Efeitos Gerais dos Antardasa no Dasa de Vénus 4

comp

Antardasa de Saturno

Este subperíodo tem a duração de 38 meses, dando resultados mais efetivos após os 36 anos, idade de maturação de Saturno. Para avaliar os seus efeitos temos em conta a posição de Saturno, as casas que rege, os aspetos recebidos na posição de nascimento, o nº de casas que o separam do regente do Dasa (Vénus) e os trânsitos que o influenciam durante o subperíodo.

Saturno e Vénus são grandes amigos pelo que as parcerias de todos os tipos, incluindo o casamento, formalizadas e estruturadas, são beneficiadas , desde que baseadas no respeito pelas regras e pela lei e que partilhem os recursos mútuos de forma contratualizada e organizada. Durante este período, uma figura mais velha , reguladora ou uma autoridade pode desempenhar um papel  importante no reconhecimento da importância da estruturação e organização na vida social.

Quando Saturno rege a  7ª ou 10ª casa a partir do ascendente ou da Lua ou a 10ª da navamsa, este período pode permitir a subida do nativo a uma posição profissional e social de liderança hierarquicamente estruturada. Tais resultados serão tanto mais positivos quanto melhor for o ângulo formado pelo nº de casas entre Saturno e Vénus.

Quando Saturno rege o  navamsa da 1ª ou 7ª casa e há um trânsito de Rahu e Ketu por um dos eixos primários do horóscopo, o casamento pode ter lugar neste período e é em geral um casamento regulado por obrigações sociais ou necessidades materiais, em que  as razões românticas têm pouco peso.

Quando rege a 2ª casa (Ascendente Sagitário ou Capricórnio) ou a 7ª casa (Ascendente Leão ou Caranguejo) Saturno pode tornar-se um planeta maraka no seu período desde que o resto do horóscopo o confirme.

Segundo Parashara, são os seguintes, os efeitos deste antardasa:

Quando Saturno está colocado no próprio signo, signo de exaltação, numa casa kendra ou trikona, ou no seu próprio navamsa, o antardasa é um período de alegria, de visita dos amigos e parentes, reconhecimento do mérito pelas autoridades, obtenção de posição de autoridade, nascimento de uma irmã, visita a lugares sagrados e com tradição espiritual.

Quando Saturno está no signo de debilitação, haverá mais despesas do que rendimento.

Quando Saturno está colocado na 8ª, 11ª ou 12ª casa a partir do Ascendente ou do regente do Dasa (Vénus), o antardasa trará muitos problemas e sofrimento, partida para terras estrangeiras, perdas de bens e na profissão que  também afetarão os pais, o  cônjuge e filhos no início  do antardasa.

Quando Saturno rege a 2ª ou 7ª casa o antardasa traz sofrimento físico.

 Antardasa de Mercúrio

Esta antardasa tem a duração de 34 meses e tem resultados mais efetivos a partir dos 32 anos, idade de maturação de Mercúrio. Para avaliar os seus efeitos procedemos como para o Antardasa de Saturno.

Este é também um período marcado pelas parcerias, que são favorecidas pela combinação de ambos os planetas- Mercúrio e Vénus- casamento e negócios. É um bom período para o planeamento, para a partilha de informação, debates e discussões, etc. Figuras jovens, irmãos, mensageiros, escritores e repórteres, relações públicas e comerciantes podem ter um papel de relevo neste período.

O casamento pode realizar-se neste subperíodo, quando Mercúrio rege a 1ª ou 7ª casa da navamsa e há um trânsito de Rahu e Ketu por um dos eixos  primários do horóscopo .

Quando Mercúrio rege a 7ª ou 10ª casa a partir do Ascendente ou da Lua ou a 10ª da navamsa, pode haver elevação na carreira , uma promoção ou melhoria na situação profissional que será tanto mais significativa quanto melhor for o ângulo correspondente ao nº de casas que separam Mercúrio e Vénus, regente do Dasa.

Quando rege a 2ª casa (Ascendente Touro ou Leão) ou a 7ª casa (Ascendente Sagitário ou  Peixes) Mercúrio pode assumir características maraka e indicar o final da existência se isso for confirmado pelo resto do horóscopo.

