Saúde e Longevidade- Ascendente Peixes

cami

Para concluir a análise exemplificativa da Leitura das áreas de vida para o Ascendente Peixes, continuamos a analisar o horóscopo do nosso ponto de partida, hoje  interpretando os indicadores da saúde e  da longevidade.

Longevidade

Na Astrologia  Jyotish o cálculo da longevidade foi desde sempre considerado um aspeto essencial pois partia-se do princípio de que o  cálculo dos efeitos de todos os  períodos dasha e antardasha (período principal e sub períodos) dos planetas era inútil se a pessoa tivesse uma matriz de vida curta . Nas épocas  em que estes cálculos, bastante complexos sem o auxílio de computadores, eram morosos, esta preocupação era justificada. Hoje deixou de ter tanta relevância, não só porque o software faz os cálculos  de imediato mas também porque as condições de saúde e as possibilidades da medicina atual alteraram muito  algumas condições que, no passado, eram consideradas irrevogáveis. Por isso deixamos aqui o exemplo desta análise como orientação geral  que não deve ser vista como uma fatalidade mas antes como uma tendência que, como tal, pode ser modificada, sobretudo por condições de vida mais saudáveis e por um acesso razoável a cuidados de saúde.

No horóscopo que analisamos,  e para o Ascendente Peixes em geral, a longevidade vê-se a partir do estudo da 8ª casa do horóscopo como fator principal e, como indicadores secundários, observamos a 1ª e a 12ª casas e Saturno. Pode consultar aqui  todos os significadores das áreas de vida para este Ascendente.

No  nosso exemplo analisamos Vénus , o regente da 8ª casa e a 8ª casa. Vénus está colocado na 10º casa, na qual se encontram também a Lua e Rahu, estes em conjunção próxima mas distanciados mais de 10º de Vénus. Vénus recebe o aspeto de Júpiter, o regente do Ascendente, bem colocado pois  está em aspeto com o seu signo Moltrikona e é o dispositor de todos os planetas que se encontram na 10ª casa, sendo um aspeto protetor. Saturno está colocado na 8ª casa e, sendo o  karaka (planeta que representa ou significa) da longevidade, indica boa longevidade, estando, para além disso, no signo de exaltação. Há no entanto um aspeto menos positivo e que é o facto de Saturno ser o regente da 12ª casa e, por esse facto, ter uma ação negativa sobre a longevidade. A 8ª casa recebe o aspeto de Marte, colocado na 2ª casa no seu signo Mooltrikona e , apesar de estes dois maléficos estarem dignificados pela posição por signo, ocupam duas casas relacionadas tradicionalmente com a morte (a 2ª casa é uma casa «maraka» isto é, o seu regente é capaz de infligir a morte). Marte está fragilizado, como referido em artigos anteriores e tende a ter uma ação mais negativa do que positiva e Saturno é um planeta maléfico funcional para este Ascendente.

Observamos seguidamente a 1ª casa, ocupada pelo signo de Peixes e a primeira coisa que salta à vista é o facto de estar cercada por dois maléficos naturais: o Sol, que também é um funcional maléfico para este Ascendente, devido à regência da 6ª casa, e Marte, funcional benéfico para este Ascendente mas ainda assim, a sua natureza maléfica natural e a sua condição fragilizada podem fazer danos. Assim, este Papakartari yoga afeta negativamente a saúde embora não reduza necessariamente  a longevidade. Não existem outros aspetos para o Ascendente.

A 12ª casa  tem a regência de Saturno, colocado na 8ª casa o que, para a longevidade, não é muito positivo ; colocado na 12ª casa está o Sol, regente da 6ª casa,  o que também afeta a saúde de forma negativa. Esta pessoa até pode viver bastante mas a sua saúde poderá ser bastante frágil. Saturno tem aqui duplo papel pois é simultaneamente o regente da 12ª casa e um  indicador secundário da longevidade. Durante o seu período dasha e subperíodos, a saúde pode ressentir-se dramaticamente.

Usando o software recomendado vemos que , no horóscopo de Mário Santos , o dasha de Vénus, o determinante principal da longevidade,  decorreu entre os anos de 1960 e 1980, durante a infância e adolescência até à entrada na idade adulta. O dasha de Júpiter, regente da 1ª casa, ocorrerá entre 2021 e 2037  e o dasha de Saturno ocorrerá entre 2037 e 2056. No final do dasha de Júpiter, este homem terá 82 anos pelo que consideramos provável que o final da existência ocorra no dasha de Saturno e no primeiro subperíodo, também com regência de Saturno . Este planeta indica problemas desafiadores ao nível da saúde e o primeiro subperíodo em cada dasha tem fama de ser negativo. Este subperíodo terminará em outubro de 2040. Outro subperíodo relacionado será o de Vénus, o indicador principal da longevidade e que decorrerá entre 2044 e abril de 2047. Olhando para o trânsito dos planetas, no entanto, vemos que, em novembro de 2043 , no subperíodo de Ketu, colocado na 4ª casa (que significa o «fim de todas as coisas» e também da existência,) Saturno regressa à posição natal, no signo de Balança e esta é uma data muito dinâmica desafiadora. Nesta altura Vénus também está de regresso à posição natal e Ketu transita pela 7ª casa, uma casa maraka, ao mesmo tempo que Rahu transita pelo Ascendente.  Este será, pelo menos, um período bastante desafiador no final da vida, se não marcar o final da existência.

 

Saúde Geral

Para o Ascendente Peixes a saúde analisa-se pela 6ª casa e, secundariamente, a 1ª casa , o Sol, Marte e a Lua.

A 6ª casa tem regência do Sol e este, como vimos, está colocado na 12ª casa. Esta é uma posição desfavorável para a saúde, indicando fragilidade nesta área e doenças do ânus, problemas de visão e de audição, sobretudo no lado esquerdo. A posição do regente da 12ª casa na 8ª pode ainda indicar doenças de origem sexual. A 6ª casa não recebe aspetos de nenhum planeta à exceção do seu regente. Este está em signo inimigo e, por isso, vê a sua capacidade de proteger os assuntos da 6ª casa limitada pelo regente da 12ª, Saturno, também mal colocado na 8ª casa.

A 1ª casa, ocupada pelo signo de Peixes, não contém planetas colocados nem recebe aspetos e, não estando ocupada por um signo Mooltrikona, a sua força é apenas média. Quanto ao Sol, como vimos, está colocado desfavoravelmente,  o que duplica o seu caráter negativo pois é simultaneamente o regente da 6ª casa e  um indicador secundário para a saúde. A pessoa terá uma quantidade de energia baixa , e essa falta de vitalidade para se manifestar no mundo repercute-se em todas as áreas da existência.

Marte está colocado na 2ª casa e em aspeto com Saturno  e este aspeto entre os dois maiores maléficos indica propensão para acidentes, devido à fragilidade de Marte pelas razões já referidas. Assim, apesar de Marte ser o regente da 9ª casa, a sua fragilidade impede  a pessoa de ter verdadeira sorte a manifestar-se na sua vida.

Finalmente, a Lua padece de uma aflição irremediável devido à conjunção com Rahu, o que diminui substancialmente a sua capacidade para manifestar a sorte e a sua condição de yogakaraka para este Ascendente pois o seu brilho é «apagado» pela sombra de Rahu. A instabilidade mental provocada por esta conjunção pode ser difícil de enfrentar e afeta pelo menos o sentimento de bem estar psíquico. Esta pessoa tem sofrido  desde muito jovem  de problemas gástricos causados por stress e nervosismo  e isso afetou muito  a sua capacidade de afirmação nas diversas áreas de vida.

 

Confirmação pela Divisional Hashthamsa

Mário Santos

C Branco, Portugal

mario santos D-6

 

Vamos agora analisar  a carta divisional que se refere à saúde, a D-6 ou hashthamsha para ver se a análise do horóscopo é confirmada nesta varga:  o indicador principal da saúde, o Sol, está colocado na 2ª casa desta varga o que é uma colocação  pouco positiva  mas compensada pelo facto de estar exaltado no signo de carneiro. Júpiter, o regente  do Ascendente tanto na D-1 como nesta varga, está colocado na 7ª casa, uma casa kendra, lançando aspeto para o Ascendente que, desse modo, pode proteger. Marte e a Lua estão ambos no signo de Carneiro, na 2ª casa. A colocação por casa não é a melhor mas a colocação por signo é boa. A Lua está bem colocada neste signo e Marte ocupa o seu signo Mooltrikona. Vénus , um indicador importante para a longevidade, está excelentemente colocado na 5ª casa e Saturno está colocado com Júpiter na 7ª casa, num signo amigo.

Concluindo, parece-nos que este homem, que tem um horóscopo difícil na generalidade das áreas de vida, poderá ter uma vida medianamente saudável , sobretudo se aprender a gerir as tensões causadas pelas energias em conflito  e se aproveitar as oportunidades de  desenvolvimento interior e espiritual que lhe permitam atingir a paz interior.  O seu é um horóscopo cujas potencialidades mais positivas se dirigem para o crescimento interior e/ou metafísico, e a escolha de um caminho de vida relacionado com esta orientação pode melhorar bastante  o seu sentimento de harmonia e de aceitação das suas condições de existência e, com isso, viver também uma vida mais saudável.

 

Sorte e sucesso- Ascendente Peixes

med

Tendo por referência o horóscopo que analisámos no artigo anterior para a área da carreira, vamos hoje analisar outros aspetos relacionados com a «fortuna» geral (sorte na vida) e  com a riqueza. Temos presente a análise global do estado dos planetas e das casas do horóscopo, cuja importância explicámos  em  artigo anterior. Para consultar os significadores gerais para as áreas de vida do Ascendente Peixes, clique aqui.

Leitura da Fortuna Geral , Riqueza e Ganhos
Indicadores para estas área de vida do Ascendente Peixes

Fortuna Geral–  Analisamos a 2ª  casa como fator principal. Como vimos, esta casa tem regência de Marte, colocado no seu signo Mooltrikona, embora enfraquecido pela colocação no avastha da infância e pela colocação num dos pontos gandantaSaturno lança aspeto  próximo para o ponto mais efetivo desta casa, numa orbe de 1º e, sendo o regente da 12ª casa das perdas, não é uma boa influência, prejudicando a acumulação de riqueza, o status do nativo e os ganhos através do trabalho. Não existem outros aspetos para esta casa.

Os indicadores secundários para a sorte e para a fortuna  são  a 9ª e a 4ª casas, o Sol e Júpiter. A 4ª casa contém a presença de Júpiter retrógrado, em aspeto para a 10ª casa, onde se encontra o seu signo Mooltrikona, Sagitário. Júpiter também forma aspeto  com o ponto mais efetivo da 4ª e da 10ª casas, numa orbe inferior a 2º, o que é certamente um fator de proteção. Ketu encontra-se colocado na mesma casa, a 4ª, mas sem formar conjunção próxima com Júpiter. De qualquer modo, a presença de Ketu nesta casa não favorece os assuntos materiais e pode mesmo bloquear a posse de propriedades como terras e casas e veículos, sendo apenas favorável para o desenvolvimento espiritual.  A 4ª casa recebe ainda o aspeto da Lua, colocada na 10ª casa e de Rahu, obviamente e Vénus, regente da maléfica 8ª casa.

A 9ª casa contém o signo de Escorpião e recebe o aspeto do seu regente, Marte. Este é um aspeto excelente mas o poder de Marte está enfraquecido, como foi  referido.  Esta casa não recebe outros aspetos. Convém ainda referir que a 9ª casa está «cercada» por dois maléficos funcionais: Saturno, o regente da 12ª casa e Vénus, o regente da 8ª, além de Rahu, bem colocado por casa mas mal colocado por signo. Com esta «moldura», a sorte desta pessoa é de facto muito limitada!

Quanto aos restantes indicadores secundários da sorte para o Ascendente Peixes,  o Sol está colocado na 12ª casa em signo inimigo e lança uma névoa sobre as possibilidades de sucesso e de riqueza no plano social e material para esta pessoa.  Quanto a Júpiter, está melhor colocado mas a sua condição retrógrada, apesar de não lhe retirar força, faz com que os seus efeitos tenham relação direta com fatores kármicos e faz com que a sua ação, conforme temos constatado muitas vezes, se exprima essencialmente no plano espiritual ou psicológico, e não no plano físico e material. Assim, o determinante principal e os  secundários da sorte e da fortuna não são muito favoráveis para esta pessoa, que terá que trabalhar provavelmente bastante para alcançar o necessário para a subsistência.

