Conjunção Sol Júpiter na 12ª Casa Signo Peixes

Completamos hoje a descrição dos efeitos da conjunção Sol  Júpiter nas casas e signos, descrevendo os efeitos da combinação Sol Júpiter na 12º casa e signo Peixes.

Para saber os efeitos da colocação do Sol na 12ª casa leia o artigo aqui.

Quando Júpiter está colocado na 12ª casa , da qual ele é o regente natural, expande todos os seus significados, tanto os positivos como os menos positivos.  Assim, o nativo pode ter uma prodigiosa imaginação, pode também ser incrivelmente intuitivo e ter aptidões psíquicas que lhe dão acesso a planos de realidade mais subtis. As preces e/ou os sonhos podem ser importantes fontes de orientação e de criação. As viagens para países distantes são outras fontes potenciais de despertar espiritual ou religioso. Estes nativos também podem desenvolver atividades de diplomacia internacional de tipo confidencial e serem bem- sucedidos. Estas pessoas são muitas vezes visionárias e podem criar mundos imaginários que estimulam a fantasia e a compreensão simbólica do público. Alguns são espiritualmente desenvolvidos e encontram grande conforto nas atividades espirituais como meditação, trabalho de apoio em prisões e hospitais, aconselhamento de pessoas com alguma limitação como toxicodependência, marginais da sociedade, etc., abrindo-lhes novos horizontes com uma  perspetiva de vida  com mais esperança.

Os nativos com Júpiter na 12ª casa são particularmente sonhadores , vivendo preferencialmente no mundo subtil  ou «astral», do imaginário e dos sonhos, tendo pouca aptidão para se adaptarem ao mundo concreto e material. Esta fraca aptidão  para a vida prática quotidiana pode ser um dos fatores que explicam a crónica situação de falta de dinheiro, despesas avultadas e ideias pouco firmes acerca da realidade.

Sendo um planeta karaka dos filhos, Júpiter na 12ª casa pode indicar filhos escondidos, nascidos fora do casamento ou que vivem numa terra diferente do nativo, sendo que esta pode ser um país estrangeiro. Do mesmo modo o nativo pode manter diversos relacionamentos de caráter sexual privados, por vezes implicando estadia em país estrangeiro.

Júpiter na 12ª casa também favorece  uma vida errante, favorecendo igualmente a prosperidade desse modo de vida ,com o nativo a viajar para diferentes países. Mas Júpiter nesta casa não aumenta substancialmente os bens materiais sendo antes favorável ao desenvolvimento espiritual e ao bem- estar em todos os ambientes confinados (incluindo o privado quarto de cama). Os significados das casas que Júpiter rege no horóscopo fazem-se sentir principalmente no plano espiritual ou na criatividade através da imaginação.

Alguns nativos podem ter dons espontâneos para curar, especialmente no plano psíquico. Em algumas culturas são considerados os conselheiros certos para ajudar na passagem desta vida para o «além morte» no processo de morte física, dizendo-se que Júpiter na 12ª casa consegue contactar os espíritos ancestrais e facilitar a mudança ou transição da vida corpórea para a espiritual. Muitos são psíquicos ou médiuns reputados.

Numa natividade cujo cônjuge é masculino, este é encontrado muitas vezes num ambiente religioso ou espiritual, em terras estrangeiras, num ambiente artístico ou de entretenimento em que a imaginação é um fator principal, num espaço de meditação etc.; especialmente no primeiro casamento pode haver residência em país estrangeiro.

