Glossário Astrológico- Época Pré- Natal

O conceito de «época pré- natal é usado em astrologia para a retificação da hora de nascimento quando a pessoa não dispõe da hora exata. O conceito terá sido introduzido por Sepharial no séc. XIX  e também foi reconhecido por E.H. Bailey,  tendo sido igualmente  adotado por Max Heindel, membro da irmandade Rosacruz. Porém, todos os autores referidos afirmam que ele remonta a Hermes Trismegisto, tendo o conceito deste autor mítico  sido mencionado pelos antigos como «Truitine de Hermes».  Segundo este conceito, «o local da Lua no momento da conceção, torna-se o local do Ascendente ou do Descendente no momento do nascimento».

Este juízo, no entanto, segundo E. H. Bailey, apenas refere metade da «verdade» acerca disto. Na formulação deste autor, se é verdade que o Ascendente, no momento do nascimento, foi o lugar da colocação da Lua numa «certa época», a colocação do Ascendente ou do seu ponto oposto (Descendente ou 7ª casa)  nessa época era o lugar da posição da Lua, havendo deste modo uma  «troca» entre estes fatores no nascimento. Este conceito implica um contexto metafísico no qual se considera o Cosmos como um «organismo» cuja «respiração» – com movimentos alternados de diástole e sístole (ou inspiração -expiração) revela uma periodicidade cíclica , medida pelo movimento da Lua, em que só após a realização de   7 impulsos dessa «respiração cósmica», é possível acontecer um nascimento humano, havendo períodos de «latência» nos quais estes não ocorrem.

No séc. XIX, o conhecido astrólogo Sepharial estudou aprofundadamente esta tradição sobre a «época pré-natal» em colaboração com um médico obstetra e publicou o resultado dessa investigação em 1890. O trabalho de Sepharial  foi complementado pelas pesquisas de E. H. Bailey e as práticas atuais de retificação da hora do nascimento  têm por referência estes autores.

Para Sepharial,  o nascimento de um ser humano obedece ao cumprimento daquilo a que chamou leis lunares que implicam uma medida matemática da vida intrauterina  e definem a totalidade do destino individual. Neste contexto, a «época pré-natal» define o momento da conceção espiritual do ser humano . Segundo Sepharial, a época  pré-natal representa o momento da «descida» do Ego que irá reincarnar e esse momento mostra o seu caráter, sendo por isso o «Ascendente». Na sua opinião, a «época pré-natal» mostra mais a personalidade que vai encarnar do que o horóscopo, pois este é o conjunto de condições e ambientes nos quais esse Ego vai viver durante a sua encarnação.

Com base nos princípios referidos, foram referidas «quatro leis» da «época»:

1.Quando a Lua no nascimento está a crescer em luz, (fase crescente) está colocada no grau ocupado pelo Ascendente na «época» e o local ocupado pela Lua na «época»  é o Ascendente  no nascimento.

2.Quando a Lua no nascimento diminui em luz (fase minguante) ocupava, na época, o grau do Descendente e a colocação da Lua na «época» ocupa agora o grau do Descendente.

3.Quando a Lua no nascimento está a crescer mas está abaixo do horizonte ou está em fase minguante mas acima do horizonte, o tempo de gestação é mais longo do que o normal.

4.Quando a Lua no nascimento está em fase crescente e acima do horizonte ou em fase minguante e abaixo do horizonte, o tempo de gestação é mais curto do que a norma.

A partir destas regras  deduz-se o tempo de gestação, podendo ser acrescentados ou diminuídos minutos ao tempo normal que é de 273 dias. Assim, deixamos as contas para cada caso:

1.Lua acima do horizonte e em fase crescente: 273 dias menos …. dias;

2.Lua acima do horizonte e em fase minguante: 273 dias mais …. dias.

3.Lua abaixo do horizonte e em fase e em fase crescente: 273 dias mais…..dias.

4.Lua abaixo do horizonte e em fase minguante: 273 dias menos ……dias.

Nota. Os 273 dias de gestação correspondem a 9 meses solares ou a 10 meses lunares.

Para os procedimentos de retificação, subtraem-se ou diminuem-se, conforme o caso, minutos à distância da Lua em relação ao Ascendente ou Descendente, conforme o caso.  Tendo em conta cada uma das possibilidades enunciadas, mede-se a distância em graus entre a posição da Lua e do Ascendente ou Descendente e divide-se por 13 que é o nº de graus que, em média, a Lua percorre por dia. Para fazer estas contas, parte-se do Ascendente quando a Lua está em fase crescente e do Descendente quando a Lua está em fase minguante.

Outra forma de calcular isto é: para os pontos 1 e 4 , ver a distância em graus entre a Lua e o horizonte (Ascendente ou Descendente ou 1ª ou 7º casa) que foi cruzado pela última vez dividido por 13 dá o nº de dias que devem ser tirados aos 273 do período normal;

Para os pontos 2 e 3, ver a distância entre  a Lua e o ponto do horizonte que se está a aproximar- Ascendente ou Descendente – dessa posição da Lua a dividir por 13 dá o nº de dias que é preciso acrescentar aos 273 dias do período normal de gestação.

Exemplificando, quando a Lua está crescente, subtrai-se a longitude da Lua da longitude do Ascendente; quando está minguante subtrai-se a posição da Lua da posição do Descendente.  Tenha ainda em atenção que, conforme as regras acima referidas, nuns casos  os dias que resultam deste cálculo são subtraídos do período normal de gestação e noutros são aumentados.

Há ainda um critério suplementar a acrescentar, que ajuda a definir ainda mais rigorosamente o tempo do nascimento, segundo estes investigadores, que é o do sexo do nativo, que tem que corresponder à realidade. Para retificar isto, usa-se o método  da Jyotish que usa os 28 Nakshatras (inclui o 28º, hoje com poucos usos) subdividindo os graus de modo a que indiquem o sexo.  Isto nem sempre é feito de forma clara, o que dá origem a «épocas irregulares», em número de 3, sendo necessários procedimentos complementares para a retificação do momento do nascimento.

De acordo com todos os cálculos apresentados, é possível encontrar 6 «épocas pré-natais», incluindo as regulares, descritas acima e as suas variações nas quais entram os cálculos para determinar o sexo.

Posteriormente neste glossário apresentaremos os cálculos completos em falta para a completa retificação do nascimento.

Deixe um comentário, a sua opinião conta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.