Segundo Parashara, são os seguintes os efeitos deste antardasa:

Quando Mercúrio está colocado numa casa kendra ou trikona, ou na 11ª (tanto a partir do Ascendente como do regente do Dasa – Vénus) ou no próprio signo ou signo de exaltação, o antardasa  traz aumento da  sorte, nascimento de um filho, ganho de riqueza por intervenção de tribunal, associação com pessoas sábias, poetas, etc., visitas de amigos, boa relação com o empregador, disponibilidade de comida agradável e doce.

Quando Mercúrio está colocado na 6ª, 8ª ou 12ª a partir do regente do Dasa (Vénus) ou está fraco ou associado com um planeta maléfico, o antardasa traz agonia, perda de bens de conforto e riqueza, residência em casa de amigos (por perda da própria casa) perdas nos negócios.

Quando Mercúrio rege a 2ª casa  ou a 7ª casa no antardasa haverá sofrimento físico.

Quanto ao timing dos eventos, no começo do antardasa haverá alguns bons eventos; estes serão moderados no meio do antardasa e haverá maus eventos (problemas de saúde como febres) no final do antardasa.

Antardasa de Ketu

Este período corresponde ao chida –dasa, período final deste longo dasa de Vénus. Tem a duração de 26 meses e dá resultados mais efetivos a partir dos 48 anos, idade de maturação de Ketu. Para avaliar os seus efeitos temos em conta os aspetos referidos para os antardasa anteriores e também   analisamos a colocação do planeta que rege o signo onde Ketu está colocado e as casas que este rege.

Durante este período final, a libertação- que pode ser dolorosa- em relação a seres, coisas, experiências e até mesmo, por vezes, partes do corpo- ocorre, abrindo caminho para um novo ciclo. Relacionamentos e apegos que deixaram de fazer sentido são agora deixados para trás, sobretudo quando as suas raízes vêm do passado longínquo e já não têm qualquer papel adicional a desempenhar na vida e desenvolvimento do nativo.

Durante este período é difícil manter-se conectado e  pode haver dispersão  dos relacionamentos existentes ou a sua dissolução. Acontece também frequentemente o desejo de retomar uma ligação que vem do passado e que já não tem vitalidade para a vida presente e, em geral, este intento acaba por não ter consequências duradouras. Por outro lado, os relacionamentos existentes podem perder sentido nesta altura, embora possam ser retomados no período seguinte, o Dasa do Sol, desde que este seja forte.

Quando o planeta que rege a casa onde se encontra colocado Ketu no horóscopo também rege a 2ª ou a 7ª casa do horóscopo, Ketu pode assumir características maraka no seu antardasa, cortando literalmente os laços com a vida terrena.

Segundo Parashara são os seguintes os efeitos deste antardasa:

Quando Ketu está colocado no próprio signo ou signo de exaltação (as opiniões dividem-se sobre quais são estes signos: para uns, Ketu está no próprio signo em Escorpião,  para outros esse signo é Balança, outros referem Peixes; para uns o signo de exaltação é sagitário, para outros é Escorpião) ou está associado com um planeta yogakaraka ou colocado numa casa em que tem força posicional (Parashara deixa por explicar qual seria essa casa) o antardasa traz disponibilidade de comida agradável e doce, ganhos acima do normal na profissão e aumento da riqueza de bens (gado, no original).  Com esta posição de Ketu, no início do antardasa haverá resultados mistos no meio do período e vitória sobre os inimigos e obstáculos na parte final do anatardasa.

Quando Ketu está colocado na 8ª ou 12ª casa a partir do regente do Dasa (Vénus) ou associado com um planeta maléfico, haverá perigo de venenos (cobras), ladrões e ferimentos, dores de cabeça e perda de capacidade de pensar, agonia, brigas sem causa ou razão, diabetes, gastos excessivos , desentendimentos com o cônjuge e filhos, partida para terras estrangeiras, perdas nos empreendimentos.

Quando Ketu tem a corregência da 2ª ou da 7ª casa, no antardasa haverá sofrimento físico.

