Conjunção Sol Saturno na 6ª casa Signo Virgem

conjunção Sol Saturno na 6ª casa signo Virgem capa

Para saber os efeitos da colocação do Sol na 6ª casa leia o artigo aqui.

Saturno dá os melhores resultados nos signos que rege, nos signos de Vénus e de Mercúrio. Assim, não está mal colocado na 6ª casa uma casa upachaya na qual os planetas maléficos dão bons resultados. Na verdade, Saturno tem muita afinidade com os significados da 6ª casa, uma casa de serviço, servidão, pagamento de débitos kármicos. Saturno na 6ª casa dá resiliência para enfrentar um karma ligado a  inimigos, dívidas, acusações e conflitos (incluindo litígios), doenças.

O nativo com Saturno na 6ª casa pode tornar-se um ativista fortemente envolvido na luta pelos direitos  de grupos que são discriminados, explorados, doentes. As causas por que lutam estas pessoas  incluem as camadas consideradas muitas vezes como a «escória» da sociedade: os criminosos, doentes, prostitutas, toxicodependentes, os marginalizados, as vítimas de crimes de todo o tipo ou do abuso do poder pelas classes sociais dominantes. A missão de vida destas pessoas liga-se muitas vezes com o dever de restaurar os direitos destes indivíduos e reintegrá-los na sociedade. Muitas vezes, são os próprios nativos com Saturno nesta casa que se tornam membros destes grupos marginalizados ou explorados.  Na 6ª casa ou se sofre ou se ajuda os que sofrem. Assim, tanto podemos encontrar alguém que sofre uma doença prolongada como o médico que ajuda as pessoas que estão nessa situação. Tanto encontramos aquele que explora e reduz à servidão como aquele que desenvolve esforços para libertar os que estão nessa situação.

Todos os desequilíbrios sentidos na vida humana a todos os níveis servem a Saturno nesta casa para ensinar as suas lições de responsabilidade e de dever. Pode trazer muitos conflitos, situações de doença, litígios e dívidas para a vida da pessoa mas permite que estes tenham uma resolução, embora esta em geral leve bastante tempo e se faça de forma lenta. Assim, Saturno na 6ª casa representa, na verdade, um potencial bastante grande de resolução do karma nesta vida. É uma espécie de «acerto de contas» para se poder seguir em frente. Como habitualmente, Saturno exige que as regras sejam aceites. «A natureza não dá saltos». E o karma, se calhar também não.

Quando Saturno está colocado na 6ª casa no signo de debilitação (Carneiro) o nativo tem responsabilidades muito grandes para servir ou sofrer servidão. Podemos encontrar aqui  o médico que trabalha sem cessar para ajudar a cura dos que sofrem, as forças de segurança que procuram afastar as ameaças à integridade dos membros da sociedade, os agentes da proteção social, etc.. Estas pessoas não têm tempo para ter uma «vida própria» sacrificando-a continuamente para acudirem a todos os deveres. Quando Saturno está debilitado nesta casa o nativo pode ter que enfrentar inimigos poderosos continuamente a tentarem prejudicá-lo, conflitos de longa duração com outros e litígios em tribunal; podem não ter acesso a medicamentos que podiam aliviar dores e doença; podem receber a responsabilidade social de prestar cuidados aos mais desprotegidos da sociedade, podendo colocar-se a si próprios em risco físico.

Quando está colocado na 6ª casa Saturno gera medos relacionados com os significados desta casa: medo da doença e dos médicos, dos criminosos,  ladrões, de acusadores, medo de conflitos e da guerra , medo de lutar, medo de todos os que exploram os outros ou os reduzem à servidão, medo dos que são de classe social baixa, etc.. Podem envolver-se em profissões que lidam com estes aspetos, podendo ter que gerir problemas crónicos sociais, apoio ás vítimas, etc…Um facto observado continuamente é que estes nativos continuam a trabalhar mesmo que tenham problemas grandes a afetá-los.   Mas a pressão causada pelas dificuldades de resolução de todos os problemas que são chamados a gerir causa –lhe exaustão e problemas de saúde  a nível intestinal.    Os problemas sociais que são chamados a gerir não são de natureza imediata levam tempo e exigem paciência e andar alguns passos de cada vez.  Pode ,no entanto, haver um sentimento de realização pessoal pelo contributo que o seu trabalho dá para a resolução de tais problemas.

