Glossário Astrológico- Gulika

Gulika

Já tínhamos abordado este conceito antes mas o nosso glossário não poderia deixar de fazer referência a mais este ponto energético do horóscopo. O Gulika obtém-se , para os nascimentos diurnos, dividindo a parte diurna do dia por 8 , entre o nascer e o pôr do Sol, portanto. A parte do dia que tem regência de Saturno corresponde ao Gulika. A oitava parte do dia não tem regência.   Para os nascimentos noturnos divide-se igualmente o período entre o pôr do Sol e o nascer do Sol em 8 partes. Também aqui a 8ª parte da noite não tem regência e a parte de Saturno corresponde ao Gulika, considerado filho daquele.

A origem do Gulika, temido tradicionalmente por ser considerado ainda mais maléfico do que Saturno é descrita pela mitologia. O poderoso rei Ravan terá ordenado aos planetas que estivessem posicionados na 11ª casa do  horóscopo do seu filho que estava prestes a nascer. Tementes da ira do rei, todos os planetas lhe obedeceram. Porém, Saturno, pouco antes de o príncipe nascer, deslocou-se para a 12ª casa e, deste modo, nem todos os planetas conferiram bênçãos materiais e a realização dos desejos pois Saturno ficou colocado na 12ªcasa.  Segundo o mito, o rei ficou furioso com o ultraje de Saturno e, como castigo, cortou os pés de Saturno. Assim, o Gulika também é designado por «os pés cortados de Saturno». Para além de todos os possíveis significados simbólicos que esta história do Gulika pode ter, há alguns que certamente que no ocorrem: saturno representa a roda do tempo e as leis que gerem o universo e a manifestação dos seres (Karma). E tais leis são superiores e independentes da vontade de um ser por mais poderoso que seja. Os «deuses», como referiam os antigos, também estão sujeitos às leis do Karma. E a tentativa para eliminar essas leis ou regras universais (simbolizada pelo corte dos pés de Saturno), acaba por ter efeitos muito nefastos pois gera ainda mais dificuldades e sofrimento.

O Gulika, no entanto, não tem massa física, não é um planeta visível em termos materiais, sendo um dos «upagrahas» ou «planetas sombra».  Porém, a energia que ele representa, segundo os sensitivos, é muito real e pode ser «vista» por estes. Segundo Parasara, um  fundador da Jyotish, o Gulika corresponde à cúspide da casa onde começa a parte correspondente ao Gulika.

A tradição atribuiu  determinados efeitos quando há uma conjunção entre o Gulika e os planetas: assim, conjunto com o Sol indica, segundo a tradição, perigo para a longevidade do pai; conjunto com a Lua, indica perda de confortos pela mãe ; conjunto com Marte indica mau relacionamento com irmãos e perda prematura destes; conjunto com Mercúrio indica perturbações na mente do nativo-  nervosismo, esgotamento ou doença mental; conjunto com Júpiter indica fanatismo nas crenças , em especial as religiosas tendo  como consequência, a manipulação dos sentimentos religiosos dos outros; conjunto cm Vénus indica comportamento sexual promíscuo e relacionamentos sexuais fora do casamento; conjunto com Saturno provoca problemas de pele e alergias, conjunto com Rahu provoca infeções por vírus e bactérias; conjunto com Ketu provoca  mau caráter  e comportamento criminoso.

Nos períodos dasa e  antardasa dos planetas que estão conjuntos com o Gulika há retardamento dos assuntos que interessam ao nativo, com a consequente frustração, restringindo e limitando as possibilidades da pessoa . A sua ação é  considerada como semelhante à de Saturno, tornando mais lentos e frustrando os esforços da pessoa. Quando está colocado numa casa upachaya, no entanto- 3ª, 6ª, 10ª ou 11ª- os seus efeitos são menos sentidos mas, na 10ª casa, atrasa o reconhecimento na carreira.

Considera-se ainda que o planeta que rege o signo  da cúspide onde se inicia o Gulika tem propriedades maraka e o mesmo acontece com o planeta regente da casa oposta ( a 180º).

Quando está posicionado na 1ª casa, o Gulika pode atrasar o progresso geral da pessoa , causando falta de reconhecimento por parte dos outros. Mas, se o Gulika estiver na 1ª casa em conjunção com Saturno, o sofrimento que causa pode ser  tremendo. Nessa circunstância, o período dasa de Saturno pode ser extremamente difícil pois esse aspeto indica um karma muito pesado.

O Gulika pode produzir, no entanto, Raj yoga, se o planeta dispositor estiver exaltado, no próprio signo e numa casa kendra ou Trikona. Neste caso pode conferir fama, riqueza , sucesso profissional e status.

Quando está colocado numa casa Trina ou kendra, o Gulika confere poder maraka ao regente do Ascendente.

O Gulika tem sido usado por alguns também para calcular a longevidade.

Quando recebe o aspeto de Júpiter, os efeitos negativos são diminuídos.

Porém, o grande investigador da Jyotish, B. V. Raman não dava grande importância ao Gulika, tendo referido que este estava praticamente ausente dos estudos dos astrólogos mais antigos.

Relacionado

Deixe um comentário, a sua opinião conta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.