Efeitos Gerais dos Antardasa de Rahu #4

anim

Antardasa do Sol

Este período tem a duração de 11 meses. Para avaliar os seus efeitos temos em conta a casa onde se encontra o Sol, a casa que ele rege, o nº de casas que separam o regente do dasa, Rahu, do Sol, os aspetos que  este recebe na posição de nascimento , os trânsitos que afetam a sua posição de nascimento durante o subperíodo. Produz efeitos mais efetivos a partir dos 22 anos, idade  de maturação do Sol.

Durante o antardasa do Sol pode ocorrer o casamento, se o Sol tiver a regência do navamsa da 1ª ou da 7ª casa e se houver algum trânsito de Rahu e  Ketu pelo eixo do horóscopo relacionado com o casamento. Quando ocorre o casamento neste período , muitas vezes o cônjuge tem uma carreira política ou outra em que a sua personalidade carismática é reconhecida e objeto de admiração do público.

Para os signos Ascendentes Caranguejo e Aquário o Sol pode tornar-se um planeta maraka durante o seu antardasa, especialmente se, no horóscopo, ocupar a 2ª ou a 7ª casa.

Parashara descreveu os efeitos do antardasa do Sol no dasa de Rahu: Se o Sol estiver colocado no próprio signo ou no signo de exaltação ou estiver colocado na 11ª casa, numa casa trikona ou kendra, ou se estiver colocado no seu próprio navamsa ou no navamsa de exaltação, no seu antardasa haverá aumento de riqueza e de alimentos disponíveis, cordialidade na relação com as autoridades  e o governo, oportunidade de se tornar líder num cargo institucional ou político, aumento de popularidade e reconhecimento.

Quando  o Sol está em conjunção com o regente do Ascendente, da 2ª casa  ou  da 10ª casa, o nativo verá aumentar o reconhecimento, reputação ou apoio por parte das autoridades, aumentará os seus bens e posses, incluindo roupas, ornamentos, veículos, aquisição de um cargo de governo, viagens para países estrangeiros, concretização dos desejos e ambições, felicidade para as crianças, etc..

Quando o Sol está colocado no signo de debilitação ( Balança) ou na 6ª, 8ª ou 12ª casas a partir de Rahu regente do dasa, no seu antardasa haverá doenças como febres, viroses, etc., discussões, desentendimento com as autoridades e o governo, viagens, perigo de ladrões e vigaristas, perigos trazido pelo fogo, etc..

Quando o Sol está colocado numa casa trikona ou kendra ou  na 3ª ou 11ª casas a partir do regente do dasa (Rahu),  no seu antardasa haverá bem estar em todas as formas e reconhecimento pelas autoridades em terras estrangeiras.

Quando o Sol rege a 2ª casa (Ascendente Caranguejo) ou a 7ª casa (Ascendente Aquário) no seu antardasa há perigo de doença crítica.

Antardasa da Lua

Este antardasa tem a duração de 18 meses e tem resultados mais efetivos a partir dos 24 anos, idade de maturação da Lua. Para avaliar os seus efeitos, procedemos como descrito para  o antardasa do Sol.

No antardasa da Lua o tema da segurança, das  raízes, segurança e estabilidade nas várias áreas de vida são fatores dominantes, bem como a emoções e a sensibilidade do nativo, a mãe, os laços com a comunidade e a cultura a que se pertence. Os trânsitos de Rahu e Ketu devem ser vistos com cuidado pois também afetam os efeitos do antardasa da Lua. Neste período pode crescer a ligação com a família e a terra em que se nasceu, pode aumentar o patriotismo e haver um fortalecimento dos laços com as rotinas , com a casa e os ambientes que são sentidos como protetores e fonte de segurança.

Os períodos da Lua e qualquer dasa podem indicar o casamento quando a Lua rege o navamsa da 1ª ou da 7ª casa do horóscopo e quando há um trânsito de Rahu/Ketu por este eixo da natividade. O casamento neste período indica um cônjuge com qualidades parentais, sensível , patriota , cuidador, etc..