Os nativos com Saturno na 6ª casa têm sempre muito trabalho para fazer. e também têm que enfrentar conflitos no local de trabalho. Para tudo o que precisam ,estas pessoas têm que trabalhar mais do que os outros e alcançam os resultados mais tarde do que muitos. Podem estar envolvidos na defesa do ambiente, na área da saúde, fazendo chegar os cuidados de saúde aos menos privilegiados, lembrando os que estão em asilos, em hospitais e prisões, etc. O sucesso pelo trabalho vem tarde mas a boa notícia é que  ajuda o nativo a viver mais anos. Permite que este comece a adquirir bens após o casamento, embora de forma lenta. Em caso de divórcio, estas pessoas perdem menos bens partilhados com o cônjuge ou de forma mais lenta do que outros.  Saturno na 6ª casa pode indicar um místico, o nativo pode interessar-se por assuntos e temas esotéricos . Pode também indicar doenças crónicas e problemas na vida sexual. Os nativos podem ter que ir para países estrangeiros por causa de trabalho. Falam pouco mas,  quando falam, o que dizem tem impacto no seu trabalho persistente. Estas pessoas  vencem os inimigos e oponentes embora os conflitos e litígios durem muito tempo.

Quando casam pela 2ª vez, os nativos com Saturno na 6ª casa  sentem com alguma frequência dificuldades com filhos vindos do casamento anterior do cônjuge. É comum  serem  «padrastos» ou «madrastas». Na realização das tarefas do quotidiano são também muito críticos e estão sempre a queixar-se de tudo mas, apesar disso, continuam a realizar o seu trabalho. Estas pessoas acreditam que a realidade social tal como existe não é modificável e o seu esforço não se dirige para a tentativa de a mudar  Procuram antes resolver os problemas que existem aceitando que as coisas «são o que são» e não há muito a fazer para as melhorar. Assim, procuram reparar os danos sem acabar com as causas dos mesmos. Sentem o dever e a responsabilidade de tratar todos esses assuntos no estrito respeito da lei e das regras estabelecidas.

A 6ª casa representa todos os tipos de conflitos incluindo entre cônjuges, isto é, o divórcio. Mas a presença de Saturno nesta casa indica que o nativo resistirá à ideia de se divorciar por muito mau que seja o seu casamento.  Ao invés do divórcio, os cônjuges podem passar longos períodos separados ou a evitar-se mutuamente.

Envolvem-se com frequência em causas sociais defendendo os que são vítimas de injustiça social- incluindo o ambiente e os animais- os direitos dos que sofrem  doenças de foro psíquico ou que os limitam para o desempenho de funções sociais, as minorias, etc.. Além do mais, estas pessoas têm bastante capacidade de resistência aos problemas representados por esta casa: pobreza, doença, dívidas. Saturno dá proteção em relação a estas matérias. Podem, no entanto, permanecer longo tempo num emprego que não os satisfaz ou num casamento que também não é o adequado. Mesmo em situações difíceis e que causam sofrimento, Saturno resiste à dissolução dos laços e os nativos levam muito tempo a decidir mudar.