O sucesso pessoal para este Ascendente determina-se em primeiro lugar pela 2ª casa, uma casa de desenvolvimento de competências, de aquisição de conhecimentos e de  bens materiais conquistados pelo esforço pessoal.  Tendo o signo de Carneiro e o seu regente colocado nesta casa, esta pessoa lutará para vencer na vida e será capaz de inovar e de usar a iniciativa e a coragem pessoais para fazer pela vida.  A 3ª  e a 5ª casas, bem como o Sol e Júpiter, dão indicações adicionais.  A 3ª casa tem a regência de Vénus, que rege também a maléfica 8ª casa. Encontra-se colocado na 10ª casa. A colocação do planeta funcional mais maléfico do horóscopo na 10ª casa do reconhecimento e do status não favorece o sucesso desta pessoa e também prejudica gravemente a sua felicidade e vida familiar, pelo aspeto que lança para a 4ª casa. Quanto à 5ª casa, esta tem regência da Lua,  também colocada na 10ª casa e em conjunção com Rahu, num grau anterior ao de Rahu, o que significa que este lança a sua sombra sobre a Lua e os seus significados, durante grande parte da vida. Quando a Lua forma um aspeto separativo (estando num grau superior ao de Rahu), normalmente na segunda metade da vida a pessoa torna-se capaz de se exprimir de forma  mais liberta mas quando o aspeto é aproximativo, como neste caso, a influência de Rahu faz-se sentir durante muito tempo, dificultando os significados da Lua- plano mental e percetivo, dimensão emocional, a relação com a mãe- na vida da pessoa, que pode sentir-se assoberbada  por uma grande instabilidade mental  e emocional que torna o seu comportamento imprevisível e compromete grandemente o seu sucesso, tanto no plano material como mental e emocional.  Acerca do Sol e de Júpiter já falámos.

Para o Ascendente Peixes  a riqueza infere-se da análise da 2ª casa como significador principal e, secundariamente, pela análise da 4ª, da 9ª e da 1ª casas, além de Júpiter e da Lua.

Pelo que dissemos até agora começamos a perceber que a riqueza  não será facilmente alcançada por esta pessoa  mesmo que ela se esforce para trabalhar em prol disso. A sua estabilidade mental e emocional são severamente ameaçadas pela conjunção entre  a Lua e Rahu e pela colocação do regente da 8ª casa na 10ª casa, afetando assim o desenvolvimento intelectual e a educação do nativo, que pode sofrer quebras e nunca se completar. A Lua, embora  esteja excelentemente colocada na 10ª casa, enquanto regente da 5ª, o que faz dela um yogakaraka, está seriamente comprometida pelo aspeto com Rahu e a sua força fica cativa deste planeta sombra. Júpiter dá algum apoio mas também está colocado no avastha da velhice, a 3 º do final do signo seguinte. Mas, quanto a nós, a sua condição retrógrada faz com que a sua ação seja diferente da que é habitual e que ele promova outros aspetos da vida da pessoa que não se relacionam com a sorte no plano material.

Usando o software que recomendámos,  observamos os períodos dasha para sabermos  em que altura  ocorrerão os períodos destes planetas. E vemos que o dasha de Marte, o principal indicador da sorte e da fortuna, decorreu entre abril de 1996 e abril de 2003. O período de Júpiter, o planeta mais favorável do horóscopo, decorrerá entre abril de 2021 e abril de 2037. Durante este período, talvez a sorte desta pessoa melhore, trazendo tranquilidade para o último período da sua existência. Durante este período poderá  receber alguma herança, área de vida que se analisa, , para este Ascendente,  através  da 8ª casa , do Sol e de Júpiter. Ora, a 8ª casa contém Saturno exaltado e , apesar de este reger a 12ªcasa, uma casa de perdas, a sua condição exaltada poderá  favorecer o nativo com a diminuição de dívidas e de despesas  ou com o recebimento de pequenas heranças ou legados. A verdade é que ,ao longo da vida, este homem recebeu várias pequenas heranças que lhe permitiram aliviar as dificuldades financeiras. De qualquer modo, como sucede geralmente com Saturno, estes ganhos são lentos e medianos. Saturno está também colocado no avastha da velhice. Júpiter também lança aspeto para a 12ª casa das dívidas, concedendo proteção em relação às despesas excessivas.

Os regentes da 5ª e  da 11 ª casas  mostram a possibilidade de ganhos e  de rendimentos para este Ascendente . Acerca da Lua já falámos, e vimos que a sua capacidade de tornar a sorte do nativo efetiva nesta vida está comprometida pela aflição de Rahu. Mas quanto ao regente da 11ª casa, Saturno, a sua condição exaltada na 8ª casa  mostra a possibilidade real ( e verificada ao longo da vida) de receber riqueza por herança. Tanto quanto sabemos, nunca recebeu  quantidades extraordinárias mas recebeu o suficiente para ir resolvendo as dificuldades financeiras.

Análise da D-2 Carta Hora

Mário Santos. C. Branco , Portugal

mario santos d-2

A D-2 é a carta divisional que nos permite analisar a riqueza e o dinheiro.  Vamos assim ver se confirmamos as tendências já encontradas no horóscopo e tentar ver mais claramente os seus pormenores.  Procuramos em primeiro lugar a colocação nesta varga dos indicadores principais da riqueza no horóscopo : Marte, regente da 2ª  e da 9ª casas na D-1 (horóscopo de nascimento)  e Mercúrio, regente da 4ª casa.  Como o Ascendente nesta varga é ocupado por um signo Mooltrikona, consideramos também o seu regente como indicador principal da sorte e sucesso, neste caso, trata-se de Saturno. Marte continua colocado no seu próprio signo, Carneiro, na 3ª casa. Esta é  uma casa upachaya e , por isso,  não  é uma má colocação para um planeta maléfico, indicando que a sorte melhorará com o tempo , de forma lenta mas gradual. Saturno está bem colocado, numa casa kendra , em aspeto com Mercúrio, também excelentemente colocado na 9ª casa. Os 3 indicadores principais da sorte e do sucesso estão todos em aspeto, pois Marte e  Mercúrio também estão em aspeto mútuo. Já quanto aos indicadores secundários da sorte e  sucesso, o Sol e Júpiter, vemos que o Sol está bem colocado numa casa upachaya, a 11ª . Júpiter, no entanto, tal como Vénus, estão colocados na maléfica 8ª casa onde verificamos a existência de um yoga que confirma a tendência para receber riqueza por  herança- um parivartana yoga- dainya yoga-  no qual o regente da 8ª casa, Mercúrio, está colocado no signo de Vénus, Balança, na 9ª casa, destruindo a sorte em geral  da pessoa enquanto Vénus, o regente da 9ª casa, colocado na 8ª casa, permite que a pessoa tenha sorte e receba «dinheiro não ganho» por herança ou  por legado. E este tipo de sorte é mesmo o mais visível que esta pessoa tem sentido ao longo da vida.  Esta varga também confirma  a gradual  melhoria das condições  da sorte  ao longo do tempo, acontecendo de forma lenta e em pequenas quantidades  mas permitindo a esta pessoa viver condignamente a sua vida.

Ler o Casamento- Ascendente Peixes

 noi

Começamos a exemplificar a leitura das áreas de vida para o Ascendente Peixes .Os indicadores principais que apresentamos são válidos para qualquer horóscopo com este Ascendente ,o que dá aos nossos leitores uma base simplificada para fazerem as suas próprias análises das áreas de vida que estamos a analisar, num horóscopo diferente. Hoje iremos estudar o potencial de relacionamento e o casamento para a mulher cujo horóscopo temos vindo a interpretar. Para consultar todos os indicadores das áreas de vida para o Ascendente Peixes, clique aqui.

indicadores de relacionamentos e do casamento para o Ascendente Peixes

O fator principal que determina o casamento (e o seu momento) para este Ascendente  é a 7ª casa, o seu regente e os planetas que influenciam esta casa  e , secundariamente, consideramos a 2ª e a 4ª casas. Vemos se existem planetas colocados nestas casas ou em aspeto com elas.  No nosso exemplo, a 7ª casa tem regência de Mercúrio, um planeta volátil e mutável que indica muitas vezes  mais do que um casamento ou ligação. Não existem planetas colocados nesta casa e o seu regente está colocado na 11ª casa o que é indicação de ganhos financeiros através do cônjuge ou parceiro, bem como outros benefícios sociais, como subida de status após o casamento. Também pode ser indicação de casamento feliz, dependendo da força de Mercúrio no horóscopo. Mercúrio está forte devido ao seu movimento retrógrado mas essa força não se manifesta necessariamente  de forma positiva na vida do nativo pois Mercúrio está cercado por planetas, uns maléficos e outros benéficos: A Lua, regente da 5ª casa, está colocada na 10ª casa mas também Rahu (conjunto com a Lua) e Vénus, um planeta funcional maléfico para este Ascendente, pela regência da 8ª casa. Do outro lado, na 12ª casa, temos o Sol, regente da 6ª casa e, por essa razão, também um planeta funcional maléfico para este Ascendente. Assim, julgamos que este homem experimentará tanto resultados benéficos (sobretudo no período dasha da Lua (1986-1996) e nos subperíodos da Lua dos restantes dashas mas poderá enfrentar obstruções, dívidas, lutas e conflitos de todo o tipo causados pelos restantes planetas que cercam o indicador primário do casamento.

Analisamos seguidamente a 2ª casa onde encontramos Marte, o seu regente, aí colocado e lançando aspeto para a 8ª casa onde se encontra Saturno exaltado. Saturno lança  um aspeto próximo para o ponto mais efetivo da 2ª casa e existe a possibilidade de esta pessoa obter ganhos do parceiro, indemnizações, legados, etc..A colocação de Marte na 2ª casa não é benéfica para a vida familiar pois indica discussões e desentendimentos com o cônjuge. Porém, nesta circunstância, e devido à colocação no próprio signo, Marte não produz a conhecida aflição de Marte ou «Kuja dosha». A relação com os filhos e com o cônjuge é no entanto afetada embora não a sorte da pessoa pois Marte lança aspeto para a 5ª, 8ª e  a 9ª casas mas é o regente da 9ª. Poderá no entanto haver dificuldade em sentir  os efeitos dessa sorte, com o aspeto agressivo para a 5ª casa.

A 4ª casa tem regência de Mercúrio, o  indicador primário do casamento. Contém o planeta Júpiter aí colocado, e também Rahu. Rahu está bem colocado por signo e Júpiter é o regente do Ascendente pelo que a 4ª casa recebe a influência positiva  de Júpiter, que também lança aspeto para a 8ª , formando um aspeto exato com Saturno. Este é o dispositor de Mercúrio, o  indicador primário do casamento e, por isso, Saturno influencia não apenas o destino geral do nativo (pelo aspeto exato com Júpiter, o regente do Ascendente) como também a atuação do indicador primário do casamento, pois determina o modo de atuar deste planeta.  Ora, Saturno rege  a 12ª casa, ocupada pelo seu signo Mooltrikona  e este é um fator de isolamento, indicando a dificuldade de cimentar laços com um parceiro, pois cria a perceção de isolamento e de separação em relação a ele e a outros aspetos da realidade (O sol está colocado na 12ª casa). Acresce a estas considerações que tanto Júpiter como Saturno estão no avastha da velhice, o que afeta a força do indicador primário do casamento, Mercúrio, pois este não consegue produzir efeitos superiores aos da força do seu dispositor.

Para o Ascendente Peixes o parceiro é visto a partir dos seguintes indicadores:  quando o parceiro é  uma mulher- analisamos a 7ª casa e o seu regente  e, secundariamente a 2ª, 4ª, 8ª e 12ª casas e a Lua e Vénus; quando o parceiro é um homem analisamos as mesmas casas e os planetas Sol e Júpiter. No nosso exemplo vamos analisar os dados para um parceiro feminino. Este será alguém com capacidades de comunicação., de discurso e de escrita, será socialmente influente e poderá dedicar-se ao ensino, à investigação científica ou trabalhar em alguma área  ligada ao uso da comunicação. Poderá ser instável, no sentido em que será irrequieto mentalmente, aborrecendo-se facilmente com as  rotinas e uma vida  estável, gostando de mudança e de se movimentar. O seu caráter retrógrado pode ser indicativo de uma pessoa que usa os dons de Mercúrio  de forma mais interiorizada para conhecer e pensar, mais do que se exprimir no plano externo. Também pode indicar fatores kármicos fortes na constituição do relacionamento e da vida em comum. Parece no entanto também que  esta parceira poderá abrir caminhos no plano social para este nativo, possuindo provavelmente um background social superior ao deste, sendo assim uma porta de entrada em círculos sociais novos e mais favoráveis para o nativo.

Para saber se o casamento será feliz, analisamos a 7ª casa e o seu regente como indicadores principais e, secundariamente, a 4ª, a 2ª, a 8ª e a 12ª , bem como a Lua e Vénus.  Pelo que referimos anteriormente, parece-nos claro que esta pessoa melhorará a sua condição social através do casamento, alcançando mais influência , status e dinheiro após o casamento. Por isso, em termos materiais, está indicada felicidade no casamento. Porém, o «cerco» do indicador primário por planetas funcionais maléficos como os regentes da 6ª e da 8ª casas indica que as primeiras impressões registadas sobre a felicidade do casamento poderão trazer muitas «amêndoas amargas» por arrasto pois a rutura, os desentendimentos, os conflitos e  o isolamento emocional  podem ser uma experiência constante nas interações entre este homem e o cônjuge. Além disso, questões financeiras, dívidas e gastos excessivos poderão ser um motivo recorrente nesses desentendimentos conjugais. A colocação do Sol na 12ª casa  também não ajuda pois aumenta a predisposição para o sentimento psicológico de isolamento e de separação em relação ao mundo.