Efeitos Gerais dos Antardasa no Dasa de Vénus 3

lux

Antardasa de Rahu

Este antardasa  tem  a duração de 36 meses. Produz resultados mais efetivos após os 48 anos, idade de maturação de Rahu. Para avaliar os seus efeitos, temos em conta a casa ocupada por Rahu, o nº de casas que o separam do regente do dasa (Vénus), os aspetos recebidos na posição de nascimento e os trânsitos que o  influenciam neste período.

Durante este antardasa, é comum aparecerem personagens que encarnam os significados de Rahu, com a promessa de parcerias com um estilo de vida luxuoso e cheio de sensualidade, riqueza e luxo, trazendo também para a relação objetos belos e um estilo de vida não convencional em que há bastantes diferenças entre os parceiros mas ambos contribuem para os bens e estilo de vida que desejam. Porém, enquanto Vénus representa  os compromissos contratuais, Rahu representa a astuta manipulação das normas , fazendo as coisas a seu modo de forma a tirar o máximo proveito para si próprio, de modo que, para o final do antardasa, as parcerias formadas neste período acabam por revelar-se ilusórias e insatisfatórias para o nativo. O espírito fraudulento de Rahu desagrada profundamente ao modo de ser de Vénus e todo o romantismo e laços entretanto tecidos acabam por esboroar-se e fragmentar-se. Isto não invalida que possam realizar-se casamentos neste período, se ambos os parceiros tiverem objetivos a atingir e a união se tornar vantajosa para ambos. Isto ocorre quando há simultaneamente um trânsito de Rahu e Ketu por um dos eixos primários do horóscopo e os objetivos pragmáticos dos parceiros são mais importantes do que os princípios e valores que, obviamente, Rahu não respeita e despreza.

Quando Rahu tem por dispositor (planeta que rege o signo onde está colocado) o regente da 2ª ou da 7ª casa do horóscopo, pode, no antardasa, assumir características maraka e indicar o final da existência, sobretudo quando Rahu tem um dispositor muito forte ou está associado a um planeta muito forte.

Segundo Parashara, são os seguintes os efeitos do antardasa:

Quando Rahu está colocado numa casa kendra ou trikona, ou na 11ª casa, ou no signo de exaltação (como temos vindo a referir, este signo tem sido alvo de discussão, encontrando-se quem defenda que este signo é Touro, outros consideram que é Gémeos,) ou no próprio signo (novamente as opiniões dividem-se com alguns a considerar que este é Aquário, outros a considerar que é Carneiro, outros ainda Virgem), ou está associado com ou recebe o aspeto de algum planeta benéfico, no antardasa há ganho de riqueza financeira, diversão, visita de amigos, viagens bem -sucedidas, aumento da posse de bens como terras, gado, etc.

Quando Rahu está colocado na 3ª, 6ª, 10ª ou 11ª casa, o antardasa traz um espírito jovial , muita diversão, vitória sobre os inimigos, entusiasmo, benefícios do governo.

Quando Rahu está colocado na 8ª casa em associação com um planeta maléfico ou na 12ª casa a partir do regente do dasa (Vénus), o antardasa traz antagonismo com os outros e efeitos negativos  para si próprio e para a família.

Quando Rahu é corregente  (ver acima o próprio signo) da 2ª ou da 7ª casa, no antardasa haverá sofrimento.

Há ainda que ter em atenção que, nos primeiros 5 meses do antardasa, haverá bons efeitos mas, na última parte do período, há problemas causados por febre e indigestão, preocupações e obstáculos aos empreendimentos, bem como problemas em viagens. À parte estes efeitos, também haverá usufruto de tudo o que se deseja «como um rei» as viagens para país estrangeiro terão sucesso e a pessoa regressará ao  país natal. Pessoas santas abençoarão o nativo e este obterá resultados auspiciosos devido à visita a lugares santos (segundo o texto de Parashara).

Antardasa de Júpiter

O antardasa de Júpiter tem a duração de 31 meses e dá resultados mais efetivos após os 16 anos, idade de maturação de Júpiter. Para avaliar os seus efeitos temos em conta a casa onde está colocado, as casas que rege, o nº de casas que o separam do regente do Dasa (Vénus), os aspetos que recebe na posição de nascimento, os trânsitos que o influenciam durante o subperíodo.

