, pode herdar dinheiro de um casamento anterior, herança dos pais ou outras fontes «não declaradas».  O cônjuge destes nativos ajuda a encobrir, geralmente, as fontes secretas de dinheiro.

Os homens com Vénus na 8ª casa gostam de algum mistério nos relacionamentos amorosos e preferem manter secretos esses relacionamentos. Estes  podem ser fortuitos e começar e terminar rapidamente . Os parceiros amorosos tendem a ser encontrados em ambientes privados ou confidenciais ou de forma inesperada , em túneis ou lugares subterrâneos, locais de acidente , num hospital durante uma cirurgia, num momento de crise após uma separação, etc.. Com frequência, o parceiro de casamento aparece após um relacionamento prévio e é visto como uma mudança de ciclo ou transformação de vida. Em geral, também as condições de vida do nativo após este casamento são consideravelmente melhores, materialmente falando, do que as do relacionamento anterior.

O gosto em manter um clima de segredo nos relacionamentos não leva, necessariamente, à formação de relacionamentos extraconjugais embora em alguns casos, isso seja um facto, que tende a repetir-se. No entanto, não existe em geral divórcio pois o nativo gosta de manter o relacionamento extraconjugal por motivos sexuais e de prazer, ao mesmo tempo que quer conservar o lar, onde cria a sua família, incluindo os filhos e sente-se maravilhosamente bem com essa dualidade.

A menos que Vénus seja simultaneamente regente do Ascendente ou esteja exaltado no Ascendente (Ascendente Peixes e Balança) o casamento pode acabar abruptamente por razões exteriores ao indivíduo, sendo a viuvez uma consequência comum nesta posição de Vénus.

A posição de Vénus na 8ª casa pode indicar ganho de riqueza através de acordos ou contratos, litigações em tribunal , através de profissões como a advocacia, a cura ou tratamentos de saúde através da prática da medicina, acordos secretos, relacionamentos secretos e heranças, exercício de medicina de urgência, cirurgia estética, psiquiatria, etc.. Podem igualmente ganhar a partir de evasão fiscal e  do acesso à riqueza dos parceiros. Estes nativos valorizam também muito a criação de um lar seguro para os filhos. São psicológica e emocionalmente muito intensos, privados e secretos. Gostam de mudar bruscamente a sua identidade  e têm um talento especial para criar um «clima» de intimidade nos relacionamentos. Adoram receber confidências dos parceiros.  Gostam de manter secretos os pormenores do relacionamento.

Os relacionamentos não são, no entanto, tranquilos, havendo uma luta pelo poder e pelo controle  que traz muita tensão à relação a dois embora gostem de manter as aparências e deem em geral a impressão pública de harmonia entre ambos.  Ao mesmo tempo, têm em geral muitos admiradores secretos. O principal objetivo do casamento para estas pessoas é, em geral, a combinação dos recursos financeiros de ambos . A família do cônjuge contribui bastante para aumentar os bens e posses disponíveis após o casamento.

Homens e mulheres com Vénus na 8ª casa sentem atração pelo conhecimento oculto, magia, sobrenatural. Ambos os sexos tendem a encontrar mulheres muito controladoras, manipuladoras , tentando obter domínio sobre o nativo embora disfarcem as intenções.  Estas mulheres alimentam-se da intriga e fazem uso das confidências para conseguir alianças e acordos secretos que servem os seus interesses.

Segundo a tradição, a morte destes nativos ocorre em circunstâncias agradáveis para os sentidos. Frequentemente, o ser amado está presente no momento da morte. Dinheiro e prazeres sensoriais estão muitas vezes relacionados com as causas da morte.  Na natividade de uma mulher, Vénus na 8ª casa tem sempre algo de auto destrutivo. Os homens tendem a manter os relacionamentos secretos, preferindo relacionar-se com pessoas que obrigarão a uma mudança drástica de condições de vida. Quando o cônjuge é feminino, pode trazer bens escondidos para o relacionamento, que se mantém secreto pelo menos durante algum tempo.

Segundo a tradição, Vénus na 8ª casa intensifica fortemente a energia sexual, embora não seja necessariamente indicador de promiscuidade sexual. O nativo pode atingir elevada posição social mas muitas vezes o cônjuge não dá o apoio necessário . A morte ocorre geralmente num local «nobre» e de forma pacífica, a menos que vénus receba aflições, situação na qual a morte pode ocorrer devido a infeção urinária, problemas de rins, diabetes, obesidade. O nativo adquire riqueza através do casamento e  parcerias e também através de legado ou herança. Mas, se Vénus receber aflições, haverá separação do parceiro de casamento, com desgosto e perda . Os nativos são instruídos mas são por vezes rudes no falar. Alcançam sucesso após um percurso de obstáculos e de lutas e pode ver-se a braços com dívidas. Pode ter que pagar as dívidas paternas. Esta posição favorece a longevidade. Fisicamente, indica olhos grandes e expressivos.

Para ver os efeitos da colocação do Sol no signo Escorpião, leia o artigo aqui.

Vénus no signo Escorpião  sente atração pelos mistérios, pelos ciclos de morte e renascimento, por descobrir «segredos», por tudo  oque é secreto e proibido ou tabu. Pode inclinar para a tendência compulsiva de querer rejuvenescer através de métodos cirúrgicos.  Os nativos com vénus em Escorpião gostam de trabalhar sozinhos, não funcionando bem em equipa.  No caso de o cônjuge ser feminino, no entanto, gostam de fazer as coisas em conjunto, aproveitando para exprimir intimidade. Estes nativos apaixonam-se por parceiros que têm alguma faceta proibida e têm algo de misterioso e intrigante. Podem manter relacionamentos secretos ou escondidos de forma bem sucedida, mantendo igualmente o casamento.  Adoram ter parceiros secretos, perigosos, com poder resultante dos segredos que ocultam. Gostam de resolver mistérios de todos os tipos. São  intensamente sexuais, em termos físicos.  Gostam de se dar com mulheres que fazem revelações chocantes ou confidências de caráter chocante.

Estes nativos gostam de objetos cortantes como facas, tesouras e agulhas, não admirando, por isso, que possam escolher a profissão de cirurgião. No ambiente do lar, podem dedicar-se a fazer trabalhos com agulhas (croché ou tricot) e gostam igualmente de costura, na qual as tesouras e as agulhas são estrelas. Adoram tratamentos de beleza rejuvenescedores, que dão uma aparência renovada. Também apreciam tratamentos de acupuntura, (agulhas) e de procedimentos de cirurgia estética.

