Análise de Horóscopo-Ascendente Gémeos

gem

Para ilustrar a análise das áreas de vida para cada signo Ascendente e  para facilitar a aprendizagem dos nossos leitores, vamos apresentar a análise de mais um  horóscopo, com a leitura dos indicadores das áreas de vida, desta vez para o Ascendente Gémeos. Os nossos leitores podem consultar aqui  todos os indicadores das áreas de vida para este Ascendente, que iremos utilizar nas análises específicas nos próximos artigos. Sabemos que a leitura exemplificada do horóscopo é um importante facilitador desta aprendizagem, razão pela qual estamos a  apresentar  leituras das áreas de vida para todos os  signos Ascendentes, usando horóscopos de pessoas reais.

Antes de começar qualquer análise parcial de uma área de vida no horóscopo, convém ter em mente que precisamos de ter uma visão global da força dos planetas e das relações que estabelecem entre si e com as casas do horóscopo. Para isso temos à mão toda a informação fornecida  aqui e aqui. Definimos também a natureza funcional dos planetas para o Ascendente em causa tendo em conta o que dissemos aqui. E não nos  podemos esquecer de anotar  o grau do signo Ascendente, que marca o ponto mais efetivo de cada  casa. Anotamos todos os planetas que estão, para ambos os lados desse grau, de 0º  a 5º de distância. Esta informação  é muito importante, sobretudo se os planetas e casas significadores para a  análise estão envolvidos nesses aspetos pois, como vamos mostrar, a interpretação da área de vida faz-se encontrando ligações entre os vários significadores, na carta natal – D-1- e na divisional relacionada. Para essa interpretação temos ainda em conta todos os fatores referidos anteriormente (força e fraqueza das casas e planetas, natureza funcional dos planetas) . Finalmente, para sabermos como se desenvolve essa área de vida no tempo vemos os períodos dasha e antardasha dos planetas indicadores e regentes das casas, nomeadamente os que têm o papel principal e articulamos esses períodos com a observação do trânsito desses planetas para o momento que desejamos analisar.

O horóscopo que vamos utilizar é de uma mulher, nascida em 5 de outubro de 1977 nas Caldas da Rainha, Portugal. Neste artigo iremos analisar a força geral dos planetas no horóscopo, antes  de passarmos à análise específica das áreas de vida.

Determinação da Força dos Planetas/Casas do Horóscopo

Ana R

5 de outubro de 1977, 22h 20m

Caldas da Rainha   Portugal

Silvia D-1

O Ascendente está colocado a 20º 51’  de Gémeos, e este grau  corresponde ao ponto mais efetivo de cada casa do horóscopo.

Os planetas funcionais maléficos são  apenas Rahu e Ketu. As casas maléficas 6ª, 8ª e 12ª – não estão ocupadas  por  signos Mooltrikona, por isso os seus regentes não são considerados.

Observamos de imediato que todos os planetas estão  colocados dentro do arco de Rahu e Ketu, formando um Kalsarpa yoga  Porém, o fator que mais salta à vista  é a conjunção próxima, na 4ª casa, entre o Sol e Rahu. Ambos são inimigos e esta conjunção revela-se problemática por diversas razões. Rahu mimetiza os planetas com os quais forma conjunção e, pelos menos durante a primeira parte da vida desta pessoa, há uma dupla  identidade, com períodos em que a pessoa tem   o seu ego fortalecido e uma incrível confiança em si mesma e outros momentos em que se sente completamente perdida e desorientada, duvidando de si   e das suas capacidades.  Num momento deseja atingir a posição mais elevada na sociedade e, alcançar poder e influência, no momento seguinte  disfarça as suas intenções para agir sub-repticiamente e de  forma manipuladora para atingir o que pretende por meios nem sempre eticamente defensáveis, segundo os textos  tradicionais. De uma forma ou de outra, esta pessoa nunca se mostra completamente aos outros, nunca é completamente franca e pode ser difícil conhecê-la, quando duas personalidades justapostas parecem habitar nela e nas suas ações. De qualquer modo, a presença de Rahu em conjunção próxima com  o ponto mais efetivo  da 4ª casa  prejudica o sentimento de felicidade subjetiva  e o sentimento de harmonia no plano familiar e doméstico nunca é atingido embora seja alvo de um desejo muito forte  por parte da pessoa. O que ela mais deseja no mundo é a felicidade mas esta tende a escapar-se de diversas formas . Segundo alguns autores, nos primeiros 35 anos de vida Rahu predomina na sua influência  na vida da pessoa, fazendo surgir circunstâncias inesperadas que não permitem a paz mental nem o sentimento de tranquilidade interior. Pode haver situações envolvendo propriedades e veículos  e haverá um desejo muito forte de possuir este tipo de  bens, seja por que meios for. A presença de Rahu aqui impulsiona a pessoa para obter terras, propriedade, veículos: a pessoa deseja intensamente fazer  parte do grupo que tem privilégios associados à posse destes bens.