Pela análise efetuada, parece-nos que este homem  enfrentará altos e baixos no que se refere ao casamento, estando indicadas experiências específicas de aprendizagem ao nível das parcerias pessoais e na utilização dos recursos, financeiros e interativos. O caráter exaltado de Saturno parece uma boa indicação de potencial de crescimento espiritual, talvez através de algumas experiências que conduzem a mudanças traumáticas no plano emocional- Saturno na 8ª casa- que implicam perdas e processos de renascimento emocional.  Mercúrio, o indicador primário do casamento, indica, pela natureza mutável e pela sua instabilidade conhecida, a forte possibilidade de mais do que um casamento ou ligação com características de vida em comum, ao longo da vida.

Usando o software recomendado observamos que o período dasha do planeta que é o indicador principal do casamento, Mercúrio,  ocorrerá apenas em 2056, fora do tempo útil . Observando a história pessoal deste homem, sabemos que teve um primeiro casamento quando estava ativo o dasha de Vénus e   durante o subperíodo de Ketu. Este primeiro casamento terminou durante o dasha da Lua e no  subperíodo lunar. O aspeto entre a Lua e Rahu é determinante de uma visão ilusória da realidade e tais ilusões são sempre passageiras com os nodos, acabando por trazer a pessoa à realidade e, neste caso, a Lua, como regente da  5ª casa, da consciência, trouxe a clara indicação disso. Este homem voltou a casar durante o dasha atual de Rahu, durante o subperíodo de Saturno. Trata-se de um relacionamento com uma forte carga kármica e, sempre que isto sucede, as pessoas envolvidas costumam ficar juntas pelo menos durante o tempo necessário para «esgotar» lições específicas conjuntas. O facto de Saturno estar no signo de exaltação  talvez ajude a tornar mais estável esta relação.

Vamos finalmente analisar a  divisional navamsa e ver  como estão colocados nessa varga os nossos indicadores para o casamento.

Confirmação pela Navamsa

Mário Santos

 

d-9 joaquim

Observamos esta divisional para ver como  estão colocados os indicadores principais do casamento na Navamsa. O Ascendente é o mesmo que na D-1, Peixes. Marte está em vargottama, colocado na 2ª casa no próprio signo, tal como na D-1. A Lua está exaltada no signo de Touro. Júpiter continua colocado na 4ª casa, em vargottama, acompanhado de Rahu e de Saturno.  Mercúrio , o indicador principal do casamento na D-1, continua a reger a 7ª casa na navamsa. Porém, está mal colocado, na 6ª casa. Vénus, regente da 8ª casa, tanto na D-1 como na navamsa, está colocado na 7ª casa, o que é indicador de infelicidade no casamento e nas parcerias pessoais ou, pelo menos, de uma vida difícil do cônjuge, ou problemas crónicos de saúde deste.

Saturno está colocado na 4ª casa. Sendo regente da 12ª casa, que indica perdas e isolamento, Saturno está colocado na casa da segurança e da felicidade pessoal, bem como do meio doméstico e isso indica fortes probabilidades de os objetivos de segurança emocional e de felicidade subjetiva ou de contentamento pessoal dificilmente serem atingidos através do casamento ou de outras parcerias.

Assim, globalmente, podemos considerar que este horóscopo indica que a área do casamento  será um palco de aprendizagem de lições específicas no desenvolvimento e evolução espiritual desta pessoa mas que a felicidade através do casamento não será fácil de atingir para esta pessoa, ainda que possa contribuir para a melhoria dos aspetos materiais da sua vida.

Análise de Horóscopo- Ascendente Peixes

 cmb

Para ilustrar a análise das áreas de vida para cada signo Ascendente e  para facilitar a aprendizagem dos nossos leitores, vamos hoje iniciar a análise de mais um  horóscopo, com a leitura dos significadores das áreas de vida, desta vez para o Ascendente Peixes. Os nossos leitores podem consultar aqui  todos os indicadores das áreas de vida para este Ascendente, que iremos utilizar nas análises específicas nos próximos artigos. Sabemos que a leitura exemplificada do horóscopo é um importante facilitador desta aprendizagem, razão pela qual vamos apresentar  leituras das áreas de vida para todos os  signos Ascendentes, usando horóscopos de pessoas reais.

Antes de começar qualquer análise parcial de uma área de vida no horóscopo, convém ter em mente que precisamos de ter uma visão global da força dos planetas e das relações que estabelecem entre si e com as casas do horóscopo. Para isso temos à mão toda a informação fornecida  aqui e aqui. Definimos também a natureza funcional dos planetas para o Ascendente em causa tendo em conta o que dissemos aqui. E não nos  podemos esquecer de anotar  o grau do signo Ascendente, que marca o ponto mais efetivo de cada  casa. Anotamos todos os planetas que estão, para ambos os lados desse grau, de 0º  a 5º de distância. Esta informação  é muito importante, sobretudo se os planetas e casas significadores para a  análise estão envolvidos nesses aspetos pois, como vamos mostrar, a interpretação da área de vida faz-se encontrando ligações entre os vários significadores, na carta natal – D-1- e na divisional relacionada. Para essa interpretação temos ainda em conta todos os fatores referidos anteriormente (força e fraqueza das casas e planetas, natureza funcional dos planetas) . Finalmente, para sabermos como se desenvolve essa área de vida no tempo vemos os períodos dasha e antardasha dos planetas significadores e regentes das casas, nomeadamente os que têm o papel principal e articulamos esses períodos com a observação do trânsito desses planetas para o momento  que desejamos analisar.

O horóscopo que vamos utilizar é de um homem, nascido em 17 de fevereiro de 1955. Neste artigo iremos analisar a força geral dos planetas no horóscopo, antes  de passarmos à análise específica das áreas de vida.

Determinação da Força dos Planetas/Casas do Horóscopo

Mário Santos

17 Fevereiro 1955, 10h 57 m

C.Branco, Portugal

D-1Joaquim

O Ascendente está colocado  a  26º 47’  de Peixes.

Os planetas funcionais maléficos são : o Sol , como regente da 6ª casa; Vénus, como regente da 8ª casa; Saturno, como regente da 12ª casa; Rahu e Ketu.

Constatamos que não existem planetas combustos. Mercúrio está  em conjunção com o ponto mais efetivo da 11ª casa e forma aspeto próximo com o ponto mais efetivo da 5ª casa, numa orbe de 2º.  Está retrógrado e não recebe aspeto de outros planetas.  É o regente da 4ª e da 7º casas e a sua colocação na 11ª  indica possíveis ganhos e aumento de status através do parceiro de vida e  de outras parcerias.

Júpiter forma conjunção numa orbe de 1º com o ponto mais efetivo da 4ª casa  e forma aspeto próximo com o ponto mais efetivo da 8ª, da 10ª e da 12ª. Pelo aspeto que lança para a 10ª casa , onde se encontra a Lua, forma com esta o yoga Gaja-kesari. Júpiter está, no entanto, retrógrado e na mesma casa onde se encontra Ketu, evidenciando uma orientação mais interior e subjetiva do que exterior e objetiva para a sua ação. Júpiter é, no entanto, o regente do Ascendente e, por isso, este é  também um sinal de sorte na vida desta pessoa, tanto mais que Júpiter lança aspeto para a 10ª casa que rege.

Marte  está no início do signo de Carneiro, apenas  a 28 ‘ do início deste signo, o que o  coloca num ponto gandanta  no qual a sua ação sofre indefinição e é fragilizada. Assim, apesar da colocação no próprio signo, Marte está fragilizado no horóscopo e, enquanto regente da 2ª e da 9ª casas, os significados  destas casas podem ser prejudicados , sobretudo se outros fatores do horóscopo o confirmarem.  Marte recebe o aspeto de Rahu, bem colocado por casa mas mal colocado por signo.  Também recebe o aspeto de Saturno, um funcional maléfico num aspeto próximo com  uma orbe de 3º.  Saturno rege a 12ª casa e está colocado na 8ª. Isto forma um yoga designado por Viparita Raja yoga, considerado por alguns astrólogos como duvidoso e que, pelos que o aceitam, significa «sucesso à custa das perdas de outros ou após obstáculos». Veremos, na análise específica das áreas de vida, como se comporta esta assinatura.  De qualquer forma, Marte é um planeta fragilizado pelo aspeto destes dois maléficos de primeira ordem , para além do estado confuso da sua energia, na passagem do elemento Água para o elemento Fogo.

Vénus tem natureza funcional maléfica pela regência da 8ª casa onde se encontra o seu signo Mooltrikona  e a sua colocação na 10ª casa não é benéfica para a carreira e também não favorece a vida familiar nem a posse de terras, veículos, casa, etc.

A Lua estava na fase minguante no momento do nascimento, e está conjunta com Rahu na 10ª casa. Apesar de existir uma orbe de 6º entre ambos, trata-se de um aspeto muito forte que dá uma natureza obsessiva à pessoa, tendência para a depressão, para o pensamento obsessivo em relação a assuntos de carreira, crenças, filosofias, regras sociais, etc., o que pode fragilizar o desenvolvimento da carreira pois existe a tendência para a pessoa criar ilusões  acerca da sua vida profissional e que podem fazer perder o sentido da realidade, o que não ajuda a estabelecer objetivos definidos para esta área de vida.  a Lua rege a auspiciosa 5ª casa , uma casa de sorte e de créditos trazidos para esta vida mas a relação entre a Lua e  Rahu parece obnubilar os aspetos positivos e benéficos da Lua, lançando o indivíduo numa confusão mental  ou gerando a tendência para a ilusão que prejudica o seu potencial de obtenção  de status social e profissional pois afeta a credibilidade que a pessoa pode obter  nessa área. Rahu na 10ª casa indica também circunstâncias pouco usuais ou formas de atuar nesta área de vida que vão contra as ideias ou regras estabelecidas e aceites. Pode haver excentricidade ou métodos pouco usuais (e muitas vezes disfarçados ou dissimulados) no comportamento profissional.

O Sol está colocado na 12º casa e num signo inimigo, Aquário, o que não ajuda a visibilidade desta pessoa nem a definição clara de um propósito de vida. Será difícil fazer-se notar no plano profissional e pessoal.  Recebe o aspeto de Júpiter e de Ketu, este último próximo, a partir da 4ª casa, o que ajuda a desenvolver uma natureza espiritual ou interiorizada mas não facilita a manifestação externa da vida deste homem.  Mercúrio forma um yoga Vosi  em relação ao Sol, pois está na 12ª casa em relação a este e apoia o desenvolvimento de boas qualidades espirituais, como a generosidade em relação aos outros mas a natureza retrógrada de Mercúrio talvez incline esta pessoa para um processo de transformação interior e espiritual, mais do que para a ação externa no mundo.  A partir da 12ª casa o Sol lança aspeto para a casa que rege, a 6ª,  mas a sua colocação numa casa tão desfavorável para as conquistas externas como é o caso da 12ª, prejudica a vida profissional e indica maus empregos, dificuldade em adaptar-se ao ambiente profissional e às suas exigências e perdas através de colegas, subordinados, etc..

Saturno   está colocado na 8ª casa e, enquanto regente da 12ª (e da 11ª) indica possível interesse pelos assuntos espirituais  e desinteresse pelos aspetos mais materiais da vida. Não é, no entanto, uma boa posição  para a longevidade nem para a saúde. Recebe o aspeto de Marte, regente da 2ªcasa e está exaltado pelo que pode indicar que este nativo poderá obter ganhos a partir do parceiro de vida, mais do que a partir do seu próprio trabalho. Também pode indicar uma carreira ligada à cirurgia, ou de algum modo relacionada com os planos mais subtis da realidade e da psique humana.

Os nodos formam aspeto próximo com a Lua afetando a relação de segurança emocional do nativo com as suas raízes: a mãe poderá ter estado ausente ou poderá não ter proporcionado um sentimento de segurança capaz de nutrir o indivíduo e de lhe dar bases  para um verdadeiro sentimento de bem estar e este pode sentir que lhe falta confiança  a partir da  qual pode alicerçar a sua vida.  A área da vida familiar e profissional serão focos de tensão ao longo da vida e este indivíduo provavelmente não conseguirá proporcionar um verdadeiro sentimento de segurança a uma família iniciada por si próprio.

Quanto à força dos planetas, verificamos que há dois planetas retrógrados, um deles o regente do Ascendente, Júpiter e o  outro é Mercúrio. Há um planeta exaltado, Saturno, mas colocado numa casa maléfica, a 8ª.Há um planeta no próprio signo, Marte, mas colocado num ponto gandantaSaturno e Júpiter estão colocados no avastha da velhice. Os nodos estão colocados em signos  pouco favoráveis, considerados por alguns astrólogos como de debilitação.

