Análise de Horóscopo-Ascendente Virgem

nat

Para ilustrar a análise das áreas de vida para cada signo Ascendente e  para facilitar a aprendizagem dos nossos leitores, vamos apresentar a análise de mais um  horóscopo, com a leitura dos indicadores das áreas de vida, desta vez para o Ascendente Virgem. Os nossos leitores podem consultar aqui  todos os indicadores das áreas de vida para este Ascendente, que iremos utilizar nas análises específicas nos próximos artigos. Sabemos que a leitura exemplificada do horóscopo é um importante facilitador desta aprendizagem, razão pela qual vamos apresentar  leituras das áreas de vida para todos os  signos Ascendentes, usando  o horóscopo de pessoas reais. Escolhemos para esta análise o horóscopo feminino.

Antes de começar qualquer análise parcial de uma área de vida no horóscopo, convém ter em mente que precisamos de ter uma visão global da força dos planetas e das relações que estabelecem entre si e com as casas do horóscopo. Para isso temos à mão toda a informação fornecida  aqui e aqui. Definimos também a natureza funcional dos planetas para o Ascendente em causa tendo em conta o que dissemos aqui. E não nos  podemos esquecer de anotar  o grau do signo Ascendente, que marca o ponto mais efetivo de cada  casa. Anotamos todos os planetas que estão, para ambos os lados desse grau, de 0º  a 5º de distância. Esta informação  é muito importante, sobretudo se os planetas e casas indicadores para a  análise estão envolvidos nesses aspetos pois, como vamos mostrar, a interpretação da área de vida faz-se encontrando ligações entre os vários indicadores, na carta natal – D-1- e na divisional relacionada. Para essa interpretação temos ainda em conta todos os fatores referidos anteriormente (força e fraqueza das casas e planetas, natureza funcional dos planetas) . Finalmente, para sabermos como se desenvolve essa área de vida no tempo vemos os períodos dasha e antardasha dos planetas significadores e regentes das casas, nomeadamente os que têm o papel principal e articulamos esses períodos com a observação do trânsito desses planetas para o momento que desejamos analisar.

Determinação da Força dos Planetas/Casas do Horóscopo

Teresa S

27 de outubro de 1981

4h 20’ S. Sebastião do Paraíso, Brasil

vanessa d1

O Ascendente está colocado a 19º 59’  de Virgem, e este grau  corresponde ao ponto mais efetivo de cada casa do horóscopo.

Os planetas funcionais maléficos são : Saturno, como regente da 6ª casa ; Marte, como regente da 8ª; o Sol como regente da 12ª;  Rahu e Ketu.  Este Ascendente é particularmente desfavorecido, uma vez que todas as casas maléficas são ocupadas por signos Mooltrikona.

Analisando o horóscopo constatamos que um  planeta funcional maléfico, Saturno, está em conjunção com o ponto mais efetivo da 1ª casa  e, como lança aspeto para mais três casas, os seus trânsitos atingem os assuntos dessas casas com eventos que podem ser por vezes dolorosos. Ele está a uma distância de 2º  do Ascendente e há uma orbe de 2º  no aspeto que lança para 3ª, a 7ª e a 10ª casas. Está também em aspeto próximo com Vénus , um dos planetas mais  auspiciosos para este Ascendente, devido à regência da 9ª casa da sorte. Mercúrio, o regente do Ascendente, está retrógrado na primeira casa,  no seu signo Mooltrikona, o  que fortalece o Ascendente, em conjunção com Saturno (numa orbe de 3º )e também com o ponto mais efetivo da 1ª  e da 7ª casas.  Mas Mercúrio está aflito pela conjunção com Saturno.  Júpiter, pela regência da 4ª casa, ocupada pelo seu signo Mooltrikona, é a influência mais benéfica para este Ascendente. Vénus, ao reger a 2ª e a 9ª casas, torna-se num «planeta como o Sol». Júpiter  está também em conjunção com a Lua, numa orbe de 4º e forma por isso uma assinatura protetora no horóscopo; porém, está no avastha da infância a menos de 1º no signo de Balança e isso retira-lhe força.  A Lua também está  no avastha  da infância mas  já perto  dos 5º do signo de Balança.  Saturno e Mercúrio formam um Rajyoga pois o regente da 5ª, Saturno, está conjunto com o regente da 1ª. Este Rajyoga reduz o impacto da aflição de Mercúrio mas não impede que, nos trânsitos, surjam potencialmente eventos relacionados com a natureza funcional maléfica de Saturno.(os aspetos materiais podem ser poupados mas não a dimensão emocional, de contentamento, etc). Outro fator a ter em conta é que Mercúrio é o dispositor de  Saturno.  Saturno está também em aspeto próximo com Vénus, numa orbe de 5º.

