Efeitos dos Antardasa no Dasa de Marte #4

afec

Antardasa do Sol

O subperíodo do Sol dura 4 meses e terá plenos efeitos a partir dos 22 anos do nativo, idade de maturação da energia solar. Para avaliar os seus efeitos, vemos a casa onde está colocado o Sol, a casa que rege, os aspetos que recebe na posição de nascimento e os trânsitos que ocorrem durante o seu antardasa.. Estes subperíodos podem trazer a concretização do casamento, se o Sol tiver a regência do navamsha da 7ª ou  da 1ª casa e se houver um trânsito de Rahu/Ketu pela 1ª/7ª casa ou 4ª/10ª casa.

Recorrendo ao sábio Parashara, vemos quais os efeitos deste antardasa: quando o sol está colocado no seu signo de exaltação ou no próprio signo; ou quando está colocado numa casa kendra ou trikona;  ou quando está colocado na 11ª casa em conjunção com o regente da 9ª e da 11ª casas, no seu antardasa haverá aquisição de veículos, melhoria de reputação, nascimento de um filho quando aplicável e desejado, aumento de riqueza financeira e um lucro assinalável proveniente dos negócios; haverá também muita harmonia no seio familiar  e excelente reputação junto das autoridades, a par com saúde forte e um clima positivo geral.

Quando o Sol está colocado na 6ª, 8ª ou 12ª a partir de Marte, regente do Dasa, ou quando está associado com planetas maléficos, no seu antardasa haverá sofrimento do corpo, agonia, falhanço dos empreendimentos, ataques de febre, viroses, possibilidade de problemas na zona frontal da cabeça.

Quando o Sol rege a 2ª ou a 7ª casa, (para o Ascendente Caranguejo e Aquário, respetivamente), no seu antardasa poderá haver ataques de febre, perigo de venenos, problemas para  filhos rapazes.

Antardasa da Lua

Este é o último período antardasa do Dasa de Marte, tendo por isso a designação de Chida dasa. São 7 meses onde se cortam os laços com coisas e seres que já não servem  para o desenvolvimento individual e em que tais seres ou coisas  se separam da vida da pessoa. Neste período, para além dessa separação ou corte em relação a experiências e seres cuja função está já gasta na vida individual, há também potencialmente um forte sentimento de libertação, de esquecimento e de perdão, que preparam espiritualmente  a pessoa para uma nova fase de desenvolvimento. A mãe, a avó e outras figuras «maternais» podem estar muito ativas neste antardasa. Para avaliar os seus efeitos, temos em conta a idade de maturação da Lua, 24 anos,  que dá plenos efeitos a partir dessa idade e os procedimentos referidos atrás para o Sol. Devemos ainda ter em consideração que o «dasa Sandhi» que dura cerca de dois anos e meio, começa no antardasa de Mercúrio e entra no dasa de Rahu e que a energia de Rahu, neste antardasa é já poderosa, levando a fazer emergir um aumento de ambição  e de desejos prementes neste último ano .O plano emocional pode sofrer perturbações devido a esta energia impulsiva e oportunista de Rahu. A casa onde este se encontra colocado   bem como aquela onde está colocado o seu dispositor (regente do signo onde está colocado Rahu) revelam as áreas em que essas ambições e desejos se farão sentir.

O antardasa da Lua, tanto neste como em outros períodos dasa, pode trazer o casamento na sua forma cerimonial, sobretudo quando a Lua rege o navamsa da 1ª ou da 7ª casa do horóscopo e se houver um trânsito de Rahu /Ketu para um dos eixos do horóscopo (1ª /7ª; 4ª /10ª). Quando  o casamento é celebrado neste período, o parceiro tem as qualidades de ternura maternante da Lua, associadas às qualidades de cuidar, proteger e defender, bem como o desejo de ser pai (ou mãe).

Quando a Lua rege a 7ª casa (Ascendente Capricórnio) o seu antardasa pode trazer o final da existência terrena se outros aspetos do horóscopo o confirmarem.

Segundo Parashara, quando a Lua está colocada no signo de exaltação (Touro) ou no próprio signo, Caranguejo; ou quando está colocada numa casa kendra; ou quando está colocada na 4ª, 9ª ou 10ª casa; ou quando está no Ascendente, em conjunção com os regentes daquelas casas, no seu antardasa haverá aquisição de bens de conforto, para si e para a família e dependentes; celebrações auspiciosas como casamento, etc.; felicidade para o cônjuge e os filhos, aquisição de artigos de luxo, joias, perfumes e roupas, aumento da propriedade imóvel e móvel, felicidade para o cônjuge e os filhos e bom relacionamento com os pais; realização dos desejos e aspirações. Se a Lua estiver cheia ou muito brilhante, estes efeitos terão plena realização. Se a Lua estiver minguante ou escura, haverá redução do impacto destes efeitos.

Ainda segundo Parashara, se a Lua estiver no signo de debilitação, ou se estiver em signo inimigo ou se estiver colocada na 6ª 8ª ou 12ª casa a partir do Ascendente ou do regente do dasa, Marte, haverá perigo de vida, problemas para o cônjuge e filhos, perda de riqueza e bens móveis e imóveis, perigo de vida vindo de conflitos armados, etc.

Quando a Lua rege a 2ª ou 7ª casas (para o Ascendente Gémeos ou Capricórnio, respetivamente), no seu antardasa há perigo de morte  prematura, sofrimento para o corpo e agonia mental.