Olhando para os períodos dasha (facilmente acessíveis no software recomendado) verificamos que este homem atravessa  agora o dasha de Rahu, operante entre 2003 e 2021 . Durante este período, a relação entre a vida familiar e as dificuldades para conseguir ver reconhecido o mérito pessoal , serão experimentados, bem como circunstâncias pouco usuais no emprego e na carreira.  O horóscopo sugere, na sua globalidade, a necessidade de esta pessoa se orientar para si mesma e de crescer por dentro, mais do que  tentar atingir fama e reputação no mundo exterior ou  de exprimir a posse de bens materiais e de poder no plano externo. O seu propósito de vida parece ser o de experimentar   as ambiguidades e as indefinições, os planos ilusórios e pouco claros,  tanto ao nível da psique individual como das áreas de vida pública, familiar e profissional, como forma de aprender lições de vida específicas.

Saúde e Longevidade- Ascendente Aquário

helt

Continuamos a análise exemplificativa da Leitura das áreas de vida para o Ascendente Aquário, tendo por base o horóscopo do nosso ponto de partida, hoje  interpretando os indicadores da saúde e  da longevidade.

Longevidade

Na Astrologia  Jyotish o cálculo da longevidade foi desde sempre considerado um aspeto essencial pois partia-se do princípio de que o  cálculo dos efeitos de todos os  períodos dasha e antardasha (período principal e sub períodos) dos planetas era inútil se a pessoa tivesse uma matriz de vida curta . Nas épocas  em que estes cálculos, bastante complexos sem o auxílio de computadores, eram morosos, esta preocupação era justificada. Hoje deixou de ter tanta relevância, não só porque o software faz os cálculos  de imediato mas também porque as condições de saúde e as possibilidades da medicina atual alteraram muito  algumas condições que, no passado, eram consideradas irrevogáveis. Por isso deixamos aqui o exemplo desta análise como orientação geral  que não deve ser vista como uma fatalidade mas antes como uma tendência que, como tal, pode ser modificada, sobretudo por condições de vida mais saudáveis e por um acesso razoável a cuidados de saúde.

No horóscopo que analisamos, e para o Ascendente Aquário em geral, a longevidade vê-se a partir do estudo da 1ª  e 8ª casas e , secundariamente, da 12ª casa e  de Saturno. Pode consultar aqui  todos os indicadores das áreas de vida para este Ascendente..

No  nosso exemplo analisamos Saturno, regente da 1ª casa, e Mercúrio, regente da 8ª, como os indicadores principais. Saturno está bem colocado, na 5ª casa; Mercúrio está menos bem, na 12ª casa. A posição de Saturno na 5ª casa aumenta a longevidade, embora a conjunção próxima com Ketu cause stress mental, que prejudica indiretamente  a saúde. Mercúrio, por seu lado, colocado na 12ª casa, não beneficia a longevidade. Porém, recebe o aspeto de Vénus, um benéfico que rege a  4ª e a 9ª casas, sendo por isso um yogakaraka para este Ascendente e, por isso, a sua ação torna-se mais benéfica, tanto mais que se encontra em signo amigo.  A 1ª casa recebe o aspeto da Lua, que é em geral positivo para a força do Ascendente mas que, neste caso, pela regência da 6ª casa, pode indicar alguns problemas de saúde mas sem colocar em perigo a longevidade. Ketu, colocado na mesma casa que Saturno lança aspeto para o Ascendente, inclinando a pessoa para procurar objetivos mais espirituais de vida mas também diminuindo o seu bem estar emocional e psicológico.

Procurando no software, verificamos que o dasha de Saturno ocorrerá entre 2034 e 2053 e que o dasha de Mercúrio ocorre entre 2053 e 2070. Parece-nos que o dasha de Mercúrio poderá trazer alguns problemas de saúde no final da vida, sobretudo o último subperíodo, que é o de Saturno, entre final de fevereiro de 2068 e o início de Março de 2070. Olhamos para os trânsitos por essa altura , por ex., no final de agosto de 2069, temos o Sol e Mercúrio   no signo de Leão, na 7ª casa, uma casa «marakha», Vénus, regente da 4ª casa a transitar por Virgem, na 8ª casa; Júpiter, o regente da outra casa «marakha» (a 2ª) no Ascendente. Trata-se de uma configuração simbolicamente forte para uma transição embora esta não seja uma previsão «fatal», uma vez que a longevidade está a aumentar e que, nessa altura, esta pessoa terá 95 anos.

Analisando os indicadores secundários, vemos que a 12ª casa tem regência de Saturno,  que também rege  o Ascendente e, como vimos, está bem colocado na 5ª casa, embora «embrulhado» numa conjunção próxima com Ketu.

Pela análise referida, pensamos que a longevidade é boa e pode ser ajudada pelos hábitos de vida desta mulher, que pode ter um conhecimento inato de técnicas de cura e  de quais são os melhores meios  de prevenção saudável , e poderá aplicá-los na sua vida para se manter saudável por muitos anos.

 Saúde Geral

Para o Ascendente Aquário  a saúde analisa-se pela 1ª  e 6ª casas como indicadores principais  e, secundariamente,vemos  a  Lua , o Sol e Marte.  A 1ª casa , como vimos, tem regência de Saturno  e este está bem colocado na 5ª casa. A conjunção próxima com Ketu pode, no entanto, produzir instabilidade mental ou tendência para duvidar das próprias capacidades- neste caso, da inteligência pessoal e dos talentos criativos, de capacidade para lidar com os filhos etc.; este fator, não tendo uma ação direta na saúde, pode no entanto, se  a pessoa não aprender a lidar com isto, ser causador de stress que prejudica a saúde geral . Não existem planetas na 1ª casa mas esta recebe o aspeto da Lua e o de Ketu, este mais problemático porque pode afetar a imagem que a pessoa tem de si própria, levando-a a entrar numa dinâmica em que, umas vezes, se desvaloriza a si própria, e em outras o seu ego parece crescer na necessidade de se impor. De qualquer modo, estes efeitos sobre a saúde geral são perfeitamente controláveis e mais sentidos no plano psicológico do que físico. A 6ª casa tem regência da Lua que, deste modo, adquire importância adicional. A Lua está colocada na 7ª casa e recebe o aspeto de Rahu. A colocação da Lua na 7ªcasa, como regente da 6ª, não favorece  a saúde, podendo indicar problemas decorrentes de excesso de atividade nervosa , por ex., de caráter digestivo. Rahu pode fazer nascer desejos incontroláveis de sucesso, riqueza, influência, mais amigos, etc.. e isso pode causar pressão psicológica sobre a pessoa. A saúde do cônjuge pode também ser uma preocupação adicional. Quanto aos fatores secundários Sol e Marte, estão ambos colocados em casas fortemente relacionadas com os desejos e, como  foi referido, esta pressão sobre a pessoa pode ser causadora de stress , sobretudo se existe uma diferença pronunciada entre aquilo que a ela deseja e o que realmente consegue obter.  A colocação do Sol  na mesma casa que Rahu reforça o peso psicológico que este faz sobre a personalidade, movida por muitos desejos nem sempre completamente conscientes e impulsos imediatos que podem estar na origem de sentimentos de frustração e de insatisfação. Esta pessoa torna-se difícil de conhecer para os outros mas também é, muitas vezes, complexa para si mesma. Este peso pode repercutir-se na saúde geral. Marte, por sua vez, acrescenta confiança, jovialidade e coragem para fazer coisas e, por esse lado, é um fator de equilíbrio na personalidade, cuja saúde  e bem estar parecem depender mais de causas psicológicas, do que físicas

Assim, os indicadores da saúde indicam um potencial de saúde forte, embora com tendência para uma fragilidade no plano psicológico, podendo esta fazer-se sentir de forma  somática mas tendo, sobretudo, caráter mental e psicológico. Esta mulher poderá melhorar substancialmente a sua saúde aderindo a práticas espirituais e de relaxamento, como a meditação e  pondo em prática bons hábitos gerais de saúde.

Lúcia L

Rio de Janeiro, Brasil

loreta D-6

Vamos agora analisar  a carta divisional que se refere à saúde, a D-6 ou hashthamsha  para ver se a análise do horóscopo é confirmada nesta varga:  verificamos em primeiro lugar que o Ascendente está ocupado por um signo Mooltrikona, Virgem, cujo regente Mercúrio é, de resto um dos indicadores principais da longevidade , estando colocado numa casa neutra, a 2ª, nesta varga. O regente do  Ascendente na D-1, Saturno, está muito bem colocado, na 9ª casa, num signo amigo, Touro.  A Lua está colocada na 12ª casa, o que não é uma boa colocação, mas é um fator secundário. O Sol está colocado no Ascendente, uma excelente colocação pois indica grande força vital. Marte, por seu lado, também está muito bem colocado, numa casa kendra, a 10ª.  O Ascendente nesta varga está «cercado» por dois benéficos, a Lua e Mercúrio, o que é uma boa indicação.

Quanto à força dos planetas, não há nenhum planeta exaltado mas também não há nenhum debilitado, o que é uma boa indicação. Os nodos estão ambos na 8ª casa, o que faz prever que os seus períodos dasha/subperíodos podem trazer algumas complicações de saúde, sobretudo de nível crónico.

Concluindo, parece-nos que esta mulher  terá uma vida  saudável, sem muitos problemas graves e que poderá melhorar substancialmente a sua saúde, aplicando a si mesma os conhecimentos intuitivos que possui e que, provavelmente, trouxe consigo para esta vida. Deverá controlar os fatores psicológicos ligados aos desejos e impulsos que podem precisar de uma reorientação para que ela possa alcançar maior bem estar  em todos os níveis.

Sorte e Riqueza- Ascendente Aquário

luc

Tendo por referência o horóscopo que analisámos num artigo anterior vamos hoje analisar outros aspetos relacionados com a «fortuna» geral (sorte na vida) e  com a riqueza. Temos presente a análise global do estado dos planetas e das casas do horóscopo, cuja importância explicámos  em  artigo anterior. Para consultar os significadores gerais para as áreas de vida do Ascendente Aquário,  clique aqui.

 Leitura da Fortuna Geral , Riqueza e Ganhos
Indicadores para esta área de vida do Ascendente Aquário

Analisamos a 9ª  casa como indicador principal . A 9ª casa está ocupada pelo signo Balança e a  posição do seu regente na 12ª casa  não é uma boa posição para a sorte no plano material, favorecendo apenas a vida espiritual e a vida sexual. Aa 9ª casa recebe apenas o aspeto de Ketu, que também não é o melhor indicador de sorte no plano material embora possa indicar interesse pelos conhecimentos e práticas espirituais. A posição de Ketu  no signo de Gémeos é também má, segundo a opinião de muitos astrólogos védicos ( e a nossa) pois este é  considerado por muitos como o signo de debilitação de Ketu. Assim, esta configuração relativa ao indicador principal da sorte mundana não é a mais favorável para esta pessoa e o  período dasha de Ketu (que felizmente esta mulher só experienciará no final da vida, se chegar a experienciar- inicia-se no ano de 2070) e os seus subperíodos em cada dasha podem ser situações difíceis uma vez que as duas casas da sorte  recebem o aspeto de maléficos.

A 4ª casa tem a regência de Vénus, também, o que torna mais difícil encontrar alternativa à situação pouco favorável da 9ª casa. Mas esta casa recebe o aspeto de Júpiter, que  não tem , um efeito  muito protetor dos significados desta casa, por estar debilitado, não atenuando os efeitos  menos positivos de Vénus. Não há outros aspetos para a 4ª casa.

Vemos  em seguida a 2ª casa, o Sol e Júpiter. A 2ª casa tem a regência de Júpiter e, mais uma vez, a informação não  é muito boa para o plano material: Júpiter está colocado na 12ª casa e no signo de debilitação. Esta mulher terá grande dificuldade para acumular riqueza através do trabalho principal- 2ª casa- mas também a partir de rendimentos de outras fontes alternativas. E, se o ganhar, terá certamente muitas despesas e dificuldade em fazer frente a todas elas. Este parece ser um padrão kármico muito forte no seu horóscopo. Júpiter tem aqui a valência dupla de regente das casas que se referem ao dinheiro e à riqueza- a 2ª e a 11ª- e de significador geral da sorte e o seu estado de debilitação, bem como a posição na 12ª casa  é muito penalizador para esta área de vida. O Sol é o único fator positivo e forte a indicar dinheiro mas a partir dos parceiros, esta parece uma constatação inevitável. Não há planetas colocados na 2ª casa nem aspetos para a mesma.

O sucesso  na realização pessoal para este Ascendente determina-se em primeiro lugar pela 3ª  Casa, uma casa upachaya, isto é, de crescimento, e que pode indicar melhoria das condições de sucesso à medida que o tempo vai passando e a partir dos esforços, aprendizagens e capacidades/talentos inatos desta pessoa, bem como do seu poder de iniciativa e de implementação de projetos pessoais. A 3ª casa é uma casa forte, ocupada por um signo Mooltrikona e que conta com a presença do seu regente , Marte, também o regente da 10ª casa, da carreira e do reconhecimento público, bem como, em geral, da ação da pessoa. Marte lança também aspeto para a 10ª casa, estando por isso em aspeto com ambas as casas que rege, o que é um excelente fator para atenuar outras fraquezas do horóscopo. E é Marte que lança a esperança para a possibilidade de esta mulher se erguer pelos seu próprio esforço, persistente e corajoso, sem desistir.  Poderá assim conquistar um espaço próprio e merecer o reconhecimento dos outros por aquilo que fizer na vida mas , se este reconhecimento e até a posição social, podem ser importantes na realização pessoal, mesmo assim terá que contar com os obstáculos à acumulação da riqueza.