Pode haver muita  instabilidade nos primeiros anos de vida com circunstâncias fora do comum a envolver o ambiente familiar, a educação, veículos, a casa ou residência, etc. Após estes primeiros anos, o Sol passa a ser dominante e  a vida da pessoa pode estabilizar mais. Porém , sempre que  Rahu em trânsito lança aspeto para o ponto mais efetivo desta casa, eventos perturbadores relacionados com  os significados da 4ª casa, podem ocorrer. Entretanto, Mercúrio, o regente do Ascendente, está  também colocado na 4ª casa , embora não  formando aspeto próximo com o Sol nem com  Rahu. Está no signo de exaltação e exerce por isso um efeito protetor desta área de vida.

Neste horóscopo, a totalidade dos planetas está colocada em 3 casas,  o Ascendente, a 3ª e a 4ª casas, o que indica uma concentração das experiências de vida  relacionadas com os significados destas casas, num mapa astrológico que classicamente se diria ser profundamente kármico.

A Lua, regente da 2ª casa, está colocada na 1ª, indicando a importância das posses- de conhecimento, dinheiro,  educação-  na definição da identidade e das características pessoais  para  realizar o propósito de vida. Também indica que a pessoa ganhará dinheiro e as outras posses pelo próprio esforço.  A presença  da Lua na 1ª casa indica  uma aparência atraente e  um temperamento romântico e sociável.  A pessoa é também inteligente, e gosta de aprender. A conjunção com Marte numa orbe de 1º grau aumenta o caráter apaixonado e altamente emocional desta pessoa que é hipersensível, reage por vezes de forma abrupta e, quando se zanga, as coisas podem tornar-se sérias pois explode agressivamente. Como Marte está no signo de Gémeos, que comanda o discurso, será de esperar  que essa explosão se faça em termos de discussões ou de forma discursiva. Mas, tal como começam, estas discussões podem dissipar-se rapidamente devido ao caráter mutável da Lua.  Marte na 1ª casa produz o desejo de ser independente e esta mulher tem grande dificuldade em aceitar submeter-se seja a quem for, podendo reagir com bastante agressividade a todas as tentativas de outros para a controlar ou dominar.  Marte pode também prejudicar a autoestima embora dê coragem e assertividade para a pessoa se afirmar. A colocação de Marte no signo de Gémeos acentua o gosto por percorrer caminhos novos e pela aventura. A pessoa pode ter talentos inatos para lidar com todo o tipo de tecnologias , não apenas da comunicação mas também na engenharia, etc. Marte lança aspeto para a 7ª casa e isto também não ajuda a vida amorosa nem o plano das parcerias pessoais, havendo a tendência para as discussões constantes.

 A presença de Júpiter na 1ª casa «tempera» alguns excessos de Marte e da impulsividade que a conjunção entre a Lua e Marte produzem na personalidade pois esta é a melhor posição de Júpiter.  Esta pessoa  pode dedicar boa parte do seu tempo ao estudo, tem uma disposição alegre e generosa e, o que é importante,  dada a colocação de Marte na 1ª casa, protege a saúde e a vida da pessoa.  Pode dar sorte e uma natureza  filosófica e/ou espiritual.  Favorece também a vida familiar, a relação com os filhos e o cônjuge e com o pai. A presença da Lua e de Júpiter na mesma casa, faz surgir o yoga de sorte Gaja kesari  que é um yoga protetor e que consegue cancelar muitos aspetos menos negativos no horóscopo.

Vénus está colocado na 3ª casa  e indica bom relacionamento com irmãos mais novos, podendo  o último ser uma rapariga. Pode também haver talentos naturais para a música, para a representação dramática, dança, ou talento literário para a escrita  ou outras formas de comunicação. A pessoa pode por ex., ter talento para ser atriz.   Também pode haver talento para as belas artes .

