Conjunção Sol Saturno na 9ª Casa Signo Sagitário

Para saber os efeitos do Sol na 9ª casa leia o artigo aqui.

A colocação de Saturno, um planeta cuja energia resiste à mudança e constrói estruturas rígidas permanentes,  na 9ª casa favorece a manutenção do saber antigo considerado «perfeito» e impede que este seja alterado. Em suma, com Saturno na 9ª casa o nativo cultiva a ortodoxia e não há espaço para divergir. Prevalece o  «princípio da autoridade» como parâmetro fundamental do saber. Só há espaço para uma opinião, a que é considerada «oficial» e  «acreditada». Ora, isto deixa espaço para todos os fundamentalismos e esquece que o saber é sempre algo em construção, inacabado, imperfeito. Tudo o que saia fora desta conceção é dogmatismo que apenas pode legitimar alguns em termos de poder mas que, dificilmente permitirá o desenvolvimento humano. A fé substitui a razão e a reflexão. Mas, sem problematizar, é difícil compreender e aceitar a verdade do que quer que seja.

Quando Saturno está na 9ª casa o nativo tem um karma que limita o seu acesso ao pensamento crítico e à apropriação autêntica das causas e processos relacionados com o saber. Em vez disso, o nativo é levado  a aceitar um sistema de crenças e a propagar essa ortodoxia, acreditando, sem sentir a verdade. Os nativos aderem às crenças antigas de forma puramente formal, sem que a sua mente lhes adira por verdadeira apropriação da sua verdade. Em relação à religião, estas pessoas possuem crenças rígidas e dogmáticas.  As figuras de autoridade- pai, professores, padres, governantes- são vistos como os detentores da verdade à qual é preciso submeter-se.

Com Saturno na 9ª casa a filosofia desaparece para dar lugar á doutrina e à ideologia dominantes. Esta situação é diminuída caso haja outros planetas na 9ª casa ou quando esta recebe o aspeto de outros planetas benéficos.  Quando Saturno está no signo de exaltação ou no próprio signo (Aquário) esta influência torna-se mais mitigada embora continue a sentir-se a subordinação à autoridade como «critério de verdade». A transmissão do saber faz-se através de uma hierarquia rígida, não sendo possível fazer-se por outros canais «não oficiais». O nativo tende a considerar a religião  como uma forma poderosa  de organização social mas da qual estão ausentes quaisquer aspetos transcendentes. Desconfia por isso e receia a fé, como algo irracional, e os votos religiosos, que não compreende como compromisso para com a divindade.

Os nativos com Saturno na 9ª casa podem ter uma visão ascética sobre a vida espiritual. submetem-se a um «credo» e respeitam todos os rituais associados. Não há inspiração nem intuição neste tipo de experiência. Estes são os defensores da «leitura à letra» sem admitir quaisquer liberdades de interpretação ou reflexão pessoal acerca do que se diz. A «verdade» assim transmitida está mumificada e é inalterável. Apenas um significado pode ser aceite e esse está regulado num «catecismo»  ou «livro oficial» a ser adotado. Quando têm filhos, estes são «doutrinados» para crescerem de forma «respeitável» segundo a ortodoxia vigente.  Quando Júpiter lança aspeto para a 9ª casa estes aspetos melhoram bastante, havendo mais flexibilidade  e menos dogmatismo.

O aspeto de Saturno sobre a 11ª casa limita a entrada de dinheiro, diminuindo e tornando mais lentas as entradas de rendimentos. Também atrasa e dificulta as associações com amigos que podem ser úteis para a ascensão social e profissional . Com paciência, a pouco e pouco será possível obter ganhos através de investimentos, do mercado bolsista, etc.. Pelo aspeto que lança para a 3ª casa também reduz a possibilidade de ganhar através das iniciativas e empreendimentos pessoais e torna o indivíduo cauteloso, modelando a sua coragem. Já os efeitos do aspeto para a 6ª casa são positivos, havendo capacidade de vencer os inimigos e oponentes reduzindo a força destes para atacar o nativo e,  uma vez que também têm crenças tradicionais , também ajuda a manter o casamento, dificultando o divórcio. Um aspeto positivo é que Saturno na 9ª casa lança aspeto para casas upachaya, isto é, casas de crescimento  e, por esse facto, à medida que o nativo vai amadurecendo, os resultados vão melhorando.

Com Saturno na 9ª casa os nativos podem  ter que estudar a fundo os textos sagrados da sua cultura e isso pode ser muito penoso de fazer, lento e difícil. Estas pessoas relacionam-se com o pai e com as autoridades de forma formal, segundo as regras convencionadas. O pai pode ser distante ou ter-se separado do nativo há muito.  A religião pode ser experienciada como um fardo pesado e exigente, vivido apenas como uma formalidade. O nativo «recita» para os outros em vez de exprimir crenças verdadeiramente vivas. Mas, se Saturno receber o aspeto de Júpiter, com o tempo, à medida que vai estudando, pode também acumular uma experiencia religiosa mais significativa. Mas pode também rejeitar os rituais habitualmente ligados a momentos importantes da vida como o casamento, prescindindo da cerimónia religiosa e efetuando apenas a cerimónia civil.

