Conjunção Sol Saturno na 8ª Casa Signo Escorpião

Para conhecer os efeitos da colocação do Sol na 8ª casa do horóscopo leia o artigo aqui.

Saturno na 8ª casa está numa casa difícil pois o planeta resiste à mudança e a 8ª casa é uma casa de mudanças bruscas e inesperadas. O medo de perder a estabilidade é assim muito real sobretudo a mudança que ocorre quando o corpo físico faz a transição na morte. Há também grande resistência aos processos internos de mudança que podem trazer a cura no plano da identidade profunda. A outro nível isto significa também que, quando ficam doentes, estes nativos podem demorar bastante tempo a ficar curados embora a presença de Saturno na 8ª casa favoreça a longevidade.

As pessoas com Saturno na 8ª casa têm medo de tudo o que provoca mudanças bruscas, tanto no ambiente como nos contextos de vida e na própria identidade pessoal. Receiam todo o tipo de catástrofes e entram em ansiedade quando se apercebem de fatores que estão a mudar a sua identidade. Não aceitam métodos novos de cura, preferindo usar os métodos tradicionalmente aceites na  comunidade.

Devido a razões kármicas, estas pessoas podem ter menos oportunidades de mudança do que a maioria. Ao invés de apostarem nas crises que levam a rápida transformação, apostam em manter a mesma estrutura rígida de atuação respeitando as regras e leis com medo de que o desrespeito por aquilo que é convencional  traga o inevitável castigo e punição. Podem passar por muitas situações repetidas de traumas e acidentes, etc. e, durante muito tempo, resistem tenazmente a mudar; inclusive quando têm algum ferimento, este leva muito tempo até ficar completamente curado.

Podem igualmente ter deveres pesados em relação aos familiares do cônjuge.  Estes comportam-se muitas vezes sem consideração para com o nativo mas, ainda assim ,este tem que assumir pesados deveres em relação a eles. Segredos em relação à família do cônjuge podem ser mantidos por muito tempo e o mesmo acontece em relação à riqueza do parceiro e outros bens que este tenha escondidos. Sobretudo no primeiro casamento, a família do cônjuge pode ser extremamente conservadora, ignorante, rígida e de baixa condição social.  O parceiro de casamento pode também ter menos bens do que o nativo e contribuir menos para a reserva financeira de ambos no casamento.

Saturno, no entanto, detesta estes segredos, contrapondo-lhes as regras e leis conhecidas e aceites pela comunidade em geral. Por isso sente-se desconfortável na casa de Marte. Os nativos  receiam a ação inesperada do governo  e das forças de intervenção estatais, situações de guerra e de catástrofes naturais, etc. Receiam igualmente as mudanças na estratégia governativa em termos políticos e , basicamente, receiam todas as mudanças de contexto na sua vida. Assim, épocas de crise social causam-lhes grande ansiedade porque não  sabem o que estas  vão causar nas dinâmicas da sociedade. Estas pessoas agarraram-se a um momento do tempo passado e tentam mantê-lo inalterável a todo o custo embora isso não seja possível porque as mudanças da 8ª casa estão fora do controlo individual. Receiam a mudança acima de tudo e preferem viver infelizes com regras que conhecem bem do que passar pela angústia e incerteza da sua mudança. Mas não têm medo da morte e podem mesmo desempenhar algum papel na facilitação deste processo em pessoas que estão a morrer.

Mesmo que os seus contextos de vida sejam difíceis, estas são as pessoas que não abandonam um emprego mal pago e onde o seu trabalho não é reconhecido. Rejeitam a possibilidade de divórcio, quando vivem um casamento insatisfatório. Em suma, preferem sofrer resistindo a estas situações dolorosas, sem tomar a iniciativa de mudar. Saturno conduz assim a repetir vezes sem conta situações de sofrimento porque o nativo tem medo de mudar.  Antigos traumas trazidos do passado são revividos vezes sem conta por causa deste medo. Estas pessoas estão literalmente «coladas» aos eventos traumáticos do passado sem conseguir dar um passo em frente.

Por razões kármicas, podem ser obrigadas a  viver em ambientes sujeitos a mudanças bruscas de forma repetida e ,ainda assim, mantêm o respeito pelas regras vigentes.  Mesmo quando está no próprio signo ou no signo de exaltação, Saturno na 8ª casa coloca os nativos perante circunstâncias muito difíceis de crise a diversos níveis, inclusive no plano financeiro.