Apesar de serem ambos planetas benéficos, a natureza de ambos é bastante diferente pois Vénus é sensual e está ligado aos prazeres físicos  e posses materiais enquanto Júpiter é filosófico e ligado à sabedoria espiritual e ao ensino dessa sabedoria embora também confira riqueza material .

Durante este subperíodo, com frequência uma figura de tipo guru ou professor aparece e a sua sabedoria é partilhada com a pessoa, sendo significativa por alguma razão, dependendo dos significados de Júpiter no horóscopo. Muitas vezes a pessoa retoma os estudos que deixou interrompidos e obtém um diploma ou, por ex., quando Júpiter está colocado na 3ª casa, expande um negócio e algum empreendimento. Por vezes pode aparecer também um conflito entre o desejo de prazeres sensuais e de diversão associados a Vénus e as exigências relacionadas por ex. com a educação dos filhos, representada por Júpiter.

Os antardasa de Júpiter em qualquer dasa são períodos em que o nascimento de um filho pode tornar-se uma realidade.

Do mesmo modo, quando casamento é desejado e Júpiter rege a 1ª ou 7ª casa da navamsa o casamento pode realizar-se, sendo um dos períodos considerados benéficos para esse efeito.

Quando Júpiter rege a 7ª ou 10ª casa do horóscopo ou a 10ª da navamsa ou a partir da posição da Lua , pode elevar o nativo a uma posição profissional de topo bem como permitir a melhoria da sua reputação e o reconhecimento do seu mérito geralmente associado ao conhecimento, ensino, vida religiosa e espiritual, etc.

Quando Júpiter rege a 2ª casa (Ascendente Escorpião ou Aquário) ou a 7ª casa (Ascendente Gémeos ou Virgem) pode assumir características maraka e indicar o final da existência se outros fatores do horóscopo o confirmarem.

Quando Júpiter ocupa uma casa kendra ou trikona a partir do Ascendente ou do regente do Dasa (Vénus) ou está colocado no próprio signo ou no signo de exaltação, no seu antardasa haverá a recuperação de «um reino perdido», aquisição de propriedade, comida farta e roupas, ganho de riqueza financeira e respeito dos amigos e das autoridades pelo seu mérito, boa reputação, aquisição de veículo, associação com o empregador e pessoas de sabedoria, gosto pelo estudo dos saberes espirituais tradicionais, nascimento de um filho,  satisfação, interação com amigos próximos, felicidade para os pais e filhos.

Quando Júpiter está colocado na 6ª, 8ª ou 12ª casa a partir do regente do Dasa (Vénus) e está, além disso, associado com um planeta maléfico, no seu antardasa haverá  perigo vindo do governo e de ladrões, sofrimento para si e para a família, brigas, agonia mental, perda de posição , partida para terras estrangeiras, perigo causado por doenças.

Efeitos Gerais dos Antardasa no Dasa de Vénus 2

camp

Antardasa da Lua

Este subperíodo tem a duração de 20 meses e dá resultados mais efetivos a partir dos 24 anos, idade de maturação da Lua. Para avaliar os seus efeitos temos em conta a colocação da Lua, a casa que esta rege, os aspetos que recebe na posição de nascimento, os trânsitos que a influenciam durante o antardasa , o papel do planeta que rege o signo onde se encontra a Lua ( a sua força, casas que rege e onde está colocado) o trânsito de Rahu e Ketu em relação á Lua e  o nº de casas que a separam do regente do Dasa, Vénus.

A Lua , além de significar a mãe, relaciona-se com a Pátria, a comunidade dos ancestrais e a terra a que se pertence, além de indicar a sensibilidade e a dimensão emocional do nativo. Este é um período para valorizar a segurança e a estabilidade de vida nas raízes a que se sente pertencer.  Durante este período as experiências podem incluir alguma figura maternal, protetora, que se comporta perante a pessoa de forma parental (mesmo que não o seja, na realidade). Assuntos ligados ao mar ou à agricultura também podem ser relevantes. As experiências em geral adquirem um tom mais emocional.

O antardasa da Lua pode elevar o nativo a posições de autoridade  e responsabilidade na carreira, podendo também assegurar alguma promoção significativa, se a Lua tiver a regência da 7ª ou da 10ª casa, tanto a contar do Ascendente como da posição da Lua ou se a Lua tiver a regência da 10ª casa na navamsa, em carreiras associadas ao ensino, proteção, exploração de produtos do mar, exploração agrícola, etc..

