Conjunção Sol Rahu na 2ª casa signo Touro

Explicamos neste artigo os significados gerais da conjunção Sol Rahu na 2ª Casa  e signo Touro e também os efeitos da colocação de Rahu na 2ª casa e no signo Touro.

Para saber os efeitos da colocação do Sol na 2ª casa leia o artigo aqui.

Quando Rahu ocupa a 2ª casa do horóscopo o nativo procura elevar-se socialmente enfatizando a importância da sua linhagem familiar, a sua superioridade genética, tradição histórica etc..; tem também o impulso para conservar e colecionar, para acumular tesouros e riqueza, obras de arte, joias, livros e todo o tipo de objetos que possam ser valiosos por alguma razão. Também pode querer ser exímio no uso da palavra, conhecer diversas línguas, etc..Mas todo esse conhecimento, embora muito valorizado, é visto apenas como um meio de realizar as ambições, não sendo valorizado como um fim em si mesmo. Conservar – a pureza da sua linhagem, a memória do passado  familiar , tesouros preciosos e únicos, conhecimentos que mais ninguém tem-  são palavras chave fundamentais para a posição de Rahu na 2ª casa.

Com Rahu na 2ª casa  o nativo tem uma paixão por posses de itens únicos, valiosos e capazes de conferir estatuto a quem os tem.  Dado que Rahu representa o «disfarce», o que parece mas não é, é possível que estes nativos se atribuam uma linhagem ou origem familiar que, na verdade é bem diferente e menos glamourosa do que eles dizem. O mesmo pode acontecer com as posses e tesouros que dizem ter. A família do nativo anseia por alcançar privilégios relacionados com o prestígio das suas posses mas pode ter criado uma estória ilusória embora bastante convincente, acerca das reais posses e origem familiar, procurando passar por quem não é. Também pode haver uma mistura étnica com pessoas de culturas diferentes e etnias diferentes, e estas podem ter desempenhado um papel importante na linhagem familiar. Muitas vezes há alguma coisa escondida na história da família  que poderia ser alvo de escândalo, uma espécie de «nódoa» que poderia acabar com o  direito de pertencer à elite desejada. Quando, no entanto, há um planeta como Saturno na 2ª casa, o nativo pode, efetivamente, nascer numa família privilegiada embora mesmo aqui Rahu tenda a atribuir -lhe maior importância do que a real.

Os nativos com Rahu na 2ª casa podem adquirir prestígio na área financeira e como banqueiros, acumuladores de tesouros, colecionadores,  linguistas , detentores de grande acumulação de conhecimento- bibliotecas, bancos de dados , etc.. Podem também aspirar a obter reconhecimento por causa da voz, da beleza  do rosto (podem ter uns olhos magnéticos e a  boca muito atraentes embora fora do comum). A voz, tanto quando é usada para falar como para cantar, é igualmente magnética e envolvente e podem ter voz para o belo canto. São em geral oradores que envolvem e apaixonam a audiência. Mas o caráter fraudulento de Rahu pode indicar fraude no uso de discursos, canções, etc. Podem distinguir-se pela aparência física exótica e estranhamente atraente, pela voz única que galvaniza quem os ouve- no canto ou na oratória-  pelo domínio de várias línguas, etc.. Estas pessoas podem ter acesso a conhecimentos e instrução em geral vedados à sua família de origem. Mas, mesmo depois de conquistarem o direito de serem vistos como membros de uma elite, nunca estão satisfeitos e anseiam sempre por mais. Podem melhorar o seu estatuto depois do segundo casamento. Podem  também ser ávidos colecionadores de artefactos históricos.

Estas pessoas sentem que, de algum modo, foram escolhidas para fazer parte de uma elite  especial, por causa da linhagem, dos bens acumulados, da linguagem , da voz que possuem. A ambição e o desejo de obter mais conhecimento, mais riqueza e status não têm limites. E uma das formas de os alcançarem é manipularem os relacionamentos.

