Signo Gémeos na 7ª Casa do Horóscopo

signo Gémeos na 7ª Casa do Horóscopo

Continuamos a apresentar os efeitos da colocação dos signos na 7ª casa do horóscopo. Esta colocação é especialmente importante pois o signo que ocupa a 7ª casa é oposto do signo Ascendente e, por via disso, é-lhe complementar. Na 7ª casa exprimem-se as qualidades que, sendo relativas aos outros, são no entanto fundamentais para que a nossa identidade se complete. Tudo o que é expresso pela 7ª casa precisa, desse modo, de ser integrado na identidade de forma dinâmica e é algo com o qual cada personalidade tem que lidar ao longo da vida.

Poderá ler um pequeno resumo dos significados da 7ª casa aqui.

Para uma abordagem mais aprofundada sobre a 7ª casa leia o artigo aqui.

Quando o Signo Gémeos ocupa a 7ª casa do horóscopo – o que acontece para o Ascendente Sagitário– os nativos sentem-se atraídos por parceiros- de vida e de negócios que são faladores, espirituosos, inteligentes. Porém, dada a instabilidade do signo Gémeos devido à mutabilidade do seu regente- Mercúrio- os parceiros são também instáveis, superficiais ou pouco focados. Podem mudar subitamente de humor e de opinião, oferecendo pouca confiança no que se refere à previsibilidade do seu comportamento. Os nativos de Sagitário apreciam a inteligência e os dons de espírito, o conhecimento que permite expandir a sua compreensão acerca dos outros e da realidade. Por isso procuram parceiros cuja mente está suficientemente desenvolvida para poderem conversar de forma logicamente bem conduzida acerca de qualquer assunto. Mas tendem a embrenhar-se em questões filosóficas muitas vezes impossíveis de responder e as características dos parceiros, cuja curiosidade intelectual os faz situar-se sempre no aqui e agora, deixando de lado as «questões intemporais» e falando do que se passa no mundo envolvente ajuda-os a manter-se na realidade concreta  dos factos. Nem sempre apreciam isso mas reconhecem que lhes é necessário.

Os parceiros dos nativos com Ascendente Sagitário são pessoas inteligentes e curiosas, alegres, sempre prontas a  interagir com os outros, tanto pelo desejo de comunicar como pela necessidade profissional de vender , informar, ensinar. Nem sempre dizem a verdade, podendo astutamente manipular o que for preciso, se isso lhes trouxer alguma vantagem e alguns são mesmo «aldrabões» ou ladrões, tanto no sentido tradicional do termo como no de enganarem os outros oferecendo «gato por lebre». Esta característica torna os nativos de Sagitário vulneráveis perante os parceiros ou outras pessoas com quem interagem e que secretamente procuram tirar vantagem da sua ingenuidade e lucrar às suas custas. Estes nativos são também jovens, senão em termos biológicos, pelo menos em termos de mentalidade e estão sempre a par das últimas tendências .Fisicamente também parecem mais jovens do que, na realidade, são. De resto, gostam mais de conversar com jovens- razão pela qual procuram muitas vezes uma profissão no ensino- do que com pessoas da mesma idade. O «contra» disto é que isso também significa que, em muitos, casos, lhes falta maturidade para se comportarem como adultos responsáveis. Também podem ser escritores ou jornalistas e, enquanto tal, normalmente estão a par de todos os mexericos que interessam à maioria.