O antardasa da Lua pode indicar o casamento, se a Lua tiver a regência da 7ª ou 10ª casa na navamsa e houver um trânsito de Rahu/Ketu por um dos eixos primários do horóscopo.

Quando rege a 2ª casa (Ascendente Gémeos) ou a 7ª casa (Ascendente Capricórnio) a Lua pode tornar-se um planeta maraka, se isso for confirmado pelo resto do horóscopo e indicar  o final da existência.

Segundo Parashara, são os seguintes os efeitos deste antardasa:

Quando a Lua está no próprio signo ou no signo de exaltação; ou quando está associada com algum planeta benéfico ou com o regente da 9ª ou da 10ª casa;  ou quando está numa casa kendra, trikona ou na 11ª casa, o antardasa traz ganho de riqueza financeira, veículo novo, roupas novas, felicidade na família, opulência e glória, espiritualidade. Haverá também atividade de fruição musical, encontros com os amigos e familiares, aumento dos lucros nos negócios, atividades de decoração do lar, etc..

Quando a Lua está colocada na 6ª, 8ª ou 12ª casa, ou no signo de debilitação ou combusta,  ou na 6ª, 8ª ou 12ª casa a partir do regente do Dasa Vénus, o antardasa será um período de perda de riqueza financeira, medos, sofrimento físico, agonia, sofrimento para o cônjuge e filhos, viagens para país estrangeiro por motivos espirituais, separação dos familiares.

Quando a Lua está colocada numa casa kendra ou trikona ou na 3ª ou 11ª a partir  do regente do dasa (Vénus) haverá no subperíodo vantagens e benefícios dados pelo governo, cargo administrativo ou político com poder sobre uma comunidade; aumento de riqueza, de roupas novas e luxuosas, contributo para a comunidade em doação de fundos pelo nativo.

Ainda segundo o mestre Parashara, haverá bem-estar físico no início do período e sofrimento físico na última parte do mesmo.

Antardasa de Marte

Este período tem a duração de 14 meses e produz resultados mais efetivos a partir dos 28 anos, idade de maturação de Marte. Para avaliar os seus efeitos, temos em conta os aspetos referidos para o Antardasa da Lua.

Este antardasa traz um aumento no fluxo de energia física que pode manifestar-se em aumento de atividade desportiva, sexual, mais movimento físico etc.

Embora Marte e Vénus sejam neutros um em relação ao outro, há alguma fricção entre a competitividade e desejo de «só um brilhar» próprio de Marte e a tendência para a igualdade  e a parceria de Vénus. A energia de Marte é de impetuosa agressividade, a de Vénus é de amabilidade e suavidade.

Quando Marte rege a 7ª ou 10ª casa na carta natal ou a 10ª casa na navamsa ou a partir da posição da Lua, o seu antardasa neste período de Vénus pode elevar o nativo a uma posição de liderança num cargo de responsabilidade e permitir uma promoção significativa na área da carreira/profissão.

Todos os períodos de Marte em qualquer Dasa podem indicar o casamento se Marte tiver a regência da 7ª ou da 1ª casa na navamsa e houver em simultâneo um trânsito de Rahu e Ketu por um dos eixos primários do horóscopo. Nestes casamentos o parceiro pode ser alguém atlético, impetuoso, dinâmico e competitivo, um militar, etc.

Quando Marte rege a 2ª casa (Ascendente Peixes e Virgem) ou a 7ª casa (Ascendente Touro Balança) Marte pode assumir no antardasa características maraka e indicar o final da existência se o resto do horóscopo o confirmar.

Segundo Parashara, são os seguintes os efeitos do antardasa de Marte:

Quando Marte está colocado numa casa kendra ou trikona, ou na 11ª casa, ou quando está no próprio signo ou no signo de exaltação, ou quando Marte está associado com o regente do Ascendente, ou da 9ª ou 10ª casa, o antardasa confere grande poder e influência que pode materializar-se no campo político  em atividade governativa, aquisição de propriedade, roupa, ornamentos, terras e todos os objetos de desejo.