A morte destes nativos ocorre em geral na velhice, devido á ação do tempo (a menos que Marte esteja em aspeto com a 8ª casa. Neste caso a morte é súbita e pode ocorrer relativamente cedo); algumas vezes por ação do governo, de pessoas vulgares, devido a escassez como fome, medo, rigidez dos nervos, problemas nos ossos, paralisia, etc.. O nativo vive em geral mais do que a média mas isso não significa que viva «bem». Na verdade uma quantidade considerável de medos e ansiedades dominam a sua mente.  Têm medo do desconhecido sob todas as formas.  Todos os processos que poderiam rejuvenescer e transformar o nativo são atrasados, por ex., uma cirurgia pode estar em espera por longo tempo antes de se realizar. Diz-se que se mantêm conscientes durante todo o processo de «morte» do corpo físico. A consequência da resistência física à mudança é que estas pessoas aparentam muitas vezes ser mais velhas do que a idade biológica, envelhecendo mais depressa.

A posição de Saturno na 8ª casa dificulta a dissolução do casamento por divórcio a menos que Marte ou vénus estejam em aspeto com esta casa.  Se houver outros planetas na 8ª casa estes problemas serão aligeirados.

O karma destes nativos pode colocá-los em situação de gerir o dinheiro de outros e de terem que manter segredo das transações efetuadas por conta destes (e que podem ser contra a lei como subornos, «esquemas» de investimento, etc.).Saturno não impede o sucesso profissional nem o alcançar de uma posição de liderança na hierarquia da profissão escolhida mas atrasa-a e o nativo só a alcança após a maturidade. O dinheiro é acumulado em pequenas quantidades e de forma lenta ao longo do tempo. A relação com os filhos e a atividade de investimentos, inteligência criativa  etc., podem ser responsabilidades pesadas e, muitas vezes, estes nativos nascem com aptidões psíquicas de cura e  domínio de conhecimentos ocultos que devem gerir com responsabilidade. Em geral também, parecem trazerem do passado um medo genuíno de todos esses conhecimentos sendo a consequência mais comum a negação da existência de qualquer «conhecimento oculto» com real poder.  Podem mesmo envolver-se em ações concertadas a nível social geral que se destinam a negar  e combater todo o conhecimento místico. O karma destes indivíduos dá-lhes conhecimentos secretos profundos que são um fardo pesado para  gerirem.  Conseguem muitas vezes ganhar muito dinheiro para outros, sem receberem nada por isso. O seu karma permite-lhes fazer pelos outros o que é negado para si mesmos. Mas, através de trabalho árduo, conseguem acumular riqueza considerável ( e apenas pelo trabalho árduo).

A lição fundamental de Saturno na 8ª casa é a de libertarem progressivamente durante toda a vida, a identidade que trazem do passado ao mesmo tempo que passam por crises de mudança repentinas, catastróficas ou traumáticas.  Estes traumas poderão no entanto ser vividos através do serviço profissional prestado pelo nativo no exercício da sua profissão ou carreira, permitindo-lhe ao mesmo tempo alcançar uma imagem respeitável e prestigiada na comunidade.

A presença de Saturno na 8ª casa torna difícil receber heranças atrasando o processo. Em caso de divórcio, também é difícil receber compensação do cônjuge.

Segundo os clássicos, Saturno na 8ª casa obriga o nativo a enfrentar os problemas da vida sem qualquer ajuda do karma passado.  O nativo enfrenta situações de rejeição e abandono pela família, tormentos e abusos, sofrimentos físicos. Este sofrimento leva alguns a entrar no caminho espiritual enquanto outros entram no caminho da dissipação.  Têm vida longa. Vivem em terras estrangeiras onde os ladrões recebem castigo, são briguentos e têm poucos amigos . Têm ligações com pessoas de baixa condição e passam por problemas financeiros. Têm capacidades de premonição. Estarão conscientes no processo da morte. Vivem com pessoas de baixa condição mas começam a ver melhorar as condições de vida após os 36 anos. Vivem separados da família. Podem ter mente estreita. Sofrem pesadas perdas de riqueza. Terão poucos filhos e sofrem de problemas de visão.