Saturno e Mercúrio estão colocados no Ascendente, o que é uma excelente posição pois o regente do Ascendente está colocado na própria casa que rege e em conjunção com o regente da 5ªcasa, que representa a sorte resultante de créditos por ações passadas. Porém, Saturno tem o seu signo Mooltrikona na 6ª casa, e os significados desta sobrepõem-se aos da 5ª casa, podendo por isso trazer lutas e inimigos que minam a ação e a visibilidade da pessoa. A presença de Saturno na 1ª casa indica sempre um destino em que há experiências kármicas específicas a vivenciar e normalmente dá mais maturidade à pessoa, que parece sempre mais velha (não fisicamente mas mental e/ou emocionalmente) do que o que indica a sua idade biológica.  Além do mais, a 5ª casa , regida por Saturno, tem a presença de Ketu, o planeta que indica as experiências que se trazem do passado. Ketu aqui pode indicar excelentes dons discriminativos e de inteligência, mas mina a sorte, por ex., no que se refere a ganhos por jogo e também reduz o nº de filhos ou produz dificuldades com os filhos que a pessoa tem. Também não favorece a sorte nas relações amorosas que podem ser difíceis. Ketu lança aspeto para a 1ª casa, sendo o único aspeto que esta recebe, além dos que se referem aos planetas aí colocados.

O Sol  está colocado na 2ª casa, em conjunto com  a Lua, embora a  6º de distância um do outro .  Enquanto regente da 12ª casa, uma casa de perdas, o Sol aponta para um destino  em que será difícil acumular riqueza pois a pessoa verá as  circunstâncias levar-lhe os ganhos. A presença do Sol nesta casa , devido à sua natureza maléfica, prejudica a vida familiar . A Lua, por outro lado, compensa em parte esta significação do Sol pois, como regente da  11ª casa, colocada na 2ª, só por si favorece os ganhos , podendo haver a participação de irmãos mais velhos no ganho de riqueza e também ajuda a proteger a família e o ambiente doméstico. Porém, esta pessoa nasceu exatamente no dia de uma Lua Nova, ou seja, na fase da Lua escura, o que não permite que a força da Lua seja capaz de anular a ação desfavorável do Sol. Os ganhos e rendimentos, bem como a realização dos projetos e desejos exigirão muito trabalho e esforço da sua parte. A presença de Rahu na 11ª casa, porém, dá-lhe uma enorme ambição , uma atenção focada nos objetivos que pretende atingir e favorece os ganhos e rendimentos. Deverá prestar atenção ao seu círculo social e amigos pois estes podem ajudar definitivamente a melhorar a  vida financeira e a atingir objetivos e ambições pessoais.  Júpiter também está presente na 2ª casa, o que é uma excelente colocação pois ajuda a acumular riqueza . Enquanto regente da 4ª casa e influência mais benéfica deste Ascendente, Júpiter permite ganhar dinheiro a partir de negócios relacionados com imobiliário, terras, veículos, etc. Ajuda a melhorar a vida familiar  e concentra a atenção da pessoa no trabalho e em ganhar dinheiro. Esta pessoa está focada em alcançar o máximo de riqueza  que for capaz de conseguir através do seu trabalho. Mas não é apenas o dinheiro que está aqui em jogo. A concentração do Sol, da Lua e de Júpiter na 2ª casa deixa perceber, sem margem para dúvidas, que  o destino desta pessoa está profundamente ligado à construção e desenvolvimento de todos os recursos que lhe permitam dominar a vida aqui na Terra, alcançando conforto, status e construindo a sua identidade dessa forma. O Sol está debilitado em Balança e a Lua, como vimos, está na fase escura, o que significa que esta pessoa terá que batalhar muito para chegar onde pretende.  Mas Júpiter protege esse objetivo e, enquanto regente da 7ªcasa talvez permita que esta pessoa consiga algum do conforto desejado através do parceiro (de negócios ou do cônjuge), apesar de Júpiter também estar enfraquecido por estar mesmo no início do signo de Balança.

