Longevidade e Saúde- Ascendente Escorpião

hel

Para concluir a análise exemplificativa da Leitura das áreas de vida para o Ascendente Escorpião, continuamos a analisar o horóscopo do nosso ponto de partida, hoje  interpretando os indicadores da saúde e  da longevidade.

Longevidade

Na Astrologia  Jyotish o cálculo da longevidade foi desde sempre considerado um aspeto essencial pois partia-se do princípio de que o  cálculo dos efeitos de todos os  períodos dasha e antardasha (período principal e sub períodos) dos planetas era inútil se a pessoa tivesse uma matriz de vida curta . Nas épocas  em que estes cálculos, bastante complexos sem o auxílio de computadores, eram morosos, esta preocupação era justificada. Hoje deixou de ter tanta relevância, não só porque o software faz os cálculos  de imediato mas também porque as condições de saúde e as possibilidades da medicina atual alteraram muito  algumas condições que, no passado, eram consideradas irrevogáveis. Por isso deixamos aqui o exemplo desta análise como orientação geral  que não deve ser vista como uma fatalidade mas antes como uma tendência que, como tal, pode ser modificada, sobretudo por condições de vida mais saudáveis e por um acesso razoável a cuidados de saúde.

No horóscopo que analisamos,  e para o Ascendente Escorpião em geral, a longevidade vê-se a partir do estudo da 12ª casa do horóscopo como fator principal. Pode consultar aqui  todos os significadores das áreas de vida para este Ascendente. Secundariamente vemos a 1ª e a   8ª casas  e Saturno.

No  nosso exemplo analisamos Vénus  que é o regente da 12ª casa e está colocado na 3ª casa, no estado de combustão devido à conjunção numa orbe de 1º com o Sol e onde também está colocado Rahu. Esta é uma das melhores posições de Rahu que, entre outras coisas, protege a longevidade. Mas Vénus está muito enfraquecido pela conjunção com o Sol que exaure a força de vida da pessoa (a 12ª casa é a perda  do que significa a 1ª, e esta relaciona-se com a força vital disponível para a pessoa desenvolver o seu projeto de vida na existência.) Mas, na 12ª casa temos a Lua,  regente da 9ª casa da sorte para esta vida. A Lua recebe o aspeto de Júpiter que também rege a 5ª casa e que é um importante fator de proteção da longevidade e da vitalidade para esta pessoa.

O dasha de Vénus, se ocorrer no tempo de vida útil da pessoa, (bem como os sub períodos do planeta) pode trazer desafios à sua integridade física  e o mesmo acontece com os períodos e subperíodos de Rahu que está em conjunção com o ponto mais efetivo da 3ª casa, uma casa relacionada com a  longevidade. Assim, em todos os períodos em que a influência mútua de vénus e de Rahu influencia as casas da longevidade,  tanto através dos períodos planetários como dos trânsitos, a saúde desta pessoa pode sofrer sobressaltos. Usando o software recomendado vemos que  no horóscopo de Anna o dasha de Vénus se inicia em maio de 2064 quando ela terá 74 anos e durará até maio de 2084. Não nos surpreenderia se o final da sua existência decorresse durante  este dasha de Vénus. E, neste período, os subperíodos de Vénus, de maio de 2064 a setembro de 2067 e depois o subperíodo de Rahu de julho de 2071 a julho de 2074 são períodos que pedem alguma  cautela. Vejamos os significadores secundários, os regentes da 1ª  e da 8ª casas e Saturno: o regente da 1ª casa, Marte, está colocado no Ascendente o que, por si só não é uma indicação muito boa pois indica propensão para acidentes (por  fogo, queimadura, ferimentos por arma cortante etc). Porém, Marte é o regente do Ascendente, estando no próprio signo por isso é capaz de proteger o nativo desde que não esteja aflito nem fraco. Bom, no caso presente, Marte está no avastha da velhice e está aflito pelo aspeto enviado por Ketu da 9ª casa sendo por isso um defensor enfraquecido da saúde e da longevidade da pessoa. Quanto ao regente da 8ª casa, Mercúrio, está em conjunção com o regente da 3ª e da 4ª casas, colocado na 2ª que é uma casa tradicionalmente «maraka» isto é, capaz de infligir a morte. Porém, Saturno está no signo de Júpiter onde não produz efeitos maléficos e é o regente da 4ª casa, ocupada pelo seu signo Mooltrikona e, por essa razão, é a influência mais benéfica para o Ascendente Escorpião. Por outro lado, Mercúrio não tem natureza maléfica, apesar da regência da 8ª casa, porque esta não é ocupada pelo seu signo Mooltrikona  e tanto Saturno como Mercúrio têm força suficiente para proteger os seus significados e por isso são protetores da longevidade desta pessoa.

