Efeitos Gerais dos Antardasa no Dasa de Rahu#3

esc

Antardasa de Ketu

Este antardasa dura 12 meses e produz resultados mais efetivos aos 48 anos e seguintes, idade de maturação de Ketu. Para avaliar os seus efeitos temos em conta a casa ocupada por Ketu , a distância entre Rahu (o regente do dasa) e Ketu, os aspetos que recebe na posição natal e os trânsitos para essa posição durante o seu subperíodo. Nos períodos de Ketu  dá-se em geral a separação de alguma coisa, pessoa ou ser que perdeu a importância no processo de desenvolvimento espiritual do indivíduo, separação que pode ser bastante dolorosa inicialmente. A forte presença de memórias subliminares pode produzir o desejo  inconsciente de manter ou renovar essa conexão, na tentativa de se agarrar ao que é familiar e  bem conhecido ou que, não tendo tido uma expressão plenamente satisfatória no passado, mantém resíduos de desejos não satisfeitos. Isto tem por consequência sentimentos de vazio e de privação de sentido para o que se vive.

O período do Dasa de Rahu/antardasa de Ketu pode conduzir a experiências em que a pessoa perde a noção dos riscos e deixa de se preocupar com as consequências, inclusivamente em relação à própria vida e a todos os significados representados por Rahu e Ketu no horóscopo. As regras sociais e as suas convenções , aquilo que é habitualmente objeto de importância e de ativa procura, torna-se alvo de desinteresse e de apatia, numa espécie de contágio nostálgico em que laços do passado parecem tomar conta do presente e, na impossibilidade de se tornarem vivos outra vez, matam todo o desejo de viver e de continuar com as ambições e objetivos habituais. Assim, desânimo, apatia, frustração, podem ser uma tónica dominante deste período.

De acordo com o sábio Parashara, quando Ketu está colocado numa casa kendra ou trikona, ou na 3ª ou 11ª casa ou está em conjunção ou recebe  o aspeto de planetas benéficos,  no seu antardasa haverá viagens (infelizes) para países estrangeiros, perigo das autoridades do governo, febre reumática, perda de bens. Porém, ainda segundo Parashara, a colocação de Ketu numa casa kendra ou trikona  traz no seu antardasa aumento de gado. Nos tempos atuais, talvez isto se traduza no aumento de bens possuídos pelo nativo, veículos, etc.

Quando Ketu está em conjunção com o regente da 8ª casa haverá sofrimento para o corpo e tensão mental.

Quando Ketu está em aspeto ou conjunção com planetas benéficos, haverá no seu antardasa ganhos de riqueza financeira e aquisição de ouro, bem como reconhecimento dos governantes e autoridades.

Quando Ketu está associado com o regente do Ascendente haverá aumento de riqueza financeira.

Quando Ketu está colocado na 8ª ou 12ª casa e está fraco, os efeitos a esperar no seu antardasa são: perigos de ladrões e de venenos, separação dos pais /família,  sofrimento causado por feridas, antagonismo e desentendimento com a família. Quando Ketu é corregente da 2ª ou 7ª casa, no seu antardasa haverá sofrimento físico.

Antardasa de Vénus

O antardasa de Vénus tem a duração de 36 meses e tem resultados mais efetivos após os 25 anos, idade de maturação de Vénus. Como habitualmente, para avaliar os seus resultados temos em conta a casa de colocação de Vénus, as casas que rege, o nº de casas que separa Rahu, o regente do dasa, de Vénus, os aspetos que Vénus recebe na posição de nascimento e os trânsitos que recebe durante o período antardasa para a posição de nascimento.

Os antardasa de Vénus são particularmente benéficos para a celebração do casamento, embora, no dasa de Rahu, seja necessário que Vénus esteja forte e bem colocado para que o casamento tenha duração longa. Pode haver algum fator de exotismo, extravagância ou características não convencionais nos casamentos realizados neste período.

Para os Ascendentes Carneiro e Escorpião (pela regência da 7ª casa) e para os –Ascendentes Carneiro e Virgem (pela regência da 2ª casa) vénus pode tornar-se um planeta maraka e indicar o final da existência no seu antardasa.

Damos a seguir indicações sobre os efeitos do antardasa de Vénus neste dasa, de acordo com Parashara. Quando Vénus é forte e está colocado numa casa trikona ou kendra ou na 11ª casa , no seu antardasa o nativo ganha riqueza financeira  através de pessoas bem colocadas na sociedade. Haverá aumento de veículos e de bens de conforto, nascimento de um filho, bem estar e reconhecimento das autoridades, obtenção de uma posição elevada no governo ou instituição , grande conforto e felicidade.

Quando Vénus está colocado no próprio signo ou no signo de exaltação, ou no próprio navamsa ou navamsa de exaltação haverá a construção de uma nova casa, acesso a comida e bebida agradáveis, vida feliz com o cônjuge e os filhos,  associação com os amigos, benevolência das autoridades, ações generosas do indivíduo e prática de caridade, grandes lucros nos negócios, roupas , novo  veículo, etc..

Quando Vénus está colocado na 6ª, 8ª ou 12ª casa ou quando está no signo de debilitação ou em signo inimigo, ou quando está associado com Saturno, Marte ou Rahu, no seu antardasa haverá doenças, zangas, separação do filho ou do pai, sofrimentos para os familiares, disputas com parceiros, infelicidade para o cônjuge e os filhos,  perigo de morrer para si ou o seu patrão, dores no estômago, etc..

Quando vénus está numa casa trikona ou kendra ou na 10ª ou 11ª  casa a partir  do regente do Dasa, no seu antardasa haverá preenchimento dos próprios desejos, obtenção de objetos desejados, prazeres dos sentidos: sexualidade, perfumes, ornamentos, música, etc..

Quando Vénus está associado com planetas maléficos na 6ª, 8ª ou 12ª a partir do regente do dasa, no seu antardasa haverá perigo de doenças afetando os rins, a bexiga, diabetes, anemia e impurezas do sangue, perigo de venenos, aprisionamento, perda de riqueza financeira devido a punição governamental, como multas e taxas governamentais,  problemas  nervosos e haverá  apenas  má comida disponível.

Quando Vénus rege a 2ª ou a 7ª casa há perigo da sua própria morte  e sofrimento para o cônjuge e os filhos.