Signo Aquário na 4ª Casa do Horóscopo

crianc

Continuamos a descrever os efeitos da colocação dos signos na 4ª casa do horóscopo. Pode ler uma breve síntese de alguns dos significados da 4ª casa aqui.

Quando o signo Aquário  ocupa a 4ª casa do horóscopo- o que acontece para o Ascendente Escorpião  o lar  é difícil de determinar pois, ao invés da família próxima, os nativos podem ter crescido num ambiente pouco estruturado no qual várias pessoas diferentes desempenharam pelo menos alguns papeis parentais. As mudanças de casa podem ter ocorrido com frequência, não dando tempo de estabelecer laços profundos com um determinado lugar ou com pessoas aí existentes. Isto teve por consequência que estes nativos têm dificuldade em considerar o local onde vivem como «lar», pois a instabilidade em que viveram, durante a infância, levou-os a desligar o seu conceito de abrigo e segurança de um lugar ou casa em particular. O mesmo pode ter acontecido em relação aos cuidadores (especialmente a mãe) na infância. Há muitas vezes uma relação mais próxima com amigos do que com familiares de sangue..

A mãe pode ter sido uma pessoa não convencional, cujas ideias ou comportamento podem ter causado algum choque ou estranheza nos outros. Apesar da sua atitude tolerante e da liberdade que deu ao nativo, a distância afetiva que existiu entre ambos, talvez  porque a mãe sentiu que seria demasiado limitativo dar atenção exclusiva à criança e tenha dividido  a sua atenção e interesse entre o papel de mãe e a sua convivência social e com os amigos. Em resultado disso, estes nativos são em geral pessoas solitárias, que cresceram sem grandes orientações por parte figura maternal, o que, certamente, foi sentido  pela mente infantil como desinteresse por parte dela, uma vez que se sentiram entregues a si próprios e sem apoio continuado no ambiente familiar. Assim, estes nativos são com frequência pessoas  «sem raízes», o que lhes dá um caráter algo taciturno e dificuldade em adaptar-se a um lar que seja demasiado estruturado ou orientado por regras rígidas.

Os nativos com Ascendente Escorpião  são assim, frequentemente, «lobos solitários», alternando o seu silêncio interior com a partilha de algum relacionamento, sobretudo amoroso mas uma parte de si mesmos permanece sempre «desligada», talvez para se salvaguardarem de alguma possível desilusão que o abandono pelo parceiro possa causar. São também meditativos e difíceis de conhecer por parte dos que os rodeiam. Alguns podem, além disso, aparecer como rebeldes e muito ciosos da sua liberdade, podendo defender estilos de vida que vão muitas vezes contra as convenções. Uma coisa é certa, é difícil que se sintam felizes a cumprir todas as regras que a «sociedade bem comportada» determina pois sentem uma necessidade muito forte de romper com todas as regras aceites e de  serem eles os autores das regras que querem seguir, não aceitando imposições de ninguém. E, se for necessário, mudam o local da sua residência, até poderem viver como desejam. Podem também assumir uma «família de empréstimo», em que os laços de sangue são considerados secundários relativamente aos laços de amizade. Os amigos tendem a ser a verdadeira família para estas pessoas.

O signo Aquário   está  associado  com  a relação com o grupo e a vida social/comunitária. Quando ocupa a 4ª casa, produz a inclinação para  construir a identidade pessoal no seio da comunidade e dos círculos de amigos, relacionamentos sociais, etc.  Estas pessoas sentem-se mais seguras e felizes quando têm um círculo de amigos à sua volta e podem criar o hábito de reunir frequentemente esse grupo em casa. São capazes de exprimir melhor as suas potencialidades na presença dos amigos do que quando estão sozinhos. O sentido da sua vida pode ser encontrado, para alguns, na dedicação a alguma causa em favor da humanidade ou da sociedade, através do sentimento de pertença a algo maior do que a sua individualidade, embora rapidamente se fechem sobre si mesmos quando aqueles a quem se desejam dedicar aparecem a seus olhos como «não merecedores» do seu esforço.  E tendem então a fechar-se na sua concha vazia e no consequente sentimento de solidão. Podem também associar-se a um grupo de indivíduos que, como eles, não respeitam as regras convencionais e encontrar no prazer que esse «sair para fora do que é bem visto ou permitido», a descarga emocional que lhes permite encontrar algum equilíbrio de ser e de viver. Exemplos de grupos destes são por ex., um grupo de motards», grupos «conspiradores» na área da política e ideológica, etc.. O impulso para «serem diferentes» e desafiarem as convenções pode ser muito forte.

Quando Saturno, regente do signo Aquário, está forte no  horóscopo e bem colocado, estes nativos conseguem viver a sua vida sem tristeza ou  sentimentos de solidão, tornando-se mais espirituais à medida que amadurecem, podendo dedicar-se a disseminar ideias que consideram importantes para o progresso da humanidade, indo para além da suas próprias necessidades e procurando construir em conjunto uma realidade melhor para si e para os outros embora mantenham sempre uma faceta «solitária» e incomunicável e apreciem momentos de solidão para cultivar o seu «silêncio interior».

A educação durante a infância  pode ter sofrido algumas quebras, causadas por mudanças de residência e pelo acompanhamento  frouxo por parte das figuras parentais. Mas a inteligência e a curiosidade destes nativos  compensa estes obstáculos e estas pessoas podem ser brilhantes em alguma área pela qual se interessem pois, nesse caso, são disciplinados e  persistentes na sua investigação. São muitas vezes estudantes não convencionais e desafiadores dos saberes aceites pelos outros. Sobretudo, em vez de aprenderem as ideias dos outros, preferem ser os autores de ideias capazes de influenciar os outros.

Deixe um comentário