Segundo os clássicos, Júpiter na 12ª casa  protege o nativo onde quer que este esteja, guiando-o no seu percurso terreno. Os nativos podem também envolver-se na procura de prazeres materiais para aprenderem a lição da sua futilidade e insuficiência para preencher o sentido da vida. Enquanto prosseguem estes objetivos materialistas, os nativos podem enveredar por um caminho de preguiça e indulgências de todos os tipos e procurar um tipo de vida cheio de luxo. Simultaneamente, porém, serão filantropos e amigos de ajudar os que precisam, gastando largas somas de dinheiro nessas atividades. Experienciarão diversas dificuldades na vida, destinadas a fazer-lhes perceber que o caminho de realização pessoal não é o da satisfação dos sentidos. Quando Júpiter é um funcional benéfico, estes nativos ganharão dinheiro através da prática de métodos de cura, estudos ocultos, da sabedoria ancestral e até dos inimigos, porque levam a melhor sobre estes.  Quando Júpiter é um maléfico funcional os outros não gostam do nativo, este pode usar linguagem menos apropriada, tem poucos filhos , poderá ser arrogante e ganancioso, acompanhando com pessoas de má índole.. Ganhará bastante mas terá também grandes despesas. Será instruído. Pode gastar bastante em atividades espirituais/religiosas. É egoísta . Gasta dinheiro mal gasto, é preguiçoso , hostil para os familiares, instável e malevolente, não recebe respeito dos outros, tem falta de modéstia, viaja muito. É extravagante, impaciente, pouco caridoso, pode ter problemas cardíacos na infância.

Quando atua de forma menos positiva no mapa, Júpiter na 12ª casa pode indicar dependência de álcool e outras substâncias que provocam alterações na perceção, gastos excessivos e insensatos, excesso de confiança de que terá proteção em qualquer circunstância, etc.

Para saber os efeitos da colocação do Sol no signo Peixes, leia o artigo aqui.

A colocação de Júpiter no signo Peixes que ele próprio rege torna o indivíduo extremamente intuitivo e inclinado para as práticas religiosas ou espirituais. Pode ser devoto; aprecia estar recluso e em meditação. Os nativos são ainda extraordinariamente dotados de imaginação e da capacidade para criar/visualizar mundos alternativos, criados pela sua fantasia ou vislumbrar realidades subtis, de natureza psíquica, sem dificuldade. Estas pessoas parecem ter acesso imediato à sabedoria do «inconsciente ou imaginário universal» através dos sonhos e da sua criatividade. Têm também uma natureza compassiva e generosa, gostando de ajudar os outros. Os antigos afirmavam que estas pessoas recebem orientação dos guias espirituais e dos espíritos ancestrais, através dos sonhos e da perceção subtil ou «inspiração».  Apreciam a pureza moral e as crianças como símbolos dessa  inocência e bondade inata. Acreditam na bondade inerente ao Universo expressa no amor divino incondicional.  Podem, deste modo, levar conforto espiritual aos que sofrem, recebendo inspiração de forças espirituais. Alguns podem possuir capacidades psíquicas telepáticas  e de clarividência.  Podem viajar com frequência para lugares distantes.

A colocação de Júpiter em Peixes pode indicar uma vida confortável em termos financeiros, conforme a colocação do signo Peixes. Os nativos podem ainda alcançar uma boa posição na vida como professores, guias espirituais e conselheiros, etc.. a sua natureza moral é em geral irrepreensível, estas pessoas regem-se por princípios e valores morais elevados. A generosidade de caráter torna-as populares. Possuem tendências religiosas fortes  e/ou místicas. Estas pessoas necessitam de sentir que estão ligadas ao divino.  Os nativos com Júpiter em Peixes procuram uma verdade mais essencial ainda do que a da Filosofia, a «verdade divina» e veem para lá dos limites da mera compreensão e verdades humanas,  Procuram atingir, através da meditação ou da imaginação, ou sonhos, essa verdade que só se deixa ver através de uma recetividade que implica  colocar fora de atuação a mente lógica e os seus raciocínios. A perceção intuitiva recebida é então convictamente sentida como verdadeira, obtida interiormente com os olhos espirituais e com o coração. E esses nativos não precisam de «provas» nem argumentações exteriores a isso, pois sabem que a verdade que sentem/procuram é transcendente e só se encontra quando a mente racional se aquieta e neutraliza, numa pura receção meditativa.

