Anapha Yoga

dae

Um outro yoga também relacionado com a Lua é o Anapha yoga, de que falámos em termos gerais num outro artigo  . Esta combinação forma-se quando existem planetas colocados na 12ª casa a partir da Lua. Como em todos os yogas em relação à Lua, o Sol não é considerado e o mesmo acontece com Rahu e Ketu. A presença destes junto dos planetas que formam este yoga pode mesmo cancelar ou enfraquecer este yoga, sobretudo se o Sol estiver muito perto da Lua ou o mesmo acontecer com os nodos.  A razão é que, quando o Sol está perto da Lua esta está escura e, quando os nodos estão próximo da Lua, distorcem a sua energia: Rahu pode incutir comportamentos obsessivos, dependências compulsivas, etc.. Ketu leva a interiorizar as emoções e a repetir padrões de comportamento do passado.

Este é um yoga relacionado com a generosidade e com a capacidade de dar. Os efeitos deste yoga também afetam a aparência física, que é impressiva e  forte, indicando um corpo com órgãos bem formados. Para além disso, o yoga também revela boas qualidades da personalidade, que é educada, generosa e delicada nas interações com os outros e com elevado sentido de respeito por si mesmo.  Este yoga favorece uma boa reputação. Também motiva a pessoa para apreciar os prazeres sensuais, para gostar de se apresentar com boas roupas e para  apreciar os prazeres da vida. Segundo os textos antigos, porém, na fase final da vida esta pessoa renuncia a esses prazeres e prefere uma vida de austeridade.

Quando o planeta que está na 12ª casa a partir da Lua é Marte, a pessoa é um líder natural, cheia de força e de vigor, com grande autocontrolo e confiança em si mesma, sendo ainda capaz de colocar essas qualidades ao serviço dos outros; quando o planeta que forma o yoga é Mercúrio, o nativo é um grande orador com capacidade para seduzir o público  e possuindo grandes dotes de argumentação; quando se trata de Júpiter, o nativo é muito generoso e solidário, é uma pessoa de palavra e pura de coração; Vénus torna a pessoa honesta e delicada no falar; Saturno faz com que o nativo rejeite toda a perversidade e desonestidade.

Na avaliação dos efeitos do yoga devemos analisar a força e a dignidade dos planetas envolvidos: planetas no próprio signo, Mooltrikona ou exaltação darão resultados mais significativos e os planetas colocados no signo de debilitação provavelmente não farão frutificar o yoga.

Depois é preciso ver se o yoga ocorre em boas casas a partir do Ascendente (Lagna) e qual a natureza funcional dos planetas envolvidos. A colocação dos planetas que formam o yoga em casas kendra ou trinas é uma boa indicação de que o yoga produzirá resultados positivos; a sua colocação em casas maléficas (6ª, 8ª, 12ª) a partir do Ascendente diminui grandemente os efeitos positivos desta combinação. Por outro lado, se regerem boas casas, os resultados do yoga serão mais favoráveis do que se o ou os planetas que formam o yoga forem regentes das casas maléficas.

O yoga frutificará no período dasha ou subperíodos dos planetas envolvidos no yoga, podendo usar-se um método quantitativo, proposto pelo Dr. B. V. Raman, para avaliar qual o período dos planetas envolvidos que produzirá os maiores benefícios.

Leave a Reply