Para os Ascendentes Gémeos (2ª casa) e Capricórnio (7ª casa) o antardasa da Lua pode indicar características maraka da Lua, sinalizando o final da vida.

Descrevemos a seguir os efeitos deste antardasa segundo Parashara:

Quando a Lua está colocada no próprio signo, no signo de exaltação, numa casa trikona, kendra ou na 11ª casa ou quando está colocada num signo amigo e recebe o aspeto de planetas benéficos, no seu antardasa haverá conquista de cargo político ou a chefia de uma instituição, ganhos financeiros, boa saúde, aquisição de roupas e de ornamentos, felicidade vinda de crianças,  veículos, aumento da propriedade de terras e casas, etc..

Quando a Lua está colocada na 5ª,  na 9ª, numa casa kendra ou na 11ª casa a partir de Rahu regente do dasa, haverá grande sucesso, aumento de riqueza financeira, abundância de alimentos disponíveis, boa reputação e inclinação religiosa ou espiritual.

Quando a Lua está colocada na 6ª, 8ª e 12ª casa a partir do regente do dasa Rahu e está fraca, no seu antardasa haverá perigo de ladrões durante viagens, perturbações no lar  e nas atividades agrícolas por animais e energias negativas e desordens no estômago.

Quando a Lua rege a 2ª casa (Ascendente Gémeos) e a 7ª casa (Ascendente Capricórnio)   no seu antardasa pode haver perigo de morte prematura.

Antardasa de Marte

O antardasa de Marte traz o fecho do dasa de Rahu, que dura 18 anos, sendo assim um «chid-dasa» que opera o corte final com todos os modos de ser e de se comportar representados por Rahu e Marte e que impedem a pessoa de seguir em frente com o seu desenvolvimento pessoal . Para os signos Ascendentes Sagitário e Peixes, em que Marte rege a 12ª casa, este fechamento de ciclo pode trazer um sentimento de perda de identidade. Para os Ascendentes Peixes e Balança, quando o resto do horóscopo o confirma, pode dar-se o final da existência neste chid dasa. Para o Ascendente Virgem este antardasa pode trazer a revelação de algum escândalo que abala a vida do nativo e outros obstáculos e reviravoltas. Para o Ascendente Carneiro este final de dasa pode também ser acompanhado de um desequilíbrio de energias que pode ser violento e marca o surgir de um novo ciclo de vida, exigindo ´um esforço extra de adaptação do indivíduo a estas mudanças, que afetam a vitalidade física.

Para os Ascendentes Touro e Balança pela regência da 7ªcasa e para os Ascendentes Peixes e Balança pela regência da 2ª casa, este antardasa pode indicar qualidades maraka de Marte e trazer o final da existência quando outros fatores do horóscopo o confirmam.

Apresentamos  a seguir a explicação dos efeitos deste antardasa de acordo com Parashara:

Quando Marte está colocado na 11ª casa,  na 5ª ou 9ª casa ou numa casa kendra; quando Marte está colocado no próprio signo ou no signo de exaltação, ou quando recebe o aspeto de planetas benéficos, no seu antardasa haverá recuperação de riqueza perdida, recuperação de posição ou cargo dirigente de natureza política, aumento de produção agrícola e propriedade de casa, ganho de riqueza financeira , felicidade vinda de crianças,  prazer de degustar alimentos saborosos, etc.

Quando Marte está colocado numa casa kendra, na 3ª, 5ª , 9ª ou 11ª a partir do regente do dasa, Rahu, no seu antardasa, haverá aquisição de roupas em tons de vermelho, viagens,  bem estar das crianças e  da entidade empregadora, entusiasmo, aquisição de riqueza através da família, obtenção de uma posição de liderança ou de chefia, sobretudo para os que trabalham com as forças de segurança ou militares.

