Conjunção Sol Saturno na 7ª Casa Signo Balança

conjunção Sol Saturno 7ª Casa signo Balança capa

Para saber os efeitos da colocação do Sol na 7ª casa leia o artigo aqui.

Saturno está muito bem colocado na 7ª casa, a casa onde o Sol tem o seu ocaso e onde a escura e fria energia de Saturno recebe força direcional (Dig Bala). Na 7ª casa, Saturno assegura que a velha ordem instituída através de alianças e contratos (incluindo o casamento como forma de perpetuar a organização social e o seu sistema moral) é mantida e respeitada. Saturno nesta casa resiste por isso tenazmente a quebrar votos ou contratos, sejam estes recentes ou antigos. A lei ou a palavra dada são consideradas aqui como as únicas forças a ter em conta. Quando está na 7ª casa Saturno impõe um karma em que o nativo tem que respeitar os contratos por dever social e ainda que isso lhe cause sofrimento individual. No passado, isto podia coincidir com a necessidade de fazer um casamento por razões políticas, como aconteceu durante séculos entre os governantes. Na sociedade civil aconteceu por imposição de interesses financeiros das famílias, etc. Trata-se de sacrificar o indivíduo e as suas necessidades em nome dos interesses coletivos de outros.

Os nativos com Saturno na 7ª casa podem ter  que tomar decisões difíceis relacionadas com parceiros ou contratos.  É assim natural que estas pessoas sintam estas matérias como um pesado fardo, incluindo a relação conjugal. Sentem-se naturalmente intimidadas pelos parceiros, negociadores de contratos,  conselheiros e advogados, comerciantes etc.; de algum modo, sentem que podem constituir uma ameaça à sua integridade.  O nativo sente-se no entanto compelido a obedecer com medo de ser alienado. Porém, o estrito respeito pela lei e pelo formalismo das regras causa estagnação no crescimento individual e da relação. Esta é mantida sem que haja qualquer partilha a nível emocional, mental ou espiritual. O casamento é longo e mantém-se mas não é uma união entre as vidas de duas pessoas, é um contrato formal e vazio mantendo apenas a sua forma e legalidade.

Se não houver nenhum aspeto de Vénus para a 7ª casa, Saturno aqui colocado obriga o indivíduo a manter-se leal ao contrato do casamento mas este não contribui para   uma verdadeira partilha entre os parceiros. O nativo não consegue desenvolver um espírito de compromisso capaz de criar ajustamentos que permitam uma verdadeira relação com o cônjuge. Muito ressentimento pode ser gerado, especialmente se Marte está de algum modo associado á 7ª casa. Na 7ª casa Saturno atrasa o casamento embora isto seja menos evidente  quando está retrógrado. Embora seja verdade que Saturno coloca disciplina no casamento, retirando  muitas vezes todos os aspetos emocionais que trazem felicidade e transformando  o casamento num fardo, especialmente quando o nativo casa jovem, a situação tende a melhorar quando a pessoa casa depois dos trinta, depois de  Saturno ter regressado à posição de nascimento. E, quando está num signo favorável, Saturno traz equilíbrio ao casamento. Este será muito difícil de romper, a menos que Rahu ou Marte estejam também na 7ª casa ou em aspeto com ela ou Saturno esteja num dos signos de Marte. Quando está num bom signo ou exaltado Saturno leva o nativo a respeitar princípios elevados de ética. Estas pessoas são muito críticas em relação a si próprias e sentem  necessidade de fazer tudo de forma perfeita.  Mas, se Saturno está na 7ª casa debilitado, o nativo é preguiçoso e hesitante e torna-se autodestrutivo com o excesso de rigidez e disciplina.

Saturno na 7ª casa atrai um parceiro que aprecia o trabalho  e a segurança social em primeiro lugar e considera os laços emocionais como sendo secundários. Isto acaba por legitimar os casamentos que existem para cumprir o dever social e assegurar prosperidade material, sem outros laços mais pessoais entre os cônjuges. A perspetiva que estas pessoas têm sobre o casamento é conservadora, rígida e o mesmo acontece em relação ao contratos em geral.  Têm que fazer muitos esforços contínuos para que estes contratos e alianças resultem. Mas são teimosos e persistentes na  sua abordagem destas matérias, não mudando de perspetiva.

As pessoas que têm Saturno na 7ª casa podem ter melhores resultados com o casamento, após o primeiro retorno de Saturno. Quando Saturno está bem colocado também é bom para a carreira, permitindo o sucesso numa carreira ligada às leis, diplomacia, etc.. O cônjuge será muito pacífico, leal e dedicado ao casamento embora possa haver pouca base emocional que aproxime os cônjuges. Mas respeito haverá sem dúvida.

