Avaliar o Potencial de Sorte na Especulação ou Jogo

ganho

Muitos de nós gostaríamos de saber se estamos «destinados» a   ganhar dinheiro  de forma rápida, num golpe de sorte.  É claro que, à medida que o tempo vai passando, vamos percebendo, pela facilidade ou , pelo contrário, pela dificuldade em obter tais ganhos, se somos ou não pessoas de sorte, no que toca a ganhar dinheiro através do jogo, da especulação ou através de  investimentos.

Por vezes podemos não ganhar nada de especial  durante muitos anos e, de repente, surge um «golpe de sorte e  aparece uma quantia razoável e inesperada de dinheiro à nossa disposição. Como saber se somos potenciais ganhadores nesse domínio ou se, pelo contrário, deveremos afastar-nos o mais possível de toda a especulação financeira?

A análise do horóscopo pode dar indicações preciosas para podermos calcular a nossa potencialidade como «ganhadores» de riqueza súbita. Para o (a) ajudarmos a perceber o seu potencial de sorte nos ganhos através dos investimentos, da especulação ou do jogo, vamos indicar-lhe quais os fatores a observar no horóscopo para  que possa  formar uma conclusão:

Antes de mais nada temos que examinar a 5ª casa do horóscopo pois é ela que rege estes ganhos. Se o regente da 5ª casa for forte, esta é a primeira indicação de relevo para podermos esperar boas notícias a este respeito. Seguidamente, devemos observar a 2ª casa- da aquisição de riqueza- e a 4ª casa, que rege os bens imóveis, os  veículos, as  terras, etc. Os regentes fortes destas casas são outro indicador importante a considerar.  Se  a resposta for positiva para estes indicadores, poderá sem grandes possibilidades de engano concluir que vai ganhar dinheiro em alguma ocasião na sua vida (é preciso analisar os períodos dasha, subperíodos e trânsitos dos planetas envolvidos para saber quando isso será mais provável).

Agora, o facto de termos potencial para ganhar não é suficiente para sabermos com segurança que vamos ter a oportunidade de saborear esses ganhos. É preciso também testar o nosso potencial de perdas e ver se este é mais forte ou mais fraco do que o potencial de ganhos.

Para isso  é preciso analisar a principal casa das perdas, a 12ª. A influência do regente desta casa sobre as casas mencionadas ou  sobre os seus regentes  desaconselha vivamente o investimento especulativo e, caso a pessoa obtenha ganhos, o mais provável é não conseguir mantê-los, gastando tudo o que ganhou, por alguma razão. Observa-se muitas vezes nestes casos que uma pessoa ganha mas é forçada, por alguma razão , a gastar o que ganhou, não lhe sendo permitido conservar essa riqueza.

Seguidamente, observe-se a 8ª casa e o seu regente. Se a  8ª e a 12ª casas estão  ocupadas por signos Mooltrikona, os seus regentes atuam como «planetas semelhantes a Rahu» e os seus efeitos podem ser bastante devastadores.  Se estes planetas influenciam de forma exata ou próxima a 1ª, a 2ª, a 3ª, 4ª , 5ª ou 10ª casas ou os seus regentes, então  será  melhor que você fique longe de toda a atividade especulativa em termos financeiros pois pode sair-lhe cara a experiência. Neste caso só os investimentos seguros e conservadores são apropriados, devendo evitar-se os investimentos de risco. Você não nasceu para especular, deve ter cautela com os seus investimentos.

Complementarmente, para analisar a possibilidade de perdas financeiras, observe-se a força dos regentes da 2ª, 3ª , 4ª e 5ª casas . Se estão fortes, será pouco provável que essas perdas ocorram  de forma significativa mas, em caso contrário, estas serão uma possibilidade bem real, devendo haver um comportamento cauteloso em relação à área financeira.

Quando não há indicações gerais de perdas no horóscopo, causadas pela influência dos regentes da  8ª e da 12ª casas , a influência de Rahu sobre o regente da 5ª casa pode ajudar a ganhar dinheiro de forma inesperada e nos investimentos especulativos. Porém, muitas vezes Aquilo que se ganha sob a influência de Rahu é perdido mais tarde. De qualquer modo, é sempre melhor ganhar  riqueza num dado momento do que nunca ser contemplado por ela.

Agora, aplique o que acabou de aprender:

Exercício: Escolha um horóscopo e determine a natureza funcional dos planetas; analise  a força geral dos planetas, com incidência particular  nos regentes das casas mencionadas.  Anote as conclusões sobre a força dos regentes das casas relacionadas com os ganhos num quadro comparativo; ao lado, anote as conclusões relacionadas com as casas e com os seus regentes relacionados com as  perdas.  Compare os resultados de uns e  de outros tendo em conta a  percentagem de força que conseguiu apurar para uns e outros. Que conclui?  Está dentro do grupo dos «bafejados pela sorte» ou no dos que devem afastar-se de toda a especulação?  De um modo ou de outro, pode determinar os momentos de maior sorte ou «azar» analisando os períodos dasha/subperíodos dos planetas envolvidos e os trânsitos que ocorrem simultaneamente.

Deixe um comentário, a sua opinião conta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.