Glossário Astrológico- Chandra Bala

Chandra bala capa

Este é um conceito importante usado pela Astrologia Jyotish  na Astrologia horária e elecional- Prashna e Muhurta em conjunto com outros métodos como Tarabala e Panchaka.

A Lua é o astro mais importante na Astrologia Jyotish : ela determina os ciclos do destino – definindo o início do vimsottari dasa; os resultados dos trânsitos conhecidos como Gochara e domina igualmente a avaliação da compatibilidade nos relacionamentos, a Astrologia horária  escolha de momentos auspiciosos para realizar algum evento, etc..

É neste contexto que se integra a «chandra bala» ou «força da lua». Na Índia, antes de escolher a data de um evento importante como casamento, início de uma empresa, mudança de casa, etc., usa-se a Astrologia horária para determinar, num dado período temporal, qual  é o  momento mais auspicioso para realizar isso. Um momento auspicioso, por sua vez, é aquele em que as energias planetárias interagem de forma positiva  em relação á disposição do horóscopo de uma dada pessoa (e tendo em conta o que esta deseja realizar); um «momento negativo» é aquele em que as energias planetárias estão em desarmonia com os desejos ou intenções da pessoa e não promovem a realização do que esta deseja, tendo em conta o horóscopo de nascimento. Deste modo, a determinação, através da Astrologia horária dos «momentos auspiciosos» na vida de um sujeito é sempre limitada pelas possibilidades expressas na carta natal, que contém a matriz das  energias presentes no momento do nascimento (de acordo com o karma individual e o seu «plano de vida»). O sucesso ou insucesso previsíveis são sempre vistos em funções das possibilidades natais. Se a Astrologia horária determina que um certo momento será auspicioso para casar ou iniciar uma nova empresa, a «quantidade» de sucesso previsível é determinada pelo horóscopo de nascimento, não sendo igual para todos os indivíduos.

Deste modo, Chandra bala é um dos passos metodológicos na determinação de um «muhurta» ou momento auspicioso. Ela consiste em assegurar que a Lua estará num signo forte para o indivíduo, tendo em conta o Ascendente e o signo onde está colocada a Lua no nascimento: a Lua, no momento do evento desejado não deve estar colocada na 6ª, 8ª, ou 12ª casa a partir do signo onde a Lua está colocada no horóscopo de nascimento. Se a Lua está no signo Touro, quando a pessoa nasceu e, na  data desejada para a realização de um evento, está no signo Sagitário, estaria colocada a 8 casas de distância, o que torna a data uma má escolha, significando que, se o evento se realizar nessa altura, como as energias presentes são desarmoniosas em relação às energias pessoais, o evento não trará resultados felizes para esta pessoa em particular.

Esta área da Astrologia Jyotish é muito popular na índia e existe um saber acumulado de há muitos séculos que  lhe dá credibilidade perante os consultantes. Em geral, para eventos simples como iniciar uma viagem, fazer um exame, etc., considera-se suficiente analisar a Chandra Bala e a Tara Bala (esta consiste em escolher um Nakshatra favorável) . Mas, para eventos que serão de longo termo ou para avida, como o casamento ou formar uma empresa, etc., acrescenta-se a estes dois métodos a Panchaka que consiste na determinação de 5 tipos de energias negativas, escolhendo criteriosamente o momento eliminando cada uma delas. Num artigo posterior deste glossário falaremos destes dois fatores que agora mencionamos mas não desenvolvemos.

Deixe um comentário