Quando Marte está colocado na 6ª, 8ª ou 12ª casa a partir do Ascendente ou a partir do regente do dasa (Vénus) , no antardasa haverá febre devida a constipações, doença  dos familiares próximos, brigas, perda de posição, antagonismo com pessoas de autoridade, incluindo o governo, gastos e despesas extravagantes.

Quando Marte rege a 2ª casa (Ascendente Peixes e Balança) ou a 7ª casa (Ascendente Balança e Touro) , no seu antardasa haverá sofrimento físico, perda de posição na carreira, perda de terras e poder/influência, etc..

Efeitos Gerais dos Antardasa no Dasa de Vénus 1

enc

Antardasa de Vénus

Este é o antardasa mais longo de todo o período vimsottari dasa, tendo a duração de 41 meses. Dá resultados mais efetivos a partir dos 25 anos, idade de maturação de Vénus. Para avaliar os seus efeitos temos em conta a casa de colocação de Vénus, as casas que rege,   os aspetos que recebe na posição de nascimento, os trânsitos que o influenciam durante o antardasa.

Há que ter em conta que o período anterior de Ketu permitiu a libertação de energias que estavam relacionadas com apegos vindos do passado e que, quando esse período  correu bem, a pessoa se libertou , deixando espaço para uma redefinição da sua vida e do seu propósito. Os três anos e poucos meses que dura este primeiro subperíodo oferecem assim a oportunidade de atingir um equilíbrio em todos os aspetos que se relacionam com a procura de prazer, satisfação, gratificação sexual, etc.. Há uma renovação destas formas de expressão, na procura de um novo significado e de equilíbrio destas experiências.  Os dois  primeiros anos do antardasa são um período de sandhi-dasa, isto é, de mistura entre  as energias do dasa anterior e as novas energias do dasa de Vénus, havendo por isso ainda muita indefinição em relação aos efeitos do novo período mas, a partir do segundo ano, uma energia muito mais ligeira e agradável começa a delinear-se na vida da pessoa, que sente mais harmonia na sua vida, ao mesmo tempo que outros aspetos, como a vida financeira, também começam a melhorar. Porém, até que este segundo ano termine, estes efeitos são ainda muito ténues e não é de esperar grandes melhorias no plano material, havendo, no entanto, uma atmosfera mais ligeira em termos psicológicos e do contexto de vida.

O impulso para viver romanticamente com um parceiro é muito forte e este é um período tradicionalmente considerado feliz para a realização do casamento. É um bom período para a realização de contratos de parceria, incluindo negócios, para fazer empréstimos e atividades relacionadas com a arquitetura, decoração, atividades de caráter estético, etc..

O casamento, se desejado, pode realizar-se nesta altura, se houver um trânsito de Rahu e Ketu por um dos eixos primários do horóscopo. Os casamentos realizados neste período tendem a ser duradouros, baseando-se na procura de equilíbrio e harmonia em todos os planos.

Quando vénus rege a 7ª ou 10ª casa do horóscopo ou a 10ª na navamsa ou a 10ª a partir da Lua pode haver uma subida significativa na vida profissional e/ou social neste período.

Segundo Parashara, são os seguintes os efeitos do antardasa de Vénus:

Quando Vénus está colocado numa casa trikona ou kendra, ou na 11ª casa e está forte , no antardasa haverá ganho de riqueza financeira e outros bens, a partir  da relação com pessoas sábias. Celebrar-se-á  o nascimento de um filho, haverá bem estar, reconhecimento das autoridades em relação ao nativo, obtenção de uma posição de autoridade na administração ou poder e influência na sociedade.

Quando Vénus está colocado no próprio signo, no seu próprio navamsa ou navamsa de exaltação, no antardasa haverá a construção de uma nova casa, acesso a comida agradável e doce  felicidade para o cônjuge e  filhos,  bom relacionamento com amigos,  ações de caridade realizadas pelo nativo, benefícios recebidos do governo,  ganho de roupas, ornamentos, um carro novo,  sucesso nos negócios, aumento dos bens de riqueza,  ganho de roupas em viagens realizadas na direção oeste.