A  2ª  e a 5ª casa, bem como o Sol e Júpiter, dão informações adicionais, como  outros indicadores secundários para a  realização pessoal. Da 2ª casa já falámos; a 5ª casa   tem regência de Mercúrio, sendo ocupada pelo signo de Gémeos.   A presença de uma conjunção próxima entre Saturno e Ketu na 5ª casa, apesar do estatuto de regente do Ascendente de Saturno, não ajuda a sorte nem os ganhos no plano especulativo, que podem falhar. E o aspeto que estes dois maléficos naturais lançam para a 11ª casa dos ganhos e rendimentos, também não ajuda pois restringe o acesso da pessoa à riqueza, diminuindo o seu fluxo ou retardando-o. A inteligência da pessoa não é prejudicada mas  o padrão kármico  que traz para esta vida é de oposição em relação à fácil fluidez de riqueza, influência, etc. .É pouco provável que receba dinheiro sem grande esforço ou que realize os seus sonhos sem ter que lutar primeiro por isso.

Para o Ascendente Aquário a riqueza infere-se da análise da 9ª casa como indicador principal e, secundariamente, pela análise da 4ª, da 1ª e da 2ª casas, além de Júpiter , de  Vénus e da Lua.

Pelo que dissemos até agora, sobre  a 9ª , a 2ª e a 4ª casas, a riqueza não chegará facilmente à vida desta pessoa. Quanto ao Ascendente, recebe o aspeto da Lua  o que , à partida ,é um bom aspeto, porém, neste caso trata-se do regente da 6ª casa e indica a possibilidade de a pessoa se poder ver, muitas vezes ao longo da vida, assoberbada com contas e com dívidas para pagar. Assim, vemos que este horóscopo revela não apenas a dificuldade em acumular riqueza mas também indica fortes possibilidades de a pessoa poder perder a riqueza que tenha acumulada ou que tenha recebido.

Quanto à possibilidade de ganhar dinheiro ao jogo ou de forma especulativa a 8ª casa  é o indicador principal e, secundariamente, vemos  o Sol e Júpiter.   A 8ª casa  tem a regência de Mercúrio, e este está colocado na 12ª casa das perdas e das despesas. Assim, temos fatores desfavoráveis nesta área nas duas casas que estão relacionadas com esta questão: a 5ª e a 8ª por isso não é provável que  esta mulher ganhe «dinheiro não ganho», seja por herança, especulação, jogo, ou por divórcio. Se o receber, este será gasto para pagar despesas que ela dificilmente poderá evitar.  Júpiter como, vimos, também nega esta possibilidade e o Sol é o único que indica que esta mulher poderá ter uma vida confortável através dos parceiros pessoais, principalmente o de vida. Porém, em caso de separação, dificilmente conseguirá  receber dinheiro.

O regente da 11ª casa e, secundariamente, da 2ª,  3ª e10ª casas, para além de Júpiter, Vénus e a Lua,  mostram a possibilidade de ganhos e  de rendimentos para este Ascendente .  Neste horóscopo em particular  Júpiter  é o principal indicador e, pela análise que fizemos atrás, podemos considerar que os ganhos e rendimentos serão escassos e dificilmente alcançáveis, exigindo muito esforço e criatividade pessoal para vencer esta dificuldade.

Quanto à solvência financeira, ou capacidade para equilibrar as despesas e os ganhos, aspeto particularmente importante para esta pessoa, dadas as indicações desfavoráveis no horóscopo, a 6ª casa é o indicador principal e a 2ª casa, a Lua e Vénus são os indicadores secundários. A 6ª casa tem regência da Lua e isso indica, devido à  sua mutabilidade , instabilidade no plano financeiro: a Lua, como constatámos no primeiro artigo, está numa fase que, sendo tecnicamente já minguante, está ainda muito clara pela proximidade de 3 dias depois da Lua cheia, sendo por isso forte, o que é um excelente indicador  para esta questão, pois atenua as dificuldades nesta área. Mas não evita os altos e baixos ao longo da vida.  Os outros indicadores secundários não ajudam muito: o regente da 2ª casa, Júpiter, está debilitado na 12ª; Vénus está colocado na 12ª casa e, certamente que será difícil inverter esta tendência de ter sempre mais despesas do que dinheiro disponível para as pagar.

 Análise da D-2 Carta Hora

Lúcia L

loreta d-2

A D-2 é a carta divisional que nos permite analisar a riqueza e o dinheiro.  Vamos assim ver se confirmamos as tendências já encontradas no horóscopo e tentar ver mais claramente os seus pormenores.  Procuramos em primeiro lugar a colocação nesta varga dos indicadores principais da riqueza no horóscopo : Vénus regente da 9ª  e 4ª casas na D-1 (horóscopo de nascimento) Júpiter, regente da 2ª  casa e Saturno, regente da 1ª casa.  O Ascendente desta varga não está ocupado por um signo Moltrikona mas o seu regente é o mesmo   que rege o Ascendente , Saturno, por isso damos-lhe importância acrescida.

Vénus está muito bem colocado, na 10ª casa e no seu signo Mooltrikona, conjunto com Júpiter. Saturno por seu lado, está muito mal colocado, na maléfica 8ª casa, em conjunto com ambos os nodos.  Desta casa lança aspeto para a 10ª, e para Vénus e Júpiter; lança também aspeto para a 2ªcasa, a  casa que representa a acumulação de riqueza e de status devido à profissão; e lança ainda aspeto para a 5ª casa. Embora não seja um indicador desta área, Marte continua colocado no seu signo Mooltrikona, Carneiro, na 4ª casa, lançando aspeto para a casa da carreira e mostrando que a pessoa pode fazer por alterar o seu destino, pela sua iniciativa. Porém, a presença destes grandes maléficos na 8ª casa e do regente do Ascendente nesta casa parece indicar de forma clara  que  obstáculos terão que ser vividos, e que tais obstruções são uma parte importante das experiências de vida desta mulher, cujo percurso de transformação e de evolução no plano espiritual é sem dúvida mais importante, nesta vida, do que as conquistas materiais.

A título de curiosidade, referimos também que as dificuldades que poderiam ser representadas  pelo dasha de Vénus na vida desta mulher serão poupadas porque ela nasceu durante o dasha de Vénus e, portanto, ao longo da vida experienciará apenas os subperíodos do planeta, o que diminui uma parte dos efeitos  negativos que isso pode causar. Já o dasha de Júpiter, entre 2018 e 2034, pode ser desafiador na área financeira a nível pessoal , embora possa ser uma oportunidade aprofundada para realização espiritual.

Ler a Carreira- Ascendente Aquário

bnm

Depois de apresentarmos a análise da força geral dos planetas  num horóscopo feminino com Ascendente Aquário num artigo anterior,  vamos hoje analisar  a carreira/profissão, o que  implica necessariamente a análise dos aspetos apresentados nesse artigo inicial  para vermos a  força geral  e a  natureza funcional dos planetas e das casas , sob pena de a interpretação de cada área de vida perder a fiabilidade.

Leitura da Carreira/ profissão pelos indicadores no Horóscopo- Ascendente Aquário

Para o Ascendente Aquário não há signos Mooltrikona na 10ª nem na 2ª casas e, por isso, o Sol é o principal indicador da profissão. O Sol está muito bem colocado na 11ª casa do horóscopo, embora esteja no avastha da velhice. Apesar de Rahu estar na mesma casa, está a uma distância de mais de 20º, pelo que  o aspeto para o Sol é muito amplo e menos significativo. O mesmo acontece com o aspeto lançado por Saturno, a partir da 5ª casa, e de Ketu, que está em conjunção com Saturno. O Sol não recebe outros aspetos. Rege a 7ª casa ,pelo que a sua colocação na 11ª indica que o nativo beneficiará do parceiro de vida  e este ajudará a realizar os seus objetivos e desejos, bem como a obter ganhos e rendimentos.  Esta pessoa terá um círculo social que será importante na realização do seu destino pessoal e também da vida profissional, podendo dedicar-se a alguma causa humanitária e desenvolver uma carreira na área social ou dos serviços, em que o contacto humano, a dimensão do ensino ou da política podem ter um papel relevante.

Secundariamente, analisamos a 2ª e a  10ª casas. A 2ª casa está ocupada pelo signo de Peixes e não contém  quaisquer planetas  nem recebe aspetos. Quanto ao seu regente, Júpiter, está colocado na 12ª casa, o que pode indicar um emprego com alguma relação a países estrangeiros, ou numa instituição fechada,  em relação aos aspetos mundanos e/ou  liberdade de movimentos.  Também pode indicar que as principais aquisições desta mulher se farão em relação a bens espirituais e não de bens mundanos ou materiais. A 10ª casa está ocupada pelo signo de Escorpião. Também não há planetas colocados nesta casa mas  esta recebe o aspeto do seu regente, que está muito bem colocado, tanto por signo- no seu signo Mooltrikona- como por casa- na 3ª. Marte é um planeta muito forte no horóscopo e a sua presença na 3ª casa indica a capacidade de crescer através dos projetos pessoais e do espírito empreendedor, da coragem para correr riscos e dos talentos inatos que  a pessoa traz consigo. Enquanto que o Sol mostra que o sucesso na carreira desta pessoa depende do parceiro- de vida e/ou de negócios-, Marte indica que esta mulher pode muito bem singrar sozinha com os seus próprios talentos, coragem e iniciativa, colocando em uso as competências  e aprendizagens adquiridas. Assim, estes dois fatores apontam fortemente para os possíveis benefícios de, em vez de um emprego assalariado, esta pessoa optar por um projeto pessoal em parceria, e cujos resultados poderão melhorar substancialmente através do tempo. Marte recebe o aspeto de Rahu, colocado na 11ª casa e impulsionando esta pessoa para obter influência, ganhos e reputação social e  levando a pessoa a desenvolver alguma atividade em que a relação com o público e a sociedade são relevantes.

Usando o software recomendado, vemos que, no dasha atual de Rahu, operante até novembro de 2018, está ativo o  subperíodo de Vénus até 20 de maio de 2015 e que , a seguir e até 12 de abril de 2016  inicia-se o subperíodo do Sol  que estará operante  até 12 de abril 2016.  Este é um bom período para melhorar a situação na carreira de modo a melhorar a situação profissional e social, o status etc. Os subperíodos seguintes- da Lua e de Marte- até ao final do corrente dasha, em novembro de 2018, são igualmente propícios para o desenvolvimento profissional. O subperíodo atual de Vénus deverá ser aproveitado ao máximo pois Vénus é um planeta yogakaraka, isto é, que traz riqueza e influência para a vida da pessoa e , como regente da 9ª casa da sorte, pode realmente contribuir para aumentar a sorte geral  e específica no plano profissional.

Quanto ao tipo de carreira, começamos por analisar a criatividade do nativo. Para a criatividade, Júpiter é o indicador principal e a 2ª e a 5ª casas e o Sol dão-nos informações adicionais. Júpiter está colocado na casa do subconsciente e do psiquismo e está acompanhado por Vénus e pelo maléfico regente da 8ª casa, Mercúrio, embora não esteja em conjunção próxima com nenhum deles. Uma carreira em que as capacidades emocionais e espirituais são  importantes, inspira esta pessoa a sentir empatia e a sintonizar-se com os objetivos da sua profissão. Pode também dar-se bem numa carreira em que a fantasia seja mais importante do que a realidade concreta, como a representação como atriz, o trabalho em ligação com objetos do passado- antiguidades, museu- a escrita ou a poesia em que  o caráter visionário da imaginação, é um elemento preponderante.  A criatividade desta pessoa é principalmente  estimulada por fatores psíquicos e inconscientes/subconsciente, pela emoção e pela relação  de empatia com os outros. E poderá ser bem sucedida explorando isto. O Sol mostra a importância da relação com o público alargado na expressão dos talentos pessoais. A 2ª casa, com regência de Júpiter, reforça o que acabámos de dizer.  A 5ª casa, o outro indicador secundário,  com a conjunção entre Saturno e Ketu parece apontar para a forte possibilidade de haver repetição de padrões do passado nesta existência, como uma «continuação de inclinações passadas». Esta é uma casa em que a inteligência e a criatividade são fatores importantes, bem como alguma expressão artística associada ao subconsciente. Saturno e Mercúrio estão em receção mútua, ligando os talentos e a criatividade desta pessoa  com o plano do passado, do desenvolvimento espiritual e de alguma forma de expressão que pode ser literária, musical ou dramática mas em que essa expressão pode abrir simbolicamente a porta para a compreensão de conteúdos dificilmente expressos ou manifestos de outra forma . Esta pessoa poderá conhecer-se melhor a si mesma trabalhando com estes fatores simbólicos e emocionais  inconscientes/subconscientes e com isso poderá dar mais de si aos outros e servi-los-á melhor. Por outro lado, a presença de Saturno na 5ª casa parece indicar a necessidade utilizar a individualidade num sentido mais universal e comunitário, talvez assumindo deveres específicos que limitem de algum modo as escolhas individuais.

