Bhojana Soukhya Yoga

comi

Este é um yoga poderoso.  Forma-se quando o regente da 2ª casa é forte e obtém a força Vaiseshikamsa (trata-se de um método quantitativo usado pela Astrologia Jyotish para avaliar a força dos planetas: refere-se ao nº de vezes que um planeta está, no conjunto das cartas divisionais colocado no próprio signo, signo de exaltação ou mooltrikona. Se o planeta é benéfico, considera-se que o resultado mínimo positivo é de 3 ; quando o planeta é maléfico considera-se que o mínimo positivo é de 2. A partir deste mínimo, quanto mais elevado for o número alcançado mais forte é o planeta Este cálculo é feito de forma automática  por qualquer bom software de Astrologia Jyotish, como o gratuito Jaganatha Hora).  Para o yoga em causa, além da força Vaiseshikamsa , o regente da 2ª casa deverá ainda receber o aspeto de Júpiter ou Vénus.

Quanto aos efeitos do yoga,  estes permitem alcançar riqueza, ao mesmo tempo que também há acesso permanente a comida deliciosa e de boa qualidade. Assim, este yoga «zela» pela acumulação de riqueza e também pela alimentação  como fonte de prazer do nativo.   A 2ª casa suporta ambos os significados.  A referência ao aspeto de Júpiter ou Vénus sobre o regente do Ascendente é responsável, não só pela sorte na acumulação de riqueza como, no caso de Vénus, pela comida deliciosa pois  Vénus é um planeta karaka ou significador da comida «doce» ou com bom paladar. Quando o regente recebe o aspeto de Júpiter e não de Vénus,  sendo Júpiter um karaka da riqueza, o yoga coloca a ênfase mais na riqueza e, no que se refere à comida, na  quantidade  mais do que no seu sabor, como acontece com Vénus.

Como faz notar o professor B. V. Raman em 300 Important Combinations é necessário também ter em conta a colocação e o estado dos planetas envolvidos no yoga, especialmente do planeta karaka que  forma aspeto com o regente da 2ª casa: deverá estar bem colocado  por casa e não receber maus aspetos.

Este é um daqueles yogas em que nos questionamos porque é escolhido como privilegiado um significado apenas entre os que são representados  pelos planetas karaka- neste caso Vénus e Júpiter, nomeadamente no que se refere ao efeito assinalado de acesso a «comida deliciosa» em vez de se fazer  referência à beleza da face ou da voz, por ex.. A resposta talvez se prenda com o facto de o acesso a «comida deliciosa» como algo permanente ter sido algo raro para a maioria em tempos recuados quando se lutava muitas vezes contra as forças da natureza para obter os alimentos mais básicos como os cereais, sendo assim algo digno de relevo o poder prever-se que uma dada pessoa teria sempre disponíveis os seus alimentos preferidos. Hoje a referência a isso tornou-se um pouco banal no contexto histórico em que vivemos.

Deixe um comentário