Ler a Carreira- Ascendente Peixes

 chap

Depois de apresentarmos a análise da força geral dos planetas  no horóscopo de Mário Santos como exemplo do Ascendente Peixes num artigo anterior,  vamos hoje analisar a carreira e profissão  para facilitar a aprendizagem dos nossos leitores. Lembro entretanto que qualquer interpretação parcial do horóscopo, neste caso a da carreira/profissão, implica necessariamente a análise dos aspetos apresentados nesse artigo inicial  para vermos a  força geral  e a  natureza funcional dos planetas e das casas , sob pena de a interpretação de cada área de vida perder a fiabilidade. Por vezes há, por ex., uma assinatura (yoga) de riqueza no horóscopo mas, para que ela frutifique na vida da pessoa,  a primeira condição necessária é que os planetas que a formam sejam fortes e não estejam aflitos no horóscopo de nascimento (D-1). Por outro lado, como dissemos anteriormente,, se um planeta está, por ex., exaltado numa determinada carta divisional mas está debilitado ou de algum outro modo enfraquecido na D-1, será pouco provável que dê resultados dignos de nota relativamente às suas significações. Assim, não devemos esquecer que a D-1, o horóscopo de nascimento, é sempre  o ponto de referência principal e que as cartas divisionais são apenas  uma visão em pormenor daquilo que é prometido na D-1.

Leitura da Carreira/ profissão pelos Indicadores no Horóscopo- Ascendente Peixes

Para o Ascendente Peixes  a 10ª casa é o determinante primário do emprego e da profissão e, secundariamente, analisamos o Sol e  a 2ª  casa e os seus regentes.

A 10ª casa está ocupada pelo signo de Sagitário, tendo Júpiter como regente. Júpiter está em aspeto próximo com o ponto mais efetivo desta casa, bem como da 4ª, o que é uma boa indicação. A 10ª casa contém a Lua conjunta com  Rahu e Vénus. Júpiter, o determinante primário da profissão está retrógrado.  A presença da Lua, enquanto regente da 5ª casa da inteligência e da criatividade na 10ª casa é um indicador muito positivo fazendo da Lua um planeta yogakaraka. Porém, há que não esquecer que a Lua está conjunta com Rahu, o que conduz a formas inconvencionais  de encarar a profissão, ao mesmo tempo que a pessoa pode criar ilusões e expetativas irracionais acerca das suas capacidades e possibilidades. Esta posição na 10ª casa pode indicar um grande carisma da pessoa e capacidades de liderança mas também pode arruinar as possibilidades de sucesso pois predispõe o nativo para a depressão e  a instabilidade mental e psicológica. A pessoa pode ter ideias delirantes acerca do que deseja e pode fazer em relação à carreira, sendo difícil delimitar as ações concretas para ter sucesso, sobretudo porque o desejo de sucesso pode ser tão forte que é difícil permanecer com os pés bem assentes na Terra. Vénus, regente da 3ª e da 8ª casas está também clocado na 10ª casa e se, enquanto regente da 3ª casa, esta posição indica capacidade de iniciativa e de obter reconhecimento através do próprio mérito, enquanto regente da 8ª casa, ocupada pelo signo Mooltrikona de Vénus, esta colocação produz instabilidade na carreira, criando mudanças súbitas, obstruções e dificuldade para ver o mérito reconhecido. Esta posição acaba também por prejudicar a vida familiar, gerando infelicidade e obstáculos também nessa área. De qualquer modo , este eixo da vida familiar/carreira é um ponto central no destino desta pessoa, pois o regente do Ascendente, bem como os nodos, estão aqui colocados. O indivíduo oscila entre o desejo de atingir uma posição social de relevo e o reconhecimento na carreira e o refúgio  de se acomodar no «ponto de menor resistência, representado por Ketu na 4ª casa e que faz da segurança emocional uma necessidade que condiciona a capacidade de lutar pela visibilidade profissional. Nos períodos dasha de Rahu e da Lua pode haver experiências altamente disruptivas, tanto no plano emocional como profissional, com mudanças bruscas difíceis de integrar de forma harmoniosa.

A 2ª casa está forte com a presença do seu regente, indicando potencial de ganhos, pois  Marte, o  seu regente, é também o regente da 9ª casa da sorte para esta vida. O nativo pode também  receber riqueza do pai, que ajudará a desenvolver a sua própria ambição profissional. Esta posição também indica felicidade no casamento e boas capacidades de discurso, imaginação, etc. e que serão úteis no desenvolvimento profissional. Infelizmente a ação de Marte é limitada pela sua colocação num ponto gandanta, pelo que é incerto prever resultados muito positivos a este respeito. Além disso, Saturno está em aspeto com a 2ª casa e lança aspeto igualmente para a 5ª e para a 10ª casas e, como regente da 12ª casa das perdas, este não é um aspeto nada favorável, indicando a possibilidade de uma vida cheia de lutas para conseguir alcançar algum sucesso e felicidade. O sucesso será assim difícil de atingir. O nativo  desejá-lo-á intensamente- Rahu na 10ª casa- mas este não virá de forma fácil nem permanente.

Analisamos depois  o Sol  e vemos que está colocado na 12ª casa. O Sol rege a 6ª casa e esta colocação não favorece nem a vida profissional nem a saúde do nativo. O Sol lança aspeto para a casa que rege mas a sua influência não ajuda a melhorar a vida profissional, marcada por relacionamentos tensos e difíceis com colegas e/ou subordinados e mesmo perdas causada por estes, que podem ter natureza desonesta.

