Kshayaroga yoga

Kshayaroga yoga

Este é mais um yoga de má sorte que afeta a saúde.

Forma-se quando Rahu está colocado na 6ª casa, o ponto Mandi* está colocado numa casa kendra a partir do Ascendente e o regente do Ascendente está colocado na 8ª casa.

*Mandi  ou Gulika é um ponto matematicamente determinado e, na simbologia astrológica, é filho de Saturno. Não tem, do mesmo modo que Rahu e Ketu, massa física, sendo portanto um «corpo sombra» invisível fisicamente. É  considerado o ponto mais maléfico do horóscopo, sobretudo quando está ligado a Saturno.

O Kshayaroga Yoga é, sem dúvida, uma combinação muito nefasta e os antigos afirmaram que ela é indicativa de que a pessoa sofrerá de tuberculose.  Esta é uma doença que, no passado ainda não muito remoto, dizimou muitas vidas, sem escolher a origem do berço, não admirando por isso o horror que os antigo sentiam perante a presença do yoga na natividade.

A doença que aflige o ser humano na existência é vista pelo sistema védico de Astrologia como resultado do karma que a pessoa traz para esta existência, isto é, como fruto de más ações realizadas nesse passado. Não pondo de parte esta interpretação tradicional, julgamos que ela poderá, no entanto, ser por vezes  linear ou simplista pois, certamente, nem todo o mal que acontece aos seres humanos será necessariamente causado pelas suas ações malévolas anteriores. Poderá, por ex., ser escolhido pela alma, no sentido de esta procurar, através das experiências que serão vividas- o padecimento de uma doença, neste caso- alcançar maior compreensão e desenvolvimento espiritual. Por outro lado, esta visão da doença tem, quanto a nós, outro lado negativo que é o de poder levar à atitude de que a pessoa que adoece merece o  sofrimento que tem, o que não nos parece de todo aceitável à luz do respeito que todos os que sofrem devem merecer, sendo também negativa por poder  excluir a compaixão perante o sofrimento dos outros.

Quanto ao yoga em si e à sua relação com  esta doença, na obra 300 Important Combinations O Dr. B. V. Raman confessa a sua frustração pela inexistência de uma sistematização da Astrologia Médica. Que permanecia, no seu tempo, há algumas décadas atrás, dispersa na tradição oral dos praticantes de Astrologia sem ser sistematizada em livro. O fraco desenvolvimento de tratamentos para esta  doença por parte da ciência da época levou este autor a suspirar pela necessidade de uma Astrologia Médica sistematizada que pudesse indicar claramente as combinações de planetas que indicariam as várias doenças.  Hoje, felizmente, também esta doença foi vencida pela ciência, sendo hoje raros os casos de morte por tuberculose.  Toda esta discussão tem um caráter pedagógico fundamental, a nosso ver, que é a de permitir comprovar que  a Astrologia e o seu simbolismo de interpretação têm que se adaptar ao contexto vivido pelas pessoas e à época em que estas vivem. Assim, ao invés de prever que a pessoa sofrerá de tuberculose, poderemos dizer que terá uma constituição física fraca que torna a pessoa propensa a doença pulmonar, seja esta qual for.

Acrescentamos ainda os comentários do Dr. Raman na referida obra , a saber que , sempre que a Lua, que representa a mente, o Sol, que representa o Ego e o Ascendente, que representa o corpo, estão com alguma aflição no horóscopo, podemos sempre diagnosticar que algum tipo de vulnerabilidade ou doença afetará o indivíduo, seja em termos mentais ou físicos. E com isto concordamos inteiramente, pois estes três fatores são de facto a matriz básica da vida individual terrena.

Como refere o Dr. B.V. Raman, sempre que Marte e Saturno estão colocados na 6ª casa e recebem o aspeto do Sol ou de Rahu, têm sido observados casos de doença pulmonar. A presença de Rahu ou Ketu na 6ª casa também pode indicar essa predisposição para sofrer de doença pulmonar. Do mesmo modo, quando o Ascendente está «cercado» tendo numa das casas ao seu lado (12ª ou 2ª ) Rahu ou Ketu e  na outra um  planeta maléfico, os mesmos efeitos puderam ser observados em muitos horóscopos estudados pelo Dr. Raman.

Porém, mais uma vez alertamos para o facto de que o mundo e os seres humanos mudaram desde as última décadas  e certamente desde que o Dr. Raman efetuou os seus estudos e  temos que adaptar a interpretação astrológica aos tempos presentes.

Para mais algumas curiosidades acerca das causas mentais  e metafísicas da tuberculose, o (a)  leitor(a)  pode ler os comentários do Dr. Raman  na obra citada.

Leave a Reply