Análise de Horóscopo -Ascendente Capricórnio

cap

Para ilustrar a análise das áreas de vida para cada signo Ascendente e  para facilitar a aprendizagem dos nossos leitores, vamos apresentar a análise de mais um  horóscopo, com a leitura dos indicadores das áreas de vida, desta vez para o Ascendente Capricórnio. Os nossos leitores podem consultar aqui  todos os indicadores das áreas de vida para este Ascendente, que iremos utilizar nas análises específicas nos próximos artigos. Sabemos que a leitura exemplificada do horóscopo é um importante facilitador desta aprendizagem, razão pela qual vamos apresentar  leituras das áreas de vida para todos os  signos Ascendentes, usando horóscopos de pessoas reais.

Antes de começar qualquer análise parcial de uma área de vida no horóscopo, convém ter em mente que precisamos de ter uma visão global da força dos planetas e das relações que estabelecem entre si e com as casas do horóscopo. Para isso temos à mão toda a informação fornecida  aqui e aqui. Definimos também a natureza funcional dos planetas para o Ascendente em causa tendo em conta o que dissemos aqui. E não nos  podemos esquecer de anotar  o grau do signo Ascendente, que marca o ponto mais efetivo de cada  casa. Anotamos todos os planetas que estão, para ambos os lados desse grau, de 0º  a 5º de distância. Esta informação  é muito importante, sobretudo se os planetas e casas significadores para a  análise estão envolvidos nesses aspetos pois, como vamos mostrar, a interpretação da área de vida faz-se encontrando ligações entre os vários significadores, na carta natal – D-1- e na divisional relacionada. Para essa interpretação temos ainda em conta todos os fatores referidos anteriormente (força e fraqueza das casas e planetas, natureza funcional dos planetas) . Finalmente, para sabermos como se desenvolve essa área de vida no tempo vemos os períodos dasha e antardasha dos planetas significadores e regentes das casas, nomeadamente os que têm o papel principal e articulamos esses períodos com a observação  do trânsito desses planetas para o momento que desejamos analisar.

O horóscopo que vamos utilizar é de um homem, nascido em 5  de dezembro de 1977. Neste artigo iremos analisar a força geral dos planetas no horóscopo, antes  de passarmos à análise específica das áreas de vida.

Determinação da Força dos Planetas/Casas do Horóscopo

M. L.

5 de dezembro de 1977

Bragança     Portugal

helder

O Ascendente está colocado a 26º 22’  de Capricórnio, que corresponde ao ponto mais efetivo de cada casa do horóscopo.

Os planetas funcionais maléficos são : o Sol, como regente da 8ª casa; Júpiter, como regente da 12ª casa. Rahu e Ketu. A 6ª casa não está  ocupada por nenhum signo Mooltrikona, por isso o seu regente não é considerado.

Constatamos que Vénus e o Sol  estão  ambos na mesma casa mas  não estão em  conjunção  o que é muito bom pois Vénus , pela regência da e da 10ª casas ,é um yogakaraka para este Ascendente. Porque estão a mais de 10º de distância  um do outro, Vénus não sofre combustão pela proximidade do Sol e mantém a sua força. Por si só,  Vénus  é uma força muito positiva para este horóscopo pois atrai riqueza e a realização dos desejos para o nativo- o regente da 10ª casa da carreira e da 5ª casa da sorte está na casa dos rendimentos, dos   ganhos  e da realização dos desejos pessoais. Este nativo  terá um círculo  social e de amigos influente que o ajudará a singrar na sua carreira  e a atingir uma boa posição.  O Sol, é claro, como funcional maléfico  regente da 8ª casa, perturba esta sorte e traz dificuldades à realização dos desejos pessoais. Mas pode dar dinheiro através de heranças,de legados ou de seguros. Também pode dar  sorte ao jogo. Durante a vida, estas duas tendências manifestar-se-ão mas, atrevemo-nos a dizer, com vantagem para Vénus, que é mais forte e, por isso, os  eventos de sorte serão em maior quantidade do que os de dificuldades. Mas há que estar atento ao dasha do Sol que pode ser problemático nesta matéria. Usando  o software recomendado, verificamos que esta pessoa é afortunada porque nasceu justamente no período final  do dasha do Sol que, por essa razão, não voltará a ocorrer na sua vida.