Quando Marte está colocado na 6ª, 8ª ou 12ª casa a partir do regente do dasa Rahu ou quando recebe o aspeto de planetas maléficos, no seu antardasa haverá sofrimento para o cônjuge, filhos e irmãos, perda de posição, mau relacionamento com o cônjuge, filhos e outros familiares próximos, perigo de ladrões, feridas e dores no corpo.

Quando Marte rege a 2ª casa- Ascendente Peixes e Balança– ou a 7ª- Ascendente Balança e Touro– no seu antardasa  haverá letargia e perigo de morte para o nativo.

Efeitos Gerais dos Antardasa no Dasa de Rahu#3

esc

Antardasa de Ketu

Este antardasa dura 12 meses e produz resultados mais efetivos aos 48 anos e seguintes, idade de maturação de Ketu. Para avaliar os seus efeitos temos em conta a casa ocupada por Ketu , a distância entre Rahu (o regente do dasa) e Ketu, os aspetos que recebe na posição natal e os trânsitos para essa posição durante o seu subperíodo. Nos períodos de Ketu  dá-se em geral a separação de alguma coisa, pessoa ou ser que perdeu a importância no processo de desenvolvimento espiritual do indivíduo, separação que pode ser bastante dolorosa inicialmente. A forte presença de memórias subliminares pode produzir o desejo  inconsciente de manter ou renovar essa conexão, na tentativa de se agarrar ao que é familiar e  bem conhecido ou que, não tendo tido uma expressão plenamente satisfatória no passado, mantém resíduos de desejos não satisfeitos. Isto tem por consequência sentimentos de vazio e de privação de sentido para o que se vive.

O período do Dasa de Rahu/antardasa de Ketu pode conduzir a experiências em que a pessoa perde a noção dos riscos e deixa de se preocupar com as consequências, inclusivamente em relação à própria vida e a todos os significados representados por Rahu e Ketu no horóscopo. As regras sociais e as suas convenções , aquilo que é habitualmente objeto de importância e de ativa procura, torna-se alvo de desinteresse e de apatia, numa espécie de contágio nostálgico em que laços do passado parecem tomar conta do presente e, na impossibilidade de se tornarem vivos outra vez, matam todo o desejo de viver e de continuar com as ambições e objetivos habituais. Assim, desânimo, apatia, frustração, podem ser uma tónica dominante deste período.

De acordo com o sábio Parashara, quando Ketu está colocado numa casa kendra ou trikona, ou na 3ª ou 11ª casa ou está em conjunção ou recebe  o aspeto de planetas benéficos,  no seu antardasa haverá viagens (infelizes) para países estrangeiros, perigo das autoridades do governo, febre reumática, perda de bens. Porém, ainda segundo Parashara, a colocação de Ketu numa casa kendra ou trikona  traz no seu antardasa aumento de gado. Nos tempos atuais, talvez isto se traduza no aumento de bens possuídos pelo nativo, veículos, etc.

Quando Ketu está em conjunção com o regente da 8ª casa haverá sofrimento para o corpo e tensão mental.

Quando Ketu está em aspeto ou conjunção com planetas benéficos, haverá no seu antardasa ganhos de riqueza financeira e aquisição de ouro, bem como reconhecimento dos governantes e autoridades.

Quando Ketu está associado com o regente do Ascendente haverá aumento de riqueza financeira.

Quando Ketu está colocado na 8ª ou 12ª casa e está fraco, os efeitos a esperar no seu antardasa são: perigos de ladrões e de venenos, separação dos pais /família,  sofrimento causado por feridas, antagonismo e desentendimento com a família. Quando Ketu é corregente da 2ª ou 7ª casa, no seu antardasa haverá sofrimento físico.

Antardasa de Vénus

O antardasa de Vénus tem a duração de 36 meses e tem resultados mais efetivos após os 25 anos, idade de maturação de Vénus. Como habitualmente, para avaliar os seus resultados temos em conta a casa de colocação de Vénus, as casas que rege, o nº de casas que separa Rahu, o regente do dasa, de Vénus, os aspetos que Vénus recebe na posição de nascimento e os trânsitos que recebe durante o período antardasa para a posição de nascimento.

