Bhratruvriddhi e Ekabhagini Yogas

irm

Bhratruvriddhi Yoga

Começamos a falar dos yogas da 3ª casa.  Os leitores devem notar que o conhecimento destes yogas ajuda a interpretar a força geral do horóscopo, devendo ser vistos em ligação com a análise de outros yogas presentes ou configurações, para além da análise global das casas e do caráter funcional dos planetas, segundo cada Ascendente específico.

O  Bhratruvriddhi Yoga forma-se quando o regente da 3ª casa ou Marte estão colocados na 3ª casa; ou quando esta casa recebe o aspeto de planetas benéficos. A 3ª casa e o seu regente (ou Marte) devem, além disso, estar fortes.

Quanto aos seus resultados, este é um yoga que mostra benefícios através dos irmãos: indica que estes são prósperos e que a pessoa será feliz através deles. Note-se que o yoga não afirma que o nativo obterá riqueza material para si mas que terá um relacionamento feliz com os irmãos.

Para os que acham que  esta promessa do yoga «é coisa pouca», o Dr. B. V. Raman (300 important combinations) faz notar que, nos países em que, geralmente, se cresce com irmãos, na maioria dos casos a relação com eles não é satisfatória, havendo brigas e desentendimentos frequentes pelo que é sinal de sorte ter este yoga, que assegura pelo menos paz mental a alegria por partilhar o mesmo ambiente com os irmãos ao longo dos vários anos do crescimento.

Para que o yoga dê resultados positivos, no entanto, o regente da 3ª casa não deverá estar colocado em divisões  maléficas, (nas cartas divisionais) sobretudo quando estas são regidas por Marte. A exceção é quando Marte é o regente da 3ª casa, sendo esta uma casa de crescimento (casa upachaya) na qual os planetas maléficos dão bom resultado, cancelando-se o caráter maléfico do planeta. Marte é também, além disso, o planeta significador dos  irmãos (karaka).

Ekabhagini Yoga

Este é mais um yoga relacionado com os irmãos. Forma-se quando Mercúrio está colocado na 3ª casa, o regente da 3ª casa está conjunto  com a Lua e Marte fraco está em conjunção com Saturno.

Esta é uma configuração que depende da presença de várias condições em simultâneo, o que torna mais raro este yoga.

Quanto aos seus resultados, a tradição afirma que o nativo apenas terá uma irmã.

No seu comentário ao yoga, o Dr. B. V. Raman  (300 Important combinations)afirma que, para fundamentar estes efeitos, será necessário, adicionalmente, que a configuração descrita também se verifique na varga navamsa e em outras cartas divisionais.

 

Leave a Reply