O gosto por tudo o que é secreto também se exprime em relação ao sexo, havendo interesse em explorar todos os segredos deixados pela tradição. Existe igualmente uma atração pelo ocultismo e pela magia.

Tem sido reportado que homens com Vénus na 8ª casa têm um gosto por atividades sexuais associadas a comportamentos violentos, em geral com mulheres consideradas «proibidas». Estes nativos, sejam homens ou mulheres, têm sempre um comportamento dominante em termos sexuais e podem recorrer a muitas técnicas eróticas como forma de domínio do parceiro.

Gostam de vestir  roupa preta ou vermelha e de ambientes em que o preto ou vermelho escuro são dominantes. Podem ser bons detetives, psiquiatras, cirurgiões. Alguns podem ter prazer em ser profissionais do sexo. São atraídos por parceiros misteriosos, exóticos  e perigosos, ou mesmo violentos, desde que carregados de uma aura de mistério e de poder ou de proibição ou tabu. Os parceiros são em geral muito controladores.

Também gostam  de ser surpreendidos, de ser apanhados de surpresa, de se envolverem em atividades de descoberta, intriga, mistério. Podem obter riqueza de coleções e objetos valiosos, de contratos e alianças como o casamento, de herança, propriedades, da exploração do mar, etc.

Conjunção Sol Vénus na 8ª casa Signo Escorpião

 A conjunção Sol Vénus na 8ª casa ou signo Escorpião pode ser muito desafiadora para o bem estar nos relacionamentos. Uma vez mais, a posição por grau de ambos os planetas é decisiva: se vénus estiver combusto pela excessiva proximidade em relação ao Sol, os relacionamentos são palco de expressões de domínio, agressividade e/ou incapacidade de receber/dar amor. Pode haver muito egoísmo por parte do nativo ou de ambos os parceiros. Tanto um como outro procuram em primeiro lugar o seu próprio prazer, tendendo a encarar o parceiro meramente como instrumento de prazer pessoal sem se darem ao trabalho de conhecer e responder às suas necessidades. A mulher neste relacionamento é igualmente egoísta e concentrada apenas em controlar e dominar e não aceitará subordinar-se ao parceiro no relacionamento. Com cada pessoa atenta basicamente a si própria, esta conjunção mostra fracasso na cooperação conjugal . Pode, no entanto, indicar um excelente potencial criador em termos artísticos  e indica  pessoas com grande habilidade política   e capazes de criar grande carisma perante os outros. Podem também ter sucesso como fashion designers, costureiros de alta costura, etc. Estes nativos possuem forte magnetismo  que atrai naturalmente os outros para a sua roda, o que ajuda o seu sucesso.  Os relacionamentos  começam e acabam abruptamente e de forma inesperada, sendo apaixonados e intensos.  Estas pessoas podem entrar em muitos relacionamentos secretos e não convencionais, sentindo especial atração por parceiros dominadores e controladores, o que poderá, em diversas ocasiões, tornar-se perigoso para a sua própria segurança física e psicológica. O tema da vítima e do criminoso (incluindo o violador ) podem ser vividos e inconscientemente procurados por estes nativos como forma de transformação pessoal drástica.  Podem envolver-se nos mistérios do ocultismo e magia para tentar alcançar algum domínio sobre os processos da vida e da morte. Podem ser excelentes psiquiatras ou cirurgiões, sobretudo na área da cirurgia estética e reconstrutiva.

Signo Aquário na 7ª Casa do Horóscopo

signo Aquário na 7ª casa do horóscopo capa

Continuamos a apresentar os efeitos da colocação dos signos na 7ª casa do horóscopo. Esta colocação é especialmente importante pois o signo que ocupa a 7ª casa é oposto do signo Ascendente e, por via disso, é-lhe complementar. Na 7ª casa exprimem-se as qualidades que, sendo relativas aos outros, são no entanto fundamentais para que a nossa identidade se complete. Tudo o que é expresso pela 7ª casa precisa, desse modo, de ser integrado na identidade de forma dinâmica e é algo com o qual cada personalidade tem que lidar ao longo da vida.

Poderá ler um pequeno resumo dos significados da 7ª casa aqui.

Para uma abordagem mais aprofundada sobre a 7ª casa leia o artigo aqui.

Quando o Signo Aquário ocupa a 7ª casa do horóscopo – o que acontece para o Ascendente Leão– os nativos sentem-se atraídos por parceiros- de vida e de negócios-  que mantêm um aclima de liberdade nos relacionamentos ao mesmo tempo que manifestam alguma extravagância no modo de ser.  Gostam de se ligar a pessoas que têm princípios e são capazes de lutar por uma causa, de defender as suas ideias e que  têm consciência social.  Gostam de se sentir livres no relacionamento, embora a regência de Saturno em relação a Aquário implique a observação de regras implícitas, no plano ético, que não podem ser quebradas para que o relacionamento funcione. A lealdade e a fidelidade são dois fatores que tanto os nativos de Leão como os representados por Aquário consideram ser básicas em qualquer relacionamento. Assim, existe uma postura de abertura e o casamento é visto como uma parceria baseada em princípios éticos e são estes que sustentam a relação. Apesar de todo o romantismo dos nativos de Leão, estes preferem a solidez da ligação com parceiros que asseguram companheirismo e lealdade que pode manter-se no tempo de forma mais sólida do que qualquer paixão de momento. Também gostam de ter um parceiro que manifesta conhecimentos e instrução elevados em algum campo de investigação pois o conhecimento é um importante elemento de hierarquização social que valorizam muito. Para estes nativos, o estímulo intelectual que os parceiros lhes dão é fundamental para se sentirem mais completos e felizes. Distinguem deste modo de forma clara a diversão do namoro sem consequências do pragmatismo de uma relação de casamento.

Quando o signo Aquário está colocado na 7ª casa, os nativos preferem parceiros com maturidade, muitas vezes mais velhos do que eles e não é raro encontrarem o «verdadeiro amor» mais tarde na vida. Gostam de pessoas instruídas e bem organizadas, intelectuais, cientistas, filósofos, especialistas técnicos, reformadores sociais, pessoas com consciência social da justiça e dos direitos de igualdade entre todos os seres humanos. Os parceiros podem ter uma natureza inventiva e serem visionários acerca da sociedade, embora as suas ideias possam parecer excêntricas a muita gente. Fazem no entanto as delícias dos nativos de Leão que são eles também extremamente criativos. A autoridade que emana dos parceiros representados por Aquário simplesmente fascina os nativos de Leão que encaram os parceiros como alguém que lhes transmite sabedoria e os enriquece, tanto pessoal como socialmente, A respeitabilidade dos parceiros acrescenta-se à sua própria necessidade de manterem uma postura digna e respeitada pelos outros.