Os antardasa de Vénus são particularmente benéficos para a celebração do casamento, embora, no dasa de Rahu, seja necessário que Vénus esteja forte e bem colocado para que o casamento tenha duração longa. Pode haver algum fator de exotismo, extravagância ou características não convencionais nos casamentos realizados neste período.

Para os Ascendentes Carneiro e Escorpião (pela regência da 7ª casa) e para os –Ascendentes Carneiro e Virgem (pela regência da 2ª casa) vénus pode tornar-se um planeta maraka e indicar o final da existência no seu antardasa.

Damos a seguir indicações sobre os efeitos do antardasa de Vénus neste dasa, de acordo com Parashara. Quando Vénus é forte e está colocado numa casa trikona ou kendra ou na 11ª casa , no seu antardasa o nativo ganha riqueza financeira  através de pessoas bem colocadas na sociedade. Haverá aumento de veículos e de bens de conforto, nascimento de um filho, bem estar e reconhecimento das autoridades, obtenção de uma posição elevada no governo ou instituição , grande conforto e felicidade.

Quando Vénus está colocado no próprio signo ou no signo de exaltação, ou no próprio navamsa ou navamsa de exaltação haverá a construção de uma nova casa, acesso a comida e bebida agradáveis, vida feliz com o cônjuge e os filhos,  associação com os amigos, benevolência das autoridades, ações generosas do indivíduo e prática de caridade, grandes lucros nos negócios, roupas , novo  veículo, etc..

Quando Vénus está colocado na 6ª, 8ª ou 12ª casa ou quando está no signo de debilitação ou em signo inimigo, ou quando está associado com Saturno, Marte ou Rahu, no seu antardasa haverá doenças, zangas, separação do filho ou do pai, sofrimentos para os familiares, disputas com parceiros, infelicidade para o cônjuge e os filhos,  perigo de morrer para si ou o seu patrão, dores no estômago, etc..

Quando vénus está numa casa trikona ou kendra ou na 10ª ou 11ª  casa a partir  do regente do Dasa, no seu antardasa haverá preenchimento dos próprios desejos, obtenção de objetos desejados, prazeres dos sentidos: sexualidade, perfumes, ornamentos, música, etc..

Quando Vénus está associado com planetas maléficos na 6ª, 8ª ou 12ª a partir do regente do dasa, no seu antardasa haverá perigo de doenças afetando os rins, a bexiga, diabetes, anemia e impurezas do sangue, perigo de venenos, aprisionamento, perda de riqueza financeira devido a punição governamental, como multas e taxas governamentais,  problemas  nervosos e haverá  apenas  má comida disponível.

Quando Vénus rege a 2ª ou a 7ª casa há perigo da sua própria morte  e sofrimento para o cônjuge e os filhos.

Efeitos dos Antardasa de Rahu #2

misf

Antardasa de Saturno

Este subperíodo tem a duração de 35 meses e os seus resultados  são mais efetivos após os 36 anos, idade de maturação de Saturno. Para avaliar os seus resultados temos em conta a casa de colocação de Saturno, as casas que rege, o nº de casas entre o regente do dasa, Rahu e Saturno, os aspectos que Saturno recebe na sua posição natal e os trânsitos para a sua posição de nascimento durante este antardasa.

Durante este período de Rahu/Saturno, os aspectos relacionados com as leis da sociedade e com o karma pessoal podem estar muito ativos. Pode ser um período em que karma ativo tenha que ser «pago». Há muitas vezes  uma correção dos limites em que o indivíduo tem atuado, especialmente no período anterior em que Júpiter permitiu uma expansão sem a preocupação de obedecer a muitas regras.  Agora é o tempo de pagar um preço por tudo isso e regressar à realidade, dentro dos limites que são permitidos a cada um. Por ex., para os nativos com Ascendente Leão ou Virgem, este período traz muitas vezes lições relacionadas com a 6ª casa, correcção de desequilíbrio na interacção com os outros, traição, etc, relativamente a quaisquer obrigações contratuais que tenham sido  desrespeitadas. Os nativos com Ascendente Leão podem experienciar alguma situação problemática relacionada com o parceiro de vida, por ex. em termos da saúde deste. Os nativos de Virgem podem também experimentar problemas de saúde (nervosos, de pele, articulações, etc.),  acusações judiciais, etc.