Apesar do orgulho que parece mostrar acerca da linhagem familiar e das suas tradições, Rahu  faz com que os nativos rapidamente se cansem disso e se afastem dos parâmetros que eles próprios defendem. De modo que, com o tempo, o reconhecimento que desejam dos outros torna-se inviável a menos que um planeta como Saturno esteja em aspeto com a 2ª casa.  É que Rahu adora receber todos os privilégios dos detentores de tesouros, conhecimento ou riqueza mas não está disposto a assumir responsabilidades relacionadas com a sua manutenção ou conservação, apenas deseja obter o resplendor do seu reconhecimento como figuras dignas de respeito e privilégios. Mesmo quando arrogam perante os outros a posse de grandes tesouros, são, em geral, outras pessoas que os adquiriram e mantiveram, a menos que Saturno esteja em conjunção com Rahu. O que acontece é que estas pessoas arranjam maneira de  se insinuar justo dos verdadeiros detentores dos bens em causa e conseguem passar a imagem de que são eles os legítimos titulares desses bens.

Estes nativos são provocadores no discurso e adoram conhecer e contar estórias ligadas ao esoterismo. Gostam de falar de uma abordagem esotérica da História. O segundo casamento é em geral com alguém de origem estrangeira ou de background social diferente. Podem ter acesso a bens e posses através de meios proibidos.

Nos períodos de Rahu pode haver um súbito elevar dos privilégios destas pessoas tanto ao nível das posses materiais como de conhecimento ou podem recuperar os privilégios que já tiveram no passado e entretanto perderam. Mas os  períodos antardasa podem, por seu lado, trazer algum tipo de conflito e servidão, causado pelo cônjuge  do primeiro casamento.  Apesar dos problemas que pode causar. Rahu na 2ª casa não castiga o nativo com austeridade (como acontece com Saturno). O que acontece é que Rahu faz com que o nativo pareça ter todos os bens e posses sem os ter mas aparenta tê-los junto dos outros.. Nos períodos de Rahu um membro da família muitas vezes morre deixando o campo livre para a ascensão do nativo.  Isto ocorre especialmente quando Marte ou saturno também ocupam a 2ª casa.

Rahu lança aspeto para a 6ª, 8ª e 10ª casas. O aspeto para as casas dusthana ajuda a  quebrar padrões difíceis do karma individual.

Muitas vezes há um segundo casamento mas, se o primeiro pode ter sido problemático, o 1º cônjuge mantém «tesouros secretos» e anseia por adquirir conhecimentos ocultos e privilegiados. O primeiro  cônjuge sofrerá, segundo a tradição, de problemas de saúde complexos e difíceis de diagnosticar que aparecem subitamente; o segundo  casamento também pode não ser pacífico pois o cônjuge manifesta as características de Rahu, ansiando por obter mais dinheiro, status e poder. Esta posição de Rahu é difícil para o casamento (Ketu está colocado na 8ª casa) e o nativo sente-se desconfortável mas, psiquicamente é difícil cortar o relacionamento. Num segundo casamento, o cônjuge pode ter as características fraudulentas de Rahu . O casamento é visto em geral como estratégia de elevação social. Esta elevação pode ocorrer de forma significativa no dasa/antardasa de Rahu, havendo uma rápida transformação das condições de vida e o nativo pode deixar para trás muitos medos e valores da família de origem. Mas a colocação de Rahu na 2ª casa (tal como de Marte) indica viuvez. O segundo casamento é em geral com alguém de origem estrangeira e cultural diferente e pode trazer riqueza para a vida em comum.. O segundo cônjuge é também ansioso por acumular dinheiro, conhecimento e todo o tipo de posses. Mas este segundo cônjuge pode igualmente ter posses e  vir de uma família conceituada.

Os nativos com Rahu na 2ª casa gostam de viajar e acompanhar com pessoas de classes mais baixas, tirando partido destas para realizar os seus objetivos. Rahu na 2ª casa não tem estatuto maraka, não sendo por isso um planeta causador da morte do nativo.

Segundo os clássicos, os nativos com Rahu na 2ª casa podem não ter muito cuidado com o que comem,  o que pode causar de vez em quando doença devido a comida contaminada  ou venenosa.  Rahu na 2ª casa também pode causar gaguez, separação dos entes queridos e pobreza. Mas também promove prosperidade e ganhos através de heranças, processos legais, conhecimento e ciência.  Rahu  promove sucesso no negócio de propriedades e nos negócios. As alianças nos negócios serão positivas. Haverá problemas com um filho. O nativo será mentiroso, gostará de correr riscos. Pode ser influenciado por pessoas malévolas. Com toda a sua riqueza, pode viver na pobreza. Pode haver desacordo e discórdia com a família  e Rahu pode levar a esconder a verdade. O indivíduo é dependente egoísta e infeliz, trabalhando fora do lugar de nascimento. Pode ficar rico em terras estrangeiras.  enfrentará muita oposição e luta para alcançar o sucesso. Tem um defeito na fala, problemas na garganta e no nariz. Pode tornar-se um ladrão. Terá infortúnio. É orgulhoso, acompanha com pessoas de má condição. Pode perder riqueza. Não aceita conselhos amigos, sendo rude e desagradável a falar e ofensivo.  Tem gado e pode ganhar dinheiro com este. Também ganha através de artigos de couro e propriedade roubada. Durante os períodos do regente da 2ª casa também pode haver bastante acumulação de dinheiro e riqueza.