Para saber os efeitos da colocação do sol no signo Escorpião, leia o artigo aqui.

Saturno não tem uma expressão positiva nos signos de Marte por isso a sua colocação no signo Escorpião não facilita a expressão da sua energia. Marte é neutro em relação a Saturno mas este é inimigo de Marte uma vez que este é o princípio de ação que conduz á mudança e Saturno faz tudo para manter a velha ordem das coisas, por mais sofrimento que esta possa causar. Uma luta entre estas duas energias tem lugar sempre que Saturno está aqui colocado: enquanto este desenvolve esforços para manter tudo dentro da ordem estabelecida, a energia marciana faz o que pode para alterar essa ordem de coisas. Deste modo, o nativo é apanhado numa espécie de tensão expansão/contração, que acaba por produzir muita perturbação psicológica. A pessoa quer e não quer agir e isto desgasta continuamente.

Quando Saturno está colocado no signo  Escorpião os processos de transformação são difíceis e exigem muito esforço. O nativo tem medo de todo o tipo de desastres e catástrofes naturais, medo de tudo o que sai fora do comum , medo do desconhecido, medo de todos os segredos. Estes nativos resistem deste modo ao conhecimento oculto ou secreto, afastando-se de todas as fontes que o detêm e ensinam.  Saturno procura impor uma ordem homogénea em todas as experiências representadas por Marte e pelo signo Escorpião e impedir desse modo todo o choque e trauma inesperados . Os nativos podem associar-se a forças conservadoras na sociedade que tentam impedir todos os movimentos que procuram mudar a  sociedade em termos políticos. Do mesmo modo podem ajudar a criar regras legais que impeçam sociedades secretas ou que lidam com saberes ocultos de poderem manifestar-se e atuar na sociedade.

Porém, Saturno no signo Escorpião indica um karma em que o nativo terá que aprender uma lição em que afrontará algum dos seus medos de forma inesperada, sem que possa impedir ou controlar isso. As pessoas que o rodeiam têm as características de Escorpião: são manipuladoras e controladoras, agressivas, imprevisíveis, controlam forças ocultas etc.. medo e desconfiança cercam assim o nativo com Saturno no signo Escorpião como se tivesse que olhar continuamente acima do ombro  com forças inimigas que ameaçam a sua integridade e podem destruir a sua vida. O resultado é que estes nativos são extremamente desconfiados em relação a  todos os que os cercam e resistem a todas as tentativas de mudança que lhes é possível impedir à sua volta. Esta resistência impede o nativo de se adaptar a circunstâncias de crise que afetam a vida da comunidade tanto em sentido físico como psicológico.  Em situação de catástrofe como inundações, terramotos, fogo, etc., estes nativos «congelam» não sendo capazes de agir de forma  adaptativa às circunstâncias.

Diz-se que o karma da colocação de saturno no signo Escorpião é o veneno, não tanto o veneno físico mas no sentido psicológico, em que o nativo se envenena com o medo de que, se algo mudar na sua vida, ele próprio será aniquilado e morrerá também. Veneno no sentido de pensar e sentir que a sua identidade é fixa, é «o que é» e que as mudanças, quaisquer que elas sejam, põem em perigo a sua existência. Este nativo tem por isso medo de acidentes, de cirurgias que alterem o seu corpo, de profissionais que «curam» a mente como psicólogos e psiquiatras, etc.. Assim, nos subperíodos de Saturno (antardasa)  e do regente da 8ª casa os nativos confrontam-se com várias situações súbitas que põem em causa o seus medos e os obrigam a responder adaptando-se   à mudança (situações de nascimentos e mortes, acidentes e fenómenos da natureza que atingem os seus bens, situações relacionadas com bens escondidos, etc..). Lentamente, à medida que vai amadurecendo e depois de Saturno ter regressado à posição de nascimento uma ou duas vezes, a pessoa acaba por superar o «congelamento» de si própria em ambientes de mudança inesperada. Podem também ter a obrigação kármica de curar, podendo ter que se envolver  numa profissão que ajuda os outros a curar-se tanto física como mentalmente. Algumas mudanças súbitas que o karma força a estas pessoas a fazer podem relacionar-se com alterações  na sua situação social e profissional, frustração na área da expressão da sexualidade, que pode ser muito reprimida, etc.. Estes nativos podem ter sucesso no plano profissional, especialmente se Marte for forte e estiver dignificado. Caso contrário, pode haver bastante frustração a este nível e dificuldade em manter uma boa imagem e credibilidade no plano profissional.