Saturno  está  colocado na 3ª casa, embora não forme conjunção próxima com Vénus. A colocação de Saturno nesta casa é  positiva, pois trata-se de uma casa upachaya, isto é ,de crescimento. Esta pessoa tem o desejo de vencer pelos seus esforços e isto pode ser alcançado mas deverá trabalhar de forma persistente, sem receber ajuda de ninguém. Normalmente, o sucesso vem na segunda metade da vida. Saturno torna a pessoa mais conservadora e é possível que esta mulher alterne momentos em que a impulsividade de Marte a faz vibrar de entusiasmo e outros em que Saturno reduz a sua força de motivação e  faz decair a autoestima e a torna conservadora e sem desejo de correr  qualquer risco.  Saturno nesta casa confirma a possibilidade de existir talento literário  e/ou para a comunicação pois,  nesta casa, Saturno lança aspeto para a casa que rege, a 9ª, e isso indica que a pessoa pode ter sorte na  carreira que escolher, se esta for relacionada com a sua capacidade de iniciativa pessoal e o uso dos seus talentos naturais.  O facto de Saturno também ter a regência da maléfica 8ª casa é prejudicial para os  significados da 3ª casa mas prevalece  o seu caráter como regente da 9ª casa pois esta é ocupada pelo signo Mooltrikona, Aquário. De qualquer forma,  isso poderá  tornar mistos os resultados do planeta no que se refere à sorte da pessoa.

O Sol  está colocado na 4ª casa  e esta posição do Sol , estando acompanhado de Rahu, não favorece a felicidade pessoal. Sendo o regente da 3ª casa, esta posição do Sol pode indicar interesse em trabalhar com propriedades e/ou veículos, com terras, etc., podendo assim existir uma carreira no ramo imobiliário ou  na administração de propriedades familiares. Esta posição do Sol também pode indicar que, se existirem irmãos, estes poderão herdar as propriedades familiares ou dedicar-se ao negócio de imobiliário. O aspeto que o Sol lança para a 10ª casa poderá influenciar positivamente a carreira  a partir da maturidade, uma vez que, na infância e na adolescência, o Sol está com a sua energia inibida pela influência próxima de Rahu.

Mercúrio é o regente do Ascendente e está muito bem colocado por signo, pois está no seu signo de exaltação, Virgem. A posição em relação ao Sol,  com uma distância de menos de 10º faz dele um planeta combusto.  De  qualquer modo trata-se do regente da 4ª casa  colocado na casa que rege  e, estando esta casa ocupada por um signo Mooltrikona, Mercúrio aparece como a influência mais benéfica do horóscopo.  É claro que a natureza mutável do planeta faz pensar em altos e baixos na vida, sempre que o planeta transita por pontos sensíveis do horóscopo mas atenua  a influência agreste do sol na 4ª casa.

Finamente, Ketu está colocado na 10ª casa,  num bom signo, Peixes, o que pode indicar bons resultados para a carreira. Porém, esta colocação indica interesse por assuntos espirituais e isso pode levar esta pessoa a perder o interesse pelo sucesso no plano mundano. O estatuto e o reconhecimento no plano profissional podem ser menos importantes do que o sucesso na vida familiar ou  o interesse pelo lar. A pessoa pode no entanto ter acesso ao sucesso fácil na carreira com esta posição de Ketu mas não lhe atribuir  valor  significativo na sua vida por estar demasiado focada na vida familiar e nos seus desejos de felicidade, de possuir/administrar  uma (ou várias ) casas e outos bens, etc. Rahu e Ketu transitam atualmente pelo eixo Virgem/Peixes em duas casas angulares do horóscopo- a 4ª e a 10ª- e durante  os 18 meses deste trânsito muitas coisas podem mudar na vida desta pessoa na relação entre a vida familiar e a profissão , as casas e propriedades e veículos, etc.

Usando  o software recomendado, verificamos que esta pessoa está a experienciar o dasha  de Mercúrio, que se iniciou em 2006 e estará operante até fevereiro de 2023. Desde 23 de agosto  de 2014 a até agosto de 2015, está operante o subperíodo de Marte. Este é um período decisivo na vida desta pessoa e envolverá a realização dos desejos e ambições pessoais, podendo também  trazer alguns desafios no plano das interações com colegas , colaboradores ou subordinados, bem como mudanças significativas  na estrutura geral de vida , na vida familiar, profissional, na residência e no lar.

Quanto à força dos planetas, verificamos que  a força destes é suficiente para produzir resultados positivos na vida desta pessoa . Os nodos estão bem colocados nos signos virgem/Peixes e o subperíodo de Rahu pode trazer mudanças significativas pois uma parte deste subperíodo coincide com o trânsito atual de Rahu e Ketu que regressaram à posição de nascimento (a partir de 23 de agosto de 2015 e até final do trânsito em janeiro de 2016).

Constata-se assim que esta pessoa está num momento importante de mudanças estruturais na sua vida pois sempre que Rahu e Ketu transitam pelas casas angulares transportam eventos de natureza kármica que reorientam a estrutura da vida da pessoa.

Deixe um comentário, a sua opinião conta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.