Fatores Determinantes da Fraqueza dos Planetas no Horóscopo

frac

Determinar a força e a fraqueza dos planetas é fundamental para podermos prever eventos em Astrologia. Prevemos os eventos  através da análise conjunta dos períodos (dasha) e subperíodos planetários e dos trânsitos. Para poder produzir efeitos positivos, um planeta tem que ter pelo menos 60% de força.

 São vários os fatores que provocam a fraqueza dos planetas no horóscopo. Quando um planeta é fraco, tanto os seus significados gerais como os que estão associados ao seu signo Mooltrikona e às casas que rege são prejudicados.  Os efeitos dos planetas  faz-se  notar especificamente durante os seus  períodos e subperíodos e durante os trânsitos e, nesses momentos, um planeta fraco não é capaz de produzir bons resultados relativamente aos aspetos e áreas de vida que significa.

 Tradicionalmente a Astrologia Jyotish considera que os planetas fracos podem ser fortalecidos através do uso da Gemoterapia , da terapia da cor ou de outras formas enraizadas na Religião e na Filosofia Védicas. Ou então, através de uma vida orientada por princípios de aperfeiçoamento moral individual.

 Na nossa modesta opinião, o uso de gemas, com determinada frequência vibratória, ou o uso da cor, ou dos «mantras» encomendados a «homens santos», por si sós são insuficientes para alterar a força global do horóscopo individual. Acreditamos essencialmente que a única forma de melhorar significativamente o nosso destino é através do esforço autêntico e sincero para sermos melhores hoje e no futuro do que fomos em todas as fases anteriores da nossa vida. É esse esforço para o aprimoramento contínuo pessoal que pode mudar a frequência vibratória de todas as nossas energias e levar-nos para um «destino» melhor. O nosso futuro é a consequência direta das nossas escolhas e acções. A Astrologia apenas nos mostra as consequências, na vida presente, das nossas escolhas e acções passadas. E dá-nos pistas para mudar as tendências   menos positivas que podemos enfrentar no futuro.

 Fatores que determinam a Fraqueza dos Planetas

Condição Observada
Resultado da Perda de Força
O ponto mais efectivo do seu signo Mooltrikona está em aspeto/conjunção com um planeta funcional maléfico numa orbe de 1º
75%-  tem apenas 25 % de Força
A casa onde está colocado está aflita no ponto mais efectivo por um planeta funcional maléfico numa orbe de 1º:
        a)O planeta é forte e a casa não tem signo mooltrikona;
b)      O planeta é fraco
a)      50%- perde 50% de força
b)      75%- tem apenas 25% de força.
Está em conjunção ou aspeto com um planeta funcional maléfico numa orbe de 1º
50%- perde 50% de força.
Está combusto devido à proximidade do Sol: a) o sol é um planeta funcional benéfico
b) o sol   é um planeta funcional maléfico
a) perde 50% de força (apenas durante os trânsitos)
b) 75%- tem apenas 25% de força
Está colocado numa casa maléfica a partir do Ascendente (6ª, 8ª, 12ª) exceto se for o seu signo Mooltrikona
50%- Tem  apenas 50% de força
Está debilitado
50%- Perde 50% de força
Está no estado (Avastha) de infância/velhice
Está debilitado na Navamsa
25%- Tem 75% de força
Está colocado no signo Mooltrikona de um planeta fraco
Não pode ter força superior à do planeta dispositor (regente do signo onde está colocado)
Está debilitado na Rasi e na Navamsa
75%- tem apenas 25% de força
Debilitado e colocado em casa maléfica
60%- tem apenas 40% de força

Agora que já dispõe de elementos que lhe permitem analisar a força e a fraqueza dos planetas  de forma quantitativa, sugerimos que faça um exercício prático de análise, aplicando estes critérios ao seu horóscopo. Anote os elementos que estabelecem a força e a fraqueza de cada planeta tendo em conta os parâmetros fornecidos. E pratique repetindo essa análise com outros horóscopos. Nesta altura, a prática da aplicação é um elemento essencial para adquirir facilidade na interpretação.

2 opiniões sobre “Fatores Determinantes da Fraqueza dos Planetas no Horóscopo”

  1. Boa tarde, acompanho sempre e acho ótimo o site. Gostaria de saber, essa força do planeta seria avaliada tanto para efeitos benéficos quanto maléficos? Por exemplo, um Saturno com 25% de força não teria capacidade de produzir os grandes males pelos quais ele costuma ser conhecido, correto? Desde já, agradeço.

    1. Essa é uma boa pergunta mas não é muito simples a resposta. Na verdade, já temos visto alguns que defendem que é bom não ter planetas maléficos fortes porque assim causam menos prejuízo mas as opiniões mais sérias, na nossa oponião dizem que um planeta fraco manifesta sempre os seus traços negativos. Mas há que distinguir entre os planetas naturais maléficos e os planetas funcionais maléficos. Estes últimos, se estiverem fortes, dependendo das configuraçoes no horóscopo, podem causar bem , exceto durante os trânsitos sobre pontos vulneráveis do horóscopo. Os naturais maléficos produzem sempre algum mal, mesmo quando são benéficos funcionais.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *