Parivartana yogas #2- Dainya yogas

 boom

Hoje continuamos a explicar os Parivartana yogas, que correspondem à existência de uma relação de  receção mútua entre os regentes de duas casas. Hoje referimos o  Dainya yoga, que envolve as maléficas casas dusthana- 6ª, 8ª, 12ª.

Este yoga surge quando um dos planetas envolvidos em receção mútua ( esta ocorre quando cada planeta está colocado no signo do outro – ex.: A Lua ocupa o signo Capricórnio e Saturno está colocado no signo de Caranguejo) é o regente de uma das casas dusthana (maléficas) – 6ª, 8ª ou 12ª casas.  Este yoga será positivo para os assuntos da casa  maléfica, que recebe a energia positiva do outro  planeta  mas é negativo para os assuntos da casa auspiciosa que o outro  planeta rege . Assim, num horóscopo com Ascendente Aquário , a Lua, regente da 6ª casa, está colocada na 9ª casa enquanto que o regente desta, Vénus, está colocado em Caranguejo, na 6ª casa. Este yoga favorece os assuntos da 6ª casa e os significados da Lua pois o regente da 9ª casa representa a sorte e, por isso, esta pessoa terá sorte em vencer os competidores e inimigos, terá uma boa saúde e bons empregos,  a mãe (representada pela Lua)  será uma pessoa com sorte, sábia e com bom caráter; pelo contrário, o pai , significado pela 9ª casa , poderá enfrentar dificuldades e falta de sorte na vida,  causadas por inimigos, competidores, falta de dinheiro e de saúde, etc.  pois a 9ª casa recebe a energia  negativa da  maléfica 6ª casa.

Assim, como regra geral, o planeta que rege uma casa maléfica , ao  estar em receção mútua com o regente de uma casa benéfica, é sempre fortalecido  pela energia desse planeta  e a casa que ele rege é beneficiada com essa energia; porém, o planeta benéfico e a casa que ele rege são sempre prejudicados e danificados pela energia negativa que o regente da casa maléfica envia para estes.

Devido à relação das casas maléficas com os regentes das casas trinas e kendra, as mais auspiciosas do horóscopo, este yoga é normalmente considerado como um dos yogas desfavoráveis, isto apesar de, como vimos , os assuntos regidos pelas casas maléficas serem favorecidos, pelo que parece mais lógico considerar que se trata de um yoga com efeitos mistos.

O Dainya  yoga pode afetar negativamente a riqueza da pessoa e impedir que esta consiga exprimir o seu máximo potencial no trabalho, por vezes devido à interferência dos inimigos. Segundo Mantreswara, na obra Phaladeepika, as pessoas que têm um Dainya yoga no horóscopo podem falar de forma insensata e com pouca inteligência, fazer más ações, sofrer às mãos dos oponentes e inimigos e ter uma mente instável. As suas próprias ações conduzem a dificuldades e todo o tipo de problemas.

Mas nem todos os  autores clássicos da Jyotish consideram que a interação entre os regentes das casas maléficas é sempre negativa. Por ex., Kalidasa, na obra Uttara Kalamrita, refere que a relação entre si dos regentes da 6ª , 8ª e 12ª casas , num yoga conhecido por Viparita Raja yoga, produz bons resultados desde que mais nenhuma casa do horóscopo esteja envolvida nem por conjunção nem por aspeto, isto é, quando apenas os regentes das casas dusthana – 6ª , 8ª, 12ª- estão envolvidos. Ex.: o  regente da 8ª casa está colocado na 12ª casa e nem este nem as casas referidas recebem outros aspetos. Neste caso a pessoa obterá bons resultados após dificuldades. Porém, a nossa experiência revela que tais bons resultados se manifestam mais no plano interno ou espiritual do que no plano externo ou material.

Leave a Reply