Ler o Casamento- Ascendente Caranguejo

Análise do casamento Ascendente Caranguejo

Continuamos a exemplificar a leitura das áreas de vida para o Ascendente Caranguejo. Estes indicadores são válidos para qualquer horóscopo com este Ascendente ,o que dá aos nossos leitores uma base simplificada para fazerem as suas próprias análises das áreas de vida que estamos a analisar, num horóscopo diferente. Hoje iremos estudar o potencial de relacionamento e o casamento para o nativo cujo horóscopo temos vindo a interpretar. Para consultar todos os indicadores das áreas de vida para o Ascendente Caranguejo, clique aqui.

Indicadores de relacionamentos e do casamento para o Ascendente Caranguejo

O fator principal que determina o casamento (e o seu momento) é a 2ª casa e os planetas que a influenciam, se existirem. Secundariamente, consideramos a 4ª e a 7ª casas e os planetas que as influenciam. No nosso exemplo,  a  2ª casa não tem planetas colocados mas é governada pelo Sol, o que a torna uma casa muito forte. O Sol está colocado na 7ª casa, indicando  um cônjuge ou parceiro de vida com forte personalidade e tendência para  liderar a relação. Esta posição do Sol não é muito favorável para a felicidade conjugal embora promova a aquisição de status e /ou de riqueza através do parceiro. De qualquer modo, esta posição do Sol indica que as parcerias a nível pessoal (casamento e outras) desempenham um papel muito importante no cumprimento dos objetivos de vida desta pessoa.

A 2ª casa recebe apenas um único aspeto, o de Ketu, que é muito amplo não formando conjunção com o ponto mais efetivo dessa casa. A 4ª casa contém o signo Balança e está ocupada por Júpiter, em conjunção próxima (numa orbe de 2º) com o ponto mais efetivo desta casa (e também em conjunção  com a 8ª, com a 10ª e com a 12ª). Júpiter é o regente da 6ª e da 9ª casas e, apesar de ter natureza funcional maléfica para este Ascendente,  revela  que o nativo gozará de luxo e de conforto, terá uma boa casa, a sua relação com a mãe será próxima e herdará propriedade materna.

A sua felicidade subjetiva será real, mas  durante o dasha de Júpiter, sempre  que este planeta ou outros planetas funcionais maléficos (Saturno e os nodos, Rahu e Ketu) influenciarem esta casa através de trânsitos, haverá períodos de perda de bem estar físico e emocional. Um desses períodos está a ocorrer agora, com intensidade, devido ao facto de Saturno, a influência mais maléfica para este Ascendente, estar a transitar pela 4ªcasa , num trânsito – Sade Satti– que dura há mais de dois anos e que terminará nos primeiros dias de novembro próximo. Devido ao facto de Saturno estar a transitar pelo seu signo de exaltação, este não produz apenas maus resultados, dando resultados mistos. A partir de 6 de outubro próximo e até  3 de junho de 2017 estará ativo o sub período de Júpiter. Usando o software recomendado observamos que, tal como já dissemos no artigo sobre a análise da carreira e da profissão, nos momentos  que aí identificámos em que o trânsito de Saturno, Júpiter e Rahu/Ketu afetarem esta casa, as bases de vida familiar/ conjugal podem ser negativamente atingidas. Pode haver mudança de residência neste período que decorre até 2020, não sendo de excluir uma ida para um país estrangeiro (4ª, 7ª , 9ª e 12ª casas em evidência). As raízes de vida do nativo serão reformuladas.

A 7ª casa  está enfatizada no horóscopo, tendo a presença do Sol, de Vénus e  de Mercúrio. Estes planetas regem, respetivamente a 2ª,a 4ª e a  11ª ,a 3ª e a 12ª. São casas de vida familiar, de ganhos e de rendimentos, de propriedades da família e de despesas, perdas ou gastos. Mas, se contarmos apenas com os significados dos signos Mooltrikona que estes planetas regem, e que são predominantes, temos: 2ª, 4ª  e 3ª casas. E prevalecem os significados de riqueza , de família e de status, de empreendedorismo, motivações e capacidade de iniciativa. E todos estes significados  são influenciados pelo cônjuge que, já agora, é mostrado pela 2ª, pela 4ª e 8ª casas.  Pelos signos que as ocupam e pelos planetas presentes (apenas Júpiter na 4ªcasa), não é  difícil inferir que o nativo se sente atraído para uma pessoa com forte personalidade e capacidade de afirmação, com posses, com   um bom estatuto social e familiar, bens e boa instrução. Por outro lado, através do signo na  8ª casa ,sabemos também que o parceiro pode ser  alguém com dificuldade na expressão das emoções e dos  sentimentos ou «desligada», no plano pessoal (Saturno e Aquário), embora tenha também uma natureza jovial (Júpiter na 4ªcasa). Este é o tipo de pessoa que o nativo atrai e para o qual se sente atraído.