Os nativos de Sagitário tendem a levar-se muito a sério e o confronto com pessoas com característica opostas às suas- um entusiasmo que por vezes raia o ‘«estouvado», a «criatividade»  com a verdade, o fastio perante todas as questões que ultrapassam «aquilo de que se fala» no momento, a  irrequietude e mudança súbita de pensar e de se comportar, tem o efeito de os afastar, pelo menos durante algum tempo, da sua visão séria e profunda acerca das coisas, levando-os a brincar com as próprias opiniões. Em vez de procurarem «as verdades eternas», os parceiros preferem os mexericos sobre as ações desta ou daquela pessoa que tem interesse para os demais e conversar em tom de brincadeira sobre a maioria das aflições da humanidade. Este tom leve e solto de Gémeos é o contraponto em relação à visão séria do mundo e da verdade. É claro que esta «leveza» dos parceiros também tem o inconveniente de, quase sempre, os parceiros serem demasiado imaturos para assumir compromissos «para vida» e, como em geral as pessoas com Gémeos na 7ª casa casam cedo, a consequência mais frequente é terem múltiplas uniões ou casamentos com parceiros diferentes. Isto acontece porque estes nativos atraem parceiros com essa característica marcante de  não serem estáveis, vivendo o momento presente e mudando com a passagem exterior dos eventos à sua volta. O nível de relacionamento destes parceiros é em geral superficial e, por essa razão, os laços que os unem ao nativo são também frouxos. A lealdade e a fidelidade não são as características mais marcantes na personalidade de Gémeos (com tantas pessoas novas interessantes com que se deparam, sentem que é um desperdício passar a vida apenas com uma delas). Mas uma coisa é certa: enquanto dura, o relacionamento conta com parceiros que são excelentes comunicadores, tendo sempre opinião  avisada e inteligente acerca de tudo, o que agrada sobremodo ao nativo de Sagitário. (com o tempo, começa no entanto a irritá-lo o facto de o parceiro não ser capaz de ir além da superfície das coisas- e não se interessar de facto por ir mais fundo ou mais além). É claro que as qualidades que referimos nem sempre estão expressas com este simplismo nos nativos influenciados por este signo, pois cada personalidade combina uma multiplicidade de signos e respetivas influências mas os nativos de Sagitário podem contar com parceiros que podem ser excelentes nas vendas e atividade comercial,  e podem também ser excelentes num trabalho em que usam as mãos e isto tanto pode incluir tocar um instrumento musical como serem excelentes artesãos. Com frequência, os nativos de Sagitário encontram os parceiros no meio imediato envolvente, numa aula, palestra, etc..

Quando o signo Gémeos ocupa a 7ª casa do horóscopo pode acontecer que os nativos de Sagitário se confrontem com pessoas que procuram enganá-los, sobretudo quando se trata de vender/comprar alguma coisa. Quando se trata de um relacionamento de negócios ou do casamento ou união, pode haver uma imediata faísca causada pela inteligência e sentido de humor dos parceiros. Mas, à medida que os primeiros entusiasmos passam e o relacionamento entra na rotina, tanto um como o outro começam a sentir que não têm nada em comum  e, por isso, o divórcio acaba por se anunciar. E as pessoas podem ficar amigas ou, pelo menos, «bem» uma com a outra. Nem sagitário nem Gémeos são signos de grandes explosões emocionais, gostam de conversar e de trocar ideias, por isso a separação não deixa, em geral, muito ressentimento.

No caso presente da complementaridade Sagitário /Gémeos, o nativo de Sagitário provavelmente traz do passado uma vida em que preferiu os conhecimentos superficiais e o descomprometimento de quem leva a vida pouco a sério, com a imaturidade de um pensamento que se manteve avesso às responsabilidades, incluindo a de se desenvolver em aprofundamento e compreensão da realidade para além das suas aparências e, na presente encarnação, em que a «verdade» e as suas consequências estão sempre na sua mente e na abordagem que faz das coisas, precisa de integrar, através das parcerias, o saber imediato do quotidiano que, apesar de parecer supérfluo, é igualmente necessário para compreender a realidade e agir eficazmente sobre ela, unindo teoria e prática, saber e fazer. E todos os relacionamentos pessoais permitem esta integração, mostrando que há um momento para a devoção e a compreensão filosófica da sabedoria intemporal e outro para a explosão do riso espontâneo e jovem, que lembra que a abertura para o imediato complementa e completa o pensamento do eterno.

Leave a Reply