Ainda assim, os sub períodos do Sol em outros dashas, sobretudo quando ocorrem em conjunto com o trânsito de outros planetas  maléficos pelos pontos do horóscopo  que estão relacionados com a carreira e com os ganhos, podem trazer problemas para essa área e durante esses períodos. A posição do Sol na 11ª casa favorece a aquisição de riqueza e revela que grande parte do interesse da pessoa e dos seus objetivos de vida se concentra em adquirir uma boa posição na vida. A 11ª  casa é uma casa de crescimento (upachaya) e, por isso, os seus resultados melhorarão à medida que o tempo passa.

Mercúrio forma um aspeto  muito próximo com  Júpiter, a menos  de 1º , e estão  ambos em receção mútua ,estabelecendo deste modo uma ligação forte entre os assuntos da 6ª e da 12ª casa. Mercúrio é o regente da 9ª casa, a casa que determina a sorte para esta vida  e é o dispositor da Lua e de Rahu.  Ora, Mercúrio está aflito pelo aspeto que recebe de Júpiter, embora este provavelmente apenas se faça sentir quando Júpiter, em trânsito , formar um  aspeto com Mercúrio. Isto terá, no entanto, um impacto reduzido porque Mercúrio está colocado no  signo Mooltrikona   de Júpiter  e um planeta nunca aflige o seu signo Mooltrikona. Mas a   colocação de Mercúrio  na 12ª casa  coloca obstáculos aos ganhos e faz com que a pessoa tenha que trabalhar muito para ganhar o suficiente para uma vida confortável, para além de também não favorecer a saúde (porém, favorece a vida sexual). Muito do que  o nativo ganhar com o trabalho será gasto de uma forma ou de outra, pois a 12ª casa é uma casa de perdas e de despesas e a 6ª é uma casa que mostra como gastamos o nosso dinheiro . O regente da 6ª na 12ª não é por isso um bom indicador para a acumulação de riqueza.

Saturno, o regente do Ascendente, está colocado na 8ª casa. A colocação de Saturno na 8ª casa até favorece a longevidade mas, tratando-se do regente do Ascendente, pode indicar   problemas de saúde crónicos . Esta posição indica, no entanto, ganhos por herança, legado ou seguros.

A Lua está colocada na 9ª casa o que, à  partida, é uma excelente posição, apenas perturbada pelo facto de o dispositor da Lua, Mercúrio, estar fraco, o que retira alguma força a esta posição lunar. Esta posição indica uma pessoa que guia a sua vida por princípios, podendo não ser religiosa mas a sua  vida é  marcada pela ética e por crenças a que dá grande importância. Também mostra o gosto pelas viagens de longa distância: esta pessoa gosta de conhecer outros lugares, outras pessoas e outros costumes.  A Lua rege a 7ª casa e, por esse motivo , a pessoa pode residir num país estrangeiro  ou formar alguma parceria, pessoal ou de negócios, relacionada com o estrangeiro. A posição de Rahu na 9ª casa fortalece a ligação entre o destino pessoal e países estrangeiros.

Marte é, potencialmente, para este Ascendente, a influência mais benéfica, por ter a regência da 4ª casa.  Infelizmente, o seu estado de debilitação torna-o fraco e a colocação na 7ª casa  faz com que este nativo seja um manglik, sofrendo da aflição de Marte. Esta não é uma boa posição para os relacionamentos conjugais: gera a tendência para discussões e para a separação e a vida conjugal sofre altos e baixos, perdendo a sua estabilidade. Assim, Marte não tem força, neste horóscopo, para proteger o casamento e as parcerias e os desentendimentos tendem a ocorrer  tanto nos relacionamentos pessoais como nas parcerias de negócios. Esta pessoa deverá optar por um emprego em vez de um negócio e, caso opte por este último , o melhor será trabalhar sozinho, o  que impede a expansão do negócio e limita os ganhos.