Quanto ao tempo do casamento, este é visto pela 2ª casa como fator principal e pelos planetas que influenciam a casa. Ora, como esta casa não tem planetas colocados, resta apenas o aspeto amplo de Ketu para a casa de modo que o momento do casamento poderá ocorrer no período dasha do Sol regente da 2ª casa ou no subperíodo de Ketu entre junho de 2023 e agosto de 2024. Porém,  o período ou sub período de Ketu não é nunca uma boa escolha  para o casamento pois provoca atrasos, obstáculos e há uma grande probabilidade de um casamento realizado neste período terminar sem ter trazido verdadeira felicidade. Mas o período do Sol será uma escolha melhor. De resto, a presença do Sol na 7ª casa indica habitualmente casamento tardio. Usando o software, vemos  que o sub período da Lua ocorre entre 23 de novembro de 2024 e 22 de maio de 2025. Não mencionamos o subperíodo do Sol porque, na Astrologia Jyotish, é tradição considerar que o primeiro subperíodo de um dasha dá sempre resultados fracos. O subperíodo da Lua, que é o regente do Ascendente, parece-nos uma data plausível para resultados positivos no casamento.

Agora,   o casamento será feliz? Observamos como significador principal da felicidade do casamento a 4ª casa e o seu regente e  notamos que Vénus , o regente da 4ª casa, está colocado na 7ª e em conjunção com o regente da 2ª casa, o Sol, estando combusto pois está a 1º de distância do Sol. Haverá a tendência para o nativo se «apagar» perante o cônjuge,  para precisar do apoio dele  ou para  criar dependência em relação  a ele. Este liderará na relação e será a chave,  em grande parte , para o sentimento de felicidade subjetiva desta pessoa para quem o parceiro aparece como uma espécie de modelo da sua estrutura de vida e dos seus desejos e propósitos na vida. Porém, como Vénus também simboliza o cônjuge num horóscopo masculino, o estado combusto de Vénus também pode indicar traços da  personalidade do cônjuge, que pode ter dificuldade em encontrar uma base segura de vida e capaz de lhe trazer realização pessoal. Saturno rege a 7ª e a 8ª casas  e está colocado na 3ª casa ,indicando que o ambiente envolvente do nativo e os seus desejos se realizarão gradualmente, com alguma lentidão mas , à medida que o tempo passa,  os laços conjugais tenderão a melhorar após algumas importantes lições aprendidas (Afinal, Saturno é o planeta do Karma por excelência). Saturno tem força suficiente para proteger os seus resultados e, por isso, os laços conjugais podem ser mantidos embora, nos momentos em que Saturno transitar pela 7ª e pela 8ª casas do horóscopo- Saturno transitará pelo signo de Capricórnio  na 7ª casa entre 23 de janeiro de 2020 e julho de 2022 e este será um período importante  no que se refere  a lições kármicas na vida deste nativo, relacionadas com os relacionamentos pessoais.  Este período vai pôr à prova qualquer relação existente na altura. Saturno  transitará pelo signo de Aquário entre julho de 2022 e março de 2025. Como os planetas funcionais maléficos não afligem os seu próprios signos Mooltrikona, este segundo período  será potencialmente melhor do que o anterior. Poderá também trazer ganhos através dos parceiro, de heranças ,de  legados ou seguros. Mas, nos períodos em que o trânsito  destes planetas e dos nodos influenciarem estas casas,  haverá eventos desafiadores  quando os aspetos forem exatos; esses trânsitos podem afetar também outras áreas de vida no plano profissional pois, para esta pessoa, estas duas áreas aparecem bastante ligadas.

Enquanto durar o  período dasha  de Vénus (até 2024) e, nos dashas seguintes ,nos subperíodos deste planeta  podem acontecer eventos que põem em causa a harmonia das parcerias incluindo o  casamento, podendo trazer situações  que separam os parceiros /cônjuges.

Confirmação pela Navamsha

FF

FF D-9

 Vamos agora observar como estão colocados os indicadores principais do casamento na Navamsha. O Sol, regente da 2ª casa na D-1, está colocado na 6ª casa, em conjunção com Vénus, regente do Ascendente nesta varga e regente da 4ª casa da D-1, uma casa que é um indicador principal para a felicidade do casamento. Vénus está exaltado, o que é uma boa indicação mas, a colocação de ambos na 6ª casa, uma casa de conflitos, não é a melhor das indicações para a harmonia conjugal. Saturno, o regente da 7ª casa na D-1, está em vargottama , o que aumenta a sua força mas está colocado na casa das perdas e do isolamento, a 12ª casa. E, desta casa, Saturno lança um aspeto para o Sol e para Vénus na 6ª casa. Esta ênfase no eixo da 6ª e da 12ª casas confirma que  há lições específicas  que este nativo precisa de aprender  através da área dos relacionamentos e do casamento. Ao mesmo tempo, este eixo pode indicar que países estrangeiros podem desempenhar um papel  importante nesta aprendizagem. Assuntos relacionados com subordinados na economia caseira ou com colegas de trabalho ( e conflitos que podem surgir) cruzam-se  com a expressão emocional dos relacionamentos. Alguns sacrifícios podem ter que ser feitos pelo nativo nesta área .

Globalmente, podemos considerar que este horóscopo indica que a área do casamento e dos relacionamentos pessoais será fonte de felicidade mas também de alguns momentos problemáticos  mas é também a área que mais fará crescer esta pessoa e permitir-lhe  um maior desenvolvimento humano e espiritual.

Deixe um comentário, a sua opinião conta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.