O período Rahu/Saturno pode ser bastante difícil, um dos mais difíceis a experienciar na vida, com Saturno a tender para medidas de punição, procurando restringir os desejos impulsivos de Rahu para obter privilégios etc. São duas forças opostas: Saturno procura manter o status quo, conservando e mantendo uma ordem bem definida, Rahu procura separar, cortar, obter o que deseja mesmo se isso for contra as leis e as regras que Saturno pretende conservar. Esta dinâmica torna a atuação de Saturno neste período mais restritiva e punitiva.

Quando Saturno rege o navamsa da 1ª ou da 7ª casa e existe um trânsito de Rahu/Ketu afetando uma destas casas do horóscopo, o casamento pode ocorrer, possivelmente com alguém mais velho e por razões que legitimam algum interesse mútuo, mais do que por amor. Nos casamentos após os 36 anos, pode haver uma posição social mais sólida obtida através do casamento.

Segundo Parashara, quando Saturno está colocado numa casa trikona, kendra, no próprio signo, signo de exaltação , mooltrikona ou na 3ª ou 11ª casa, no seu antardasa receberá  o agrado das autoridades pela sua dedicação ao trabalho; pode haver a celebração do casamento ou outros eventos auspiciosos. Neste período pode também haver a reabilitação ou reconstrução de estruturas do lar, melhorias no jardim, etc. Haverá ganhos financeiros a partir de pessoas ligadas à classe trabalhadora. As viagens para oeste são desfavorecidas, trazendo perdas financeiras, causadas pelo governo; pode ainda haver perdas financeiras devido a letargia do indivíduo. Quando afastado da terra natal, neste período  o indivíduo regressará à sua terra.

Quando Saturno está colocado no signo de debilitação ou em signo inimigo ou ainda na 8ª  ou na 12ª casa, no seu antardasa haverá perigo  vindo de pessoas servis, de inimigos e das autoridades, sofrimento para o cônjuge e  filhos e também para os pais, disputas nas interações com os outros e com os parceiros. Porém, haverá um ganho súbito de objetos de ornamento.

Quando Saturno está colocado no horóscopo na 6ª, 8ª, 12ª a partir de Rahu, regente do dasa, este subperíodo traz perigo de doença cardíaca, discussões, brigas e perigo vindo de inimigos;  necessidade de fazer viagens ao estrangeiro, tristezas, comida com mau paladar, etc.

Quando Saturno rege a 2ª ou a 7ª casa, durante o seu antardasa a morte prematura pode ocorrer, se outros factores do horóscopo o confirmarem. (convém lembrar que Parashara escreveu isto num tempo em que  era difícil evitar a morte, devido a ausência de tratamentos eficazes, por isso, esta afirmação  não deve ser tomada à letra).

Antardasa de Mercúrio

Este antardasa tem a duração de 30 meses e produz resultados mais efetivos após os 32 anos, idade de maturação de Mercúrio.  Quando Mercúrio rege o Ascendente e Rahu está forte e bem colocado, este período pode coincidir com o reconhecimento do valor pessoal.

Os subperíodos de Mercúrio podem indicar a realização do casamento quando este planeta rege o navamsa da 1ª ou da 7ª casa e quando, em simultâneo, há um trânsito de Rahu/Ketu por estas casas do horóscopo.

Quando Mercúrio rege a 2ª ou a 7ª casa do horóscopo, pode tornar-se um planeta maraka e indicar o final da existência no plano físico.

