A Carta divisional D- 4- Chaturthamsha

Divisional D- 4 Chaturthhamsha

Continuamos a descrever o uso das cartas divisionais na Astrologia Jyotish, falando hoje da D-4.

A divisional D-4  obtém-se dividindo cada signo em quatro partes. Esta divisional refere-se à explicitação dos assuntos da 4ª casa, mostrando «os frutos das raízes» do indivíduo, a sua matriz de segurança; a parte que lhe cabe no conjunto da Fortuna.

Os regentes das 4 casas kendra a partir de um signo são os regentes  da Chaturthamsha de um signo, começando em Carneiro. Os 4 Kumaras são as divindades que presidem a cada uma destas 4 porções.

A análise da D-4 ajuda a obter informação sobre segurança e proteção num lugar fixo (como uma casa ou Terra/comunidade). Ajuda a perceber se o nativo terá propriedade de terras ou casa. Também mostra o sucesso da educação (escolar e académica). Sendo representante dos «frutos das raízes» esta carta dá também indicações sobre se haverá ganhos a partir do uso das raízes culturais da comunidade a que o indivíduo pertence (como por ex., música popular e escrita de canções, escrita e edição de obras referenciando os costumes e bens culturais da comunidade, palestras, pertença a instituições locais de proteção, exercício de cargos ligados à proteção local ou do património local, etc. Se houver recompensas ou títulos dados como forma de reconhecimento pela ligação do indivíduo à comunidade, ao exercício de funções ligadas à comunidade e à proteção cultural ou  territorial, serão também vistos aqui. Esta varga mostra a segurança que resulta do apoio da comunidade  em termos sociais e emocionais e que , por essa razão oferece  ao nativo um abrigo seguro para conduzir a sua vida.

A 4ª casa refere-se à riqueza acumulada e enraizada num local fixo como acontece cm uma casa cujos alicerces estão debaixo da terra; também em terras, plantações, árvores e florestas e tudo o que resulta de estar fixado num dado lugar.  Assim, são estas matérias que podem ser avaliadas pela análise da divisional D-4.  Para a riqueza financeira é a 2ª casa que deve ser observada, pois é esta que lida com a riqueza e os luxos de caráter material. A 4ª casa refere-se a uma riqueza associada a fatores subjetivos de abrigo e proteção, tanto no plano físico como emocional e educacional. Assim, refere-se ao lar da família que é também o abrigo fundamental, à mãe, que é a base de segurança emocional, à terra natal à qual o indivíduo sente pertencer e na qual está enraizado. E, porque a educação é também uma base fundamental para assegurar a segurança subjetiva e a integração social, a 4ª casa também a significa.

A análise da D-4 assegura, deste modo, a compreensão dos fatores de segurança que constituem a fundação da segurança física, emocional  e cultural do indivíduo.  Para interpretar estes fatores, deve olhar-se em primeiro lugar para a carta natal e para a 4ª casa, para  os planetas aí colocados, a Lua e o regente da 4ª casa. Mas a segurança individual depende, por um lado, das qualidades manifestadas pela 3ª casa- motivação, energia e coragem para levar a cabo os objetivos individuais e, por outro, do apoio que a comunidade dará ao nativo, sob a forma de reconhecimento , recompensas e integração social , representadas pela 11ª casa, razão pela qual, para uma panorâmica geral sobre os aspetos da varga D-4, estas casas também deverão ser vistas na D-1 ou radix pois é o horóscopo de nascimento que permite avaliar, como um todo, o que será alcançado pelo indivíduo. Apenas depois desta análise global do horóscopo para esta área de vida se deve olhar para a divisional  D-4,  para o karaka da 4ª casa, a Lua, o regente da 4ª casa e para a 4ª casa a partir da Lua nesta varga.

Convém lembrar que o uso das cartas divisionais deve ser feito com cuidado uma vez que estas divisões exigem o conhecimento rigoroso da hora de nascimento. Uma diferença de poucos minutos compromete a validade de toda a interpretação. Por isso, quando não se tem a certeza exata da hora de nascimento, é preferível ficar-se pela analise do horóscopo de nascimento ou radix. Quando a hora de nascimento é conhecida com rigor, esta divisional pode dar  pormenores mais finos do que a radix sobre o modo como a fortuna do indivíduo se manifestará.

A D- 4 permite avaliar se este alcançará felicidade, encarada como a aquisição de propriedade   fixa, num ambiente que oferece proteção, abrigo (físico e psicológico) segurança de sentir que se pertence a um dado lugar e comunidade.

A D-4 indica igualmente o grau de afinidade que o indivíduo sente em relação aos costumes e raízes culturais que recebeu na educação.  Também permite compreender se essas raízes culturais contribuirão para o seu sucesso e se lhe trarão reconhecimento por parte da sociedade.

No que se refere à educação- familiar e escolar-  a D-4 permite apreender se este processo educativo  dará ao nativo a segurança material e social para se desenvolver e integrar facilmente na sociedade, respondendo à exigências desta.

Digiprove sealCopyright secured by Digiprove © 2018

Deixe um comentário, a sua opinião conta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.