O trabalho ocupa longas horas da vida destas pessoas sendo um pesado fardo que carregam de forma kármica.. Na infância sofrem muitas vezes com o comportamento dos familiares da mãe. Têm a obrigação kármica de lidar com inimigos, relacionamentos e circunstâncias que são antagonistas para si.  A constante exposição a atmosferas de conflito e de inimizade, de stress causado pelo trabalho  gera doenças que levam muito tempo a instalar-se e que atacam o nativo na velhice sob a forma de doenças crónicas. A atitude destas pessoas é, em geral ,a de que «não têm tempo» para ficarem doentes. A saúde é em geral boa, têm uma constituição forte.  São capazes de persistir atravessando situações de doença sem lhes darem muita atenção. Mas, nos períodos (dasa/antardasa) de Saturno podem enfrentar perdas muito significativas, problemas por incumprimento de contratos, etc.. Quando Saturno rege boas casas, o nativo pode acumular bens de riqueza e presta muito serviço social na profissão que escolheu.

Os nativos com Saturno na 6ª casa são eles próprios muitas vezes explorados pelos outros que se servem do seu sentido de responsabilidade e de cumprimento do dever para ficarem com os créditos pelo seu trabalho.

Segundo os clássicos Saturno na 6ª casa produz problemas sexuais:  o nativo ou é privado de uma vida sexual ou esta assume contornos pouco usuais. Pode sofrer de algum problema se saúde difícil de diagnosticar e de curar, do qual não fala aos outros. O começo de vida pode ter sido difícil. O nativo sofre angústias de vária ordem mas é objeto de estima e reconhecimento social.  Ganha pouco, tendo em conta o esforço despendido. Pode reformar-se prematuramente por motivos de doença . Tem problemas financeiros na velhice. Enfrenta a sua quota parte de sofrimentos e obstáculos, desapontamentos, etc.. sofre perdas ou problemas causados por dependentes, subordinados. Tem poucos familiares. A riqueza cresce devagar. Vence os inimigos e não tem medo de ladrões.. Sofre de diabetes e problemas urinários. A saúde melhora depois do  casamento. Desconfia dos médicos., tem em geral boa saúde mental.  Pode demorar a alcançar uma boa posição na profissão mas, na maturidade, ganha esse respeito pelo seu trabalho. Mas este é em geral um serviço que tem pouca retribuição por parte dos que recebem os seus benefícios. Saturno na 6ª casa tem o efeito benéfico de limitar os aspetos negativos : proteção de condições abusivas de empréstimos, de intoxicação por substâncias venenosas etc.. O nativo recusa formas imorais de vida. Poderá ter que gastar grandes somas com animais ou dependentes. Durante a juventude Saturno retarda o sucesso mas, à medida que a pessoa vai amadurecendo, os bons resultados vão aparecendo.

Para saber os efeitos da colocação do Sol no signo Virgem, Leia o artigo aqui.

Quando Saturno está colocado no signo Virgem, um signo amigo, as energias de Saturno exprimem-se de forma menos negativa potencialmente.  Neste signo o nativo tende a aceitar os factos sociais relacionados com doença, divórcio, vitimização, traição, exploração e servidão, encarando estes aspetos da realidade como inevitáveis. Pode envolver-se numa profissão de caráter social em que lida com estas realidades- assistente, social, médico, advogado, funcionário público, etc., mas, na sua ação, embora ajude estes grupos de pessoas como pode, não  considera possível acabar com os problemas de que sofrem. Tem uma atitude do género: «sempre houve exploradores e explorados, ricos e pobres, pessoas honestas e criminosos e será sempre assim». Por isso, na sua ótica, o que há a fazer é ajudar estas pessoas através do controlo das regras que permitem manter uma certa ordem e organização na sociedade para que tais problemas possam estar sob controlo. De algum modo, Saturno faz surgir a convicção de que estes problemas e sofrimentos existirão sempre, sejam quais forem as pessoas a vivê-los e que o que é possível fazer é trabalhar para ajudar a manter a ordem social. O ser humano, se deixado fora da regulamentação dos seus comportamentos, «age mal». Saturno não aceita assim a bondade inerente à natureza humana, parte do princípio de que é preciso conter o «mal» inserido no âmago de cada indivíduo através da aplicação de leis e normas sociais e, assim, com disciplina, podemos ter uma vida aceitável, na submissão a essas normas e leis. Não há espaço para o otimismo em relação à natureza humana.