Os parceiros  nem sempre são, no entanto, muito estáveis, apesar da regência de Saturno. Na verdade, há que não esquecer que Rahu é corregente de Aquário e  isso faz com que os  parceiros tenham por vezes comportamentos menos previsíveis ou até mesmo menos transparentes embora vivam e respirem uma atmosfera de respeitabilidade. Podem no entanto usar meios subtis nem sempre legítimos para alcançar os seus propósitos e realizarem as suas ambições. O modelo de casamento dos parceiros representados por Aquário é aberto, baseado na amizade, lealdade e companheirismo mais do que no amor apaixonado ou em sentimentos de ocasião.  O forte sentimento de posse, no entanto, presente nos nativos de Leão mas também nos signos de Saturno faz com que os ciúmes sejam uma realidade mas talvez sejam mais explicáveis no contexto de estes nativos precisarem de manter uma imagem irrepreensível na sociedade do que por fortes emoções de paixão.  Para os nativos de Leão, trata-se de considerar inconcebível que uma pessoa da sua importância e caráter único possa ser substituída por outra pessoa (orgulho pessoal, portanto). Os parceiros podem também manter relacionamentos escondidos dos olhares dos outros. Em certos casos podem mesmo defender a existência de casamentos polígamos ou, pelo menos, relacionamentos simultâneos com várias pessoas em situação de igualdade. O «casamento de grupo» é uma realidade ,chamando a atenção e a curiosidade da opinião pública e as pessoas envolvidas parecem sentir-se confortáveis nessa situação embora a sociedade olhe com estranheza para essa realidade.

Mas a 7ª casa representa mais do que o parceiro conjugal. E, quando Aquário ocupa esta casa, os nativos de Leão encontram em geral parceiros de negócios  muito talentosos para lidar com os investimentos pois ajudam significativamente a aumentar os rendimentos dos negócios. São inovadores  e inteligentes na gestão, surgindo com ideias que permitem melhorar os contextos dos negócios. São também por vezes excêntricos, imprevisíveis ou simplesmente diferentes do que é comum mas as parcerias dão em geral muito bons resultados com estes parceiros que administram as finanças conjuntas com sabedoria e excelentes frutos.

No caso presente da complementaridade Leão /Aquário o nativo de Leão  confronta-se com dois tipos essenciais de expressão: a individual e a coletiva sendo ambas criativas e complementares. Leão representa a imaturidade criativa e experimental da juventude, a aquisição do conhecimento superior que permite uma expressão mais substancial dos impulsos criativos; em Aquário, a criatividade amadureceu para se aplicar nas reformas que permitem melhorar o modo de ser e as condições de vida dos seres humanos. Ambas são complementares embora seja de Leão que as ideias brotem com mais espontaneidade e é em Aquário que se cristalizam em modos de ser multiplicados e concretizados tendo-se tornado úteis para os seres humanos.

No passado, estes nativos podem ter –se identificado tão profundamente com a sociedade e as suas regras e leis que se esqueceram que há uma fonte mais primordial da qual todo o poder criativo e benéfico brota e que está para além de todo o pragmatismo criado pelos homens e por cada sociedade. Cabe-lhes agora redescobri-lo através de alguma forma artística de expressão  ou da pura espontaneidade de ser de forma livre e anterior a todas as imagens que cada indivíduo cria de si.

Glossário Astrológico- Angular

Angular capa O termo «angular» tem várias aplicações em Astrologia. Por exemplo, um «ângulo» do horóscopo refere-se a uma das 4 casas angulares  também designadas por Kendra–  as casas 1, 4, 7, 10. As casas angulares são consideradas a estrutura básica que sustenta o horóscopo ou o seu «esqueleto». A discussão permanece entre os estudiosos e astrólogos sobre se são as casas kendra ou as trikona – 1, 5, 9- que são as mais auspiciosas. Mas, na determinação dos eventos fundamentais da existência as casas angulares estão em geral sempre envolvidas de uma forma ou de outra, seja por trânsito de planetas importantes, seja  pela ativação do período dasa/antardasa dos seus regentes. Angular também se diz da distância entre dois pontos ou planetas do horóscopo, referindo-se ao arco  da distância em graus que separa esses dois planetas ou pontos.  O Zodíaco é um contínuo de 360º e todos os elementos no contexto do Zodíaco mantém um certo tipo de relação referente à distância entre um e outro, medida em graus e minutos. Essa distância determina tipos de influência  e de força dessa influência que estão tipificados nos chamados «aspetos». Estes são mais ou menos relevantes de acordo com o «ângulo» de distância entre eles. A distância angular entre os planetas pode ser medida de forma estática, quando consideramos por ex., o momento do nascimento e a posição de todos os elementos do Zodíaco nesse momento e num certo local em que se deu o nascimento; ou de forma dinâmica, como quando observamos a relação entre planetas que estão a mover-se (trânsitos) e os ângulos que formam em relação uns aos outros. Observamos ainda a angularidade que os planetas em trânsito (incluindo os regentes do período dasa/antardasa) formam em relação por ex., à posição que tinham no nascimento e outros pontos importantes do horóscopo. Também se fala da distância angular de um planeta, referindo-se este conceito à distância  em graus e minutos que um planeta percorre durante um dia no Zodíaco separando-se deste modo de um certo ponto para ocupar outro. Esta distância angular não é sempre  a mesma devido ao fenómeno de retrogradação dos planetas e outros fatores astronómicos. Apenas a Lua e o Sol nunca ficam retrógrados sendo em geral  a distância angular  do Sol de 1º e a da Lua uma média de 12,5º o que faz com que o sol esteja num signo cerca de um mês e a Lua leve cerca de 28 dias a transitar um signo. Já Marte leva cerca de 49 dias, Mercúrio e Vénus demoram cerca de um mês , Júpiter demora cerca de um ano, Saturno dois anos e meio, Rahu e Ketu um ano e meio.  Estes são tempos médios, havendo alterações deste tempo médio em certos momentos, devido  aos fenómenos referidos. A distância  angular de um planeta é  um dos aspetos mais essenciais para se poderem fazer previsões, tanto a nível da Astrologia horária (Prashna)  como a longo e a médio termo. A consulta das «Efemérides» que apresentam as movimentações diárias dos planetas pelo Zodíaco é essencial para saber qual é a distância angular de um planeta num cero momento e o cálculo dos pontos do horizonte  e do meridiano são igualmente fundamentais para podermos situar no tempo a influência causada por essa distância angular e observar como ela atinge o horóscopo num certo ponto do espaço terrestre.