Com Saturno na 7ª casa o cônjuge é em geral mais velho, é  conservador e pode trabalhar muito . É também convencional  e pouco expansivo em termos pessoais. A sua personalidade não é propriamente encantadora nem muito interessante ou cativante.  O nativo terá muitas dificuldades no casamento e esta será uma área muito difícil da sua vida. Esta posição de Saturno também afeta negativamente a relação do nativo com o pai e a mãe na infância.

Segundo Parashara, quando Saturno está colocado na 7ª casa e recebe aspetos maléficos, numa natividade em que o parceiro é masculino, a pessoa pode não casar e, se o casamento ocorrer, pode ficar viúva e, a partir daí, ter relacionamentos com outros homens: Quando Saturno está no próprio signo na 7ª casa ou na varga navamsha, o cônjuge será um ignorante pouco inteligente e será bastante mais velho.

Atendendo aos papeis tradicionais de homens e mulheres, é mais fácil para os que têm cônjuge feminino ter Saturno na 7ª casa pois isso indica uma esposa dócil e obediente que cumpre o contrato de casamento à letra. A esposa será, no entanto, mais velha  ou fria e distante. Os nativos exprimem o karma de Saturno na 7ª casa no casamento, no mundo das parcerias de negócios ou na realização de outros contratos. Mas em geral não podem abandonar o casamento.

Saturno na 7ª casa causa, deste modo, dificuldades na relação com o cônjuge. O casamento é estável e o divórcio é muito improvável pois a 7ª casa é uma casa kendra e Saturno resiste tenazmente a toda a mudança na estrutura de vida da 7ª casa.

O karma de Saturno na 7ª casa obriga a formar contratos e alianças com pessoas em relação ás quais o nativo não sente nenhuma empatia ou afeto e o indivíduo é levado a manter esta relação sem poder sair dela durante muitos anos. O casamento é um fardo pesado que estas pessoas carregam ao longo da  vida sem ser fácil alterar o modo de ser do parceiro, que é muitas vezes de condição social inferior, menos instruído ou socialmente menos considerado ou  pouco desenvolvido em termos mentais e emocionais. Pode ter uma natureza modesta e humilde e ser pouco ambicioso. Isto não se verifica se Saturno for um yogakaraka para  o Ascendente do nativo. (Ascendente Touro e Balança).  Pelo lado positivo, o cônjuge resiste muito bem às mudanças da velhice, aparentando ter menos idade quando atinge a maturidade mesmo quando tinha aparência de ser mais velho na juventude. Cada um vê o casamento como um fardo e vê o parceiro como alguém que não corresponde ao que gostaria de ter mas vê-se na necessidade de respeitar os votos de casamento. Em suma, um karma pesado em relação ao casamento.

Em termos kármicos, Saturno na 7ª casa causa rejeição pelo parceiro de casamento e de negócios, o que pode acontecer de forma repetida até o nativo aprender a desenvolver o espírito de compromisso. Precisa de aprender  a estabelecer acordos em que os interesses das partes envolvidas são tidos em conta. Esse acordo é, no entanto, muito difícil com os pais e também em grande parte em relação ao próprio nativo que se julga a si próprio duramente.

Para saber os efeitos da colocação do sol no signo Balança, leia o artigo aqui.

A colocação de Saturno no signo Balança é muito positiva uma vez que o planeta fica exaltado neste signo.  O signo Balança representa todos os tipos de pessoas com as quais é possível ter relações pessoais ou efetuar algum tipo de contrato ou negócio.  Saturno tem aqui a sua máxima dignidade pois esta casa é a casa dos acordos e contratos, da regulação dos relacionamentos e trocas entre os seres humanos. Saturno em Balança desenvolve esforços para estabelecer formas justas e igualitárias que permitam aos menos privilegiados elevar-se no mundo dos negócios, do comércio, etc.. melhorando desse modo a justiça social.

Quando está colocado no signo Balança, Saturno está em equilíbrio, trabalhando de forma séria para alcançar «parcerias justas». Não se trata de aumentar a riqueza mas de melhorar a estrutura da sociedade para que todos possam obter uma posição social mais justa e menos desequilibrada na sociedade. Saturno em Balança dá o impulso para lutar pela justiça social, sendo muitas vezes filantropo. O indivíduo pretende fazer chegar a todos o acesso aos bens que estão disponíveis. Homens de negócios advogados ou juízes farão tudo o que podem para fazer leis mais equilibradas e socialmente justas, ajudando as classes menos favorecidas a alcançar os bens  a que, por muito tempo, apenas as elites podiam chegar.