Instintivamente, os nativos com Saturno em Virgem sentem o medo trazido do passado kármico, de argumentar sem regras, de explorar /ser explorado, em relação à saúde e doença, medo de não ter recursos financeiros suficientes etc..São levados a pensar sobre as coisas de forma pessimista, veem os problemas  de uma perspetiva que os torna piores do que são.  Por outro lado, Virgem confere um pensamento com excelente capacidade analítica, beneficiando das capacidades lógicas de organização de Saturno pelo que estas pessoas são metódicas e disciplinadas a pensar, podendo ser excelentes investigadores e analistas, sendo capazes de vislumbrar as relações causa/efeito entre os elementos em análise de forma muito clara. Embora possam ser pessimistas nos prognósticos que fazem, têm uma mente muito prática e a capacidade de levar a cabo as ideias em que pensam, de forma eficaz. são excelentes planeadores, associando a cautela própria de Saturno com a atenção ao pormenor de Virgem.

Prestar serviço de forma altruísta é a melhor forma de «queimar» karma trazido de trás. Qualquer serviço prestado de forma desinteressada aos que foram vítimas de exploração e servidão, maus tratos, enganados ou privados dos seus direitos de algum modo, é um caminho que pode ajudar estas pessoas a ajudarem-se também a si próprias, levando a um sentimento de serenidade e pacificação interior que cancela as dúvidas que sentem por vezes em relação a si próprias.

Um dos aspetos do karma que estes nativos precisam de enfrentar é o auto criticismo que sentem em relação a si próprios. Podem duvidar da sua capacidade lógica receando «não pensar bem», sobretudo quando Saturno está em aspeto com a Lua o que os leva a serem cautelosos antes de escrever ou falar. Saturno pode colocar estas pessoas perante situações repetidas em que têm que enfrentar este medo até que sejam capazes de superar o medo da crítica dos outros (e de si próprios). Podem ter crescido num ambiente em que as críticas  e o perfecionismo foram usados de forma sistemática gerando o medo na criança de nunca ser capaz de atingir os parâmetros colocados como a referência a atingir.  Os pais, professores, autoridades podem ter colocado sobre a criança este medo e ansiedade de não coincidir com os padrões que lhe foram colocados e isso pode ter atingido fortemente a sua autoestima e autoimagem. Esta situação melhora no entanto após o primeiro retorno de Saturno  por volta dos 30, 31 anos quando começa a superar o receio das críticas negativas dos outros ou o perfecionismo inatingível que o atormentava. «Não ser suficientemente bom»  no seu trabalho ou «não ser tão bom» como outros pode ser um tomento colocado por Saturno perante o nativo até que este aprenda a superar  esse medo. Pode levar tempo mas, eventualmente, será superado se, ao mesmo tempo, Saturno estiver colocado numa casa de crescimento ou upachaya (3ª, 6ª, 10ª, 11ª ).A  partir de meados dos 30 anos, esta situação melhora bastante.

Enquanto crianças, estas pessoas receiam profundamente cometer erros, «enganar-se», e isto gera muita ansiedade. Ao mesmo tempo que se criticam por causa desse medo, projetam sobre os outros o mesmo horizonte de crítica e perfecionismo, exigindo que estes sejam «perfeitos» que não errem, etc.. Simultaneamente sentem enorme ansiedade perante a possibilidade da crítica dos outros. Basicamente aprendem a criticar os outros como forma de defesa das críticas que receiam receber. Isto gera um clima de relacionamento- em casa e no trabalho- que pode ser muito desagradável e sem harmonia. Estas pessoas podem passar bastante tempo sem se darem conta de que as críticas que fazem aos outros podem ser dolorosas para estes . Eventualmente, os períodos do Sol poderão trazer essa consciência e levar a uma mudança de atitude. Ou os períodos de Saturno, que podem conduzir à compreensão da «lição» a aprender, gerando uma mudança de atitude e de comportamento no nativo. Enquanto isso não acontecer, estas pessoas continuarão a apontar os erros dos outros como se isso fosse a sua missão de vida.  Estas pessoas sofreram muitas críticas enquanto cresceram e, por causa disso, aprendem a criticar os outros. duvidam de si próprias e são pessimistas  e perfecionistas. Podem estar continuamente a corrigir o que «está mal» à sua volta arrumando coisas: quando produzem alguma  coisa na sua atividade, analisam tudo com cuidado procurando que fique perfeito. Ao exercerem excessivo criticismo em relação a si e aos outros atraem uma imagem negativa dos outros em relação a si próprios.