Para saber os efeitos da colocação do Sol no signo Touro, leia o artigo aqui.

Rahu está exaltado no signo Touro. Aqui, Rahu  torna-se extremamente envolvido na aquisição de riqueza, status, posses. A sua ambição para cumular tesouros de todos os tipos não tem limites e o esforço da pessoa foca-se obsessivamente neste intento. Os nativos podem assim colecionar todo o tipo de bens preciosos e anseiam por ser reconhecidos como detentores desses tesouros. Mas pode haver uma diferença substancial entre o que estas pessoas dizem possuir e a sua riqueza real, embora Rahu neste signo assegure, em geral, que os nativos terão sucesso material na vida. Sendo, no entanto, um mestre do disfarce que finge ser o que mais deseja, neste caso alguém na posse de bens de riqueza imensa, estas pessoas podem ser, quando estão praticamente a ser aceites pelo círculo de privilegiados  e que acumularam grandes fortunas, ser desmascarados e não alcançar o que pretendiam. Isto em geral ocorre porque o comportamento destas pessoas é muito contraditório.

Rahu no signo Touro significa em geral grande acumulação de bens preciosos, tanto materiais como espirituais ou de conhecimento, desde que Vénus, o regente de Touro, esteja bem colocado na D-1 e na D-9 (navamsa). Como Rahu amplifica os efeitos dos planetas , qualquer planeta colocado no signo Touro tem os seus efeitos amplificados, para o bem e para o mal. Também amplifica a sensualidade do nativo, o seu desejo de experimentar todos os prazeres físicos, bem como o desejo de se rodear de coisas e seres belos e atraentes. Estas pessoas em geral focam-se em alcançar sucesso financeiro e são verdadeiros gourmets, apreciando a boa comida e bebida. Acumulam em geral muitos bens de riqueza financeira. São também dotados das qualidades de Vénus, que Rahu corporifica, são muito persuasivos como oradores e podem também ter uma boa voz para o canto. Também dão bons compositores de música e canções.

Quando Vénus está forte no horóscopo os períodos dasa /antardasa de Rahu podem trazer grande riqueza, em especial quando Rahu está sozinho e mesmo quando os nativos são pobres ou têm poucos meios antes deste período dasa. Os hábitos sensuais do nativo também aumentam, havendo grande indulgência nesta área. Nestes períodos, Rahu faz surgir acumulação de bens relacionados com a casa que está ocupada pelo signo Touro sendo que, se este signo ocupar a sua casa natural, a 2ª, ou também a 1ª, 3ª, 5ª, 9ª. 10ª ou 11ª, o período começa com a acumulação de bens materiais: joias, perfumes, tesouros artísticos são alguns exemplos. Estes nativos podem também desenvolver atividade como banqueiros e gestores de fundos e de elevados recursos. O início dos períodos de Rahu faz nascer no nativo um desejo intenso por alguma coisa na qual este se irá envolver durante o período, seja esta relacionada com querer mais riqueza material, mais conhecimento de algum tipo, saber mais acerca da história de um povo, etc.. Geralmente este novo desejo indica uma direção nova e pouco usual na vida da pessoa mas que rapidamente toma conta de toda a sua atenção e esforço, podendo tornar-se uma obsessão.

Quando Rahu está no signo Touro em associação com um planeta maraka, no seu período dasa poderá haver uma súbita separação da família com corte dos laços familiares, algumas vezes devido à morte de alguém na família e isso pode trazer um período de escassez financeira ou pobreza, constatado muitas vezes no início do período dasa de Rahu. Estes períodos também fazem aparecer pessoas de origem social e/ou cultural diferentes e , quando o nativo se envolve com estas, à procura de encontrar nova base para acumular bens e privilégios, tem muitas vezes  que aceitar um novo conjunto de valores e princípios que são cultural ou socialmente diferentes daqueles em que cresceu.(podem ser estrangeiros), indicando, deste modo, uma nova fase ou ciclo de vida.