Consultando o software recomendado vemos que este homem está neste momento a experienciar o dasha  de Rahu, iniciado em abril de 2003 e que estará operante até abril de 2021. O subperíodo atual é o de Vénus, iniciado em novembro de 2014 e que decorrerá até novembro de 2017 . Este pode ser um  momento  com muitas mudanças e desafios para a vida profissional , atendendo a que Vénus rege a casa dos obstáculos e mudanças bruscas. Mas, atendendo a que Vénus é forte, este subperíodo pode também trazer alguma herança ou indemnização. Atendendo à idade atual deste homem- 60 anos- poderá  escolher reformar-se de forma antecipada  durante este subperíodo de Vénus para poder dedicar-se mais à vida familiar.  Se esta for a escolha deste homem, o mês de Maio de 2016 será uma boa escolha, pois Vénus transita pela 2ª casa do horóscopo, Rahu transita pela 6ª casa e Júpiter também transita por aqui, e o Sol está exaltado a transitar pela 2ª casa.

Quanto ao tipo de carreira, começamos por analisar a criatividade do nativo. Para a criatividade, a 5ª casa é o principal significador e a 2ª casa, Júpiter  e o Sol, dão-nos informações adicionais.  O regente da 5ª casa, a Lua, está colocado na 10ª casa  da ação e do reconhecimento público, numa colocação que é habitualmente muito vantajosa para o plano profissional e para a visibilidade geral do destino da pessoa. Mas, como em tudo, há que contar com a globalidade do horóscopo e outros fatores do horóscopo não confirmam esta possibilidade, pelo menos em escala significativa. De qualquer forma, este nativo tem a capacidade de envolver o público e de ser popular e os seus dotes de imaginação, de oratória ou de escrita podem ser capazes de galvanizar o interesse dos outros, pelo menos até certo ponto. Infelizmente a conjunção entre a Lua e Rahu pode produzir a tendência para a pessoa perder o sentido da realidade e isso pode rapidamente acabar com a  sua credibilidade  perante os outros, o que não ajuda numa carreira em que precise de lidar com o público.

A 2ª casa, indicador secundário, tem regência de Marte, como vimos   e conta com a presença do seu regente mas o aspeto de Saturno para esta casa não indica facilidade na acumulação de riqueza nem na vida profissional, o mesmo acontecendo com a colocação do Sol na 12ª casa.

Marte é o indicador principal do empreendedorismo e a 3ª casa, Vénus e Saturno são os indicadores  secundários  para o Ascendente Peixes .Marte está bem colocado no próprio signo embora esteja fraco pois ocupa um ponto Gandanta   na passagem do signo de Peixes para Carneiro. De qualquer modo, indica o potencial de o nativo acumular riqueza e desenvolver uma profissão aplicando as capacidades  individuais e o seu poder de iniciativa e motivação. O regente da 3ª casa, Vénus, está colocado na 10ª, o que confirma esta aplicação dos dons individuais e das competências individuais no desenvolvimento profissional. Esta pessoa, apesar dos obstáculos que se interpõem entre si e o sucesso, tem boas capacidades de iniciativa e coragem para levar a cabo projetos e iniciativas.  Não há planetas colocados na 3ª casa nem aspetos para esta casa. Quanto a Vénus e Saturno, os restantes indicadores do empreendedorismo, vimos que Vénus, que rege a 3ª casa, está colocado na 10ª e recebe o aspeto amplo do regente do Ascendente, Júpiter, e Saturno está colocado na 8ª casa, prejudicando a carreira (rege a 12ª casa das perdas) e a sorte da pessoa (lança aspeto para a 5ª casa) , ao mesmo tempo que coloca obstáculos à acumulação de riqueza e ganho de status  (lança aspeto para a 2ª casa).  Assim, esta pessoa não tem muita sorte no plano profissional, o seu destino envolve lições específicas em que a sorte e o sucesso  na carreira não são os fatores dominantes.

Confirmação pela Dasamsha- D-10

Mário Santos

17 Fevereiro 1955 C. Branco, Portugal

mario santos d-10

Começamos por observar onde se encontra colocado, nesta divisional, o indicador principal do emprego e da profissão, Júpiter. Está bem colocado na 9ª casa, no próprio signo, Peixes. A Lua, regente do Ascendente, conta como fator determinante principal pois o Ascendente desta varga está ocupado por um signo Mooltrikona. Está bem, colocada numa casa kendra, a 7ª, evidenciando que uma parceria de negócios é mais vantajosa no plano profissional do que um emprego convencional. Marte, o regente da 2ª casa na D-1 está novamente colocado no próprio signo e numa casa kendra, a 10ª casa, justamente relacionada com a profissão. O Sol, o outro indicador secundário da profissão, está excelentemente colocado na 9ª casa, em signo amigo e em  conjunção com Júpiter, o indicador principal da profissão. Rahu está também bem colocado, na 3ª casa.

Bom, e aqui começamos por nos dar conta de que a Dasamsa (D-10)  é bastante mais favorável do que a D-1 no que se refere às possibilidades de esta pessoa ser bem sucedida na carreira e na profissão. Porém, um olhar mais atento mostra também que Saturno, regente da 8ª casa dos obstáculos nesta varga está colocado no Ascendente, indicando lutas e obstáculos na vida . Vemos também que Júpiter está retrógrado e que isso, habitualmente, revela um destino mais orientado para o desenvolvimento interno da pessoa do que para o seu sucesso externo.  E, finalmente, pela carreira discreta que conhecemos a esta pessoa, podemos concluir que efetivamente, as promessas natais expressas na D-1 prevalecem sempre  sobre as indicações das divisionais que , como dissemos já em ouras ocasiões,  não têm valor autónomo, sendo antes complementares das promessas da D-1.

Deixe um comentário, a sua opinião conta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.