Segundo Parashara, quando Mercúrio está colocado no signo de exaltação, numa casa kendra ou na 5ª casa e, além disso, está forte,  terá o efeito de um rajyoga, haverá bem- estar no seio da família, ganhos financeiros dos negócios, confortos pela posse de veículos, casamento e outras celebrações, aumento do número de bens, aquisição de bens de luxo, ornamentos e perfumes, boa vida sexual, etc.

Existem dias no calendário em que Mercúrio pode dar resultados mais auspiciosos como  a quarta feira no período de Lua cheia do mês Abril/Maio. Nestes dias pode haver ganhos financeiros, boa reputação, benefícios das autoridades.

Quando Mercúrio está colocado na 6ª, 8ª ou 12ª casa ou quando recebe o aspeto de Saturno, durante este antardasa o nativo falará mentiras, fará acções insensatas, terá perda de sorte e de riqueza, sofrimento para o cônjuge e filhos, haverá  brigas e discussões, perigo de venenos , de ladrões e do governo.

Quando Mercúrio rege a 2ª ou a 7ª casa, há perigo de morte prematura  por factores inesperados.

 

Efeitos Gerais dos Antardasa no Dasa de Rahu #1

exp

Antardasa de Rahu

O antardasa de Rahu neste dasa dura 31 meses, um longo período , que dará resultados mais efetivos a partir dos 48 anos, idade   de maturação de Rahu. Na avaliação dos seus potenciais resultados, temos em conta a casa/signo onde se encontra colocado Rahu, os aspetos que recebe no horóscopo de nascimento e os trânsitos para essa posição durante o seu antardasa. Consideramos ainda os mesmos elementos, mais as casas que rege, do regente do signo onde se encontra colocado Rahu  pois este influencia os efeitos deste antardasa, tanto pelas casas que rege como pela casa em que está colocado; vemos também a distância que  o separa de Rahu no horóscopo, etc, Os efeitos deste subperíodo espelham também os significados da ou das casas que o planeta dispositor de Rahu rege.

Em termos gerais, este antardasa faz aumentar a ambição e o desejo de elevados privilégios. O nativo desejará chegar ao topo em relação aos significados representados pela(s) casa(s) que o seu dispositor (planeta regente do signo onde está colocado Rahu) rege e da casa onde está colocado. Acontece com alguma frequência o casamento neste antardasa do dasa de Rahu, com alguém não convencional na esfera social.ou que vem de fora da esfera social a que o nativo pertence. Quando Rahu rege o navamsa da 1ª ou  da 7ª casa e existe um trânsito de Rahu /Ketu pelas casas kendra, este subperíodo de Rahu pode indicar um novo recomeço de vida, uma fase completamente nova, e o casamento com alguém que é de alguma forma «estrangeiro» em relação aos costumes, padrões sociais, etc., é comum. De alguma forma, Rahu rompe com o que é aceite de forma convencional e, durante o seu período principal ou subperíodo, poderá haver o rompimento com os modos habituais de fazer as coisas. No casamento que acontece nestes períodos, por ex., é habitual o cônjuge ser escolhido numa cultura , classe social ou mesmo «raça» diferente.

Muitos astrólogos com larga experiência  de análise de horóscopo e muitos anos de investigação( B. V. Raman ou V. K. Choudhry) concordam em que os períodos de Rahu e Ketu têm sempre alguma coisa de problemático: mesmo quando parecem favorecer aspetos materiais, trazem sempre adicionalmente algum sofrimento emocional e/ou pessoal. Na sua autobiografia : Autobiografia de um Astrólogo Védico o Dr B. V. Raman afirma que, em qualquer subperíodo de Rahu, tanto no seu próprio dasa como no dasa de qualquer outro planeta, este causa problemas sérios, que são um verdadeiro teste de resistência, podendo atuar nas áreas pessoais ou financeiras ou ambas.