Assim, não é só em relação aos outros que os nativos com Saturno no signo de Virgem dirigem as suas «setas» críticas: fazem-no igualmente em relação a si próprios, devido à ansiedade e receio de cometerem erros. Isto pode criar uma mentalidade que assenta na crítica cerrada às instituições, quando o nativo tem um cargo de natureza social ou jornalística: «encontrar o que está mal» torna-se um lema que lhes é muito caro. Em indivíduos com desenvolvimento humano, isto pode acabar por ser positivo se, para além das críticas, apresentarem soluções para corrigir o que está mal. E esse pode ser um excelente  contributo para a sociedade, .

Pelo lado positivo, estas pessoas contam com excelentes capacidades de discriminação mental, são muito racionais e conseguem organizar os pensamentos de forma irrepreensível, de modo que são muito bons a escrever e a comunicar, incisivos, logicamente muito eficazes.

Faz parte do karma destes nativos descobrir os mecanismos  do medo que os leva a , repetidamente, fracassar em alguma área de vida que lhes é fundamental.  Este é um processo que pode levar muito tempo a ser totalmente compreendido mas, para os que pensam ativamente, pode ser alcançado após o primeiro retorno de Saturno.  A tendência para apontar erros e censurar ou queixar-se (vitimizar-se) em todos os contextos de vida é tão natural como o ar que estas pessoas respiram. Mas é preciso «desmontar» estes mecanismos e analisar experiências anteriores nas quais, apesar de querer muito que algo corresse bem, isso não aconteceu., resistir a colocar no exterior todas as causas e de forma honesta analisar qual a quota parte de responsabilidade que o próprio nativo teve nesse fracasso. Ver se há padrões repetidos, nessas experiências anteriores, relacionados com a sua forma de atuar. E, se forem encontrados e houver alguma coisa que o nativo pode fazer para os mudar, disciplinar-se para o fazer, em situações futuras.  Ninguém melhor que a pessoa com Saturno em Virgem para fazer essa aprendizagem e mudança. Provavelmente descobrirá sem muita surpresa que é ele próprio que bloqueia o sucesso.

A lição kármica fundamental a aprender pelos nativos com Saturno no signo Virgem é que precisam de substituir o criticismo e o apontar de erros aos outros por uma relação mais humana de compreensão e compaixão. Esta lição começa na relação do nativo para consigo próprio, ao compreender que nenhum ser humano está isento de erro e que errar constitui uma fração das experiências que cada um tem que viver na Terra. «Errar» não é destruir a sua própria essência ou dignidade como ser humano. É natural cometer erros, da mesma forma que é natural  corrigir esses erros e aprender com eles. Estes indivíduos precisam assim de se libertar deste medo ou ansiedade  de errar e  de «não serem perfeitos» que trouxeram para esta vida. E libertar-se desse padrão kármico.  Praticar o exercício de, em vez de procurar os erros dos outros, ver os seus aspetos positivos e os seus comportamentos positivos. Gradualmente  o medo  «de não ser perfeito» deixa de fazer sentido também para si próprio. A pouco e pouco será evidente que uma pessoa não tem valor porque, após análise apertada, não lhe descobrimos erros ou imperfeiçoes de monta, mas  tem antes  valor em si mesma e por si mesma, tal como todos os outros seres que coabitam com o nativo, neste plano terrestre, humanos ou animais. Ser compassivo para com todos eles, obedeçam ou não ás regras e normas da sociedade e aos modelos de comportamento considerados aceitáveis  por  essas regras, é a lição fundamental a aprender com esta posição de Saturno. Uma pessoa que cometeu um crime não deixa de ter direitos como reconhece o advogado que trabalha com estas pessoas e as defende em tribunal;  uma pessoa que caiu por fraqueza na toxicodependência ou no álcool não deixa de ser humana e  de merecer ajuda; uma pessoa que nasceu numa classe social baixa e é mal remunerada não perde o seu valor por causa disso e merece que alguém lute para fazer valer os seus direitos. E poderíamos continuar com muitos outros exemplos. A lição de Saturno no signo Virgem e na 6ª casa  é também a de que ninguém e nenhum ser podem ser excluídos em termos de direitos e de compaixão. E, de uma forma ou de outra, estes nativos só aprendem a lição kármica do seu Saturno quando compreendem isto e aceitam viver de acordo com esta compreensão.