Conjunção Sol Vénus na 7ª Casa Signo Balança

conjunção sol Vénus na 7ª casa signo Balança capa

Explicamos neste artigo os efeitos gerais da conjunção Sol Vénus na 7ª casa  e signo Balança.

Para saber mais acerca da posição do sol na 7ª casa, leia o artigo aqui.

Na 7ª casa Vénus está bem colocado pois está numa casa com a qual tem afinidade e, nesta posição, adora formar alianças e acordos. Tem especial talento para formar parcerias harmoniosas e justas e gosta de aconselhar os outros. Conduz-se com delicadeza e diplomacia na realização de contratos e acordos e tem sucesso devido ao sentido de justiça e imparcialidade que passa aos parceiros. A posição de vénus na 7ª casa favorece a beleza física, pelo aspeto que lança para o Ascendente. Os nativos têm também olhos bonitos, além de uma constituição física bem proporcionada.

Vénus na 7ª casa leva o nativo a procurar  um(a) parceiro (a) de casamento sensual e rico (a). Esta posição também beneficia a carreira e, quando o cônjuge é mulher, pode ser um fator de progresso na carreira do nativo, devido às competências de negociação e de formação de boas parcerias. Sobretudo em carreiras com forte ênfase nos relacionamentos sociais, como sucede na Política, Vénus na 7ª casa é um importante fator de ajuda ao sucesso da popularidade do nativo. Vénus na 7ª casa indica um cônjuge (de ambos sexos) carinhoso e amável, cortês e refinado, com forte sentido estético ; procura a harmonia e pode ser um artista ou ter uma carreira de algum modo relacionada com aspetos estéticos.  Estas qualidades ajudarão a manter a harmonia doméstica e o entendimento entre cônjuges (e parceiros de negócios) pois o nativo procura superar as diferenças através da formação de acordos justos.

Os nativos com vénus na 7ª casa podem ganhar bastante riqueza através da formação de contratos e acordos. Podem escolher parceiros especializados em formar acordos e fazer negociações, como acontece com os advogados , mediadores, etc.. A riqueza vem muitas vezes com o casamento e cessa em geral quando este se dissolve.  Estas pessoas valorizam muito o parceiro de casamento e a capacidade deste estabelecer compromissos.  As parcerias e o casamento para estas pessoas são harmoniosos, não envolvendo confrontos desagradáveis. Vénus nesta casa pode inclinar para «manter algumas mentiras graciosas» se isso evitar confrontos desagradáveis que  criariam desarmonia. «Mentir por boas razões» é aceite por ambos os sexos com esta posição de Vénus.

Segundo os antigos, Vénus na 7ª casa indica um cônjuge com sorte e feliz. Tem uma personalidade atraente e agradável e excelentes competências sociais.. Porém, a ênfase forte do karaka do casamento que é Vénus colocado na própria casa do casamento implica que o cônjuge domina o casamento e isto nem sempre produz bons efeitos.

Segundo os clássicos, Vénus na 7ª casa indica que o nativo será entendido nas artes eróticas. Os parceiros de todos os tipos formam relacionamentos harmoniosos e de cooperação.  Se vénus não receber aflições, o parceiro de casamento tem modos delicados, é atraente e honesto. O nativo é sensual, terá filhos, riqueza, um parceiro de boas famílias, será feliz e próspero. Tem mente aberta e é saudável e popular. Pelo lado menos positivo, tem disposição para a preguiça e a suspeita, tendência pra se envolver com o cônjuge dos outros. O casamento com um parceiro afortunado e abastado traz muito conforto para o casamento. A relação com os filhos é feliz, quando estes existem. Quando Vénus está muito forte, haverá mais do que um casamento.

Para saber os efeitos da colocação do Sol no signo Balança, leia  o artigo aqui.

Vénus no seu próprio signo e mooltrikona  Balança procura o equilíbrio e a harmonia em todas as coisas: O nativo é diplomata e tem forte sensibilidade estética. Tem uma visão igualitária dos diretos nas parcerias . Fisicamente,  Vénus em Balança produz uma atraente figura com destaque para a cintura e as nádegas. Sente atração por parceiros com aparência harmoniosa e encara o casamento como um acordo entre as partes, válido também para a dimensão sexual do relacionamento.  Gosta de parceiros que se dedicam eles próprios a formar acordos e mediações. Faz o que pode para manter a harmonia conjugal, evitando a todo o custo situações de discórdia entre as partes. O casamento é visto como um acordo que satisfaz as necessidades e interesses de ambas as partes.

Vénus no signo Balança indica prazer obtido de todas as fontes sensuais, com destaque para o sexo e a apreciação de objetos e seres belos. Estas pessoas podem ter uma forte preferência por carreiras em que a beleza e a harmonia estão em destaque. Preparam os ambientes com refinado sentido estético e decoram- nos com a mesma disposição. Sendo, no entanto, um símbolo da procura do equilíbrio, Vénus neste signo não gosta de excessos em nenhuma das áreas de prazer que prefere: Deste modo, evita o excesso na vida sexual,  na comida e na bebida, na acumulação de riqueza, etc..

Os nativos com Vénus no signo Balança gostam de pintar e desenhar, de apreciar arte  e decorar ambientes; gostam de cores brilhantes, misturando o branco com tons pastel e arco-íris, gostam de socializar e preferem a companhia de pessoas refinadas e com personalidade agradável e instruídas. Gostam de formar pares, detestando estar sós.  Apreciam formar acordos e negociações à mesa, em conversa amigável . Detestam pessoas que têm aparência descuidada ou desequilibrada ou que mostram falta de sentido estético no vestuário e no modo como se apresentam.  Gostam de luxo e de tudo o que é requintado  e é sensualmente agradável.  Os nativos com vénus no signo Balança honram o compromisso do casamento e a confiança entre os cônjuges.

A conjunção Sol Vénus na 7ª casa e signo Balança tem como primeira característica o facto de o Sol estar debilitado nesta casa e signo. Assim, vénus e a sua natureza tendem a prevalecer. Os antigos não consideravam esta conjunção muito positiva, pois o Sol é o símbolo do «eu superior» ou alma mas a 7ª casa /signo Balança são extremamente sensuais e indulgentes, sobrepondo a procura dos prazeres sensuais aos valores espirituais. Ainda assim, a colocação desta conjunção na 7ª casa indica que o nativo se identifica totalmente com os parceiros e, em especial, o de casamento. É romântico e totalmente focado no casamento e em ouras parcerias a pares, como forma de realizar o seu destino terrestre. Ser feliz e receber e dar amor e afeto de uma forma harmoniosa é o que estas pessoas mais desejam. Esta conjunção indica ainda que o relacionamento com o parceiro de vida tem um papel especial no desenvolvimento espiritual destes nativos. As viagens para países estrangeiros podem igualmente ser frequentes e trazer grande prazer para estas pessoas. O amor pela arte e pela experiência estética pode ser uma fonte privilegiada de prazer e  de felicidade na vida.