Os nativos  com Saturno no signo Escorpião tendem a ser pessimistas e nunca veem a mudança como algo que pode ser positivo. Constroem desse modo muitos «muros internos» para prevenir os efeitos temidos de todas as mudanças. Durante a infância, os pais são muitas vezes os agentes que aterrorizam a criança fazendo-a sentir-se ameaçada ao invés de protegida. Os pais podem ser  abusadores e agressivos com o nativo, levando-o a um primeiro período de retração em relação ao mundo externo. As condições sociais em que vive podem ser também ameaçadoras, tanto por parte dos outros como dos eventos que rodeiam a sua vida e, deste modo, este habitua-se desde cedo a fechar-se sobre si próprio e a criar um muro á sua  volta no qual nenhuma das forças externas consiga penetrar. Sentem um medo fundo de não conseguir controlar forças desconhecidas à sua volta e que ameaçam a sua estrutura de vida. Sentem medo também de todas as transformações biológicas que ocorrem no processo da morte do corpo. Têm muito medo de ataques psíquicos levados a cabo por forças ocultas ou com intenções ocultas ligadas ao poder. Temem a invasão da sua mente por processos de «lavagem ao cérebro» e também receiam a demência mental e todo o tipo de doenças que levam a pessoa a perder o controlo sobre a sua identidade e a sua vida: Alzheimer, Parkinson, senilidade cerebral, etc.. Estes nativos temem também os chamados «ataques psíquicos» levados a cabo por pessoas negativas e maléficas.  Procuram, desse modo, criar barreiras psíquicas que os coloquem a salvo dessas ameaças.

Ketu é o corregente do signo Escorpião por isso, o karma específico do nativo depende também da colocação de Ketu no horóscopo. Em conjunto com Saturno, mostra as experiências específicas que terão que ser enfrentadas/superadas. Este karma tem muitas vezes a ver com o «pagamento» de ações trazidas do passado de tipo revolucionário ou que alteraram bruscamente a vida de outros (ou lhes tiraram a vida). Ketu e a sua colocação (bem como o trânsito aquando dos períodos de Marte ou Saturno) revelam  o grau de mudança que o nativo sofrerá em cada experiência em que será forçado a mudar. É o «distribuidor» dos efeitos positivos ou negativos do karma a experienciar pelo nativo.

A colocação de Saturno no signo Escorpião aumenta a longevidade. Porém, os órgãos sexuais podem revelar sinais de envelhecimento ainda cedo. Desde cedo, estes nativos desenvolvem uma disciplina de preparação para a morte, ao mesmo tempo que, no desempenho de funções políticas ou administrativas, anteveem  e preparam as soluções de respostas perante todo o tipo de tumulto ou de eventos em situação de catástrofe, motim, etc., podendo ser excelentes dirigentes das forças de proteção social. Em termos de saúde, são vulneráveis a problemas na parte não visível dos órgãos de reprodução: ovários, próstata, útero, glândulas de secreção interna.

Saturno em Escorpião não tem qualquer simpatia por sociedades secretas ou esotéricas que transmitem conhecimento secreto. Assim, faz tudo o que pode para acabar com o caráter de segredo e divulgar publicamente esse conhecimento ou informação, para que possa ser regulado como tudo o mais na realidade social. Tudo o  que é desconhecido é motivo de angústia. Pode ,no entanto, ter que guardar segredo quando trabalha nos serviços de informação confidencial , na diplomacia, nas forças especiais, etc.. A partir do primeiro retorno de Saturno, os nativos podem ser atraídos pelos aspetos ocultos do conhecimento sejam estes ligados ao esoterismo tradicional e á magia, ou à procura de tesouros, objetos etc., que estão escondidos. Tendo Marte como dispositor da sua ação, Saturno pode igualmente tornar-se um vigarista que usa meios escondidos ou manipula os segredos dos outros para se apropriar de algo que estes têm e que cobiça.  Pode igualmente tornar-se agressivo e agredir os que ameaçam a sua ordem de coisas, adotando as características da energia de Marte.

