Glossário Astrológico- Dasha

Glossário Astrológico Dasha capa

O termo Dasha  é vulgarmente usado para significar «períodos planetários» embora também haja períodos de signos .Refere-se deste modo a diferentes sistemas, que «dividem» o tempo de vida em  períodos,   de signos (Chara dasha, Narayana Dasha) ou de planetas, sendo que o Vimsottari dasha desenvolvido pelo sábio Parashara é o mais usado e popular na Astrologia Jyotish.

O sistema vimsottari dasha divide o período da vida em períodos nos quais cada planeta tem  a regência  durante um número variável de anos, tendo por referência o número de 120 anos como tempo limite da vida humana. Neste sistema,  Ketu tem 7 anos de regência; Vénus tem 20 anos; o Sol tem a regência de 6 anos; a Lua segue-se com a regência de 10 anos;  Marte rege durante 7 anos; Rahu tem a regência de 18 anos; Júpiter segue-se com a regência de 16 anos; Saturno tem 19 anos de regência e Mercúrio tem um período de 17 anos. Para cada pessoa, o período dasha começa em algum destes períodos, dependendo da posição da Lua num certo Nakshstra ou constelação no momento do nascimento. Assim, conforme a posição da Lua num certo signo e Nakshatra , começa o ciclo dos períodos dasha ao longo da vida. Como a maioria das pessoas não vive até aos 120 anos, para muitas pessoas vários destes períodos não serão vivenciados. Uma pessoa que nasça no início do dasha de Vénus por ex., apenas mudará de período já na entrada na vida adulta, quanto tiver  20 anos de idade.

Para além deste sistema dasha, muitos astrólogos começam a utilizar um outro sistema dasha, desenvolvido por Jaimini, mestre de uma corrente astrológica independente da Jyotish, o chara dasha, que usam como complemento do vimsotari dasa, considerado o sistema principal. Considera-se  que o uso do Chara dasha permite obter pormenores mais finos dos eventos que ocorrem, por ex., nos dashas maiores como é o caso do dasha de Vénus, Saturno, etc.

De todos os  sistemas Dasha referidos na Astrologia Jyiotish, o sistema vimsottari dasha definido por Parahara é o mais conhecido. Segue o ano solar de 365 dias. Neste sistema, avalia-se os efeitos de cada planeta tendo em conta a sua força e dignidade no horóscopo, as casa que rege,  a casa onde está colocado, os yogas que forma e os aspetos que recebe. Um planeta forte e dignificado traz boa fortuna, saúde e riqueza; um planeta fraco é impotente para fazer florescer os significados que representa na vida da pessoa.

Apesar de se dizer em geral que o sistema vimsottari dasa é único da Índia, a verdade é que, embora com outro nome, o princípio geral seguido por este- considerar cada planeta como o regente de um período de tempo ,era usado na antiguidade  também pela Astrologia Helénica, como vimos no artigo recente publicado «Chronocrators».  Também nesses tempos se considerava que os efeitos dos planetas se manifestavam durante os períodos dos planetas e que ,mesmo os aspetos entre os planetas só eram realmente sentidos durante esses períodos, caso contrário eram «mudos». A mesma ideia existe na Astrologia Jyotish quando se afirma que os yogas só frutificam nos períodos- dasa e antardasa- dos planetas envolvidos, embora  muitos considerem que essa «frutificação» depende também da existência de trânsitos que a confirmem.

Entre os sistemas dasha, os que se referem aos planetas atribuem também períodos a Rahu e Ketu, mas os que consideram os signos como acontece no sistema  Chara  deixam de fora os nodos, tendo-os apenas em conta, eventualmente, como corregentes dos signos Aquário (Rahu) e Escorpião (Ketu) e, ainda assim, apenas para determinar a duração dos períodos desses signos.

Outro fator que torna os sistemas dasha tão interessantes e ricos é a sua complementação com o uso das cartas divisionais, entre as quais se destaca a navamsa e também  a drekkana, tendo-se em conta  a posição dos planetas em cada uma dessas vargas antes de prever os resultados de um dado período ,auspicioso ou nefasto.

Dos mais de quarenta sistemas dasha existentes, poucos estão hoje em uso, mas, como dissemos anteriormente, muitos astrólogos não dispensam a análise dos períodos usando não apenas o sistema vimsotarri dasha desenvolvido por Parashara mas também o sistema Chara dasha desenvolvido por Jaimini e «apurado» pelo investigador da Jyotish  K.N. Rao.

2 comentários em “Glossário Astrológico- Dasha”

  1. sou aquariana, gostaria de entender mais sobre o fato de rahu rege esse signo, pois só li artigos dizendo que é saturno o regente de aquário. Vocês poderiam me indicar algum texto?

    1. Bem, a energia de Saturno é conservadora e convencional, rígida e de acordo com as normas existentes mas Aquário é um signo capaz de inovar, de ser original, inventivo, diferente e, sem a co-regência de Rahu fica difícil entender como é que Aquário pode ser tudo isso e estar virado para o futuro.

Deixe um comentário