Encontrar o Ishta Devata no Horóscopo

 

dev

Neste artig mostramos o significado do Ishta Devata e como encontrá-lo no horóscopo.

A astrologia Jyotish surgiu, há mais de 5 mil anos, como parte integrante da Filosofia dos Vedas, razão pela qual também é designada por «Astrologia Védica».  Esta era considerada como um saber que tinha por objetivo «iluminar» a compreensão do indivíduo para que  este pudesse prosseguir o caminho do desenvolvimento espiritual pleno, tirando partido das lições que lhe permitiriam atingir a «salvação» ou libertação final do ciclo de reencarnações terrenas.

Neste contexto, a designação «Astrologia Jyotish» significa «Ciência da Luz». E é assim que compreendemos o conceito de que vamos falar hoje, a pedido de uma leitora, «Ishta Devata». Cada um de nós possui, segundo esta tradição, um «Deus pessoal» cuja função é levar a alma para a sua morada de salvação».

E, na Índia, em que a Astrologia Jyotish não se separa da religião, muitas pessoas veneram a sua deidade pessoal, ou Ishta Devata. Este conceito remonta ao fundador da Astrologia Jyotish e escritor dos vedas, Parashara e foi retomado pela corrente ou tradição autónoma conhecida por Sistema Jaimini.

A este propósito, os leitores deverão ter em mente que este sistema  é, em si mesmo, um mundo, e que nenhum astrólogo, por mais estudioso que seja, pode abarcar completamente todos os ensinamentos das várias correntes da Astrologia desenvolvidas na Índia. No caso presente, esta corrente aponta para um «caminho de vida», não se trata de uma mera compreensão lógica ou de uma forma de curiosidade, trata-se de escolher o caminho espiritual e de o seguir, como o propósito de vida mais essencial.

O conhecimento da «deidade pessoal» pode lançar luz sobre o caminho que está destinado a cada um  em relação aos «quatro pilares da existência»- Moksha, Artha, Kama e Dharma-, ajudando a perceber o tipo de lições que a pessoa deverá aprender  nesta existência, a fim de completar o ciclo de encarnações e esgotar o seu karma, de acordo com os Vedas que, lembramo-lo, são textos sagrados na tradição Hindu.

Porém, como alguns sábios não se esquecem de referir, o Ishta Devata é apenas um «avatar» da fonte absoluta divina, não sendo necessário, segundo alguns, personalizar  a divindade para se poder alcançar a salvação ou atingir o propósito essencial da vida.

Mas, para algumas pessoas, a possibilidade de  se devotarem a um «Deus pessoal» ajuda-as a manterem-se  firmes e focadas na sua missão de vida. A determinação do Ishta Devata  não é um mero princípio mecânico externo, tem muito de intuitivo e deve ser a pessoa a sentir por si mesma, qual dos «devatas» escolher, entre os que estão associados  ao Karakamsha ou, por vezes, ao Atmakaraka, a partir da empatia e ligação que sente com essas deidades, ou seja, não há determinação absoluta do Ishta Devata, mesmo após os passos que vamos exemplificar, havendo várias possibilidades de escolha do Ishta Devata para cada pessoa.

Como Encontrar o seu Ishta Devata no Horóscopo

Esta pode ser uma tarefa simples, em alguns casos, sendo um pouco mais complexa noutros, pois depende da existência ou não de planetas numa determinada casa. Expliquemos passo a passo como fazer:

  1. Em primeiro lugar temos que saber qual é o planeta Atma Karaka.  Ora, não é  difícil saber qual é este planeta no nosso horóscopo, é simplesmente aquele que, entre todos os planetas do horóscopo- excluindo Rahu e Ketu, segundo alguns, incluindo-os  segundo outros- tem o grau mais elevado entre 0º e 30º do signo em que está colocado. Vamos imaginar que o planeta Atma Karaka, que encontramos no horóscopo de nascimento, é Saturno, porque está, por ex., a 26º de Leão. Como todos os outros planetas ocupam graus abaixo de 26 nos vários signos, Saturno é o planeta Atma Karaka.
  1. Em seguida, usando o programa gratuito que recomendamos, Jaganatha Hora, olhamos para a varga Navamsha e vemos qual é o signo onde se encontra Saturno, nesta carta divisional. Também podemos chegar ao mesmo resultado consultando a tabela das divisões Navamsha que publicámos para consulta dos leitores mas é preferível  visualizar a carta Navamsha. Ora, constatamos que saturno se encontra, nesta divisional, colocado no signo de Escorpião.
  1. A partir da casa/signo onde está o Atmakaraka na Navamsha , contamos 12 signos/casas. A 12ª casa a partir daí é a «casa da emancipação da alma, ela representa a forma como a alma pode atingir a iluminação e libertar-se do ciclo de encarnações terrenas. Essa casa deve então ser examinada para encontrarmos o Ishta Devata ou «Deus da Alma». No nosso exemplo, Balança é a «jivanmuktamsa» ou casa da emancipação da alma e Vénus é o karakamsha.
  1. A partir da análise desta casa ocupada pelo signo Balança podemos encontrar várias coisas: a casa está ocupada por um planeta. Como cada planeta está associado com uma deidade específica, conferimos na lista abaixo qual é o ou os devatas associados ao planeta. Esta lista segue o estipulado por Parashara na obra Hora Shastra.
  2. Mas pode haver mais do que um planeta colocado nessa casa. Então escolhemos o que for mais forte. E isto inclui analisar a dignidade dos planetas. Para saber ao certo isto começamos por ver se há planetas exaltados, no signo mooltrikona, próprio signo ou signo amigo. Esta lista segue a ordem decrescente de força.  O que estiver melhor colocado por signo determina o Ishta Devata.
  3. Vemos ainda a força shadbala: o que tem maior força shadbala é mais forte; isto é essencial para escolher quando nenhum planeta está no signo de exaltação, próprio signo etc., e estão ambos por ex., em signo amigo.
  4. O que tiver maior força shadbala é mais forte. Se não houver planetas na casa, vemos se há planetas em aspeto para a casa. Se houver vários planetas em aspeto com a casa, escolhemos, seguindo as regras atrás referidas, o que é mais forte. E, se não houver nem planetas nem aspetos para a casa, escolhemos o regente dessa 12ª casa como o determinante do Ishta Devata.
  5. Encontrado o planeta que determina o Ishta Devata, agora consultamos a lista abaixo para ver qual é o Ishta Devata associado:

Planetas e Ishta Devatas Associados

Sol- Vishnu/Rama/Shiva

Lua- Krishna/Parvati

Marte- Hanuman/Subramanya/ Sri Narasimha

Mercúrio- Vishnu

Júpiter- Vishnu/Sri Vamana/ Dattatreya/Sai Baba

Vénus- MahaLakshmi/Parashurama

Saturno- Shani Dev/Hanuman/Kurma

Num outro artigo falaremos de mais algumas potencialidades que o Karakamsha nos permite perceber no horóscopo.

Também Poderá Gostar de Ler

4 Thoughts to “Encontrar o Ishta Devata no Horóscopo”

  1. Yogini

    Muito obrigada por partilhar esta informação tão valiosa :)!

    Sabendo já de antemão que o meu atmakaraka é lua (em gémeos) e que no navamsha a minha lua está na 4ª casa também em gémeos, concluo que a 12 ª casa a partir da 4ª casa é a 3ª casa ,sem nenhum planeta, no signo de touro. Por isso, Vénus é o meu karakamsha!

    Eu nem quis acreditar que a minha deusa pessoal fosse Mahalakshimi!!Mas depois reflecti um pouco mais e procurei visualizar o meu mapa em sentido holístico, de facto, o meu Vénus está em conjunção com rahu no signo de carneiro na 8ª casa recebendo a influência da conjunção pesada de saturno com ketu na 2ª casa . No navamsha Vénus está debilitado em virgem e como senão bastasse sendo eu uma pessoa que sofre da aflição de marte (manglik) faz mais do que sentido o meu karakamsha ser Vénus e a minha deusa pessoal Mahalakshimi! Realmente os relacionamentos são a área de vida que mais tristezas e dissabores me traz.

    Aguardava que o meu deus pessoal fosse Vishnu talvez pela grande influência de gémeos e mercúrio no meu mapa bem como sol, o luminar com mais força no shadbala… Este é o Deus com o qual mais me identifiquei porque é aquele de quem eu recebo mais bênçãos.

    Esperava que o meu Deus Pessoal fosse aquele que se assemelhasse a mim quando, na verdade, o meu Deus Pessoal é aquele com o qual eu mais tenho a aprender. Ai! estou tão comovida!

    Muito obrigada por ter Expandido a minha consciência e de me ter mostrado o caminho de uma forma ainda mais nitida!

    1. Se lhe traz conforto, fique sabendo que, na tradição Hindu, é Vishnu que pode emancipar a alma, todos os avatares (Devata) atuam através de Vishnu.

  2. Yogini

    Não sabia, que bonito 🙂 ” emancipação da alma” esse é um caminho bem dificil é preciso perder contacto humano para se ganhar a nivel espiritual e a sensação de quem se é se torna cada vez mais profunda, acaba por ser um processo de isolamento neste mundo. Apesar de ser um caminho dificil e que envolve escolha parece-me a mim que é o unico que vale a pena aqui… talvez por isso sei que, de facto, os relacionamentos não são mais do que uma ponte para algo maior fica sempre uma sabor a menos e de que o amor não é nada disso do que se diz e se faz…fica sempre uma sensação de falta que serve para eu procurar o mais. Tão fascinante!
    Vou começar a prestar a minha homenagem a ambos. Uma vez mais muito obrigada!

    1. Não tem de quê, boa sorte para o caminho escolhido.

Comments are closed.