A 3ª casa é o significador principal do empreendedorismo para o Ascendente Aquário e o seu regente Marte  está colocado nesta casa, tendo por isso  o seu significado fortalecido. Vénus e Saturno dão-nos indicações complementares. Marte é um planeta de exteriorização e de combate, de luta individual  e de coragem para fazer valer os seus propósitos. As causas sociais, políticas, ou que de algum modo sejam importantes para a vida da sociedade, são fortemente motivadoras para esta mulher mas a forma como ela é capaz de as concretizar depende em grande parte da sua força individual e das suas qualidades éticas, sentido de dever (Saturno na 5ª casa) bem como do seu espírito de inovação e de empreendedorismo (Marte e 3ª casa). Se esta pessoa tiver irmãos mais novos, estes poderão  também ser uma ajuda na concretização dos seus esforços individuais. As pequenas deslocações, bem como as viagens de longa distância podem ter um papel importante no desenrolar da sua vida profissional. Saturno, colocado na 5ª casa, ao colocar problemas na vida afetiva da pessoa , inclina-a para a procura de objetivos mais espirituais, ao mesmo tempo que ensina a estimar as tradições e a herança deixada pelo passado. Vénus, colocado na 12ª casa, indica uma relação com lugares distantes, a procura do conhecimento espiritual ou filosófico, o contacto com realidades diferentes das experimentadas de imediato. Mais do que procurar o seu bem individual, esta pessoa poderá dedicar-se à procura do bem mais impessoal  através  do serviço aos outros.

Confirmação pela Dasamsha- D-10

Lúcia L

loreta D-10

Começamos por observar onde se encontram colocados nesta divisional o significador principal do emprego e da profissão, o Sol e vemos que está bem colocado, continuando na 11ª casa, como na D-1. Habitualmente, esta não é considerada uma colocação muito boa  nas divisionais mas, sendo o Sol um planeta maléfico natural e a 11ª casa uma casa upachaya, na qual os planetas maléficos dão excelentes resultados, consideramo-la uma boa colocação. Depois verificamos que o regente da 10ª casa, na D-1, Marte, está colocado na 10ª casa desta divisional, o que é bom, pois é também o regente do Ascendente nesta varga e, embora o Ascendente da Dasamsa não seja um signo Mooltrikona, Marte tem também muito relevo na D-1 como indicador da profissão devido  à sua força no horóscopo. Saturno, o regente do Ascendente na D-1, também está colocado na 10ª casa, outra boa colocação. Quanto a Júpiter, o outro indicador secundário da profissão, e regente da 2ª casa na Dasamsa, está conjunto com a Lua, o que seria bom, se não fosse o caso de estar colocado na 6ª casa, confirmando a tendência para a dificuldade em acumular os ganhos, já verificada na D-1: esta mulher poderá ganhar dinheiro pois o regente da 10ª casa na D-10, o Sol, está colocado na 11ª casa dos ganhos e da realização dos desejos e ambições, porém, talvez não seja fácil manter  e acumular o que se ganha. Obstáculos e dificuldades parecem sobrepor-se à acumulação de bens materiais para esta pessoa enquanto a prestação de serviço ou a colocação dos talentos individuais aos serviço dos outros parecem ser um padrão recorrente.

Salientamos a presença de Rahu na 3ª casa, uma excelente colocação, e que enfatiza o desejo de fazer coisas por iniciativa e projeto próprio  como forma de permitir à pessoa  evidenciar-se  e realizar-se  no plano profissional mundano.

Os vários indicadores para esta área de vida mostram que  esta mulher poderá usar a carreira/profissão como forma de expressão do seu propósito de vida e que este terá mais expressão como desenvolvimento espiritual do que como aquisição e acumulação de status e privilégios no plano externo.

Ler o Casamento- Ascendente Aquário

brid

Iniciamos hoje a  leitura das áreas de vida para o Ascendente Aquário. Os indicadores principais que referimos são válidos para qualquer horóscopo com este Ascendente ,o que dá aos nossos leitores uma base simplificada para fazerem as suas próprias interpretações das áreas de vida que estamos a analisar, num horóscopo diferente. Hoje iremos estudar o potencial de relacionamento e o casamento para o nativo cujo horóscopo analisámos na generalidade. Para consultar todos os indicadores das áreas de vida para o Ascendente Aquário, clique aqui.

Indicadores de relacionamento e do casamento para o Ascendente Aquário

O fator principal que determina o casamento (e o seu momento) é a 7ª casa e os planetas que a influenciam, se existirem. Secundariamente, consideramos a 2ª e a  4ª casas e os planetas que as influenciam. No nosso exemplo, a  7ª casa  contém a Lua, forte por estar colocada no signo de Leão e também porque esta mulher nasceu na fase da Lua cheia, embora depois do seu brilho máximo ,  numa fase intermédia entre a Lua cheia e o quarto minguante e que representa uma fase em que a personalidade humana é capaz de aplicar na vida concreta as sementes que recebeu na fase de iluminação da Lua cheia. A vida desta pessoa tem assim um cunho muito individual, em que ela decide o rumo a seguir e em que as suas escolhas são decisivas. Esta posição da Lua indica felicidade no casamento e uma ligação duradoura com o parceiro escolhido, baseada no amor. Esta pessoa  faz da felicidade do parceiro a sua felicidade, concentrando nele o modelo da sua própria identidade, no sentido espiritual. Estando forte, a Lua atrai para a vida da pessoa um parceiro com excelentes qualidades: atraente, inteligente, próspero e bem sucedido, tanto na carreira  e vida material como no plano intelectual.  Esta posição também favorece a pessoa, pelo aspeto que lança para o Ascendente.  Olhamos agora para a colocação do Sol e vemos que está bem colocado na 11ª casa, dos ganhos e rendimentos, da realização pessoal e dos sonhos e  ambições. Apesar da colocação na mesma casa que Rahu, o Sol indica que o parceiro de vida desta mulher pode ser uma pessoa influente, socialmente e com uma situação financeira muito confortável .

A 2ª casa recebe apenas um aspeto, o de  Saturno, o regente do Ascendente, colocado na 5ª casa, uma casa auspiciosa. A presença de Saturno e de Ketu em conjunção na 5ª casa indica poucos filhos (ou nenhum) ou problemas com eles. Sendo o regente do Ascendente, a colocação de Saturno  aqui pode não privar a pessoa de filhos mas indica sempre alguma dificuldade em relação a eles. A sua associação com Ketu indica amores que podem vir para esta existência trazidos do passado. Poderá haver a repetição de um relacionamento passado.  A 4ª casa contém o signo Touro e  também não está ocupada por nenhum planeta mas recebe o aspeto de Júpiter, regente da 11ª e da 2ª casas . Júpiter está em aspeto próximo com o ponto mais efetivo da 4ª casa, embora a sua força esteja diminuída devido ao facto de estar debilitado. Esta condição diminui a possibilidade de ganhos materiais e financeiros a partir do parceiro de vida. Porém, tanto a Lua como o Sol apoiam a sorte desta mulher nesse plano, por isso não será  improvável que esses ganhos existam, embora possam ser limitados de algum modo. De qualquer forma, Júpiter não impede a felicidade do casamento. Quanto ao regente da 4ª casa, Vénus, está colocado na 12ª  e retrógrado, o que parece apontar para a dificuldade em revelar a felicidade da pessoa à luz do dia, podendo esta materializar-se num relacionamento secreto ou mantido fora dos trâmites habituais. Estando retrógrado, o planeta  indica lições específicas que a pessoa tem que aprender para o seu desenvolvimento pessoal através dessas situações. Ao negar à pessoa a visibilidade da relação afetiva, por algum motivo, obriga a aprender algo que será essencial e que a pessoa deverá descobrir, para o seu enriquecimento e maior compreensão de si e da realidade. Esta condição retrógrada pode indicar também a profunda alteração das crenças e dos valores a nível individual (Vénus regente da 9ª casa) e tal alteração será essencial para uma compreensão mais espiritual da vida e da razão ou propósito da vida atual.

Para sabermos se o casamento será feliz, analisamos a 7ª casa e, secundariamente, a 2ª, 4ª, 8ª e 12ª e os planetas Lua e Vénus. Pela análise já efetuada concluímos que, na vida desta pessoa, os relacionamentos pessoais e, especificamente o relacionamento com o parceiro de vida, é essencial para o seu crescimento e que está indicada felicidade a esse nível embora essa felicidade possa fazer-se de forma não convencional, como de resto é comum acontecer com os  nativos de signo de Aquário. A 8ª e a 12ª casas indicam que importantes experiências do  karma desta vida estão essencialmente relacionados com a vida amorosa e familiar. Todas as experiências mais difíceis que possam ser experienciadas a este nível têm por objetivo o desenvolvimento espiritual trazendo lições específicas. Este propósito de ir além do mundo material para o mundo espiritual é inerente ao esquema geral da vida desta pessoa. E a dinâmica do relacionamento com o parceiro de vida contribui ativamente para este propósito. E, pela posição da Lua e de Vénus, compreendemos que: o relacionamento com um parceiro de vida é fundamental (Lua na 7ª casa); e que esse relacionamento, que exprime uma das necessidades mais importantes da vida desta pessoa, poderá não ser materializado de forma convencional em termos sociais e das suas regras (Vénus na 12ª casa). Ambos os fatores são referenciais fundamentais da aprendizagem de vida desta mulher. Esta interpretação apoia-se no facto de o regente da 8ª casa, que significa os laços conjugais- a 8ª- está colocada na casa do  isolamento em relação ao mundo- a 12ª; Quanto ao regente da 12ª, está bem colocado na 5ª casa, mas em conjunção com Ketu, indicando a repetição de modelos do passado e, por isso, «contas a acertar» antes de poder seguir adiante no caminho da evolução.

Parece-nos , deste modo, que  o tipo de relacionamento mais  «adequado» para esta pessoa pode não ser o casamento institucional, embora este possa existir e realizar-se. Mas o amor poderá não andar por aí.

Usando o software recomendado observamos que o dasha do planeta que é o indicador principal do casamento, o Sol , já ocorreu, entre 1977 e 1983. O dasha da Lua, que poderia ser o mais  favorável para este efeito, ocorreu entre 1983 e 1993. No dasha atual, de Rahu, o subperíodo do Sol  ocorre entre maio de 2015   e abril  do ano que vem, sendo um bom período para o relacionamento a este nível. O mesmo sucede com o subperíodo seguinte, entre abril de 2016 e outubro de 2017. Caso o casamento ou um relacionamento a este nível não tenham ainda sido estabelecidos de forma sólida, durante os períodos referidos isso poderá acontecer. Ao nível dos trânsitos dos planetas, temos Júpiter a transitar pela 7ª casa a partir de 13 de julho de 2015, sendo este um dos trânsitos que classicamente indicam muitas vezes um relacionamento amoroso ; temos ainda vénus a transitar pelo signo de Leão, bem como Marte e o próprio Sol, entre agosto e setembro. Com uma 7ª casa tão energizada, será difícil não acontecer alguma coisa de relevante!

Para analisar as qualidades do cônjuge para este Ascendente, quando este é uma mulher, vemos a 7ª casa como fator principal e, secundariamente, a  2ª, 4ª, 8ª, 12ª e a Lua e Vénus; quando o cônjuge é um homem , analisamos as mesmas casas mas os planetas são o Sol e Júpiter. Em ambos os casos  encontramos informação adicional na Navamsa. No horóscopo que temos em mãos, a colocação do regente da 7ª casa na 11ª indica-nos um parceiro que pode ser rico, com influência social ou com um círculo de amigos influentes e que podem ser figuras conhecidas na comunidade. Pode ser uma figura conhecida na comunidade, ou interessada pelas questões sociais ou estar envolvida em alguma atividade ou causa social ou política ou humanitária. Dará grande importância à carreira ou a essa dimensão pública e social da sua vida. Esta pessoa não desejará viver no anonimato, quer ser reconhecida e admirada pelos outros. Mas pode ter uma faceta secreta na sua vida, pois Júpiter, o outro indicador secundário, está colocado na 12ª casa. Pode ser uma pessoa altamente espiritual e  inteligente.

Confirmação pela Navamsa

Lúcia L

 loreta d-9

Vamos agora observar como estão colocados os indicadores principais do casamento na Navamsa. O Sol, regente da 7ª casa na D-1, está colocado na 7ª casa, sendo regente da 3ª casa, nesta varga. Está colocado numa casa kendra, o que é uma excelente colocação. Esta divisional tem o Ascendente no signo de Gémeos , um signo que não é Mooltrikona e, por isso,  não consideramos o seu regente Mercúrio, como indicador principal do casamento. Observamos , porém, a sua colocação e  está colocado na 8ª casa, uma casa de rutura dos laços conjugais Quanto aos indicadores secundários, referidos na análise da D-1, Júpiter está bem colocado por signo mas mal colocado por casa, pois está na 3ª. Júpiter é o regente da 7ª casa na Navamsa, pelo que adquire importância acrescida nesta matéria; Vénus, regente da 4ª casa na D-1, está bem colocado por signo pois está no signo que rege, Touro, mas está na 12ª casa, confirmando a dificuldade em tornar visível para os outros a vida amorosa. Estes fatores  confirmam a forte probabilidade de o padrão de relacionamentos amorosos desta pessoa ser contra as convenções socialmente aceites , materializando-se em relacionamentos felizes mas secretos dos quais estarão ausentes aspetos considerados importantes por algumas pessoas como a existência de uma família «aprovada» ou admitida pela sociedade e que possa ser mostrada aos outros.