A sabedoria que prevalece, quando Saturno está colocado na 9ª casa é a do senso comum. Nada de filosofias e pensamentos «transcendentais». Ao invés, há uma sabedoria pragmática, terrena, obtida pelas experiências de vida do dia a dia. Estes nativos podem desenvolver uma atividade meritória para com os mais desfavorecidos e pobres, os doentes, etc.. e são, em geral, honestos.

Saturno na 9ª casa indica um karma pesado para o pai. Este pode ter muito trabalho pesado, ter crenças negativas e pessimistas, ter medo de mudanças, etc.. Esta posição de Saturno também afeta os netos e, até certo ponto, os filhos, podendo atrasar o seu nascimento e pode haver responsabilidades pesadas em relação a estes.  O karma destas pessoas parece incluir a necessidade de desempenharem funções burocráticas ou administrativas em instituições e esses cargos são sentidos como um fardo extremamente pesado embora sintam ter o dever de os cumprir.

Os nativos com Saturno na 9ª casa podem ter sido padres anteriormente e podem ter perdido a fé no divino e em si próprios, confrontando-se agora com a dúvida sobre a natureza da religião, que tendem a considerar como mera construção cultural e social.  O ceticismo em relação à conceção espiritual da vida leva a uma visão puramente formal e vazia da religião e do sagrado. Perderam a capacidade de sentir o divino no interior de si próprios e questionam-se se a religião será algo mais do que um conjunto de cerimoniais criados pelos homens e se haverá realmente uma expressão do divino nos textos e doutrinas religiosas. A sua lição kármica consiste em encontrar em si mesmos a fonte do divino para lá do formalismo da «letra morta» da religião.  Para os que acabam por ouvir essa «voz» da sabedoria no interior de si próprios, volta a nascer a «fé» que nada mais é do que a esperança e a confiança de que nenhum ser humano está realmente sozinho.

Quando Saturno está colocado na 9ª casa no próprio signo, ou exaltado , ou ainda nos signos de Mercúrio e Vénus, resultados satisfatórios podem ser alcançados em profissões altamente hierarquizadas como numa instituição religiosa, universitária, governamental. Apesar disso, haverá em geral pouca satisfação pessoal pelo trabalho aí realizado.

Para saber os efeitos da colocação do Sol no signo Sagitário leia o artigo aqui.

Tal como acontece com a colocação de Saturno na 9ª casa, quando está no signo Sagitário há prevalência da doutrina sobre novos pontos de vista ou discussões filosóficas. Saturno aqui faz surgir o impulso de regular os pontos de vista novos a partir da imposição das velhas formas de pensar. Por outro lado, o nativo luta para alcançar aprovação social pelos seus pontos de vista filosóficos.

Os nativos com Saturno em Sagitário podem estar ligados à religião ou, pelo menos, à divulgação do seu «catecismo»  e podem ter tendência para seguir a ortodoxia a menos que Júpiter esteja em aspeto com Saturno ou colocado também no signo Sagitário. Sem o aspeto de Júpiter, Saturno em Sagitário tende a privar-se da verdadeira sabedoria, focando-se no formalismo da ortodoxia e nas suas práticas sociais.

Karmicamente os nativos com Saturno no signo Sagitário podem ser obrigados a desempenhar o papel de doutrinadores ou pregadores ou ainda  professores.  Apesar de se mostrarem inclusivos em relação aos outros, são-no no estrito respeito pelas normas vigentes. Gostam de se associar a instituições que têm um passado histórico respeitável e uma estrutura hierarquizada. Apreciam também a tradição humanista.

Os nativos com Saturno em Sagitário querem mais justiça para a sociedade e podem envolver-se em atividades de luta por mais justiça social, dependendo, claro, da casa ocupada por Saturno. Saturno aqui desenvolve sistemas de crenças e valores fortes e torna o individuo disciplinado e empenhado em relação àquilo em que acredita. Saturno no signo Sagitário aborda as crenças de forma pragmática e muito racional, não se limitando a «acreditar». Assim, de facto esta posição de Saturno ajuda a trazer a filosofia desenvolvida por Sagitário para o mundo real e torna-a concretizável. Ou seja, os aspetos filosóficos desenvolvidos pelo indivíduo não são pura especulação metafísica ou destinados a «entreter» o espírito e o pensamento mas são ideias que querem realmente aplicar-se no mundo de forma prática para ajudar a melhorá-lo. O conhecimento é valorizado na medida em que produz efeitos visíveis e são estes que ajudam realmente a «medir» o valor e a importância desse saber. A casa onde está localizado Saturno é uma área na qual o nativo vai aplicar o seu conhecimento e sabedoria aprendida.