Vejamos os trânsitos dos planetas significadores  para o momento em que estarão operantes os sub períodos que mencionámos no dasha de Vénus .Consideramos que o mês de julho de 2073 é um mês que pede algum cuidado ocorre no subperíodo de Rahu  no momento em que   que Vénus e Marte estão ambos a transitar  na 7ª casa- uma casa maraka- Júpiter está na 8ª casa e em aspeto com a 12ª , Mercúrio transita também pela 8ª casa e Saturno está a transitar pela 12ª casa, onde se encontra a Lua natal, em aspeto com o seu ponto mais efetivo e na 2ª fase do trânsito conhecido na Jyotish como «Sade Sati». Anna terá então 83 anos e, se não é possível dizer que este trânsito  indica a sua morte, é possível afirmar que indica um momento delicado que pode pôr em perigo a sua vida, tanto mais que Vénus, um planeta maléfico funcional  e que é o significador principal da longevidade neste horóscopo, transita pelo ponto mais efetivo da 7ª casa. Nos padrões atuais da longevidade, podemos considerar que Anna não terá, provavelmente, uma vida curta e, se não tiver uma das vidas  mais longas está, certamente , dentro da longevidade média.

Saúde Geral

Para o Ascendente Escorpião a saúde analisa-se pela leitura da 6ªcasa do horóscopo, como significador primário. A 6ª casa recebe o aspeto amplo da Lua, regente da 9ª casa, o que é um fator muito favorável pois protege  a saúde. Por outro lado, o regente da 6ª casa é também o regente da 1ª e isto tem efeitos mistos: a pessoa pode ter problemas de saúde ou sofrer de acidentes mas será capaz de recuperar rapidamente. O Sol , colocado na 3ª casa dá uma natureza lutadora e corajosa mas, associado à presença de Marte na 1ª casa, pode também originar impulsividade  e agressividade que tornam a pessoa descuidada  e/ou imprudente e isso pode colocar em perigo a sua saúde e integridade física. Mas Marte tem força suficiente para proteger a vida, embora não impeça a doença nem os acidentes/ferimentos. Ketu forma um aspeto próximo com o ponto mais efetivo da 1ª casa e o seu dasha e subperíodos podem ser momentos em que a saúde sofre, sobretudo quando, em simultâneo, Vénus, Ketu ou Rahu influenciam por trânsito a 6ª e a 1ª casas. O período de maio de 2057 e maio de 2064  em que estará operante o dasha de Ketu pode trazer problemas de saúde  ou acidentes, sobretudo em viagem (Ketu forma aspeto com a 1ª e a 3ª casas e está colocado na 9ª casa. A 3ª e a 9ª têm relação com viagens). Felizmente o dasha de Marte ocorre apenas em 2100, altura em que Anna talvez tenha já partido desta vida pois teria 110 anos pelo que é menos uma preocupação nesta área.

Anna T

anna d-6

Vamos agora analisar  a carta divisional que se refere à saúde, a D-6 ou hashthamsha para ver se a análise do horóscopo é confirmada nesta varga:  o significador principal da saúde, Marte, está colocado na 3ª casa desta varga o que é uma boa colocação atendendo à natureza maléfica do planeta e ao facto de esta ser uma «casa upachaya», isto é, de crescimento, melhorando os seus resultados com o tempo. Como Marte rege a 1ª e a 6ª na D-1 ou horóscopo natal, esta indicação mostra que Anna pode melhorar as suas condições potenciais de saúde pelas escolhas que fizer em relação aos hábitos de saúde e de estilo de vida que se repercutem diretamente na saúde.

A colocação do regente do Ascendente desta divisional, Saturno ,na 8ª casa é que não é uma indicação muito feliz: a pessoa pode sofrer de doença crónica, ou ter um acidente que exigirá um período longo de recuperação.  A Lua, porém, um significador secundário importante, está colocada na 5 ªcasa  em conjunção com Júpiter, regente da 12ª casa nesta divisional, indicando proteção (formam um dos yogas mais poderosamente protetores, o Gajakesari)e, por isso, a vida de Anna será protegida. O Sol , o outro significador secundário da saúde, está colocado na 11ª casa, outra casa upachaya ou de crescimento revelando que a saúde é um assunto que pode sofrer alterações substanciais na vida desta pessoa a partir das decisões e  das opções que ela fizer quanto aos seus hábitos de vida.

Concluindo, parece-nos que Anna terá uma vida  que passará por alguns períodos  mais desafiadores no que se refere à saúde  mas que são controláveis pela aquisição de bons hábitos de vida e, sobretudo, de disciplina em relação ao temperamento explosivo ou agressivo que é  um dos fatores que podem colocar em risco tanto a saúde como a longevidade desta pessoa que, de acordo com as  indicações gerais que recolhemos, tem uma matriz de saúde e de longevidade dentro da média mais comum.

Também Poderá Gostar de Ler