Segundo Parashara, quando Rahu está colocado no signo Caranguejo, Escorpião, Virgem ou Sagitário e, além disso está na 3ª, 6ª, 10ª ou 11ª casa; ou quando está em conjunção com um planeta yogakaraka no seu signo de exaltação-  no seu antardasa o nativo adquirirá muito poder, influência junto das autoridades, aumento de propriedade, terá entusiasmo, felicidade junto do cônjuge e filhos, relações cordiais com pessoas no poder.

Quando Rahu está colocado na 8ª ou 12ª casa ou associado com maléficos, no seu antardasa haverá perigo causado por ladrões, perda de posição, sofrimento causado por feridas, sofrimento para o cônjuge e filhos, antagonismo com as autoridades.

Quando Rahu tem a regência da 2ª ou da 7ª casa (para os que aceitam a corregência de Rahu e Ketu em relação às casas do horóscopo) ou quando está colocado na 2ª ou na 7ª casa, no seu antardasa o nativo enfrentará sofrimentos causados por doenças.

Antardasa de Júpiter

Este antardasa dura 30 meses. Dá resultados efetivos a partir da idade de 16 anos, maturidade de Júpiter. Para avaliar os seus efeitos, temos em conta os aspetos já mencionados em outros casos: a casa ocupada por Júpiter e as que rege no horóscopo, os aspetos que recebe, o nº de casas que separam Rahu de Júpiter no horóscopo, os trânsitos para a posição de nascimento de Júpiter e Rahu durante este antardasa. Quando Júpiter, o planeta que simboliza a expansão, entra em interação com o planeta do desejo desmedido, os efeitos podem imaginar-se, com a indulgência a marcar frequentemente este período. Se houver no horóscopo de nascimento um aspeto entre Rahu e Júpiter, este antardasa pode ser muito permissivo, sem regras e dando largas a todas as paixões.

Neste antardasa, Rahu pode aparecer disfarçado com a imagem de sábio, de generosidade e cordialidade de Júpiter, ao mesmo tempo que tenta adquirir todos os privilégios e benesses sem  qualquer freio  e restrição ( na forma de pessoas que se cruzam com a vida do indivíduo ou em si mesmo). Ao mesmo tempo, parece que Júpiter protege de ser caucionado, caso use meios fraudulentos para obter o que pretende. Quando Júpiter rege o navamsa da 1ª ou 7ª casa e existe um trânsito de Rahu/ketu pelas casas kendra, o casamento pode ocorrer em geral com alguém que tem as características de Júpiter: generosidade, sabedoria, com inclinações filosóficas ou religiosas , uma pessoa de princípios e valores elevados.

Quando Júpiter rege a 2ª ou 7ª casa, pode tornar-se um planeta maraka durante o seu antardasa, trazendo o final da existência.

Segundo Parashara, quando Júpiter está colocado no próprio signo ou no signo de exaltação ou no seu próprio navamsa ou no navamsa correspondente ao seu signo de exaltação ou quando está colocado numa casa trikona ou kendra em relação ao Ascendente, no seu antardasa haverá melhoria de posição, boa disposição e destruição dos inimigos, cordialidade no relacionamento com autoridades e pessoas influentes, aumento de propriedade e de riqueza, novo veículo, honras governamentais por serviços prestados, sucesso nos empreendimentos, felicidade com o cônjuge, filhos e netos, ações corretas, interesse por religião e/ou metafísica e assuntos espirituais, usufruto de confortos e prazeres, convívio com pessoas sábias.

Quando Júpiter está colocado no signo de debilitação (Capricórnio),  ou  está combusto ou em signo inimigo, associado com planetas maléficos ou ainda  colocado na 6ª, 8ª ou 12ª casa, no seu antardasa haverá perda de riqueza financeira, obstáculos no trabalho, difamação, sofrimento para o cônjuge e os filhos, doença cardíaca, etc.

Quando Júpiter está colocado, em relação ao regente do dasa, numa casa kendra ou trikona, na 2ª, 11ª ou na 3ª casa e está forte, o seu antardasa traz ganhos de terras, boa comida e faz surgir a inclinação para realizar boas ações, trabalho religioso e espiritual, etc..

