Raja Yogas 3

abast

Continuamos a apresentar os Raja yogas, a partir da seleção feita pelo Dr. B. V. Raman (300 Important Combinations).  Neste artigo apresentamos mais 3 Raja yogas:

  1. A Lua está colocada numa casa kendra que não é a 1ª casa e recebe o aspeto de Júpiter, estando, além disso, forte. Note-se que esta configuração é diferente do Gaja Kesari yoga pois Júpiter pode lançar aspeto para a 5ª, 7ª e 9ª casas a partir de si próprio.
  1. Planetas debilitados na carta natal estão no signo de exaltação na navamsa.
  1. Júpiter está colocado no Ascendente e Mercúrio está numa casa kendra;  Júpiter recebe o aspeto do regente da 9ª casa e Mercúrio recebe o aspeto do regente da 11ª casa.

Quanto aos resultados, o nativo com qualquer uma destas configurações torna-se um líder, com poder, riqueza e influência. Este poder pode ser de natureza política.  Como nota o Dr. B. V Raman na obra citada, este efeito de conferir poder de natureza política é especialmente evidente quando o Sol e a Lua, «planetas reais» estão associados aos planetas que formam o Raja yoga.  Quando é Marte a estar ligado aos planetas que formam o yoga a pessoa pode ser um chefe militar de elevada posição ou um ditador.

Os Raja yogas não se manifestam da mesma maneira em todas as pessoas. Há que contar, em primeiro lugar, com o background social e familiar do nativo, com as circunstâncias da própria sociedade e a sua organização e, finalmente, com a ligação entre os planetas que formam o Raja yoga e os planetas que exprimem liderança  e as casas que indicam posição social e pública (como a 10ª) e que devem estar relacionados com os planetas que formam o yoga.

Quando estas interações não existem, isso não significa que o Raja yoga não se manifeste, ele pode simplesmente indicar ganho de riqueza e, através desta,  a obtenção de uma posição eminente na sociedade.

Os Raja yogas, tal como geralmente acontece com os yogas em geral, frutificam no período dasa/antardasa dos planetas que os formam. Se os planetas em causa não tiverem o seu período dasa operante em tempo útil na vida do nativo, o yoga exprime-se de forma menos evidente, conferindo menos riqueza, poder e influência.

Uma nota em relação à segunda configuração apresentada, que se refere ao facto de planetas debilitados na carta natal estarem exaltados na navamsa, note-se, em primeiro lugar, que a expressão é plura, não basta um mas deverão ser vários os planetas. Depois, a referência ao facto de este yoga não ser aceite por todos os astrólogos e investigadores da Jyotish, já que se considera que um planeta não pode dar mais resultados do que os que são prometidos pela carta de nascimento ou D-1.

Leave a Reply