Quando Vénus está associado com ou recebe aspetos de planetas benéficos  e está colocado num navamsa de um planeta amigo na 3ª, 6ª ou 11ª casa  o seu antardasa traz aumento de poder e influência, entusiasmo, bem estar na família, benefícios das autoridades ou do governo, aumento de riqueza, novo relacionamento amoroso, nascimento de mais um filho, quando desejado, etc..

Quando Vénus está colocado na 6ª, 8ª ou 12ª casa e  está associado com ou recebe o aspeto de um planeta maléfico, no antardasa haverá perigo de ladrões, mau relacionamento com as autoridades do governo, destruição de relacionamentos de amizade e familiares,   sofrimento  para o cônjuge e filhos.

Quando Vénus rege a 2ª casa (Ascendente Carneiro e Virgem) ou a 7ª casa (Ascendente Carneiro ou Escorpião)  no seu antardasa haverá medo da morte.

Antardasa do Sol

Este período tem a duração de 12 meses e produz resultados mais efetivos a partir dos 22 anos, idade de maturação do  Sol. Para avaliar os seus efeitos temos em conta os fatores referidos em relação ao antardasa de Vénus e também o nº de casas que separam Vénus do Sol.

Vénus e o Sol são inimigos mútuos, o que não admira, visto que o Sol concentra as suas energias em si próprio enquanto que Vénus representa o impulso para estabelecer relacionamentos e parcerias, nas quais nasce a ideia de partilha e de igualdade.  Estes aspetos são em geral vividos neste antardasa, frequentemente com algum conflito entre as duas tendências.

O Casamento pode realizar-se neste período , quando o Sol rege o navamsa da 1ª ou 7ª casa e há um trânsito de Rahu e Ketu para os eixos primários do horóscopo. Os casamentos realizados neste período indicam um parceiro(a) altamente independente dominador e confiante, com forte personalidade.

Quando o sol rege a 7ª ou 10ª casa do horóscopo ou a 10ª na navamsa ou a partir da posição da Lua, este período pode trazer uma subida de posição profissional a cargos executivos ou de chefia, como sucede na atividade política e indica, nestes casos, uma personalidade carismática e  um líder natural, com brilho para se salientar e ser alvo de admiração. Em outros casos há uma promoção significativa no campo profissional.

Quando o Sol rege a 2ª ou a 7ª casa, pode tornar-se um planeta maraka, indicando o final da existência terrena, se confirmado por outros aspetos do horóscopo.

Segundo Parashara, são os seguintes os efeitos deste antardasa:

Quando o sol está colocado no próprio signo, no signo de exaltação, numa casa kendra ou trikona, na 2ª ou 11ª casa a partir do Ascendente ou numa casa trikona ou kendra ou na 2ª ou 11ª a partir de vénus, regente do dasa, o antardasa traz aquisição de riqueza, poder e influência, felicidade com o cônjuge e os filhos e também com os subordinados, encontros com os amigos, felicidade na família, nome e fama, casamento, aumento de sorte, nascimento de um filho, etc..

Quando o Sol está colocado no signo de debilitação,  em signo inimigo., colocado na 6ª, 8ª ou 12ª casa, o antardasa é um período de agonia, com problemas com as autoridades e o governo, desentendimentos com os parceiros, sofrimento para o próprio e para a família, sofrimento para o pai, perda de elementos da família, doenças, perigos no lar, ira das autoridades (governo), destruição dos bens de subsistência, nomeadamente os da agricultura , para os que vivem da exploração agrícola, etc.

Quando o Sol rege a 2ª ( Ascendente Caranguejo) ou a 7ª casa (Ascendente Aquário)  será uma influência maléfica durante o antardasa.

Efeitos Gerais do Dasa de Vénus

jant

O Dasa de Vénus é o mais longo de todos, tendo a duração de 20 anos. Este é um período para procurar o prazer e desenvolver a dimensão da sensualidade, da união com um (a) parceiro (a). O prazer e a satisfação são palavras chave de Vénus, bem como a beleza e a procura de beleza, tanto no  plano interno como externo e este é o período privilegiado para se rodear destes aspetos da existência.  Assim, o longo período de Vénus oferece a oportunidade para estabelecer um equilíbrio interno e externo em relação a tudo o que nos dá prazer e faz sentir felizes.  E tal equilíbrio é bem difícil, pois o ser humano é presa do desejo e dos sentidos, tendo dificuldade em resistir a tudo o que «sabe bem» ou lhe dá prazer, não sabendo muitas vezes parar, quando isso que lhe dá prazer- seja a nível físico, emocional ou intelectual-  e , por vezes, também lhe faz mal.

