Glossário Astrológico- Balarishta

glossário astrológico Balarishta capa

Balarishta é o nome de uma aflição ou yoga maléfico que causa a morte antes dos 7 ou 8 anos. Os antigos astrólogos da Jyotish davam-lhe grande importância pois, numa época em que não havia computadores para fazer os complicados cálculos matemáticos e astronómicos e em que  demorava bastante tempo a fazê-los, era preciso saber, antes de mais, se valia a pena analisar globalmente o destino individual. Daí que o cálculo da longevidade fosse um instrumento prévio de todas as análises. Há vários yogas que indicam morte prematura em diversas idades, sendo o Balarishta o que indica a morte mais precoce.

Balaristha é uma palavra em sânscrito que significa «morte na infância». Os indicadores deste «dosha» ou aflição podem ser vários, dependendo do karma do indivíduo.

Os leitores devem ter em conta, ao analisar as combinações indicadas como Balarishta que é preciso contextualizar essas indicações com o momento histórico e que, na atualidade, muitas delas não significam que a criança vai necessariamente morrer ,embora possa ter uma saúde mais frágil.

Quando a Lua está fraca, colocada numa casa dusthana (6,8,12), recebendo o aspeto de planetas maléficos, a longevidade da criança era  diagnosticada como curta, numa época (milhares de anos atrás) em que os cuidados de saúde e higiene eram frágeis e insuficientes e muitas das doenças que contribuem para a mortalidade infantil não tinham sido ultrapassadas. Assim, considerava-se que a colocação da Lua fraca na 6ª casa causava Balaristha.

A colocação de Rahu na 9ª casa, de Marte na 7ª e Saturno na 1ª casa eram também consideradas Balarishta.E o mesmo acontecia com Júpiter colocado  na 3ª.

Quando não morriam, as crianças, segundo os antigos sábios, passavam por grandes dificuldades e sofrimento durante os primeiros anos da infância.

Porém, como sempre referimos nos artigos que publicamos, há que analisar o horóscopo na sua globalidade. Quando isso acontece pode dar-se o caso de haver outros yogas no horóscopo que cancelem o Balarishta. Chama-se a esses yogas Balarishta Banga (cancelamento do Balarista).

Qualquer planeta benéfico natural – Júpiter, Vénus e Mercúrio quando é forte e benéfico- ou o regente do Ascendente forte e sem receber aspetos de planetas maléficos colocados numa casa kendra- 1, 4, 7 ou 10- cancela o Balarishta. Segundo o sábio Parashara, quando há um planeta maléfico na 4ª casa mas Júpiter está bem colocado; ou quando Júpiter está em conjunção com Marte ou em aspeto com Marte; ou quando , havendo planetas maléficos numa casa kendra, estes estão «cercados» por planetas benéficos, (colocados na casa anterior e posterior à desses planetas) o Balarishta é cancelado.

Alguns autores antigos enfatizaram o facto de a Lua forte e o regente do Ascendente forte serem proteções muito importantes do horóscopo, algo que subscrevemos também inteiramente.

Mahadeva, na obra Jataka Tattwa afirmou que a Lua fraca e numa fase escura colocada num signo de Vénus , causa Balarishta, o que não deixa de ser surpreendente se nos lembrarmos de que a Lua fica exaltada no signo Touro, um signo de Vénus e atendendo a que, na tradição, não se considera que a Lua tenha estatuto maraka  isto é, capaz de causar  a morte.

Deixe um comentário