Rahu em Touro leva o nativo a querer adquirir riqueza e status o mais depressa possível, usando o seu poder de manipulação e disfarce para ter acesso a comida exótica e refinada, excelentes vinhos, joias e tesouros acumulados, livros raros e conhecimentos privilegiados e esotéricos (que só alguns têm).  Conforme a casa onde se encontra , o nativo deseja obter o que é significado por essa casa. Por ex., quando está na 4ª casa, deseja obter uma mansão ou palácio, coleções de carros de luxo , terras e muitas casas, etc…; na 10ª casa deseja alcançar o topo da carreira e todos os privilégios sociais envolvidos. etc..

Quando Rahu está colocado no signo Touro, que é estável e fixo, de elemento Terra, cujo sentido prático é predominante, a sua energia torna-se menos imprevisível e menos negativa e exprime naturalmente as tendências que o caracterizam.

Conjunção do Sol e Rahu na 2ª casa signo Touro

Quando o Sol está em conjunção com Rahu  o nativo projeta uma personalidade forte e magnética, inteligente e astuta. Ora, Rahu é o único que pode eclipsar o Sol e, desse modo, os nativos revelam uma «dupla personalidade», quando esta conjunção ocorre e o nativo pode passar falsas impressões acerca de si próprio aos outros. Quando a conjunção ocorre na 2ª casa, a linhagem familiar , as posses e privilégios ou status da família de origem são muitas vezes  objeto de falsificação ou manipulação e a pessoa faz-se passar por quem não é ou faz-se passar por detentora de posses que, na verdade, não lhe pertencem. A certa altura o engano acaba por ser descoberto e o nativo não alcança a fama ou o prestígio que deseja. O Sol e Rahu são grandes inimigos e a pureza e nobreza do Sol não pode mostrar-se durante a fase da vida em que o Sol está eclipsado por Rahu.  Quando a conjunção ocorre na 2ª casa, a linhagem  familiar da linha paterna tem alguma «mancha», está obscurecida por alguma coisa que pode ser alvo de crítica por parte da sociedade privilegiada.

Rahu está exaltado, como vimos, no signo Touro e, quando está conjunto com o Sol , amplifica as qualidades menos positivas deste , pelo menos na primeira metade da vida, levando a pessoa a desejar alcançar mais riqueza, mais tesouros, mais conhecimentos, mais status do que todos os outros. O nativo pode ser ganancioso e desejar ter o que não lhe pertence, podendo apropriar-se de bens e riqueza dos outros. Há um foco nas próprias necessidades e interesses e pouca vontade de estabelecer compromissos com os outros. Estas pessoas identificam-se com a família e mantêm os laços com esta. A conjunção do Sol e Rahu na 2ª casa ou signo Touro conduz também à identificação com os objetivos do mundo material pelo que estas pessoas não se interessam , em geral, pela realidade espiritual. Segundo os antigos, são levadas a renascer, uma e outra vez, devido ao desejo que sentem pelos prazeres sensuais e materiais dos sentidos. Estas pessoas são também capazes de viver a vida sensível ao máximo, sem preocupações nem ansiedades de espécie alguma: identificam-se com a dimensão material da vida e, desde que tenham acesso a tudo o que esta proporciona,  não desejam alcançar nada para além do que é material. No entanto, a obsessão que Rahu causa por mais e mais riqueza faz com que as pessoas nunca se contentem com o que possuem. Gostam de ter coisas materiais e ficam felizes por ter coisas que a maioria não pode comprar nem adquirir. São autoindulgentes com os prazeres e procuram atingir tudo o que lhes pareça valioso num dado momento. Estes nativos são motivados e não sentem qualquer remorso em relação ao modo como vivem ou aos seus objetivos. São autoconfiantes e muito seguros na sua forma de agir. Podem ser oradores extremamente persuasivos e, à medida que vão integrando a energia do Sol na sua personalidade, depois de atingirem os 35 ou 36 anos, vão sendo capazes de usar a energia de Rahu de forma menos egoísta pois o Sol começa a poder manifestar o seu brilho.

Deixe um comentário, a sua opinião conta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.