Glossário Astrológico- Muhurta

muhurta

Muhurta é uma medida de tempo que faz parte do calendário Hindu e tem a duração de 48 minutos.  Cada Muhurta pode ser também dividido em 30 e podem ainda ser obtidas divisões menores. Um «muhurta» é um «momento» um pequeno período de tempo e corresponde a 1/30 partes de um dia, ou seja os 48 minutos referidos. Estes  vários muhurta do dia podem ter qualidades auspiciosas ou, pelo contrário, não auspiciosas.

Os antigos sábios da Índia fizeram amplas referências aos «muhurta», que deviam ser escolhidos para realizar determinados rituais e cerimónias, devendo outros ser evitados. Assim, ainda hoje, especialmente no sul da Índia, é calculado com todo o cuidado o «muhurta» para realizar a cerimónia do casamento.   Outro muhurta igualmente importante segundo a tradição é o «Brahma Muhurta», considerado propício para a prática de Ioga e meditação e que ocorre meia hora antes do nascer do Sol e cuja referência pode ser encontrada no Rig Veda, um dos textos sagrados da Índia.

Os Muhurta são tradicionalmente calculados a partir das 6 horas da manhã, no equinócio vernal que marca o início do ano novo no calendário Hindu. Dependendo da constelação que cruza o zénite, assim é derivado o nome do «muhurta», que tem uma determinada divindade a presidi-lo de acordo com a constelação sob cuja influência se encontra. Deste modo, o período de um dia, partindo das 6h da manhã (nascer do Sol) está dividido em períodos ou momentos «muhurta», cada um com um nome determinado, relacionado com a constelação/divindade que preside e que pode ser auspicioso ou inauspicioso. Tratando-se de um fator muito popular na Índia, fortemente enraizado na tradição, estes «muhurta» calculados podem encontrar-se para cada dia, na maioria dos sites de Astrologia da Índia, divididos em períodos de 48 minutos cada.

Este calendário tem fortes ligações a aspetos religiosos  mas não só, é também  usado pelos hindus na vida em geral, para escolher os momentos mais auspiciosos para realizar, não apenas rituais espirituais ou religiosos, mas também para iniciar qualquer atividade considerada importante, evitando-se os momentos menos auspiciosos.

Existindo 30 «muhurta» num dia de 24 horas, 15 são muhurta diurnos e outros 15 são muhurta noturnos.

O uso do muhurta  está inserido, na tradição hindu, em quatro passos necessários para determinar a escolha de um «momento certo» para realizar alguma coisa e o  «muhurta» é um desses passos; os outros são : tihti, nakshatra e karana. Todos devem ser vistos para avaliar  o sucesso possível de alguma iniciativa ou empreendimento. Os «momentos» que são escolhidos e vistos na análise astrológica relacionam-se em geral com a compra de produtos e mercadorias; com o  propiciar da  realização de ações para que estas tenham bom resultado; usa-se também antes da primeira vez que se usa um certo traje, para o casamento e muitos outros. Há mesmo textos  que  determinam  o muhurta  definindo  um «bom momento» até para roubar.

Talvez por esta razão, há também sábios da Índia que consideram que, desde que haja pureza de coração e respeito pelos aspetos sagrados, bem como uma boa disposição do coração, se torna desnecessário escolher os «muhurta» de forma deliberada para as matérias referidas.

Também Poderá Gostar de Ler