Quanto à força dos planetas, verificamos que a Lua rege a 7ª casa e está  colocada na 9ª , o que é uma excelente colocação. Esta Lua no nascimento estava na fase crescente, e isso  é outro fator que aumenta a sua força.  A presença de Rahu na 9ª casa, no entanto, embora sem estar em conjunção com a Lua, produz instabilidade emocional e na disposição humoral do nativo, perturbando a sua paz mental . Pode gerar o desejo incessante  por viajar, por  conhecer outras pessoas, etc. , tornando difícil a estabilidade no propósito de vida.

O Sol  rege a 8ª casa, estando colocado na 11ª o que traz dificuldades á realização dos desejos e dificuldades de relacionamento com familiares, sobretudo com irmãos mais velhos. Sempre que transita pelos pontos do horóscopo relacionados com a saúde , com a família e  com os ganhos, pode trazer perturbações, embora de curta duração.

Vénus, que rege a 5ª e a 10ª casas  é o planeta mais forte e benéfico do horóscopo. Os seus períodos trazem oportunidades de carreira   e sorte, fazendo aumentar os rendimentos e ganhos e favorecendo também  o  relacionamento ao nível social , dos amigos, etc.

Olhando para os períodos dasha (facilmente acessíveis no software recomendado) verificamos que o dasha de Vénus não ocorre em tempo útil da vida do nativo, pois inicia-se em 2072 quando o nativo terá 95 anos de idade. Mas durante os sub períodos de Vénus  no dasha de outros planetas, como o de Saturno, que rege o Ascendente e a 2ª casa dos ganhos pelo trabalho, e que se inicia em Maio de 2029, mantendo-se ativo até Maio de 2048, essas oportunidades podem surgir (entre 2036 e 2039) e trazer bons eventos e oportunidades no plano da realização pessoal e profissional, embora deva ser prestada atenção à saúde, sobretudo pela manutenção de hábitos saudáveis.  Durante esse período é possível que uma outra do horóscopo relacionada com  temática da 9ª e da 12ªcasas- a espiritualidade, a procura de um estilo de vida menos material e mais ascético- se torne mais pronunciada.

Mercúrio  é o regente da 9ª casa , ocupada pelo seu signo Mooltrikona e também da 6ª e a sua colocação na 12ª  favorece o desenvolvimento espiritual mas também indica a possibilidade de perdas materiais, relacionadas com pessoas subordinadas, com o trabalho, etc.  a sua força é média/fraca, embora  capaz de defender minimamente os seus significados gerais e específicos no horóscopo.

Marte  rege a 4ª e a 11ª casas e está colocado na 7ª . O seu estado de debilitação torna-o o planeta mais fraco do horóscopo , apesar da regência da 4ª casa cujos significados tem dificuldade em proteger e assegurar, diminuindo  também a estabilidade da vida em família e reduzindo o sentimento subjetivo de felicidade pessoal.

Saturno tem força média, sendo capaz de produzir resultados positivos na vida da pessoa.

Júpiter tem o seu signo Mooltrikona  na 12ª casa. Está retrógrado e colocado na  6ª casa , o que o revela como um planeta que traz dificuldades para a vida pessoal: despesas, isolamento, conflitos e obstruções, perdas. O nativo está atualmente a atravessar o período dasha de Júpiter que começou em 10 de maio de 2013 e terminará em 10 de maio de 2029. Este será um período desafiador a vários níveis, embora seja também um bom período para o desenvolvimento espiritual.

Finalmente, a posição dos nodos no eixo 9/3  favorece  a expansão da pessoa através da abertura  ao conhecimento superior, pelo desenvolvimento de novas crenças, etc.  A partir dos 42 anos de idade ocorrem importantes transformações kármicas.  Esta pessoa pode ganhar um gosto acrescido pelo conhecimento de outras culturas, por  religião, ou pode mesmo iniciar a procura de conhecimento através de viagens, do contacto com pessoas de outras culturas, etc. Pode  mudar de residência nesta altura, deixando o país de origem.

Deixe um comentário, a sua opinião conta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.