Interpretar os Resultados do Período Dasha e Antardasha no Horóscopo

momm
Como já referimos em artigos anteriores, na Astrologia Jyotish podemos efetuar previsões dos tipos de ventos que uma pessoa experienciará ao longo da vida através da análise dos períodos dasha e dos subperíodos em que cada período dasha se subdivide. A análise das interações entre o regente do período dasha, o regente do subperíodo e os trânsitos (dos planetas regentes do dasha/ subperíodo e dos planetas lentos – Júpiter, Saturno e Rahu/Ketu) tendo em conta os vários papeis que estes desempenham no horóscopo , dá-nos a capacidade para prever em que altura da nossa vida cada uma das áreas simbolizadas pelas casas do horóscopo dará frutos ( e se dará esses frutos) e também quais os principais problemas que enfrentaremos na vida e em que momento.
Assim e na sequência do que temos vindo a explicar, hoje mostramos como se deve ler a interação entre o regente do período principal, que designamos por dasha e o regente do subperíodo , que designamos por antardasha. As regras são simples e têm a ver uma vez mais com os dois fatores determinantes da interpretação astrológica: a natureza funcional dos planetas e a força dos planetas.
Resultados do Dasha de um Planeta Funcional Benéfico em Interação com os Regentes dos Antardasha
O Regente do período Dasha é um planeta Funcional Benéfico :
1. O subperíodo de um planeta funcional benéfico forte dá muito bons resultados ;
2. O subperíodo de um planeta funcional benéfico fraco produz resultados médios mas, quando o regente do subperíodo sofre a influência por trânsito de outro planeta funcional maléfico, surgem contratempos e eventos negativos relacionados com os significados dos planetas envolvidos.
3. O subperíodo de um planeta funcional maléfico produz eventos negativos sem muita importância a menos que o planeta em causa esteja envolvido, no horóscopo de nascimento ou por trânsito num aspeto ou conjunção próximos com qualquer outro planeta fraco, situação em que produz eventos negativos muito significativos na vida da pessoa.
Resultados do Dasha de um Planeta Funcional Maléfico em Interação com os Regentes dos Antardasha
O Regente do Período Dasha é um Planeta Funcional Maléfico:
1. O Subperíodo de um planeta funcional maléfico traz eventos negativos e sofrimentos;
2. O subperíodo de um planeta funcional benéfico forte produz bons resultados.
3. O subperíodo de um planeta funcional benéfico fraco não produz resultados positivos significativos. Mas se o planeta em causa estiver envolvido, no horóscopo de nascimento ou por trânsito num aspeto ou conjunção próximos com qualquer outro planeta fraco, essa situação produz eventos negativos e preocupações graves e muito significativas na vida da pessoa.
Guia Geral para Interpretar a influência dos Períodos Dasha/Antardasha
· Os resultados produzidos num determinado dasha /antardasha seguem a seguinte regra: a influência dos trânsitos prevalece sobre a influência do subperíodo; a influência do subperíodo prevalece sobre a influência do dasha; deste modo, a influência conjunta do subperíodo e dos trânsitos através do relacionamento entre o regente do subperíodo e dos seus significados no horóscopo e os planetas em trânsito (incluindo o regente do subperíodo em trânsito) é o fator decisivo na previsão dos eventos num dado momento;
· Os resultados do regente de um subperíodo dependem: da sua força, dos aspetos e conjunções próximas que recebe no horóscopo e dos aspetos que forma com planetas em trânsito; das suas significações gerais ; das significações da casa ocupada pelo signo Mooltrikona que rege- se esta receber no ponto mais efetivo algum aspeto lançado por um planeta funcional maléfico, os significados dessa casa não prosperam durante o subperíodo do planeta que a rege e serão de esperar problemas relacionados com os significados do planeta que aflige a casa e com as casas que esse planeta afligidor rege no horóscopo ; das significações da casa onde o regente do subperíodo está colocado no horóscopo de nascimento e por onde está a transitar durante o seu subperíodo.
· Rahu e Ketu merecem algumas considerações à parte, de que falaremos num outro artigo. Porém, para já, fiquemos com as regras seguintes: nos seus subperíodos, os resultados dependem dos seus significados gerais, dos significados das casas onde estão colocados; dos significados dos planetas com quem formam aspetos ou conjunções próximas, tanto no horóscopo de nascimento como por trânsito durante o seu subperíodo.
Exercício: Escolha um horóscopo e copie os dados relacionados com o período dasha que está a decorrer na vida da pessoa. Tome nota, em primeiro lugar, da natureza funcional dos planetas para o horóscopo em causa e analise a força/fraqueza dos planetas regentes do dasha e do antardasha. Anote a data de início e de fim do subperíodo atual. Tome nota das casas que o regente do período dasha e o regente do subperíodo regem , com particular incidência para o regente do subperíodo. Veja se existem aspetos próximos ou conjunções entre o regente do subperíodo e outros planetas ou o ponto mais efetivo de uma dada casa no horóscopo e anote esses elementos. Usando o software, veja os trânsitos que estão a ocorrer neste período e quais as casas que o regente do período dasha e regente do subperíodo estão a transitar e que aspetos formam com o horóscopo e com o regente do subperíodo. Use as orientações que lhe damos aqui e ensaie algumas conclusões. Anote-as para consulta posterior.
Nota: o presente exercício é complexo e exige muita prática e conhecimento de todas as informações que já lhe demos aqui. Por isso, se tiver dificuldade em efetuar o exercício, não desanime. A prática é a única forma de atingir a perfeição, neste caso. E não hesite em perguntar-nos, se tiver alguma dúvida.

Deixe um comentário, a sua opinião conta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.