Note-se que grande parte da população tem esta conjunção no horóscopo (48%) mas é quando o Sol e Vénus estão próximos num arco entre  5º e 10º que ela se faz sentir de forma mais viva. O Sol debilitado adquire algumas características negativas afetando o ego e o resultado é que o parceiro pode ser bastante egoísta quando a conjunção se forma nesta casa e signo. Estes nativos podem focar-se mais na forma como se dão ao parceiro, do que nas reais necessidades deste. Podem inebriar-se com o seu generoso contributo para a o relacionamento mais do que pelas qualidades reais do parceiro.  Pode igualmente acontecer que valorizem o relacionamento por tudo o que estes lhes traz: luxo, prazeres de todos os tipos, bens, que existem apenas porque são facultados pelo parceiro de casamento. Igualmente, podem prezar basicamente o prazer e a felicidade que o outro lhes faz sentir enquanto se mostram pouco  focados em dar algo verdadeiramente importante de si ao outro. Quando ocupa o seu próprio signo, como acontece com o signo Balança, se estiver também colocado num grau inferior ao do Sol, Vénus dominará a conjunção e desenvolve total espírito de compromisso para manter o relacionamento e superar todos os problemas que possam existir. Se for o Sol que tem o grau inferior , estando debilitado, em vez de lançar sobre Vénus o seu brilho intenso, queima a energia de Vénus e causa desentendimentos e grande agitação nos relacionamentos que podem terminar em divórcio.

Signo Capricórnio na 7ª Casa do Horóscopo

signo capricórnio na 7ª casa do horóscopo capa

Continuamos a apresentar os efeitos da colocação dos signos na 7ª casa do horóscopo. Esta colocação é especialmente importante pois o signo que ocupa a 7ª casa é oposto do signo Ascendente e, por via disso, é-lhe complementar. Na 7ª casa exprimem-se as qualidades que, sendo relativas aos outros, são no entanto fundamentais para que a nossa identidade se complete. Tudo o que é expresso pela 7ª casa precisa, desse modo, de ser integrado na identidade de forma dinâmica e é algo com o qual cada personalidade tem que lidar ao longo da vida.

Poderá ler um pequeno resumo dos significados da 7ª casa aqui.

Para uma abordagem mais aprofundada sobre a 7ª casa leia o artigo aqui.

Quando o Signo Capricórnio ocupa a 7ª casa do horóscopo – o que acontece para o Ascendente Caranguejo– os nativos sentem-se atraídos por parceiros- de vida e de negócios-  que podem ser mais velhos biologicamente ou são, pelo menos, maduros mentalmente e são figuras de autoridade.  Os parceiros podem não ser os mais joviais e alegres mas são responsáveis, trabalhadores árduos, ambiciosos e desejosos de alcançar e manter um status social elevado.  Estas pessoas são pragmáticas, conservadoras e prudentes e  assemelham-se muito a uma figura paterna, cuja autoridade é facilmente reconhecida.  O desejo de segurança e de proteção dos nativos de Caranguejo encontra neste tipo de figuras o abrigo pretendido, pelo menos em termos materiais, sendo mais difícil encontrar neles uma presença emocional disponível. Sendo Saturno o representante dos velhos, estas pessoas podem casar com parceiros mais velhos e que oferecem real segurança em termos materiais. Também casam tarde, pois levam os relacionamentos muito a sério e querem ter a certeza de que o parceiro é a pessoa certa para formar família.

Os nativos de Caranguejo retraem-se com frequência para a sua própria subjetividade, não sendo sempre efusivos verbalmente e apreciam a possibilidade de comunicar com os parceiros sem ter que falar muito, coisa que, seguramente, os parceiros representados por Capricórnio, asseguram pois também não são muito verbais.

Quando o signo Capricórnio está colocado na 7ª casa, os nativos de Caranguejo podem usar os relacionamentos e o casamento em particular, como forma de ascender socialmente pois são ambiciosos e aspiram a um casamento que funciona muitas vezes como uma «joint venture» pela qual procuram a prosperidade, respeitabilidade e estatuto social a que aspiram. Podem assim casar com pessoas que têm meios de fortuna e assentar nas posses do(a)  parceiro(a) as bases mais importantes da sua própria prosperidade material. A visão do casamento é tradicional e conservadora e o parceiro- seja homem ou mulher- detém a autoridade máxima na relação. Estes nativos gostam de casar dentro de uma família tradicional e de seguir todos os rituais que a tradição deixou em relação à família e ao casamento. Gostam das «vias antigas» no modo de organizar a família, baseando-se na autoridade parental e respeito, pelos filhos, das regras que o pai estabelece no seio da família.

O parceiro é alguém que se fez a si próprio e pode ter origem humilde, tendo ascendido através do trabalho e do esforço próprio. Nestes casos, os parceiros controlam tudo na relação incluindo os meios financeiros , que podem reter , podendo mesmo ser bastante «forretas», preferindo poupar em vez de gastar o que ganham. Estes parceiros dão valor ao trabalho e inculcam nos filhos a importância do trabalho para dar sentido e respeitabilidade à sua vida.

Mas a 7ª casa representa mais do que o parceiro conjugal. E, quando Capricórnio ocupa esta casa, os nativos de Caranguejo  encontram em geral parceiros de negócios trabalhadores e responsáveis embora também muito ambiciosos e, por isso, fieis em primeiro lugar aos seus próprios interesses.  Mas podem contribuir decisivamente para aumentar  os meios e riqueza do negócio uma vez que não se furtam ao trabalho nem às responsabilidades e são em geral leais, pelo menos enquanto forem suficientemente recompensados pelo seu esforço.

No caso presente da complementaridade Caranguejo /Capricórnio, o nativo de Caranguejo pode ter algumas dificuldades no relacionamento devido à frieza que muitas vezes os parceiros revelam pois tendem a relacionar-se com pessoas que têm dificuldade em estabelecer  proximidade emocional. Os parceiros preocupam-se mais, muitas vezes, com a imagem e a reputação perante os outros do que com as necessidades emocionais do nativo mas  isso não significa que não tenham apego sincero por este. Têm simplesmente grande dificuldade em exprimir isso de forma aberta e emocional. Podem exprimir afeto dando presentes materialmente caros e, quando o fazem, o nativo de Caranguejo pode ficar seguro do seu afeto pois não é fácil ao parceiro abrir mão dos meios financeiros que ganha com bastante esforço. E valoriza muito o conceito de família.