Os nativos com Saturno em Balança têm casamentos justos e igualitários, embora não sejam os mais românticos. Respeitam os parceiros e as suas necessidades e interesses. Trabalham não apenas para alcançar privilégios para si próprios mas para melhorar o acesso de todos aos mesmos bens e direitos.

No signo Balança, Saturno está envolvido na justiça social, no desenvolvimento de contratos justos e equilibrados, no esforço para atingir a igualdade social. Apesar de estar exaltado no signo Balança, Saturno não deixa de causar atraso  como é da sua natureza, no alcançar de sucesso material. O karma individual coloca o nativo numa posição em que tem que desenvolver considerável esforço para alcançar justiça e equidade social  nas interações com outros. Tende  a não confiar nos acordos que não são estabelecidos sobre regras firmes e justas. Pode haver atrasos na realização de contratos e alianças.  Analisam todos os acordos e  encontram os pontos fracos dos mesmos, desenvolvendo então esforços e trabalho árduo para melhoras as condições contratuais, o que podem fazer no desempenho de cargos institucionais e governamentais ,fazendo um excelente serviço público. No desempenho do seu trabalho contribuem decisivamente para melhorar as condições legais de todos os contratos, num esforço real para conseguir maior justiça social.  E alcançam  sucesso material e uma excelente reputação. A riqueza e prestígio podem ser imensos quando o nativo trabalha numa instituição de grande escala.

Saturno no signo Balança faz da pessoa um diplomata que trabalha para construir consensos e é capaz de cooperar com os outros. Saturno dá menos indecisão e mais firmeza mas também causa alguns sentimentos de insegurança e medo de  não ser apreciado e amado, pelo  que, por vezes, estes indivíduos fecham-se e impedem algumas possibilidades de relacionamento com medo de serem rejeitados pelo parceiro.  Assim, os relacionamentos em que se sentem emocionalmente envolvidos podem ter problemas e, por vezes, preferem estabelecer um relacionamento onde não se sentem ameaçados emocionalmente, escolhendo para cônjuge alguém que são capazes de respeitar mas que não amam, entrando num casamento de forma convencional e muitas vezes para manter as aparências de respeitabilidade  que é importante para a sua imagem social.  São essencialmente pragmáticos na tomada de decisão sobre esta área de vida , medindo bem todos os «prós» e «contras» da sua decisão. Mas isto é por vezes difícil quando os sentimentos e emoções estão envolvidos  e pode levar bastante tempo para que sejam capazes de estabelecer o equilíbrio entre o seu sentido de disciplina e os sentimentos. Podem assim levar muito tempo até decidirem qual o parceiro mais adequado, qual o caminho que desejam seguir na carreira/profissão, etc. e, por vezes, acabam por não escolher ninguém para casar, porque têm medo de escolher a pessoa errada.  É-lhes bastante mais fácil ver qual o caminho a seguir com outras pessoas do que consigo próprios.  Sempre que as pessoas que lhes são próximas estão envolvidas, estes nativos ficam ansiosos e nervosos e perdem o sangue frio habitual para perceberem o que é melhor, não conseguindo ser imparciais nem ver claramente os interesses das partes. O medo de fazer opções erradas devido a mau  julgamento por estarem dependentes de fatores emocionais é um fator kármico que terá que ser superado lentamente e com o esforço do nativo.

Quando Saturno e o Sol estão em aspeto de 7ª casa- cada um no seu signo de exaltação, os resultados de Saturno e do Sol sofrem bastante. O nativo nesse caso (quando Saturno está colocado em Balança e o Sol em Carneiro) apesar de ser muito ambicioso foca-se em si mesmo e trabalha apenas para a sua glória pessoal e  resiste a assumir os deveres sociais que procuram justiça para todos, buscando essencialmente mais privilégios para si próprio. Saturno, por outro lado, tem pouca aptidão para o jogo político, sendo em geral demasiado rígido para assumir situações de compromisso, entrando numa lógica de «tudo ou nada» que por vezes acaba por se virar contra o próprio interesse de aumentar as condições gerais de justiça social.

Segundo os clássicos, Saturno no signo Balança permite ganhos através de viagens e de países estrangeiros. O nativo é  gentil e amável , instruído e filantropo. Tem muito trabalho intelectual, obtém reconhecimento da comunidade. O lar pode ser pouco unido, podendo haver separação da família. Os nativos podem dar-se com pessoas de comportamento sexual promíscuo.