A natureza transcendente da «verdade» que  Júpiter na 12ª casa permite captar faz com que as divisões e hierarquias sociais não façam qualquer sentido para estas pessoas pois a divina sabedoria e  o amor divino incondicional destinam-se a todos sem exceção, desde que se abram para a intuição e se prepararem para sentir essa verdade em si mesmos

Nas natividades em que o cônjuge é masculino, este tem uma natureza espiritual profunda, nobreza moral e  generosa. Pode ser um artista, uma pessoa com poderosa imaginação e criatividade.

Mas nem tudo é necessariamente bom nesta posição, apesar de ela ter fama de indicar que o nativo será «salvo» de circunstâncias difíceis e terá vitória sobre os obstáculos.

Conjunção Sol Júpiter na 12ª Casa Signo Peixes

Quando o Sol e Júpiter estão conjuntos na 12ª casa /signo Peixes é necessário avaliar bem a natureza funcional dos planetas no horóscopo e a sua força.  O sol é amigo de Júpiter e está bem colocado junto de Júpiter, pois os canais de criatividade espiritual fluem naturalmente para o Sol que individualiza essa sabedoria criativa distribuindo-a para outros mas não está bem colocado na 12ª casa, uma casa de invisibilidade, de retiro, de obscuridade na qual o público não se apercebe da realidade manifestada a não ser através da imaginação e criatividade. A energia solar unida à de Júpiter na 12ª casa ou signo Peixes faz com que o nativo sinta que encarna uma missão espiritual, seja esta desenvolvida através da orientação espiritual de outros, seja através do ensino ou expressão artística. Se os planetas estiverem bem colocados e tiverem natureza positiva, o nativo pode tornar-se um mestre, guru, pregador ou professor, ou ainda conselheiro, orientador espiritual dos outros, de forma relativamente humilde e revelarando a sua sabedoria  no interior de uma comunidade fechada, seja esta um mosteiro, uma escola não pública, uma instituição esotérica, etc..Embora esta conjunção na 12ª casa não dê visibilidade pública ao nativo, que permanece desconhecido fora dos limites da comunidade onde exerce a sua ação e influência, pode tornar-se um verdadeiro líder carismático dentro da organização a que pertence e para o público a quem se dirige.

Quando o Sol e Júpiter se comportam de forma menos positiva no horóscopo, a pessoa pode formar uma imagem totalmente distorcida de si, atribuindo-se qualidades divinas ou de iluminação e acreditando-se como «enviado» por Deus, como sendo uma dádiva para a humanidade   e pode ter um grande carisma e ser seguido pelos outros, embora normalmente os resultados sejam uma ilusão e uma incapacidade para distinguir o que é real do imaginário.

Em outros indivíduos esta conjunção pode levar a todos os tipos de excessos que podem inclusivamente levar á prisão. Pode produzir um tal excesso de confiança na própria sorte que o nativo acredita que será sempre «salvo» das circunstâncias desagradáveis e das situações de perigo e pode arruinar-se; pode perder todos os bens (por ex., ao jogo, pode levar à perda do emprego e da família, etc.. Mas a tendência para Júpiter aprender com as suas experiências pode fazer com que o nativo queira servir de exemplo para outros  e, se enfrentou por ex., um vício de jogo, pode querer ajudar outros, ao recuperar-se ele mesmo desse vício, a escapar também às suas garras. No fundo, a pessoa acredita sempre que a situação presente há- de mudar e  que pode mudar para melhor.

O Sol é uma energia individualizada e, na 12ª casa, impele o indivíduo a separar-se dos valores e da autoridade representada pelo pai (que está de facto muitas vezes ausente da vida dos nativos)  e exprimir as crenças e convicções a partir da verdade encontrada no seio de si mesmo. Júpiter dá ao indivíduo a capacidade para intuir essa verdade e o otimismo que o conduz até ela e o resultado pode ser o surgimento de um ego bastante inflado que acredita ser capaz de «falar com Deus». Isso algumas vezes pode ser positivo quando a pessoa mantém de fora a arrogância mas, em outras conduz, infelizmente, a um tipo de orgulho que perde de vista a verdadeira sabedoria pois centra-se apenas no ego da personalidade não conseguindo ir mais além.

Também Poderá Gostar de Ler