A Carta Divisional 11 Ekadamsha

D-11 Ekadamsa

A carta divisional 11 reflete os assuntos ligados com os mercados financeiros, as conexões sociais, os sistemas de natureza social, a  economia, as participações de natureza económica na sociedade ou sociedades (de investimento, etc.)

A divisional 11 não é uma visão detalhada dos assuntos da 11ª casa , ela reporta-se à divisão de um signo em 11 partes, tomando como ponto de referência a colocação de um dado planeta. Assim, esta divisional  conta a 11ª porção de um signo tendo em conta a posição natal de cada planeta, construindo deste modo uma espécie de gráfico que coloca o Ascendente e os planetas na 11ª porção a partir do seu grau de colocação num signo. Mas esta 11ª porção de cada um destes elementos não significa necessariamente a riqueza que se pode alcançar, do mesmo modo que esta divisional também não mostra a vocação profissional do nativo.  Note-se que a 11ª casa do horóscopo, à qual esta divisional pode ser associada, também não se refere exclusivamente a «ganhos materiais» embora também os inclua. Pode referir-se a «ganhos sociais» qualitativos, influência social, a capacidade de «deixar uma marca na sociedade» em termos latos.

No entanto, a 11ª divisional também pode indicar ganhos materiais mas refere-se sempre a ganhos obtidos a partir da participação do indivíduo num sistema financeiro, ou «rede de investimento» alargada, que inclui muitas outras pessoas como acontece no mercado bolsista, na compra de dívida do tesouro, certificados, etc. Os ganhos da 11ª casa não contemplam, deste modo, investimentos puramente pessoais.

Para analisar a possibilidade de ganhos materiais, não chega avaliar a 11ª casa nem esta divisional, é preciso também analisar a 2ª que tem a ver com a capacidade para acumular riqueza e outros bens, a 3ª que se refere ao empreendedorismo e capacidade de iniciativa, motivação e coragem, a  5ª e a 9ª que se referem à sorte, a 11ª claro, e a 1ª casa ou Ascendente porque, se esta é fraca, será pouco provável que se consiga acumular grandes quantidades de riqueza, uma vez que a  1ª casa indica a força global do horóscopo.

Na análise destas casas, a tradição conserva algumas indicações interessantes: por ex., se a 11ª casa for forte e a 2ª for fraca, o nativo pode ganhar muito mas não consegue poupar nem conservar a riqueza, que dissipa facilmente; se a 11ª é forte mas a 9ª é fraca, o nativo pode ganhar bastante em termos materiais mas será pouco sábio , desenvolvendo pouco o seu lado humano mais elevado; se a 11ª casa for fraca mas a 2ª for forte, o nativo pode ganhar pouca quantidade de riqueza mas a sua habilidade para poupar faz com que, a apouco e pouco, possa juntar bastante dinheiro; se a 11ª é fraca mas a 5ª é forte, o nativo é um jogador, podendo jogar com dinheiro que pede emprestado e que perde ao jogo, tirando pouco partido do investimento; se a 11ª é forte e a 5ª é fraca, o nativo ganha a partir do seu trabalho e arrisca pouco não querendo perder o dinheiro arduamente obtido pelo próprio esforço.

Em resumo, uma 11ª casa forte não indica necessariamente obtenção de riqueza em termos de dinheiro; pode igualmente significar prémios qualitativos e outras honras, reconhecimento social pela prestação de serviço do nativo á sociedade, etc. A 11ª casa tem sempre uma dimensão social, de «rede» na qual a pessoa participa e, por isso, revela conexões sociais que podem, de facto ajudar a alcançar riqueza também de natureza social. Mas é a 2ª casa que indica a acumulação de bens valiosos e dinheiro, mais do que a 11ª, embora, as duas em conjunto se completem.

Para analisar a D-11  podem observar-se as regras gerais: ver a posição do regente do Ascendente (da radix e  da divisional) em ambas as cartas (o Ascendente forte na divisional assegura a concretização dos frutos revelados por essa varga), bem como o planeta que rege  a 11ª da radix  e da divisional. A sua colocação nas casas kendra ou trikona é a melhor. A posição de planetas nas casas dusthana , mesmo que estejam exaltados, não dá bons resultados.  A posição nas casas 2 e 11 das divisionais é apenas melhor do que nas dusthana.  Algumas exceções têm sido referidas por investigadores da Jyotish, que consideram algumas posições nas dusthana  das cartas divisionais benéficas: por  ex., Marte na 6ª casa. Mas acresce a isto que um planeta colocado na 6ª casa de uma divisional pode dar bons resultados no começo mas, mais tarde ,produz resultados maléficos; Mercúrio na 8ª e em especial na Chaturtamsha; Saturno na 8ª casa da Ashtamsha; Vénus na 12ª casa da Navamsha.

Também Poderá Gostar de Ler