No passado, estes nativos podem ter preferido trabalhar e ganhar dinheiro a formar uma família e a criar laços afetivos com outros seres. Nesta vida, são afetuosos mas instáveis, mudando frequentemente de estado de humor e perdem muitas vezes a capacidade de reagir sem excesso emocional às situações; precisam de integrar a capacidade de se distanciar afetivamente usando a reflexão e a imparcialidade lógica proporcionada por Capricórnio para alcançarem melhor equilíbrio na condução das suas vidas.

Glossário Astrológico- Aplicação

glossário astrológico- aplicação capa

Este conceito refere-se ao movimento de um planeta mais rápido quando se aproxima de outro planeta, casa ou ponto sensível do horóscopo e começa a formar uma conjunção com este ponto.  Este movimento tem uma importância acrescida na interpretação do impacto dos trânsitos, das conjunções e dos efeitos gerais dos planetas no horóscopo. Um planeta que está a aplicar-se a um certo ponto sensível do horóscopo, por exemplo no momento do nascimento, apenas fará sentir os seus efeitos de forma completa algum tempo depois, dependendo da velocidade normal do planeta e da sua natureza, na vida da pessoa; por outro lado, quando o movimento do planeta é de separação (estes são movimentos opostos mas devem entender-se de forma complementar em relação um ao outro), significa que os seus máximos efeitos já foram produzidos e, na verdade, o planeta está já a afastar-se do ponto de  conjunção e os seus efeitos serão menos intensos na vida da pessoa , para o bem e para o mal ou poderão mesmo, em certos casos, não se fazer sentir, pelo menos de forma significativa.

Na interpretação das conjunções, na série de artigos que temos vindo a publicar, a compreensão do significado do conceito de «aplicação» é fundamental pois ela  contribui para a correta compreensão da força de um dado planeta na relação que então se forma entre dois planetas conjuntos. Em geral, o planeta que está antes do outro- colocado portanto num grau inferior – é dominante na relação pois é ele que está a formar o aspeto em causa. Esta força não é, no entanto, absoluta e depende também grandemente da análise de outros fatores como a própria natureza dos planetas e da sua dignidade mas é um primeiro ponto de análise imprescindível para julgar a força e os efeitos de uma determinada conjunção.

O movimento de aplicação dos planetas é igualmente essencial para avaliar os efeitos dos planetas por ex., em termos de tempo em que os efeitos se irão produzir, havendo várias formas de interpretar esse tempo dos eventos na vida real. É claro que o movimento de aplicação da Lua  ou de Mercúrio levará menos tempo para se produzir na vida real do que o movimento de aplicação de um planeta mais lento como Marte ou Júpiter, por ex., cujos efeitos poderão apenas fazer-se sentir na vida real na idade madura. As cartas «progredidas», muito populares na Astrologia Ocidental, mas também na Astrologia Jyotish e relativas ao retorno solar, por ex.,  podem ser um instrumento muito útil para analisar  o «tempo» em que os efeitos de uma dada conjunção se farão sentir com plenos efeitos na vida da pessoa; na Astrologia Jyotish, , são principalmente os períodos dasa/antardasa que definem o «tempo» no qual se concretizarão os efeitos significados por um determinado aspeto, casa ou planeta. E a força de um ou mais planetas envolvidos no aspeto de aplicação determina quais serão mais dominantes no destino pessoal durante esse período.

Adicionalmente ao conceito de «aplicação», pelo qual um planeta se aproxima de uma conjunção exata com um ponto, casa ou planeta no horóscopo, fala-se do «aspeto de aplicação como a aproximação, num dado momento, de  um certo ponto do horóscopo. Quando se dá a conjunção  com esse ponto, o aspeto é considerado «exato». Quando o planeta ultrapassa o grau exato da conjunção, diz-se que o aspeto é separativo ou de separação.

Falaremos posteriormente, neste glossário, do conceito de «separação», complementar deste.

Conjunção Sol Vénus na 6ª Casa Signo Virgem

conjunção Sol Vénus na 6ª casa signo Virgem capa

Para conhecer os efeitos da colocação do Sol na 6ª casa, leia o artigo aqui.

Vénus na 6ª casa dedica-se a prestar serviço e gosta dos ambientes de trabalho. Gosta de enfrentar situações de conflito e dos ambientes de acusação, razão pela qual pode dar um excelente advogado; tenta encontrar equilíbrio nessas situações e remédios que satisfaçam todas as partes; pode  também ser conselheiro em situações  que precisem de mediação para superar desequilíbrios e situações de conflito; gosta de atuar em situações em que existem relacionamentos co dependentes e ajudar a encontrar entendimentos e acordos entre as partes. Tem talento para argumentar sobre o que é devido a cada uma as partes em conflito e procurar soluções práticas através de processos conduzidos pela lógica e pela argumentação.  Vénus na 6ª casa  sente o impulso pra remediar todas as situações em que há desequilíbrio ou conflito, de modo a restabelecer a harmonia.

Existe uma atração pelos ambientes ligados á saúde e à doença, sendo comum uma atração por médicos e outros profissionais de saúde.

Os planetas na 6ª casa ou prestam serviço ou sofrem. No caso de Vénus, que é naturalmente inclinado para a procura dos prazeres sensuais , pode ser fácil cair em dependência de substâncias e drogas , excesso de consumo de açúcar , etc. . Também pode indicar comportamentos ilegais e eticamente reprováveis de exploração de pessoas, principalmente mulheres a nível sexual e outros; quebra de contratos e comportamentos de burla, acusações e litígios em tribunal sem fundamento também são possíveis. Os excessos podem causar doenças como diabetes, problemas nos rins e pâncreas.

Os que manifestam a energia de Vénus através do «serviço» podem ser excelentes avogados na área criminal, trabalhadores da segurança social lidando com situações de pobreza e exploração no trabalho, membros de instituições  humanitárias e ativistas que defendem as mulheres e os seus direitos, instituições de abrigo de mulheres maltratadas e sofrendo de violência doméstica, médicos de reabilitação dos toxicodependentes e de ginecologia,  cirurgia estética, etc..

