Conjunção entre o Sol e a Lua

conj

A conjunção entre o  Sol  e a Lua  representa a união entre o masculino e o feminino, a alma (Sol) e a mente (Lua)  e pode ser problemática para a maioria uma vez que leva a pessoa a exprimir aspetos duais e, em muitos casos, pouco integrados. A mente e o Ego integram-se potencialmente unindo as suas energias mas essa mistura  pode ser problemática para muitos. Sendo a energia solar extremamente ativa e a energia lunar passiva, a expressão da Lua pode «desaparecer», queimada pela luz do Sol (combustão). Assim, a primeira coisa a observar é ver  se a Lua está antes ou depois do Sol na conjunção, isto é, se está uns graus antes do Sol ou uns graus depois deste, sendo que a distância mais confortável é de, pelo menos, 13º. Porque, se a conjunção ainda não se tiver formado, isso significa que, a certa altura, ao entrar no mesmo grau do Sol, a Lua perde totalmente a sua Luz, formando «uma Lua nova» e o resultado disso é que os nativos serão extremamente introvertidos, caindo facilmente  na depressão e melancolia e sem energia suficiente para afirmar a sua personalidade externa durante a primeira parte da vida. Tornam-se apáticos em relação às experiências externas e  preferem viver no interior do seu mundo subjetivo. Esta fase em que a Lua se introverte, escondida por causa do «brilho do Sol» dura em geral até à maturidade. Entre os 28 e os 32 anos de idade, a Lua começa finalmente a emergir da sua concha subjetiva  e  os nativos começam finalmente  a ser capazes de exteriorizar os seus pensamentos procurando concretizá-los também no mundo exterior.  Quando a Lua está mais fraca do que o Sol, a relação com a mãe pode ser prejudicada.  A Lua fica combusta num raio de 12º graus de distância do Sol. Assim, para que a sua energia possa manifestar-se de forma clara, precisa de estar afastada do Sol (antes ou depois) pelo menos 13º.

Quando a conjunção entre o Sol e a Lua se dá em casa kendra  ou trikona para os Ascendentes Carneiro, Escorpião e Balança, forma Raja Yoga.

Se a Lua, na conjunção, estiver depois do Sol, em termos de graus, de modo a que já não esteja «combusta», o indivíduo manifesta autoconfiança em relação ao modo como interage no mundo, sendo nesse caso a conjunção muito mais fácil de lidar. Os  nativos são, sesse caso, determinados e assertivos, com objetivos claros que sabem como atingir. Quando a Lua está depois do Sol mas a uma distância de menos de 13º, quanto mais próxima do Sol estiver menos fácil é este processo de exteriorização e de capacidade de autoafirmação.

A colocação do Sol por signos é outro fator essencial para entender esta conjunção. Nos signos em que o Sol é mais forte (Leão e Carneiro) esta conjunção pode eclipsar por completo a energia lunar, tornando muito difícil a integração entre a mente e o ego da personalidade e produzindo introversão extrema , falta de autoconfiança, etc.  no signo de debilitação do Sol (Balança) a Lua tem mais hipóteses de atingir um ponto de equilíbrio.

A Lua, por sua vez , está sempre associada a um Nakshatra, na Astrologia Jyotish. E, apesar de o Sol e os outros planetas também estarem colocados num Nakshatra,  no caso da Lua, o Nakshatra em que a Lua se encontra, influencia mais decisivamente o resultado desta conjunção com o Sol.

Quando a conjunção entre o Sol e a Lua está presente, os nativos têm, em geral, uma natureza fortemente emocional e impulsiva e o torvelinho emocional que  os agita interiormente faz com que seja difícil terem paz mental.  Existe um forte envolvimento com o lar e com os filhos e pode haver uma criatividade acentuada, geralmente acompanhada de grande entusiasmo que pode exaurir rapidamente toda a energia da pessoa. Segundo os antigos, esta conjunção pode tornar a pessoa um negociante de pedras preciosas , dá aptidões mecânicas e para o  trabalho com metais e processos químicos podendo também tornar-se um farmacêutico lidando com drogas químicas.

Estes nativos são rápidos a tomar decisões, adoram ser o centro das atenções e têm em geral boa capacidade para realizar os seus objetivos. Têm dificuldade de ser imparciais, tomando em geral partido por uma das partes sempre que há interesses em confronto. São líderes com força de caráter e capacidade de liderar outros. Podem ter propensão para sofrer com cortes, feridas e condições inflamatórias. Possuem força e estamina consideráveis. Segundo os textos antigos, também têm natureza cruel, são maus e mentirosos e serão infelizes devido ao pai.

Também Poderá Gostar de Ler

6 Thoughts to “Conjunção entre o Sol e a Lua”

  1. Paulo

    Olá! Se a conjunção se formar com a lua em câncer e o sol em leão se a lua estiver em combustão seus significados serão prejudicados? Obrigado!

    1. Os seus efeitos serão os referidos no artigo mas convém ver a distância a que se encontra do sol . Quanto mais perto do Sol mais esse efeito pode ocorrer, sobretudo na primeira parte da vida.

  2. tenho a lua combusta ,ouvi dizer que com o sol em exaltação esse efeito não seria tão forte.procede?

    1. astrologoaprendiz1

      é das questões que não se podem responder sem analisar o mapa, estando fora do alcance dos comentários. O horóscopo forma um todo que interage entre si. Em breve falaremos em pormenor da conjunção Sol Lua nas casas e signos do horóscopo.

  3. Deborah

    Olá! sou fã dessa página!! Tenho essa conjunção em câncer, com a diferenca de 5 graus. (sol na casa 10 e lua na 11). Mesmo com a proximidade, pelo fato da lua estar depois do sol os efeitos são menos prejudiciais?

    1. A única coisa que podemos dizer sem analisar o horóscopo é que a orbe em geral aceite para a combustão em relação à Lua é de 12º. No entanto, os efeitos específicos dessa proximidade só podem ser aferidos claramente a partir de uma análise global do horóscopo. Quanto ao caso que refere, de o Sol e a Lua estarem em duas casas diferentes, costuma-se aceitar uma distância de 5º para cada lado da cúspide da casa.

Leave a Comment