Assim, na aparente frivolidade do contexto de Vénus ,uma aprendizagem muito séria está em ação ao longo de todo este Dasa: aprender que nem sempre «saber bem» ou «dar prazer» é correspondente a «ser bom» ou «o que é melhor» para nós. Pois, como bem notou o sábio grego Epicuro, tudo o que vem em excesso se torna no seu oposto e mesmo aquilo que «sabe bem»  deixa de poder ser saboreado quando é em excesso. Assim, encontrar a «justa medida» na procura de tudo o que aparentemente nos faz felizes é um conjunto de lições fundamentais de toda a existência humana. Porque «viver bem»  não é sinónimo de uma incansável procura de prazeres, que deixam embotados os sentidos. A disciplina de saber quando e como parar na procura desenfreada dos bens de fruição sensorial é um controlo fundamental de todo o desenvolvimento humano que aspira , quanto mais não seja, a uma vida saudável. O corpo  também exige regras e equilíbrio e é  o primeiro portal para o desenvolvimento da alma.

Parashara descreve  do seguinte  modo os efeitos deste dasa :

Quando Vénus está colocado no próprio signo, no signo de exaltação ou numa casa kendra ou trikona, o seu Dasa permite a aquisição de roupas elegantes e luxuosas, ornamentos, terras, veículos, gado (esta era uma referência fundamental nos tempos antigos, na atualidade mantém-se para os que vivem da exploração agrícola e, para os restantes , provavelmente indica maior bem estar , abundância de comida, etc.); os nativos terão ainda ao seu dispor comida agradável ao seu paladar, de forma mais frequente e abundante, com acesso a doces (nada aconselhável, dizemos nós, dados os efeitos devastadores sobre a figura e a saúde). É de notar que, em tempos idos, o sabor doce não estava ao alcance de todos nem todos os dias, daí a importância deste prognóstico pelos sábios, pois era visto como um enorme privilégio, pelo menos até se ter visto como as «bocas reais» ficavam sem dentes  e as figuras «cresciam» com obesidade e outros problemas de saúde como a diabetes. Voltando ao sábio Parashara, os nativos ainda podem contar com maior reconhecimento do seu valor pelas mais altas autoridades e terão oportunidade de sentir prazer com atividades de diversão como dança, música, etc.

Quando Vénus está colocado no seu signo mooltrikona (entre 0º e 10 º do signo Balança), no seu dasa o nativo aumentará grandemente o seu poder e influência; adquirirá uma casa, verá nascer filhos ou netos, celebrar-se-á um casamento na família, obterá uma posição elevada de direção/chefia, gozará do prazer da visita de amigos, recuperará riqueza perdida anteriormente, ou propriedade ou posição.

Quando Vénus está colocado na 6ª, 8ª ou 12ª casa, no seu dasa haverá relações de inimizade com a família, sofrimento do cônjuge quando este é uma mulher, perdas nos negócios e nos bens ( no original, perda de gado), separações nos relacionamentos.

Quando vénus está colocado na 4ª casa e rege a 9ª ou a 10ª casa ( o que acontece para   os Ascendentes Virgem e Aquário– 9ª casa; e  para os Ascendentes Leão e Capricórnio- 10ª casa ) , o  seu dasa traz a obtenção de uma posição de liderança política ou administrativa, a realização de ações de caridade  fazendo donativos de dinheiro e ações relacionadas com a vida religiosa, ajudando na construção de templos, etc.. Haverá ainda a cesso a comida doce e agradável «todos os dias», força e vigor na realização das tarefas profissionais, aumento da popularidade e/ou fama, felicidade com o cônjuge e os filhos.

Quando Vénus rege a 2ª ou a 7ª casa, no dasa haverá dores físicas e problemas de saúde (com tanto acesso a doces e grande quantidade de comida, não são de admirar tais efeitos, dizemos nós.)