Dito isto, a capacidade crítica destes indivíduos em relação ao funcionamento muitas vezes injusto ou hipócrita das instituições e a sua capacidade certeira de argumentação podem ser muito uteis para ajudar a sociedade a mudar os seus padrões  de mentalidade. E o envolvimento nestas atividades pode ser uma forma muito positiva para muitos de viver o seu Saturno no signo Virgem. É no plano  da crítica das ideias, dos valores e dos modelos sociais que  podem fazer a diferença. Assim, falar ou escrever acerca de uma causa, desde a poluição e destruição ambiental á defesa de grupos de pessoas minoritárias  ou desfavorecidas, é algo muito positivo que podem fazer e em que podem brilhar e fazer a diferença.  A sua capacidade de analisar todos os aspetos e detalhes com precisão e objetividade faz com que se tornem líderes de opinião com facilidade, ajudando a compreender todos os meandros dos temas envolvidos.

Na vida pessoal e no local de trabalho, estes nativos podem ter que assumir erros dos subordinados e empregados. Esta também não é uma posição que ajude os relacionamentos de intimidade devido à tendência  para, constantemenete, argumentar, discutir e apontar os  defeitos do cônjuge. Isto é verdade também quando Saturno está colocado em Virgem na divisional navamsha especialmente quando isso ocorre na 1ª ou 7ª casa desta divisional.  Quando isto ocorre, pode levar muito tempo (para alguns só depois do 2º ou 3º retorno de Saturno, por volta dos 60 anos) a superar. A situação também melhora quando Saturno e Mercúrio, regente de Virgem, estão em receção mútua (Parivarthamsha yoga).

Na saúde, estas pessoas podem ter problemas relacionados com a digestão e funcionamento intestinal. Devem ter cuidado com a alimentação, caso contrário começam a sofrer de problemas digestivos ou intestinais a partir de meados dos 30 anos.

Profissionalmente, estas pessoa dão-se bem em profissões em que o uso da argumentação obedece a regras estritas, controlo apertado de todos os pormenores, nos serviços sociais incluindo os de caráter jurídico, clínicas etc.

