Nabhasa Yogas, Akriti yogas # 7 – Vajra Yoga e Yava Yoga

333

Vajra Yoga: forma-se quando todos os  planetas benéficos ocupam a 1ª e a 7ª casa e todos os planetas maléficos ocupam a 4ª e a 10ª casa.

Yava Yoga: forma-se de maneira oposta ao anterior: todos os planetas maléficos ocupam a 1ª e a 7ª casas e todos os  planetas benéficos ocupam  a 4ª e a 10ª casas.

Quanto aos efeitos, o yoga Vajra torna o nativo atraente , feliz ,justo e corajoso na primeira e na última parte da vida. Porém, na juventude e na meia idade a pessoa será infeliz e poderá fazer más ações, sendo inimiga dos outros e também desprovida de sorte e de desejos. A justificação para os diferentes efeitos deste yoga na meia idade e na juventude é que a aflição da 4ª e da 10ª casa, segundo os sábios da tradição Jyotish, torna a meia idade difícil e produz mau caráter  (a 4ª casa tem a ver com as inclinações da pessoa e com o caráter);

o yoga Yava torna a pessoa feliz na meia idade, dá riqueza e filhos e uma natureza caridosa, para além de firmeza mental. Na infância e na velhice, porém, o nativo sofrerá tristeza e desgosto. A explicação para isto será o facto de as influências benéficas na 4ª e na 10ª casa produzirem paz mental e felicidade, boa saúde física e mental; porém, as influências maléficas sobre a 1ª e a 7ª casas trazem doença e misérias na infância e na velhice a partir dos 54 anos de idade. Alguns autores referem que este yoga será benéfico na meia idade se o signo Ascendente for benéfico, porém, se for um signo mutável, o nativo sofrerá de alguma condição limitadora  durante a vida toda.

Varaha Mihira comentou  estes yogas e levantou algumas objeções: uma é de caráter astronómico referindo a impossibilidade de Vénus e Mercúrio  (planetas benéficos) estarem numa casa angular em relação ao Sol (um maléfico), pois nunca se afastam o suficiente para isso , na órbita conjunta. Para atalhar esta objeção, alguns afirmam que o Sol atua com benéfico na presença de outros planetas benéficos e, por ex.,  Jaimini aceita que o Sol atua geralmente como benéfico e só se torna maléfico em circunstâncias especiais.

O prof. B.V. Raman, no seu comentário a estes yogas (300 Hundred Important combiantions) faz notar alguns aspetos que nos parecem também óbvios: o yoga Yava, ao implicar planetas maléficos na 1ª e na 7ª casas dificilmente poderá indicar felicidade no que se refere ao bem estar físico pois a saúde da pessoa será afetada, a menos que existam outros efeitos benéficos fortes que compensem isto, no horóscopo. Também considera que estes yogas não são muito importantes, a menos que sejam reforçados por outros yogas poderosos no horóscopo.

Estes yogas têm a particularidade de separar todos os planetas maléficos dos planetas benéficos e vice-versa.

Leave a Reply