Saturno no signo Sagitário pode tornar a pessoa  dogmática, repetindo as doutrinas ou saber cristalizado do passado, se Júpiter estiver fraco no horóscopo. Estas pessoas tentarão assim pregar ou ensinar os «velhos modos de pensar» e as verdades aceites pelas tradições do passado. Saturno cria a necessidade de agir na área de vida representada pela casa de colocação,  segundo as doutrinas, rituais, leis tradicionais. E não se desviar desse rumo é sentido como um dever que compele a ação individual. Até atingir a maturidade, Saturno bloqueia a possibilidade de atingir a verdadeira sabedoria podendo atrasar o acesso à sabedoria e obrigando a trabalhar muito para alcançar o verdadeiro saber. Antes de meados dos 30 anos, normalmente  é difícil compreender a verdadeira sabedoria.

Segundo os clássicos, Saturno no signo Sagitário faz do nativo alguém que gosta de aprender, gosta de estudar e de adquirir conhecimento. É generoso, determinado, gosta de ajudar. Tem capacidade de compreender pela inspiração e pelo insight. É religioso. Terá filhos talentosos e será influente na maturidade. É corajoso e tem boa reputação. Obterá ganhos a partir de seguros e de investimentos.

Conjunção Sol Saturno na 9ª Casa Signo Sagitário

Quando o Sol e Saturno estão em conjunção na 9ª casa ou no signo Sagitário os resultados dependem bastante de qual deles- o Sol ou Saturno- tem prevalência nesta conjunção. Tanto o Sol como Saturno representam a dignidade da autoridade das leis mas, se Saturno tem o grau inferior no signo desta conjunção, tenderá a seguir dogmaticamente as velhas práticas de sabedoria e religião na regulação da moral social e  das funções atribuídas à religião e isso pode conduzir à estagnação do desenvolvimento social,  ao fundamentalismo e rigidez das conceções  e à intolerância que, quando o nativo desempenha altos cargos na governação, exclui membros de outras religiões e outras nações conduzindo às perseguições e guerras que, no passado histórico da humanidade, deram os frutos  terríveis que todos conhecem. Nativos com posições importantes na sociedade- no ensino, na pregação religiosa ou na política.- que seguem esta tendência dogmática  impedem o crescimento social do progresso e da verdadeira prosperidade e criam  grande injustiça e desigualdade, aquilo que, afinal Saturno procura por essência combater. Saturno pode sobrecarregar o nativo com responsabilidades e deveres pesados obrigando-o a amadurecer prematuramente. Este pode ficar por sua conta sem poder contar com a orientação paterna ou de outras figuras de autoridade e ser privado da  sua identidade mais pessoal que pode ter dificuldade em desabrochar para além das regras formais da sociedade. Saturno predominante na conjunção pode dar ao nativo medo de viajar ou de outras culturas, medo de deixar a terra natal e de se aventurar por terras desconhecidas, medo de contactar com sistemas de crenças diferentes dos que aprendeu na sua cultura e isso pode tornar difícil  o convívio com pessoas de outras culturas e países.

Quando o Sol tem o grau inferior no signo da conjunção, a disciplina e capacidade de trabalho árduo e repetitivo, bem como a mentalidade prática de Saturno podem ser usadas para inovar e criar sistemas de ensino, crenças e valores mais abertos e tolerantes, adotando a generosidade de Sagitário. Porém, se o Sol estiver na 9ª casa e estiver aflito ou de algum modo fraco, o desejo de destruir todas as tradições antigas em nome de outras novas pode ser igualmente disruptivo para a paz social e a sua estabilidade.  O Sol forte ajuda a compreender que a sociedade só pode evoluir e tornar-se mais próspera se os indivíduos tiverem liberdade para criar e inovar; mas, ao mesmo tempo, tal inovação tem que assentar em conhecimento que vem do passado. A criação nunca se faz a partir do nada. Um equilíbrio entre tradição e inovação pode ser possível, quando as energias do Sol e de Saturno agem em colaboração. Quando o Sol está debilitado, no entanto, o nativo pode agir de forma destrutiva em relação às tradições, podendo manipulá-las de acordo com os seus interesses puramente pessoais sem se importar com os danos que pode causar  no plano social.

Os nativos com a conjunção entre o Sol e Saturno na 9ª casa podem ir residir em país estrangeiro, fazendo a sua vida longe da sua terra de origem ou, em alternativa, podem fazer viagens prolongadas para países estrangeiros.

Outro aspeto recorrente nesta conjunção aqui colocada é a relação problemática com o pai e com figuras de autoridade, incluindo professores, gurus, governantes ou agentes da lei, etc.. Há um choque entre as ideias do pai ou dessas figuras de autoridade e as do nativo, valores incompatíveis, crenças opostas que afastam um do outro.

A sorte pode ser prejudicada com a colocação da conjunção Sol Saturno na 9ªcasa e pode haver atrasos e obstáculos ao  prosseguimento de estudos superiores.  Quando o Sol e Saturno são fracos e ocupam a 9ª casa ou o signo Sagitário o nativo pode tornar-se fanático, um dirigente de uma seita baseada no seu poder pessoal, uma pessoa com uma visão totalmente distorcida da verdade  que impõe aos outros.

Deixe um comentário, a sua opinião conta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.