Com a colocação de Saturno no signo Escorpião Saturno pode perder a sua ligação com o plano «da superfície» e tornar-se secreto, manter uma faceta escondida dos outros; pode envolver-se com forças escuras e ceder ao uso de energias escuras, especialmente se Marte e Ketu estiverem fracos e mal colocados no horóscopo.

Segundo os clássicos, Saturno no signo Escorpião indica um temperamento de teimosia, precipitação, ciúme, curiosidade excessiva, vaidade e ganância, procuram obter sucesso a partir do engano de outros. Enfrentam perigo  a partir de armas e veneno; sofrerão muitas perdas, terão saúde má, terão interesse nas ciências da terra como a mineralogia e a química, serão trabalhadores árduos.

Conjunção Sol Saturno na 8ª Casa Signo Escorpião

Quando o Sol e Saturno estão colocados  juntos no signo Escorpião e não  estão colocados numa casa upachaya (3ª, 6ª. 10ª, 11ª ) essa pode ser uma situação difícil de vivenciar. As energias passivo-agressivas de ambos os planetas podem causar um sentimento de grande frustração, raiva e ao mesmo tempo não encontrar uma saída  fácil para  a sua libertação.  Nos assuntos da casa onde esta conjunção está colocada o nativo vê-se constantemente na necessidade de agir mas, ao mesmo tempo, ter medo das consequências dessa ação.  Quando Saturno tem o grau inferior de colocação no signo, o nativo tenta a todo o custo afastar a ameaça dos outros e dos eventos externos isolando-se física e psicologicamente dos outros . Quando o Sol tem o grau inferior na conjunção, sendo amigo da energia marciana, o Sol assume a responsabilidade e o sentido de dever de Saturno e procura ocupar posições de liderança em grandes organizações para ajudar  a regular os comportamentos imprevisíveis dos outros (criminalidade por ex.,) ocupando posições na área da justiça  , da política, das forças de segurança. Pode existir, no entanto, grande duplicidade no comportamento destes indivíduos, que podem ter uma imagem social coberta pela respeitabilidade da obediência às leis e, secretamente, ter a sua própria agenda para acumular tesouros e/ou conhecimentos secretos e poder e influência em sociedades de caráter secreto, que podem atuar á margem da lei. Nos casos mais benéficos, estes nativos  podem estar ligados aos serviços secretos e lidar com informação confidencial, que controlam ao serviço dos interesses governamentais e do Estado. Sendo duas energias  igualmente muito fortes e antagónicas, a avaliação dos efeitos que a sua conjunção produz terá que ter em conta a casa onde ocorre a conjunção – nas casas upachaya os efeitos podem ir melhorando com a maturidade do nativo e a partir de meados dos trinta anos; há que ter em conta também a posição no horóscopo do corregente de Escorpião, Ketu,  bem como o estado de Marte no horóscopo.

Quando a conjunção Sol Saturno ocorre no signo Escorpião e na 8ª casa, os efeitos podem ser devastadores, difíceis, com uma resistência tenaz à mudança  ao mesmo tempo que o nativo é forçado pelas circunstâncias a passar por muitas situações de mudança brusca que não pode controlar. Situações de doença, perdas financeiras e de posição hierárquica na sociedade e na profissão podem causar bastante sofrimento . .Acidentes ou situações de doença súbita podem ocorrer, bem como problemas no casamento. A família do cônjuge será continuamente problemática e o nativo pode sofrer bastante por causa disso, ao mesmo tempo que não se pode furtar a pesadas responsabilidades e deveres para com esses familiares. Quando o Sol tem a predominância por estar no grau inferior do signo nesta conjunção, se estiver forte,  permitirá ao nativo receber herança do pai ou avô, embora possa atrasar o seu recebimento . Neste caso ,o sol também inclina o nativo para procurar conhecimento secreto e/ou para se tornar líder de uma instituição secreta iniciática, política ou outra, e obter desse modo influência e poder ocultos. Quando o Sol tem a predominância desta conjunção, o indivíduo poderá resistir menos às experiências traumáticas e mudar a sua identidade ciclicamente, sobretudo quando têm a capacidade de pensar e compreender o potencial de transformação súbita da

Deixe um comentário, a sua opinião conta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.