Signo Gémeos na 9º Casa do Horóscopo

signo Gémeos na 9ª Casa do Horóscopo

A 9ª casa é uma casa trikona ,relacionada com a sorte  e a fortuna, com o pai , os valores mais elevados, os estudos superiores, etc. Para ler um breve resumo dos significados da 9ª casa,  veja o artigo aqui.

Para ler um artigo mais desenvolvido sobre os significados da 9ª casa, clique aqui.

Quando o  signo Gémeos  está colocado na 9ª casa- o que acontece para o Ascendente Balança – os nativos são extremamente curiosos em relação às crenças, religião e filosofia, adorando debater sobre todos estes assuntos. Também gostam de conhecer o modo de ser e os padrões de outras culturas, podendo igualmente ser adeptos das viagens para fins culturais e incessante satisfação da sua curiosidade. Gostam de ter opinião sobre todos os assuntos espirituais mas, muitas vezes, a sua perceção é superficial e pouco  fundamentada, apoiando-se mais na sua inteligência e leituras imediatas sobre os assuntos do que em profunda reflexão.

Com o signo Gémeos na 9ª casa os nativos valorizam o mundo espiritual mas tentam torna-lo acessível a todos, ao homem comum. Ao invés de desenvolverem teorias abstratas complexas sobre o mundo, os valores, a religião e os temas metafísicos e espirituais em geral, «traduzem» esses conceitos em linguagem simples e acessível ao homem comum, o que nem sempre mantém a riqueza complexa dos conceitos e ensinamentos. Podem também escolher um conceito de uma teoria, outro conceito de outra, etc., e fazer uma «mistura» sintética que mostra a apropriação pessoal que a sua razão faz de tudo isso, encontrando um fio condutor que não existia inicialmente entre esses conceitos.  Podem fazer o mesmo com padrões culturais de culturas diferentes da sua e efetuar uma aculturação que acaba por enriquecer o seu modo de ser e ajuda a ultrapassar muitos dogmatismos presentes na cultura de origem. Este gosto por misturar influências culturais  e aplicá-las na sua própria vida  também acontece em relação à religião, filosofia e metafísica, sendo habitual que uma mistura de influências seja visível nas crenças e atitudes destas pessoas.

A tendência para relativizar os valores e as crenças faz com que estas pessoas tenham  uma «abertura» mental  considerável  e não encarem com dureza os que roubam ideias , obras ou usam estratagemas astuciosos para alcançar certos objetivos.

No campo filosófico, estes nativos privilegiam filosofias que ajudam a mente a estar alerta e exploram a curiosidade mental . Podem ,de resto ,passar períodos a viver em países estrangeiros para satisfazer a sua própria curiosidade acerca do mundo e de outras culturas. São em geral viagens curtas mas repetidas para muitas partes do mundo, se isso lhes for possível. Gostam também de contar estórias acerca do que vivem e experienciam e podem escrever crónicas de viagens ou trabalhar como jornalistas que retratam em artigos temáticos, problemas que afetam esta ou aquela área do globo, chamando a atenção para os problemas localizados em certas regiões do mundo.  Esta capacidade para comunicar de forma acessível pode granjear-lhes prestígio e excelente reputação profissional. Têm também o talento de saber como aplicar ideias globais a aspetos locais da vida quotidiana, trazendo os aspetos abstratos da informação para o plano prático da ação, o que também lhes dá aptidão política e social. Este caráter prático é uma mais- valia destas pessoas, que valorizam apenas as ideias que podem ser aplicadas no dia -a -dia e na melhoria das condições de vida da sociedade. As suas crenças alimentam-se da realidade transmitida diariamente pelos meios de informação e ,a partir desta,  podem formar esta ou aquela teoria, útil para debate com os outros em contexto social e /ou político ou jurídico.

Em situações  sociais, os nativos com o signo Gémeos na 9ª casa sabem sempre o que se passa no mundo, estando a par dos problemas e notícias principais que afetam países e culturas estrangeiros. Esta capacidade faz deles excelentes jornalistas de investigação e editores de informação, sobretudo em relação ao estrangeiro. Estas pessoas valorizam essencialmente o «aqui e agora», a vida pulsante tal como acontece nos pequenos eventos de todos os dias, desvalorizando as «grandes teorias» que não têm contacto com esta «vida a fazer-se» em que gostam de se focar. São também consistentes com aquilo em que acreditam, agindo em conformidade com tais crenças na sua vida em geral. Ao contrário do que acontece com muitas filosofias, a realidade que importa é a que todos os seres humanos experimentam no dia-a-dia da sua vida em família, no trabalho, na sociedade. São por isso mais adeptos de ciências como a sociologia ou a psicologia social do que da filosofia propriamente dita.

No que se refere aos estudos superiores  os nativos com o signo Gémeos na 9ª casa gostam de estudos sociais, culturais, línguas, das chamadas «humanidades» em geral com destaque para todas as áreas com forte ligação ao uso do discurso, da escrita, da comunicação e das línguas.

A visão do mundo destes nativos é, por um lado prática, no sentido em que é orientada para os pequenos eventos do dia-a-dia e, por outro lado, está fortemente  ligada ao uso do intelecto. Têm alguma dificuldade em exprimir emoções mas são excelentes a argumentar de forma eficaz usando a razão. Por outro lado, o gosto por se focar nos aspetos locais e nos pormenores  pode impedir ,muitas vezes , uma visão global acerca do mundo e da realidade humana.

Quando o signo Gémeos está colocado na 9 ª casa a relação com o pai é, em geral, muito aberta e com grande comunicação. O pai é em geral bastante inteligente e inicia o nativo na busca e satisfação da curiosidade acerca do mundo e habitua o nativo a confraternizar com diferentes tipos de pessoas , oriundas de camadas sociais distintas ou até de meios culturais diferentes.

Quando o signo Gémeos está colocado na 9ª casa as crenças podem mudar bastante ao longo da vida , fruto da incessante troca de comunicação com pessoas de origens sociais e culturais muito diferentes.

A paixão pela informação pode inclinar estas pessoas para a área do jornalismo, ensino, publicidade, escrita, para além das ciências sociais, das línguas, do turismo, etc.

Deixe um comentário