Conjunção Sol Saturno na 6ª Casa Signo Virgem

Quando o Sol e Saturno estão em conjunção na 6ª casa há que ter em conta  o signo em que ocorre a conjunção e se é o Sol ou Saturno que tem o grau inferior por colocação no signo.  Sendo ambos inimigos, o Sol será mais forte no seu próprio signo ou signos de Marte enquanto Saturno será mais forte nos seus próprios signos ou signos de Vénus e Mercúrio. Quando a conjunção ocorre na 6ª casa sem ser no signo de debilitação do Sol nem de Saturno (um está exaltado no signo de debilitação do outro e  vice-versa) os resultados podem ser mais equilibrados.  Assim, o nativo identifica-se com o seu trabalho, trabalhando arduamente sem pensar muito na recompensa se é Saturno que tem o grau inferior da conjunção. Por outro lado, pode haver um conflito com o pai difícil de ser sanado e pode haver dualidade na forma de agir em que o nativo defende um conjunto de valores mas na vida privada faz outra coisa bem diferente.  O indivíduo gosta de tarefas rotineiras e estáveis e pode ter um cargo na administração governamental na área dos serviços ou proteção social, nas forças de segurança, etc. Será protegido de inimigos e oponentes e também de dívidas. Porém, terá muitas dificuldades em obter empréstimos de bancos ou outras instituições ou estes são rodeados de atrasos e obstáculos. O nativo age no interior das regras e convenções e, por isso não obtém  uma reputação que se destaque do comum. Duvida constantemente de si e das suas capacidades, podendo desenvolver grande criticismo em relação a si e aos outros e a instituições. Pode ser o indivíduo que está sempre a apontar falhas no funcionamento dos organismos legais, governamentais, etc., ou nas leis existentes. Quando o Sol está no grau inferior na conjunção, o nativo lutará para implementar as regras sociais mas adaptando-as às situações de acordo com o seu próprio juízo. Revela grande inteligência organizativa, poder de discriminar e de analisar  mas pode haver conflitos com as chefias ou outras instituições. Estes indivíduos são excelentes inspetores e analistas de todo o tipo de procedimentos e leis, podendo ser peritos na redação de todo tipo de códigos relacionados com a proteção no trabalho, proteção ambiental., salvaguarda dos direitos dos trabalhadores, etc.. Esta conjunção na 6ª casa pode indicar um parceiro de casamento excessivamente autoritário e argumentativo e mau ambiente no casamento embora o nativo com esta colocação possa sentir –se dividido entre manter-se casado ou divorciar-se.

Quando a conjunção Sol Saturno cai no signo de Virgem, a marca fundamental pode ser a da tendência para uma autoimagem negativa e uma visão muito pessimista acerca de si e dos outros.  Estes nativos tendem a considerar que a realidade não pode ser melhorada e sofrem continuamente de uma tendência para se desvalorizarem a si próprios ao mesmo tempo que se tornam extremamente críticos em relação aos outros. Sofrem do «síndroma do perfecionismo»  e manifestam-se continuamente na crítica contra tudo e contra todos. Saturno neste signo torna o nativo muito trabalhador, estando melhor colocado do que o Sol e  pode ocorrer muito sofrimento sob a forma de humilhação constante, sobretudo na infância através do apontar dos seus «defeitos» e «incapacidades» por parte da figura paterna.  O nativo cresce com muitas inseguranças e medo de receber críticas dos outros preferindo trabalhar fora dos olhares dos outros de forma discreta e sem se fazer notar. Até atingir a idade do primeiro retorno de Saturno, pode sofrer bastante embora reaja de forma a dirigir as críticas interiorizadas para os outros e a realidade em geral.  Se ao mesmo tempo esta conjunção cair numa casa upachaya, o nativo terá oportunidade de melhorar a sua autoimagem e autoestima em meados dos 30 anos, aprendendo a valorizar-se. O  sucesso demora em chegar mas não é negado. Quando o Sol tem o grau inferior e o nativo  consegue ter a generosidade de se identificar com os mais fracos e desprotegidos da sociedade pode tornar-se uma figura conhecida nos meios de defesa dos direitos – ambientais, dos trabalhadores, das minorias, dos animais, etc. A  repressão  psicológica dos medos e ansiedades pode ser mais atenuada e pode haver uma autoimagem mais confiante  e positiva. O contributo destes nativos para o chamado «bem comum» pode ser muito significativo. Podem tornar-se advogados de sucesso, ativistas, representantes dos sindicatos etc..Esta conjunção no signo Virgem  não ajuda o casamento indicando karma ligado ao cônjuge ou a ambos e desarmonia que pode conduzir ao divórcio. Excesso de nervosismo pode dar problemas de saúde no sistema digestivo e/ou intestinos.

Deixe um comentário, ajude-nos a melhorar

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.