Gola Yoga

gola

Este yoga é apresentado de forma diferente por vários autores. Apresentamos em primeiro lugar a versão dada pelo professor B. V. Raman, em 300 Hundred Important Combinations:
Para que este yoga se forme é necessário, em primeiro lugar que a Lua esteja na fase cheia, portanto , completamente brilhante. Para além disso, deverá estar colocada na 9ª casa em conjunção com Júpiter e com Vénus, o que desde logo é uma configuração fortíssima mas não é tudo: Mercúrio deverá estar no Ascendente na varga Navamsha. Fica claro que, na construção deste yoga temos também um yoga Gaja Kesari, uma vez que a Lua forma conjunção com Júpiter (estão numa casa kendra em relação um ao outro pois estão na mesma casa).

O envolvimento da 9ª casa no Gola yoga indica uma pessoa altamente instruída e sábia, com elevados princípios morais, espiritual, gentil e delicada nos modos. Este poderoso yoga permite ascender a uma posição de relevo social, talvez num cargo do governo, como diz a tradição, o nativo será «chefe da sua comunidade»; também pode ocupar uma posição numa carreira entre as de maior prestígio como a de magistrado. Segundo as fontes antigas, esta pessoa terá também cuidado com a saúde, escolhendo alimentos que protegem a saúde do corpo.

Uma outra versão para o Gola yoga é retirada da obra clássica de Parashara Hora Shastra , segundo a qual este yoga se forma quando todos os 7 planetas (excluindo-se os nodos) estão colocados na mesma casa, ocupando um único signo. Segundo esta versão, a pessoa com este yoga será pobre, fará más ações, associar-se-á com pessoas de má índole e terá uma natureza indolente, vivendo uma vida curta. Nesta versão, a pessoa é tipicamente desprovida de inteligência, de boas qualidades e de riqueza. Nos textos clássicos diz-se que o yoga indica «um tolo». Esta versão considera o yoga gola como um dos tipos de Sankya yogas e Nabhasa yogas não se confundindo com a versão dada pelo prof. Raman.

Devemos desta forma distinguir estas duas configurações pois a versão dada pelo professor B. V. Raman é distinta na configuração e nos efeitos, não se tratando da distribuição dos planetas pelas casas do horóscopo como acontece na segunda versão e como é típico dos Nabhasa yogas. Estamos pois perante dois yogas diferentes com a mesma designação, o que acontece com alguma frequência na Astrologia Jyotish e não contribui para uma perceção clara de algumas configurações do horóscopo.

Comentando a versão deste yoga dada pelo Prof. B. V. Raman, é claro que se trata de um poderoso yoga auspicioso e de boa sorte, que permite alcançar riqueza, fortuna e poder, ao mesmo tempo que também confere uma boa natureza humana e moral e produz um grande interesse pelo conhecimento espiritual e filosófico ou religioso. Mas há que ter em conta outros aspetos que possam existir entre os planetas envolvidos no yoga e outros planetas maléficos no horóscopo e que podem alterar os seus efeitos.

O yoga dará efeitos principalmente durante o período dasha ou subperíodo principalmente da Lua se for o planeta mais forte dos envolvidos no yoga ou do planeta mais forte entre os envolvidos.

Leave a Reply