Glossário Astrológico- Casas Cadentes

casas cadentes capa

As casas cadentes  são um dos três grupos de casas:  temos as angulares-1,4,7,10; as sucedentes: 2, 5, 8, 11; e as cadentes: 3, 6,9, 12. As casas cadentes eram tradicionalmente consideradas as casas mais fracas onde os planetas podem estar colocados. Eram também conhecidas como «casas mentais» embora, na verdade, esta designação seja mais propriamente conferida à 3ª- casa, da mente lógica e à 9ª, a casa da mente superior por ser intuitiva e capaz de relação direta com a «verdade» divina.

Olhando para o horóscopo como um quadrado (segundo a tradição do desenho das casas pela Astrologia Jyotish), as casas cadentes são as últimas de cada quadrante. Cada um começa com uma casa cardinal à qual segue, como o nome indeica, uma casa sucedente e, finalmente, uma casa  cadente: quatro quadrantes com três casas cada.

Esta designação não é exclusiva da Astrologia da Índia, uma vez que era também usada pela antiga Astrologia da Grécia, que dava o nome de casas Apoklima às casas cadentes. Este termo significa declínio ou queda, numa imagem simbólica por serem as mais afastadas das casa angulares, que são as mais fortes. A razão pela qual as casas angulares eram e são consideradas mais fortes é que formam uma cruz tendo uma relação perpendicular e de oposição  com o Ascendente e  esta relação com o Ascendente é de extrema importância pois significa que influenciam diretamente os aspetos mais importantes da natividade.

Assim, a tradição tem-se referido ás casas cadentes como sendo aquelas que têm menos força e, por causa disso, aquelas em que os planetas dão resultados menos significativos. Há, no entanto, algumas contradições sobre as classificações das casas, pois cada uma delas tem origem em diferentes épocas, exprimindo diferentes conceitos e visões diversas da realidade. Por ex., quando se começou a atribuir uma correspondência natural entre as casas do horóscopo e os  12 signos (o que é bastante recente), misturaram-se significados antigos atribuídos às casas e outros referentes aos significados de cada signo correspondente, É assim que, por ex., a 3ª casa, considerada pelos antigos como a casa dos irmãos, passou a significar também , no século 20, a comunicação e a mente; para os antigos, a 6ª casa era uma casa de doença, febres agudas, ferimentos e cortes, de ladrões, mendigos, escravos, etc., com a associação ao signo Virgem passou a ser vista  também como uma casa de trabalho árduo e das rotinas.

A 9ª casa era a casa do «Deus Sol», da religião que segue a ortodoxia e  os costumes, das viagens para propósito da educação superior do nativo e fins religiosos. Era vista como uma casa de filosofia, sonhos ou expetativas positivas. Tais realidades abstratas eram também vistas como «longínquas» em relação à vida concreta e material por isso  eram consideradas mais «fracas» por estarem mais distantes do sentir e viver material.

Toda a tradição, incluindo a Astrologia grega e árabe considerava a 12ª casa  como muito maléfica, uma casa  dos «maus espíritos» e onde o «grande maléfico» Saturno era considerado forte  (tal como Marte, «o maléfico menor» se dá muito bem na 6ª casa). Os medievais também consideraram esta casa como a casa de perdas, dos inimigos, de destituição da posição ocupada, da má sorte e da prisão. A correspondência com o signo Peixes dá hoje a esta casa significados de espiritualidade e de contacto com os mundos subtis. Para a Astrologia Jyotish é também uma casa de prazeres sexuais pois é uma casa de privacidade e toda esta mistura de significados revela como diferentes camadas de significados se foram acrescentando aos significados primitivos das casas de modo que nem sempre conseguimos harmonizá-los. Devido à influência de correntes espirituais do século XIX a 12ª casa é  hoje vista como uma casa  que simboliza a dissolução de todos os apegos materiais  e como um ponto de transição para que a alma possa purificar-se e prosseguir o seu desenvolvimento.

Como se constata pelo referido, a classificação das casas cadentes como as casas do «declínio» não faz muito sentido hoje embora  os  significados atribuídos pela tradição se mantenham nas interpretações atuais das casas, mas sempre relacionados com o contexto global do horóscopo.

Deixe um comentário