Globalmente, podemos considerar que este horóscopo indica que a área do casamento em sentido convencional apresenta algumas dificuldades, não obedecendo aos padrões sociais, pois existe uma separação entre o que a pessoa deseja e o objeto dos seus afetos e aquilo que é possível concretizar: pode casar e obter vantagens ao nível social e financeiro mas viver separada dos seus verdadeiros sentimentos e necessidades afetivas ou pode manter relacionamentos secretos onde essas necessidades afetivas serão satisfeitas mas não as mundanas ou financeiras, pelo menos com o mesmo grau de segurança no plano material. Parece difícil para esta pessoa conquistar estes dois mundo em simultâneo.

Sorte e Riqueza- Ascendente Balança

jovem

Tendo por referência o horóscopo que analisámos no artigo anterior para a área da carreira  e para o casamento, vamos hoje analisar outros aspetos relacionados com a «fortuna» geral (sorte na vida) e  com a riqueza. Temos presente a análise global do estado dos planetas e das casas do horóscopo, cuja importância explicámos  em  artigo anterior. Para consultar os indicadores gerais para as áreas de vida do Ascendente Balança, clique aqui.

Leitura da Fortuna Geral , Riqueza e Ganhos
Indicadores para esta área de vida do Ascendente Balança

Fortuna Geral– Analisamos  o Sol e Júpiter  como determinantes primários e, secundariamente, a 9ª  a 4ª e a 2ª casas.  O Sol rege a 11ª casa e está colocado na 10ª, o que é uma excelente colocação pois aqui o Sol tem força direcional e contribui decisivamente para a visibilidade da pessoa. O Sol recebe apenas o aspeto de Ketu, colocado na 6ª casa. Este aspeto indica que o nativo será capaz de derrotar os inimigos e opositores  mas terá que se confrontar, ao longo da vida, com pessoas ciumentas e inimigas que colocarão o seu esforço em trabalhar contra si. Estas pessoas  serão muitas vezes colaboradores , subordinados ou colegas de trabalho. Apesar de não  destruírem a sorte desta pessoa, serão um motivo de tensão ao longo da vida, encerrando por isso  lições específicas a aprender de caráter kármico.

Júpiter está colocado na casa que rege, a 3ª, no seu signo Mooltrikona, indicando  que a iniciativa, a coragem, motivação e  capacidade de aprendizagem do nativo estarão ao serviço da sua sorte. Júpiter forma uma assinatura de boa sorte com a Lua- o yoga Gaja-Kesari ;está em aspeto próximo  com Vénus, regente do Ascendente e com Marte, regente da 2ª casa, a casa da acumulação de riqueza. Há assim uma associação entre  este indicador principal da fortuna e a casa que rege o dinheiro ganho.

A 9ª casa tem regência de Mercúrio,  colocado na 11ª casa, uma posição  que beneficia  a sorte nos aspetos materiais da vida embora seja preciso atender ao caráter de maléfico funcional de Mercúrio, enquanto regente da 12ª casa. Mercúrio recebe o aspeto de Júpiter que é muito forte no horóscopo  e não recebe aspetos maléficos. Também não está enfraquecido por combustão, embora esteja «cercado» por maléficos, o Sol na 10ª casa e Rahu na 12ª. Esta configuração  poderá indicar que esta pessoa colocará uma parte dos seus ganhos ao serviço do «bem comum», ou para satisfazer objetivos espirituais de alguma forma, a seu favor ou da comunidade. A colocação de Mercúrio  na 11ª casa leva-nos a considerar que  esse dinheiro será gasto a favor de alguma causa comunitária.  A 9ª casa é uma casa forte no horóscopo pois contém a colocação do regente do Ascendente, Vénus; a colocação da Lua, regente da 10ª casa e a colocação de Marte, regente da 2ª e da 7ª casas. Isto indica um destino em que a sorte, a relação com conhecimento de caráter espiritual/filosófico/religioso e/ou países estrangeiros, bem como as parcerias pessoais,  terão um papel muito relevante no destino pessoal. O pai, um mestre ou professor pode exercer uma influência decisiva nesse destino.

A 4ª casa tem a regência de Saturno, colocado na 6ª casa, uma casa upachaya em que os planetas maléficos naturais dão excelentes resultados. Porém, esta colocação indica um ambiente de conflito ou de tensão no local de trabalho e /ou na relação com colegas e colaboradores ou subordinados. Haverá  inveja e ciúme em relação a este nativo e à sua sorte e esta pessoa terá que aprender a lidar com isso. Derrotará essas pessoas mas , atendendo ao caráter  e à personalidade de Balança, que lida muito mal com estes aspetos da vida, será preciso crescer espiritualmente para aprender a não se deixar atingir por estas formas de inimizade . De nada valerá sentir que elas são, porventura, injustas ou que nada fez para merecer essas experiências. Trata-se de um padrão que tem que enfrentar de forma decisiva , aceitando com humildade as suas lições  na sua vida sem comprometer a  identidade ou a sua felicidade com isso. Lembre-se de que uma das lições fundamentais de Balança é fortalecer a identidade sem se deixar submeter aos outros por medo do conflito. As virtudes do signo  oposto, Carneiro, terão que ser desenvolvidas.

A 2ª casa tem regência de Saturno, bem colocado na 9ª casa, como referido anteriormente, mostrando que  este jovem será ajudado pela sorte na acumulação de riqueza nesta vida.

O sucesso  na realização pessoal para este Ascendente determina-se em primeiro lugar pela 3ª casa, uma casa de  motivação e de desejo, de coragem e de iniciativa e, apesar da sorte inegável que está presente nas promessas do horóscopo, fica claro que também é preciso fazer algo  a nível pessoal para que essa sorte se revele na vida  e que esta pessoa deve usar os talentos naturais e a sua criatividade e aprendizagem para ser bem sucedido.

Secundariamente vemos a 2ª e 5ª casas.  O regente da 2ª casa, como vimos, está colocado na 9ª, o que representa o fator sorte a funcionar. Porém, o regente da 5ª, Saturno, está colocado na 6ª e esta colocação pode indicar um fator kármico forte na vida desta pessoa, indicando que ela deve prestar serviço aos outros, através da forma como realiza o seu destino pessoal. Por ex., esta colocação  indica muitas vezes alguém que traz para esta vida talentos que usou numa outra existência e que a inclinam para a repetição de uma dada profissão que tenha um caráter de prestação de serviços aos outros, como acontece na medicina ou outras profissões ligadas à prestação de cuidados e à saúde.  Quanto à 3ª casa,  esta tem regência de Júpiter, que também rege  a 6ª e está colocado na 3ª.   O caráter retrógrado de Júpiter indica que há fatores kármicos a determinar a ação do planeta na vida desta pessoa e que o poder de iniciativa e de motivação pessoal no uso de talentos naturais é decisivo para prestar serviço aos outros. Indica também uma «sabedoria» inata que deve ser aperfeiçoada e utilizada nesse serviço. O aspeto que lança para a 9ª casa e para os planetas que aí estão colocados envolve a carreira de forma muito forte e decisiva na realização da sorte ou «fortuna» do nativo nesta vida. Indica também que ele tem a capacidade de «fazer a sua própria sorte». Pode indicar também, eventualmente, a ligação a algum país estrangeiro.

Para o Ascendente Balança a riqueza infere-se da análise da 1ª casa como indicador principal e, secundariamente, pela análise da  2ª, 4ª, da 9ª, além de Júpiter e da Lua. A primeira casa não contém planetas colocados mas o seu regente está colocado na 9ª casa, o que pode indicar riqueza recebida do pai,  bem como sorte na obtenção  de riqueza. O  regente  da 2ª casa também está colocado na 9ª casa, reforçando  este aspeto e indicando a possibilidade de receber herança, para além do pai, de outras figuras de autoridade, incluindo a possibilidade de ganhar dinheiro em articulação com algum aspeto de caráter religioso ou organização religiosa. A pura sorte é também possível como fator para obter riqueza. A colocação do regente da 9ª casa na 11ª indica também a possibilidade de ganhar riqueza através de investimentos , jogo, especulação e de amigos influentes e poderosos, bem como das próprias oportunidades que a vida colocará à sua disposição. O fator destoante deste mar  de sorte é Saturno, o regente da 4ª casa, colocado na 6ª e que diz que, no seu percurso para acumular riqueza,  este jovem encontrará oponentes,  pessoas invejosas e ciumentas e  que farão o que puderem para o prejudicar. O nativo vencê-los-á mas terá que conviver com  a existência e a ação dessas pessoas a atormentar-lhe o sucesso e a  vida.

Usando o software que recomendámos,  observamos os períodos dasha para sabermos  em que altura  ocorrerão os períodos destes planetas. E vemos  quando estão ativos o dasha do Sol , de  Júpiter , Vénus e Marte (como regente do Ascendente da divisional D-2, ocupado por um signo Mooltrikona, Marte torna-se também um determinante principal). O dasha de Júpiter ocorreu no momento do nascimento e até 2006. Atualmente está ativo o dasha de Saturno que indica que as experiências de maior conflito com colegas e colaboradores serão vividas na fase inicial de vida, quando a personalidade está em formação  e em que poderão ter mais impacto. Este dasha termina em 2025. Entre 2025 e 2042 o nativo experienciará o dasha de Mercúrio , regente da 9ª casa . Este será um período em que a sorte estará presente mas também todos os fatores associados com a presença de Rahu na 12ª casa e a possibilidade de muitos dos resultados alcançados com a sua sorte deverem ser distribuídos através de alguma forma de serviço. Esta parece ser uma lição cósmica fundamental:  ao fim e ao cabo, a abundância de dinheiro que é colocada à disposição de alguém é um bem que vem da universalidade cósmica e, como tal, deve ser usufruído mas também partilhado, obedecendo ao princípio básico  de «dá e receberás, serve e serás servido».  No dasha de Mercúrio, os dois primeiros subperíodos não serão tão favoráveis- entre março de 2025 e agosto de 2028 mas os subperíodos seguintes, até julho de 2039, serão períodos de potencial grande prosperidade, pois estarão ativos os indicadores  principais da fortuna  no horóscopo, embora como subperíodos no dasha de Mercúrio. Depois  entre 2039 e 2042 estará ativo o subperíodo de Saturno e poderá ter que haver algum sacrifício através  da prestação de serviço. A partir de 2049  estarão ativos sucessivamente os  períodos dasha de Vénus, do Sol , da Lua e de  Marte, este último até 2092 e , sobretudo os 3 primeiros, são muito favoráveis para a acumulação de riqueza.

Quanto à possibilidade de ganhar dinheiro ao jogo ou de forma especulativa Júpiter e o Sol são os indicadores principais e a 8ª casa é o indicador secundário. A colocação do Sol na 10ª casa,  e a de Júpiter na 3ª parecem  indicar principalmente as atividades profissionais e as iniciativas pessoais, incluindo  o esforço e a motivação como fontes principais da sorte e dos ganhos.  A 8ª casa tem regência de Vénus , que está colocado na 9ª casa . Poderá haver alguns ganhos ao nível do jogo  mas não serão a principal fonte de acumulação de riqueza.  Como referido antes, esta pessoa pode herdar fortuna paterna mas outro tipo de heranças são menos prováveis.  A colocação de Vénus na 9ª casa é auspiciosa para a estabilidade na manutenção dos ganhos obtidos.

O regente da 11ª casa e, secundariamente, da 2ª,3ª e 10ª casas, para além de Júpiter, Vénus e a Lua, mostram a possibilidade de ganhos e  de rendimentos para este Ascendente .  O regente da 11ª casa é o sol e  está muito bem colocado na 10ª casa. Dos restantes regentes já falámos e  estão bem colocados:  o regente da 2ª Marte e o regente da  10ª, a Lua, estão colocados na 9ª casa da sorte; Júpiter está colocado na 3ª casa no seu signo Moooltrikona, acentuando o papel da iniciativa pessoal, da  aprendizagem, etc.,  não colocando dúvidas quanto à possibilidade de ganhar dinheiro e  de aumentar os rendimentos.

Para analisar a solvência financeira, ou o equilíbrio entre ganhos e despesas, analisamos  primeiro a Lua e Vénus  e, secundariamente, a 6ª e a 2ª casas. A Lua e Vénus estão colocados na 9ª casa da sorte; a 6ª casa tem a regência de Júpiter e contém Saturno e Ketu.  O caráter retrógrado de Saturno faz entender que há experiências kármicas relacionadas com os assuntos desta casa mas estas não são , na nossa opinião,  relacionadas com a falta de dinheiro mas antes com a forma como se decide gastar esse dinheiro, sendo  certo que esta pessoa deverá colocar uma parte do que ganha ao serviço  do bem de outros, fazendo fluir  a sua sorte de modo a que esta chegue também a  outros, até porque o regente da 2ªcasa, como referido, está também colocado na 9ª casa da sorte.