Vénus, o regente da 2ª e da 9ª casas, está colocado na 3ª casa. Este  planeta, que funciona como o Sol pode ajudar bastante a ultrapassar muitos dos  problemas desta pessoa, pois rege a sorte e a fortuna para esta vida, a partir das ações que a pessoa vai realizando. O pai ou uma figura de autoridade, um mestre, ou os valores da pessoa,  o seu empenho em prosseguir estudos superiores ou até mesmo a relação com um país estrangeiro, podem contribuir para a sua maior projeção e visibilidade no mundo. A 3ª casa é uma casa de talentos naturais, de coragem e de iniciativas, de  motivação e  de desejos. Impulsionando esses desejos com coragem e sem esmorecer com as dificuldades que vão aparecendo, poderá contribuir decisivamente para ir melhorando a situação de vida pois a 3ª casa é uma casa de crescimento (upachaya) cujos resultados vão melhorando à medida que o tempo vai passando.

Marte está colocado na 12º casa, sendo regente da 8ª. Durante o período dasha ou subperíodos, bem como nos trânsitos pelo ponto mais efetivo de cada casa ou quando forma conjunção com os planetas do horóscopo ou outros planetas em trânsitos, Marte pode trazer o perigo de acidentes, obstruções, obstáculos e fracassos, acompanhados de perdas. Felizmente não forma aspetos e não recebe aspetos de outros planetas. Mas é sem dúvida o planeta mais maléfico do horóscopo.

Os nodos estão colocados num eixo  que não favorece os filhos  : Rahu está colocado na 11ª casa e, nesta posição ,costuma indicar desejo de ganhar dinheiro e de aumentar a  influência pessoal podendo recorrer à manipulação dos amigos para o conseguir e pode atrair considerável riqueza material.   Esta riqueza ,no entanto, tende a chegar de forma não habitual, por formas que podem ser incomuns. Ketu na 5ª casa em alguns casos pode diminuir a criatividade, ao tornar a pessoa  mais passiva em relação à sua própria inteligência mas o fator principal é que prejudica as crianças ou filhos que a pessoa pode ter.

Como aspetos gerais notamos que o esforço da vida desta pessoa andará bastante em torno das posses que desejará acumular. A sua vida parece definir-se pelo esforço de conquistar segurança material e de desenvolver todos os recursos, materiais mas também associados ao conhecimento e à aprendizagem, que lhe permitirão alcançar uma posição social positiva.  O domínio do ter parece subjazer ao desenvolvimento do seu ser. Mas terá que enfrentar lutas e porventura também perdas  antes de conseguir o que pretende.

Quanto à força dos planetas, concluímos  que   existem vários planetas enfraquecidos , outros com algum reforço como o regente do Ascendente colocado no seu signo Mooltrikona, os nodos e Júpiter em vargottama e concluímos que este é um horóscopo com força média em que o trabalho e o esforço serão mais importantes na vida da pessoa do que o fator sorte.

Deixe um comentário, a sua opinião conta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.