Efeitos Gerais dos Antardasa de Júpiter #3

jup

Antardasa de Vénus

Este subperíodo dura 32 meses e dá resultados mais efetivos a partir dos 25 anos, idade de maturação de Vénus. Para avaliar os seus efeitos temos em conta a colocação de Vénus , as casa que rege, os aspetos que recebe na posição natal. O nº de casa que separa o regente do Dasa (Júpiter) de Vénus  e os trânsitos que ocorrem para a sua posição durante o antardasa.

O subperíodo de Vénus no dasa de Júpiter é em geral muito benéfico para a realização do casamento formal.

Para os signos Ascendentes Carneiro e Virgem (regência da 2ª casa) ou Escorpião e  Carneiro (regência da 7ªcasa)  Vénus pode tornar-se um planeta maraka no seu antardasa e trazer o final da existência, quando confirmado pela resto do horóscopo.

Parashara  deixou-nos a descrição dos efeitos deste antardasa:

Quando Vénus está colocado no próprio signo e recebe o aspeto de um ou mais planetas benéficos, ou está colocado numa casa kendra, ou trikona ou na 11ª casa,  o seu antardasa traz ganhos de riqueza financeira através de benefícios do governo, aquisição de veículo; o nativo terá diversão, alegria e felicidade, ganhos extraordinários a partir de viagem para Este, bem-estar na família e felicidade dos pais, atos de devoção  religiosa/espiritual e ações de caridade, etc..

Quando Vénus está colocado na 6ª, 8ª ou 12ª casa a partir do regente do dasa (Júpiter) ou do Ascendente ou está colocado no signo de debilitação (Virgem), o seu anatardasa traz brigas, desentendimentos com a família, sofrimento para o cônjuge e filhos.

Quando Vénus está em conjunção com Saturno ou Rahu ou com ambos, o seu antardasa traz brigas, desentendimento com o cônjuge, disputas com o sogro e com os irmãos, sofrimento causado pelo governo ou autoridades, perda de riqueza financeira.

Quando Vénus está colocado numa casa kendra ou trikona ou na 2ª casa a partir do regente do dasa (Júpiter) o seu antardasa traz ganho de riqueza financeira, felicidade com o cônjuge, interação com altas figuras do governo, aumento do número de filhos, veículos (carro, barco, etc.) diversão com música, associação com pessoas instruídas, prazeres de comida, vontade de ajudar os familiares, etc.

Quando Vénus rege a 2ª ou a 7ª casa, no seu antardasa há perdas financeiras, medo de morte prematura,  antagonismo com o cônjuge, etc..

Antardasa do Sol

O subperíodo do Sol dura 10 meses e tem efeitos mais efetivos a partir dos 22 anos, idade de maturação do Sol. Procedemos como para o antardasa de Vénus, para avaliar os seus efeitos.

O subperíodo do Sol pode trazer o casamento, sempre que o Sol rege o navamsa da 1ª ou da 7ª casa  e há um trânsito de Rahu e Ketu por este eixo do horóscopo. Os casamentos realizados neste período indicam um parceiro que pode ser um líder inclusive político, alguém especialmente criativo e inteligente, alegre, socialmente bem conectado.

Para o Ascendente Caranguejo (2ª casa) e para o Ascendente Aquário (7ª casa) o subperíodo do Sol pode indicar o final da existência se outros fatores do horóscopo o confirmarem, especialmente quando o Sol ocupa ou a 2ª ou a 7ª casa.

Damos a seguir a explicação dos efeitos deste antardasa, segundo Parasahra:

Quando o Sol está colocado no signo de exaltação, ou no próprio signo, ou numa casa trikona, ou kendra, ou na 2ª, 3ª ou 11ª casa e está forte, o seu antardasa, traz  respeito dos outros, ganho de riqueza financeira, felicidade, aquisição de veículo, roupas e ornamentos,  nascimento de uma criança, relações cordiais com as instituições e o governo, sucesso nos empreendimentos.

Quando o Sol  está colocado na 6ª, 8ª ou 12ª casa a partir do Ascendente ou do regente do dasa (Júpiter), no seu antardasa há problemas de saúde como nervosismo, febre, falta de energia, indulgência em fazer más ações, preguiça e antagonismo em relação aos outros, separação da família e sofrimento sem causa.

Quando o sol rege a 2ª ou a 7ª casa, no antardasa haverá sofrimento físico.

Antardasa da Lua

Este antardasa dura 16 meses e dá resultados mais efetivos a partir dos 24 anos, idade de maturação da Lua. Para avaliar os seus efeitos, temos em conta as indicações gerais dadas atrás, lembrando ainda que os aspetos recebidos pela Lua, bem como a posição do planeta que rege o signo onde a Lua está colocada influenciam os efeitos produzidos que têm em geral  ligação com as emoções, a segurança e a estabilidade, a mãe, as raízes familiares e sociais, as tradições e a propriedade da família, bem como , a nível social , o sentimento de pertença a  uma terra ou país, local de origem, etc.

O subperíodo da Lua pode ser um bom período para o casamento, quando a Lua rege o navamsa da 1ª ou da 7ª casa e existe um trânsito de Rahu e Ketu por um dos eixos  angulares do horóscopo. Nos casamentos realizados neste período , as qualidades sensíveis e emocionais do cônjuge são relevantes, podendo o parceiro ser alguém que tem vocação  particular para cuidar e nutrir e dar segurança, ou alguém que tem  por objetivo ter filhos, etc..

Para os signos Ascendentes Gémeos (2ª casa) e Capricórnio (7ª casa) o antardasa da Lua pode indicar qualidades maraka e trazer o final da existência, quando confirmado pelo resto do horóscopo.

Indicamos a seguir a explicação de Parashara para os efeitos deste antardasa:

Quando a Lua está brilhante (Lua Cheia), colocada no próprio signo ou no signo de exaltação, ou numa casa trikona ou kendra, ou na 11ª casa e também está numa casa auspiciosa quando contado a partir do regente do dasa, no antardasa   o nativo experiencia  respeito das autoridades, opulência e glória,  felicidade com o cônjuge e os filhos,  tem acesso a boa comida, vê aumentar a sua reputação pela realização de boas ações, há   nascimento de crianças na família, recebe benefícios do governo  que aumentam o seu conforto,  vê aumentar a sua inclinação espiritual.

Quando a Lua está fraca ou associada com maléficos, ou está colocada na 6ª, 8ª ou 12ª a partir do ascendente ou do regente do dasa, o seu antardasa traz perda de riqueza e de familiares, perigo de ladrões e das autoridades, desentendimentos com parceiros, separação do tio materno, problemas para a mãe, andará sem destino por terras estrangeiras.

Quando a Lua rege a 2ª ou a 7ª casa, o seu antardasa traz sofrimento físico.