Quando Júpiter está colocado na 6ª, 8ª ou 12ª a partir de Rahu, regente do dasa ou quando está associado com planetas maléficos, durante o seu antardasa traz perda de riqueza financeira  e sofrimento físico.

Quando Júpiter rege a 2ª ou a 7ª casa pode tornar-se um planeta maraka e trazer morte prematura, se confirmado pelo resto do horóscopo.

Efeitos Gerais do Dasa de Rahu

ans

Este período dasa tem a duração de 18 anos, um longo período, portanto. A avaliação dos resultados deste dasa depende de alguns fatores como a «dignidade» de Rahu e Ketu e em relação aos quais os astrólogos védicos não estão todos de acordo. A polémica começa logo pela atribuição ou não atribuição de regência de casas a estes «planetas sombra» que não têm massa física embora seja inegável a sua influência como «energias» bem reais a influenciar o horóscopo. Depois, também não existe unanimidade na atribuição do «signo de exaltação», «próprio signo» (esta atribuição é algo bizarra a menos que aceitemos que Rahu e Ketu são corregentes desses signos) e «signo mooltrikona». Passe a polémica, alguns astrólogos consideram que o signo de exaltação de Rahu é Touro e o de Ketu é Escorpião; o signo mooltrikona de Rahu é Gémeos e o de Ketu é Sagitário; o próprio signo de Rahu é Aquário e o de Ketu é Escorpião; encontram-se outros que afirmam que o próprio signo de Rahu é Virgem e o de Ketu é Peixes, etc.

Apesar de não ser fácil o entendimento de todos acerca desta matéria, podemos considerar pelo menos que , quando estão colocados nos signos referidos, Rahu e Ketu tendem a produzir resultados mais positivos. Rahu simboliza todos os desejos mundanos elevados ao seu máximo expoente acompanhados de astúcia e modos subtis para os alcançar, mesmo que, para tal, seja preciso empregar métodos enganadores. Rahu é o mestre da trapaça , do disfarce e  da ilusão e representa uma energia de «vale tudo» contanto que , desse modo, o objeto da cobiça e desejo seja alcançado. Assim, durante o seu período dasa, a ambição e o desejo de alcançar o máximo de privilégios e de reconhecimento numa dada área, acompanham em geral a tónica desta energia que empurra os esforços individuais para o topo representado pela casa e pelo signo da colocação de Rahu.

Segundo Parashara, o sábio que lançou as bases do sistema da Jyotish, quando Rahu está  colocado no signo de  exaltação, o seu dasa trará grande aumento de riqueza financeira, ganhos a partir do trabalho da terra, se for esse o caso, nascimento de filhos, aquisição de veículos com ajuda do governo e de amigos bem colocados, construção de uma casa nova, aquisição de roupas e ornamentos,  reconhecimento por parte de instituições estrangeiras que beneficia o indivíduo, inclinações religiosas.

Quando Rahu está em conjunção ou recebe o aspeto de planetas benéficos, quando está em signo amigo ou colocado numa casa kendra- 1ª, 4ª, 7ª ou 10ª- ou ainda na 3ª ou 11ª casa,  durante o seu dasa o nativo terá felicidade no lar, adquirirá todo os tipo de confortos com a ajuda das instituições governamentais, adquirirá riqueza a partir de um governo estrangeiro.

Porém, quando Rahu está colocado na 8ª ou na 12ª casa, o seu período traz todo o tipo de problemas e sofrimentos.

Quando Rahu está colocado em conjunção com um maléfico ou com um planeta maraka (regente da 2ª ou 7ª casa) ou ainda no signo de debilitação, o seu período dasa  trará perda de posição e destruição da casa de residência, sofrimento psíquico, problemas para o cônjuge e os filhos, ingestão de alimentos prejudiciais.

Segundo a tradição, no início do dasa haverá perdas financeiras, que serão depois aliviadas a meio do dasa a partir do próprio país e, no final do dasa voltará a haver sofrimento e ansiedade.