Conjunção Sol SAturno na 7ª Casa signo Balança

Quando o Sol e Saturno estão em conjunção na 7ª casa ou no signo Balança, Saturno assume o controle dos efeitos da conjunção pois, enquanto o Sol está debilitado nesta casa/signo, Saturno está exaltado. Os nativos com esta colocação podem ter que assumir muitas responsabilidades em relação ao cônjuge e outros parceiros. O Sol está aqui debilitado, por isso, o nativo pode ser privado de se concentrar nos seus interesses individuais e na sua vida pessoal para ser de algum modo «absorvido» por deveres sociais, conjugais, etc.. O  poder  criativo do Sol está aqui anulado e a inteligência para os negócios pode não ser muito forte, conduzindo a más decisões em relação a investimentos. Os interesses dos parceiros tendem a sobrepor-se aos dos nativos ou as leis, regras sociais e normas gerais podem impedir de alcançar o sucesso, uma boa reputação e credibilidade, etc.  Os nativos com esta conjunção podem ter problemas de saúde  como diabetes, problemas na coluna lombar, rins, etc..

A conjunção de dois maléficos na 7ª casa ambos relacionados com a autoridade ,arruína a possibilidade de existir equilíbrio no relacionamento conjugal. Estas pessoas podem discutir continuamente e o cônjuge pode ser alguém muito autoritário, frio, calculista, egoísta.

Quando o Sol está colocado na 7ª casa, os nativos  desenvolvem a sua identidade através da relação com os outros e identificando-se com os outros. Assim, pode haver um desejo intenso de se relacionar e isso pode conduzir a que haja múltiplos parceiros ao mesmo tempo. Porém, Saturno nesta casa coloca restrições à expansividade do Sol  impondo-lhe a disciplina das regras justas, da necessidade de tratar o outro como igual. Acontece porém que o Sol não tende a ver os outros como igual. E, quando está na 7ª casa, olha diretamente para a 1ª, onde está exaltado e isto pode causar um intenso conflito interno entre o desejo de liberdade e ausência de regras e  a necessidade de se conformar com as regras convencionais para poder entrar em relacionamentos aceites pela sociedade e pelos outros. Esta situação pode gerar comportamentos de duplicidade nos nativos que podem casar com alguém com quem não sentem realmente nenhuma empatia especial ao mesmo tempo que mantêm uma intensa vida secreta  de múltiplas interações fora dos olhares dos outros.

Por uma razão ou por outra, a conjunção do Sol e de Saturno na 7ª casa prejudica sempre a harmonia familiar a menos que os parceiros resolvam manter uma relação de aparência na qual cumprem as regras sociais mas na qual há falta de amizade , amor e empatia entre ambos.  Muitas vezes escolhem parceiros mais velhos por estes serem menos ameaçadores para as suas inseguranças.

Quando a conjunção entre o Sol e Saturno  ocorre no signo Balança (na 7ª casa ou noutra casa ) definitivamente Saturno assume o controlo da conjunção pois o Sol está aqui debilitado embora «olhe» para o signo da sua exaltação e, desse modo, protege a imagem pessoal e alguma autoestima e sentido de auto valor do nativo. Se Saturno ocupar o grau inferior do signo de colocação (e estiver a mais de 9º de distância do Sol) o nativo terá que fazer muitos esforços e trabalhar arduamente para formar acordos, contratos e alianças de modo a beneficiar o maior número de pessoas de condição social menos privilegiada. O karma individual levará a identificar-se com os problemas das pessoas de classe social baixa e estes nativos trabalharão sem descanso em instituições ou organismos sociais ou estatais, de modo a contribuir  para essa melhoria. Podem fazê-lo como advogados, legisladores, agentes do serviço social etc.. Quando é o Sol que está colocado no grau inferior do signo  o karma individual continua a exigir ao nativo muito trabalho e aplicação dos seus talentos pessoais mas, ao mesmo tempo, permite que alcance sucesso e prestígio como figura social , política, ativista ou sindicalista, permitindo que alcance boa reputação ou poder pessoal. Estes nativos são em geral bastante conscienciosos em relação ao conceito de Justiça e podem contribuir bastante para melhorar as condições sociais de justiça para os menos privilegiados. Porém, no âmbito pessoal dos relacionamentos, as dificuldades em conseguir harmonia nesta área de vida persistem. O indivíduo poderá, no entanto, como dissemos atrás, construir uma imagem de aparências irrepreensível para mostrar ao público, ao mesmo tempo que tem uma vida privada na qual os relacionamentos se multiplicam e sucedem, para seu usufruto pessoal. Mas, mesmo estes dificilmente preenchem o desejo intenso de encontrar um parceiro que os complete e com o qual possam ter uma vida estável e harmoniosa. Esse é o karma que têm que enfrentar.

Deixe um comentário