Análise da D-2 Carta Hora

Sérgio A

jean D-2

A D-2 é a carta divisional que nos permite analisar a riqueza e o dinheiro.  Vamos assim ver se confirmamos as tendências já encontradas no horóscopo e tentar ver mais claramente os seus pormenores.  Procuramos em primeiro lugar a colocação nesta varga dos indicadores principais da riqueza no horóscopo : Vénus, regente da 1ª casa na D-1 (horóscopo de nascimento)  , Marte, regente da 2ª casa, Saturno , regente da 4ª  e Mercúrio, regente da 9ª. Vemos também a colocação da Lua e de Júpiter, os planetas que dão riqueza. Vénus está colocado na auspiciosa 5ªcasa, uma excelente colocação. Marte está colocado na 6ª casa, uma colocação menos boa, embora de trate de uma casa upachaya. Atendendo a que se trata do regente do Ascendente nesta divisional, esta colocação confirma lutas e oposições no caminho do nativo. Saturno também não está muito bem situado, pois está colocado na 12ªcasa.  Quanto a Mercúrio está muito bem colocado, na 10ª casa.  O mesmo acontece com Júpiter, colocado com Vénus na 5ª casa. A Lua, por outro lado, está também colocada na 6ªcasa.

Estas indicações mostram que  este jovem terá sorte na aquisição de bens materiais mas  este não deve ser visto como o objetivo central da sua vida mas antes como um meio para atingir maior desenvolvimento espiritual. As lições da sua vida estão relacionadas com o serviço, com a capacidade de  contribuir para o bem maior. Veja-se que as colocações dos planetas que parecem menos favoráveis em termos materiais são na 6ª e na 12ªcasas, o eixo kármico por excelência da prestação de serviço. A sua lição parece-nos clara: é preciso equilibrar o dar e receber nas nossas vidas e reconhecer que a nossa sorte  não é para ser fechada num círculo apenas nosso, mas é apenas o instrumento para sermos melhores dando algo de nós aos outros.

Ler a Carreira- Ascendente Balança

jov

Depois de apresentarmos a análise da força geral dos planetas  num horóscopo masculino com Ascendente Balança num artigo anterior,  vamos hoje iniciar a análise de cada uma das principais áreas de vida neste horóscopo para facilitar a aprendizagem dos nossos leitores. Lembro entretanto que qualquer interpretação parcial do horóscopo, neste caso a da carreira/profissão, implica necessariamente a análise dos aspetos apresentados nesse artigo inicial  para vermos a  força geral  e a  natureza funcional dos planetas e das casas , sob pena de a interpretação de cada área de vida perder a fiabilidade

Leitura da Carreira/ profissão pelos indicadores no Horóscopo- Ascendente Balança

Para o Ascendente Balança, observamos a 10ª casa e, secundariamente, a 2 ª casa e o Sol como os determinantes da carreira/profissão . A 10ª casa contém o signo Caranguejo e  a Lua, regente deste signo, deve estar forte para permitir visibilidade e sucesso nesta área  pois trata-se de um planeta muito mutável e que, devido à rapidez com que dá uma volta completa ao Zodíaco, fica muitas vezes enfraquecida, produzindo altos e baixos na carreira, bem como muitas mudanças a este nível. Como referido no primeiro artigo, apesar de a Lua ter iniciado, no momento do nascimento, a fase minguante, está ainda muito brilhante e está  muito bem colocada na 9ª casa, uma casa de sorte, e associada a dois benéficos, Mercúrio e o regente do Ascendente  Vénus. A colocação  do regente da 10ª casa na 9ª  casa é uma das melhores para o sucesso da carreira. Além do mais a Lua, regente da 10ª, forma um yoga de sorte e proteção com Júpiter, um Gaja Kesari yoga pois estão em kendras mútuas, o que é outro fator de excelente boa sorte.

A 2ª casa está ocupada pelo signo Escorpião  e o seu regente, Marte, está colocado na 9ª casa. Esta colocação é favorável para a acumulação de riqueza e a associação com o regente do Ascendente indica que esta assinatura muito provavelmente frutificará na vida deste nativo. A 2ª casa recebe o aspeto de Ketu, podendo inclinar esta pessoa para a aquisição de conhecimentos espirituais e não apenas de dinheiro ou bens materiais. Esta posição de Ketu, bem colocado por signo, assegura que o nativo conseguirá levar a melhor sobre opositores e competidores que se opõem  a si no plano profissional mas não impede que haja , ao longo da vida, pessoas ciumentas e invejosas a tentar criar-lhe problemas e impedimentos. O aspeto de Ketu com Saturno indica qu , muito provavelmente , lidar com  pessoas conflituosas, (colegas e subordinados) é uma lição a enfrentar no Karma desta vida.

Finalmente o Sol , regente da 11ª casa, está colocado na 10ª casa, uma das melhores colocações, recebendo também o aspeto de Ketu. Durante o dasha de Ketu ou nos seus subperíodos, esta pessoa pode experimentar particularmente estes efeitos produzidos por Ketu criando situações de conflito, inimizade ou  oposição mas nada que ponha em causa o progresso geral do nativo em termos profissionais.

Usando o software recomendado observamos que, no período  inicial de formação – este jovem tem agora 18 anos- está operante o dasha de Saturno, iniciado em março de 2006 e ativo até março de 2025, nos anos em que, habitualmente, se faz a formação inicial de caráter académico, que prepara para a vida profissional. Neste dasha o subperíodo atual é o de Vénus, o regente do Ascendente, ativo desde janeiro de 2013 e até Março de 2016. O subperíodo seguinte é o do Sol, que decorrerá entre março de 2016 e fevereiro de 2017; o subperíodo seguinte é o da Lua, regente da 10ª casa, e ativo entre fevereiro de 2017 e outubro de 2018; o subperíodo seguinte é o de Marte, ativo entre outubro de 2018 e novembro de 2019. Se o percurso deste jovem seguir o ritmo normal, a sua formação académica decorrerá  na vigência de planetas que lhe são favoráveis  e todos eles com um papel importante na área profissional. Saturno, não o esqueçamos, rege a 5ª casa, uma casa auspiciosa e, embora a colocação do regente da 5ª casa na 6ª não seja, em geral, uma boa colocação, como se trata de um maléfico natural e de uma casa «upachaya» ou de crescimento, Saturno está bem colocado e pode indicar que a pessoa traz talentos desenvolvidos anteriormente e que usará nesta  existência na profissão e que podem ter uma relação com a saúde, medicina, etc. Assim, mais uma vez se confirma que a vida deste jovem é efetivamente orientada pela sorte  e que ele terá sorte provavelmente em qualquer área  que decidir  escolher para a sua carreira. Está no entanto indicado que essa carreira será mais favorável se envolver, de algum modo , a prestação de serviço  a outros, embora isso possa acontecer ao nível da gestão ou da administração de uma instituição (hospital, ou outro) que  se dirija a  largo número de pessoas. Quando iniciar a vida profissional estará ativo o dasha de Rahu (2019 a 2022) ou o de Júpiter (2022 a 2025). Dependendo do curso que este jovem escolher- se for o de Medicina, exigirá mais anos de formação) será um  destes subperíodos. O de Júpiter  será mais favorável do que o de Rahu.

Quanto ao tipo de carreira, começamos por analisar a criatividade do nativo. Para a criatividade, a 5ª casa é o principal significador e a 2ª casa, Júpiter  e o Sol, dão-nos informações adicionais.  O regente da 5ª casa, Saturno, está colocado na 6ª casa. Esta é uma posição que indica grande capacidade para o campo técnico e muita atenção aos pormenores. A criatividade no sentido estrito não é muito favorecida por esta posição, no sentido de que nem Saturno nem esta casa são muito inclinados para a imaginação ou invenção. Mas indica grande perfecionismo e capacidade de perseverar ou persistir em tarefas e deveres que podem ser  rotineiros mas que são indispensáveis. Tais características são, por ex., essenciais num cirurgião ou em alguém que lida com mecanismos cuja minúcia exige paciência , aperfeiçoamento e capacidade de persistência inabalável. Marte, o regente da 2ª casa está, como dissemos, colocado na 9ª casa. Esta não é a melhor colocação para  a energia agressiva deste planeta e pode indicar  problemas com o pai ou uma vida difícil para o pai. Mas Marte aqui beneficia das características positivas desta casa e dá a esta pessoa grande ambição  e desejo de fazer a diferença e o nativo pode mesmo tornar-se um pioneiro no seu campo e uma figura de referência na área que escolher.  Simultaneamente, a relação entre a 7ª casa que Marte também rege e a 9ª pode indicar que terá sucesso num país estrangeiro (embora não obrigue a isso).

A 3ª casa é o significador principal do empreendedorismo para o Ascendente Balança  e o seu regente , Júpiter, está colocado nesta casa que rege, o que é uma excelente indicação. Recebe o aspeto da Lua, regente da 10ª casa, de Vénus, regente do Ascendente, e de Marte, regente da 2ª e da 7ª casas. Marte, Vénus e Saturno dão-nos indicações complementares, sendo que Vénus, neste horóscopo, adquire importância adicional pela razão de ser o regente do Ascendente. Vénus colocado na 9ª casa indica sorte, altos valores e princípios , uma disposição alegre e feliz, capacidade para resolver com facilidade qualquer problema.  Ao lançar aspeto para  a 3ª casa , Vénus indica  capacidade de iniciativa e de coragem assentes na sabedoria ; escolha de opções assentes nos talentos pessoais e na autoestima e auto confiança e na  capacidade de os levar a bom termo. Júpiter, colocado nesta casa que rege, confirma estas indicações e revela que este jovem, apesar de ter sorte no plano material , estenderá, muito provavelmente, os seus objetivos para aspetos espirituais , religiosos ou filosóficos, que são essenciais para a sua realização como pessoa, não se limitando a querer ganhar dinheiro ou poder.  Quanto aos indicadores secundários, Marte  está colocado na 9ª casa, Vénus está colocado na 9ª casa e Saturno está colocado na 6ª. Há aqui apenas uma nota destoante no «passeio de sorte» que este jovem parece destinado a ter, e que se refere às lições de Saturno, no ambiente de trabalho e na relação com colegas e subordinados. Mas a lição essencial desta casa é a do serviço, a de reconhecer  que as tarefas humildes ou mesmo pequeninas e aborrecidas do dia a dia desempenham um papel essencial na vida de todos nós e não podem ser esquecidas. E aprender a lidar com os inimigos ou opositores pode ser uma aprendizagem importante que nos ensina a ver aspetos da nossa realidade que precisam de mais atenção  ou até de transformação.

Confirmação pela Dasamsha- D-10

Sérgio A

11 de agosto 1996, Brasília, Brasil

jean D-2

Como explicámos anteriormente, quando um planeta está, por ex., exaltado numa determinada carta divisional mas está debilitado ou de algum outro modo enfraquecido na D-1, será pouco provável que dê resultados dignos de nota relativamente às suas significações. Assim, não devemos esquecer que a D-1, o horóscopo de nascimento, é sempre  o ponto de referência principal e que as cartas divisionais são apenas  uma visão em pormenor daquilo que é prometido na D-1.

No nosso horóscopo começamos por observar onde se encontram colocados nesta divisional o indicador principal do emprego e da profissão, o regente da 10ª e  os indicadores secundários: o regente da 2ª casa e o Sol e, como nesta divisional o Ascendente não contém um signo Mooltrikona, o seu regente, Saturno, não é visto como determinante principal mas podemos tê-lo em consideração, bem como o regente do Ascendente da D-1, Vénus. A Lua está colocada na 2ª casa o que é uma posição neutra . Marte , o regente da 2ª casa na D-1, está colocado com o Sol na 11ª casa desta varga. Não são más colocações mas o ideal seria a sua colocação em casas kendra ou trinas. O regente do Ascendente na D-1, Vénus,  está belissimamente colocado na 9ª casa, recebendo o aspeto do regente do Ascendente desta varga, Saturno. A colocação de Saturno, de Marte e do Sol em casas de crescimento ou upachaya  indica que há um potencial de crescimento que não deve ser descurado por esta pessoa. Muitas vezes acontece que a sorte leva ao imobilismo pois a pessoa não tem que  enfrentar muitas lutas para obter o que  deseja e  uma tal vida acaba por conduzir a fraco crescimento ou evolução . Neste caso, a Navamsa ao não confirmar inteiramente as promessas fáceis  do horóscopo de nascimento, chama a atenção para o facto de que a sorte obtida não deverá ser razão para preguiça ou estagnação no processo de crescimento individual.

Os vários indicadores para esta área de vida mostram que este jovem será abençoado com sorte no desenvolvimento da sua vida profissional e que poderá atingir uma posição social e profissional potencialmente elevada mas que também deverá dar atenção a outros aspetos como a prestação de serviço e ao crescimento espiritual, como partes integrantes da sua realização profissional.