Quando o parceiro amoroso é mulher, há muitas vezes atração por mulheres de condição servil  e empregadas.  Quando casados, pode acontecer estarem rodeados de mulheres solteiras e ser difícil manter-se fiel ao casamento. A esposa é em geral alguém que está empregada em alguma área de serviços e tende a repetir esse comportamento no casamento, ao mesmo tempo que deseja obter prazeres sensuais, riqueza e alimentação a partir da relação de casamento. Há atração por parceiros com comportamentos de indulgência anterior e um histórico conflituoso em relacionamentos anteriores. Frequentemente, estes nativos cresceram em lares em que o desentendimento entre os pais era vulgar, embora mantivessem as aparências nas situações sociais. Assim, estes nativos tendem a cultivar uma harmonia de superfície e aparências, disfarçando o estado real do casamento. Fazem o mesmo em relação às suas situações de saúde.  Por estranho que pareça, recusam-se habitualmente a reconhecer o verdadeiro estado dos seus relacionamentos, mantendo uma desonestidade tanto em relação aos relacionamentos pessoais como profissionais. Podem habituar-se a usar drogas e álcool como forma de lidar com os relacionamentos e manter as aparências, escondendo o clima de desconfiança e desagrado em relação ao modo como os relacionamentos se desenvolvem.  Recorrem também ao relacionamento com pessoas de estrato social inferior ao seu e tendem a relacionar-se com pessoas de má índole, traidores, esclavagistas, etc.

Podem abusar de tratamentos médicos e medicamentos e de animais sob a sua dependência.

Vénus na 6ª casa indica litígio, divórcio, problemas digestivos. Esta posição indica quebra de votos ou de contratos, quebra de valores. Os nativos gostam de argumentar e discutir, gostam de se relacionar com os mais humildes, servos e trabalhadores.  Esta posição de Vénus pode  indicar vícios, desde o sexo ao trabalho excessivo e substâncias várias. O nativo pode alcançar prazeres e riqueza pela exploração ou litígios com os outros; pode explorar os que trabalham para si ou escravizar outros para os explorar e retirar daí prazer próprio. É, no entanto, uma boa posição para médicos que escolhem especialidades femininas.

Gostam de conflitos que ajudam a quebrar contratos e criam desentendimentos. Sentem-se atraídos por pessoas que lidam com conflitos dívidas, doença e problemas em geral; têm gosto por papeis de acusação e litigação, e também gostam de se vitimizar; alguns gostam da companhia de criminosos. Dão-se com as classes trabalhadoras e de  formar romances no local de trabalho com pessoas de condição inferior  e sentem-se mais felizes com estes romances do que com o casamento legítimo.  Servem-se dos relacionamentos com empregados e dependentes para os explorar para seu prazer pessoal.

Vénus na 6ª casa não permite alcançar grande riqueza . Estas pessoas preferem os prazeres imediatos a poupar. Podem gastar muito em drogas e álcool, pagamentos a pessoas de baixa condição, médicos, litigações, etc.. Estas pessoas gastam de forma desproporcionada com animais e serviços associados. Gostam muito de animais, tanto domésticos e de estimação como animais selvagens e podem gastar muito com o bem- estar destes. Podem, aliás, ter relacionamentos mais satisfatórios com animais do que com humanos.

A posição de Vénus na 6ª casa pode indicar, quando Vénus está severamente aflito, abuso sexual, incluindo tráfico humano e prostituição e ainda adição de álcool e drogas, problemas médicos nos rins, diabetes, pâncreas. Pode haver transmissão de doenças sexuais.

Quando Vénus na 6ª casa recebe o aspeto de Saturno, isso é positivo pois restringe os excessos para os quais tende Vénus  e orienta o nativo para a prestação de serviço. Mas, se recebe o aspeto do sol ou de Marte, quando o nativo é mulher pode sofrer com constantes litígios, acusações e processos em tribunal.  O aspeto de Rahu pode indicar tendência para cometer crimes.

A posição de Vénus na 6ª casa indica forte karma a ser pago através da exploração como vítima ou perpetrador, doença, desentendimentos. Esta é uma casa «tóxica,», injusta, onde a pessoa se torna vítima, escravizada, alvo de crimes,  se torna toxicodependente, alvo de censura, acusações, conflitos  com os outros, promessas não cumpridas ou quebradas; o  relacionamentos com belas mulheres  e sexo com elas são meio para explorar e vitimizar ou ser vítima explorada.

Segundo os clássicos, Vénus na 6ª casa cria problemas vários: no casamento, nos negócios, gera dívidas, indica possíveis doenças transmitidas sexualmente. Os nativos gastam demais e têm problemas com dívidas, falta de atração pelo cônjuge e do cônjuge em relação ao nativo e  impotência. Poderosos inimigos e gastos excessivos conduzem à pobreza. Não têm jeito para os negócios e podem atingir falência financeira. Terão sempre inimigos  poderosos ao longo da vida. Terão muitas ocasiões de condenação e de desgosto. Sofrem com vários problemas de saúde. Gostam de música e de dançar.

Para saber mais sobre os efeitos da colocação do Sol no signo Virgem, leia o artigo aqui.

Vénus no signo Virgem não está favoravelmente colocado pois está no signo de debilitação.  Está porém colocado no signo amigo de Mercúrio. No signo Virgem Vénus tem preferência pela argumentação lógica e adota um estilo de crítica na análise e gestão dos relacionamentos sexuais. Tende a entrar num tipo de casamento que obedece ao modelo explorador/explorado. Pode envolver-se em  comportamentos de dependência de substâncias tóxicas (drogas medicamentos) e álcool. Pode haver um tipo de relacionamento que envolve a prostituição explícita ou escondida.  Os nativos que têm parceiro feminino tendem a relacionar-se com mulheres que se criticam continuamente a si mesmas e não conseguem ver os seus atributos positivos, tanto físicos como emocionais e intelectuais, ou mulheres que se desvalorizam continuamente a si mesmas.  Estes nativos com Vénus debilitado podem ter que enfrentar situações difíceis em que a mulher sofre de dependência tóxica, doença, servidão no trabalho ou é objeto de acusações ou litígios em tribunal.  Muitas das mulheres com esta posição de Vénus sofrem de baixa autoestima. São também dadas a discussões e conflitos verbais (mas  em geral não físicos). Assim, estas mulheres discutem continuamente, o que transforma o casamento em algo pouco agradável. Esta posição não é por si só indicativa de divórcio, mas sim de pouca harmonia no casamento . Há também muitas vezes atração por parceiros de classe trabalhadora com os quais pode haver relacionamentos fora do casamento.

As mulheres com Vénus no signo Virgem discutem constantemente com outras mulheres, havendo problemas persistentes com mulheres, muitas vezes devido a ciúmes, acusações de infidelidade do marido, baixa auto estima e dificuldade em sentirem-se atraentes. A pessoa pode também ser contactada por mulheres de condição social muito baixa,  por vezes desempenhando o papel de criadas , que se queixam de violência doméstica, abuso sexual, problemas de toxicodependência.

Os homens sentem atração por mulheres de baixa condição social, ou com baixa autoestima. Podem sofrer de diabetes. Homens e mulheres com esta posição de Vénus encontram continuamente mulheres com baixa autoestima  e problemas de imagem pessoal, que se sentem pouco atraentes. Quando há irmãs ou amigas estas são frequentemente enfermeiras ou trabalhadoras sociais. As mulheres com esta posição também prestam muitas vezes serviço junto dos doentes, toxicodependentes, pobres. Para além de prestadores de serviços sociais , os nativos com esta posição de Vénus são também advogados especializados em gerir conflitos, especialistas na área do tratamento de toxicodependentes, ativistas ambientais e defensores dos direitos dos mais desfavorecidos, etc..

As mulheres podem sentir-se servas ou escravas do parceiro de casamento no que se refere à sexualidade, não sentindo satisfação com o relacionamento conjugal.  Também pode acontecer «prostituição escondida» , quando o nativo casa com um parceiro apenas para o explorar financeiramente.  Esta posição indica atração por parceiros que possam ser explorados de algum modo, ou cujos bens possam ser usufruídos sem contrapartida ou pagamento.  Estas pessoas podem também quebrar promessas feitas, sem grande problema de consciência e faltam muitas vezes à palavra dada.

Os nativos com Vénus no signo Virgem podem deslocar o sentimento de amor para atividades sociais de ajuda aos necessitados e animais. Como têm dificuldade em sentir satisfação no interior do casamento podem envolver-se em atividades sexuais ilícitas com servos ou pessoas de baixa condição social. Podem também ser desfeiteados pelos atos do parceiro  nessas matérias. Isto acontece quando os nativos escolhem prestar serviço social de ajuda aos outros. Neste caso, o lado negativo de Vénus debilitado será exibido  pelo cônjuge que se envolverá em relacionamentos sexuais com toxicodependentes, prostitutas e pessoas de baixa condição social. Estes nativos casam com alguém muito inteligente mas que não sente verdadeiro interesse pelo nativo em termos sexuais, pelo que esse tipo de relacionamento, quando existe, é fora do casamento..

Os nativos com Vénus em Virgem são amáveis e gentis, sinceros e humildes mas são incapazes de se ver com olhos de elevação, não se apreendendo como pessoas bonitas. A sua abordagem é demasiado mental, não conseguindo aceder à sua sensualidade. Isto acontece devido a um excesso de autocrítica, duvidam continuamente de si mesmos. Podem comprar muitas roupas e ornamentos para se tornarem mais atraentes exteriormente sem conseguir descobrir a fonte interna da sua própria beleza. Essa insatisfação leva a procurar o sexo e as drogas como formas de compensação. Isto pode ser corrigido se houver um parivartana yoga com Mercúrio em Touro ou em Balança.  Podem ser excelentes conselheiros para os que sofrem de dependência de drogas e álcool ou estão em situação de abuso.

Estes nativos podem ter conhecimento de drogas e tratamentos medicinais. de dietas e nutrição. São por vezes vítimas, mantidos em servidão, envolvidos em prostituição e/ou exploração pelo trabalho.

Conjunção Sol Vénus  na 6ª casa Signo Virgem

Quando o Sol e Vénus estão conjuntos na 6ª casa ou no signo Virgem  os resultados não são em geral muito favoráveis. Esta casa não permite que o Sol e Vénus mostrem todo o seu glamour e carisma e o mesmo acontece com o signo Virgem, a ela associado. O sol está em signo neutro em Virgem, ao passo que Vénus está em signo amigo mas debilitado.  Os antigos previam apenas aspetos negativos para os nativos com esta conjunção e isso é compreensível atendendo a que, nesta casa /signo, os planetas ou servem ou sofrem. Em primeiro lugar será importante ver qual  o nº de graus que separam Vénus do Sol. A combustão, associada à debilitação de Vénus pode tornar ainda mais difícil o resultado desta conjunção. O Sol está, á partida, em vantagem, pois esta é uma casa upachaya  e, como é sabido, nestas casas, os planetas maléficos prosperam após lutas e dificuldades.  No entanto, a autoestima do nativo sofre, com a associação com Vénus e prejudica a perceção do valor do «eu» atingindo a autoestima: estes nativos têm uma  incapacidade total de se apreenderem de forma positiva, tendendo a verem-se como feios, pouco atraentes. Isto não é necessariamente assim, embora a tradição afirme que a conjunção em causa neste signo/casa torna o nativo desprovido de beleza, atingindo desse modo uma importante expressão da identidade pessoal.  O nativo é muito crítico em relação a si próprio e não consegue ver as suas qualidades positivas. No plano intelectual, no entanto, a conjunção indica inteligência discriminativa e grande capacidade para trabalho de investigação de caráter experimental. Estes nativos poderão ser médicos- de doenças femininas, do trabalho…- advogados especializados em lidar com conflitos de interesses, etc.. em alguns casos, a associação com Vénus debilitado pode acentuar o egoísmo natural do Sol e conduzir a explorar os fracos, mulheres, animais, pobres, toxicodependentes, etc.. Os nativos. tendem a relacionar-se com pessoas de índole duvidosa, incluindo as que fazem ações ilegais e gostam de  estar na companhia de pessoas  de condição social abaixo da sua. Quando Vénus está demasiado próximo do Sol- a menos de 11º-  perde as qualidades positivas e isso significa que os relacionamentos , com ênfase especial para o casamento- sofrem devido a constantes desentendimentos e torna-se impossível haver harmonia na relação. Há também ausência de sensualidade e uma excessiva mentalização do relacionamento, que não permite a intimidade com o parceiro. Podem procurar isso em relacionamentos fora do casamento que podem manter-se durante  bastante tempo sem serem descobertos.

Como o sol é mais forte nesta combinação, quando o nativo atua em níveis superiores, pode haver atividade de serviço empenhado em favor dos outros, através do trabalho social, como médico, etc.. que acaba por dar á pessoa um sentido de realização pessoal e redenção, uma vez que esta é uma casa kármica por natureza.

Outro efeito comum, sobretudo quando vénus sofre combustão pelo Sol, é a vulnerabilidade a doenças como as que afetam o sistema digestivo. O calor do Sol produz também desidratação do corpo que afeta a saúde dos rins, sendo necessários que estas pessoas bebam muita água para se hidratarem. Diabetes, problemas hormonais afetando o nível de estrogénios e o funcionamento da tiroide, problemas na garganta e cordas vocais, e nos órgãos reprodutores femininos.