Glossário Astrológico- Naidhana Tara

naidhana tara

O conceito de que falamos hoje, Naidana Tara,  refere-se ao 7º Nakshatra a partir do Nakshatra de nascimento e este é  considerado maléfico pela tradição. No entanto, apesar de esta associar este tara à morte este  está, na verdade, relacionado com todos os aspetos que se referem à 7ª casa: casamento, parcerias de negócios, residência em país estrangeiro e, claro, também à morte pois a 7ª casa é uma casa maraka.

Conta-se a partir do Nakshatra da Lua mas também pode contar-se a partir de qualquer planeta, formando, desse modo, a navtara chakra ou carta das 9 estrelas (Nakshatras). Podem assim , deste modo, considerar-se 9 taras , que são apresentadas em qualquer software de Astrologia Jyotish, como o gratuito Jaganatha Hora: Janma, Sampat, Vipat, Kshema, Pratyari, Sadhan, Naidhan, Mitra, Ati Mitra.

Os períodos dasa (vimsottari) iniciam-se pelo Nakshatra da Lua e o primeiro dasa após o nascimento é designado por «janma». Cada dasa inicia-se especificamente por um determinado tara. O dasa que se inicia pelo Naidhana tara dá,  por vezes,  problemas de saúde, especialmente se o regente do Naidhana tara estiver aflito.

Mas também pode acontecer, nesse período, qualquer dos outros aspetos significados pela 7ª casa como casamento, nova parceria de negócios, etc. Não se deve, deste modo, considerar que o dasa que se inicia pelo Naidhana Tara significa morte, pois um único tara nunca pode prever a morte.

Varahamhira  foi um antigo sábio que deixou ensinamentos sobre a navtara chakra. «Nav» significa 9 e «tara» significa estrela. Assim navtara = 9 estrelas.  Os 27 Nakshatras estão organizados em 3 grupos de 9 estrelas, com os nomes que referimos atrás:

Janma significa «nascimento» e refere-se ao self, ao bem-estar, à vida, às experiências mentais e da inteligência.

Sampat significa riqueza, posses, bênçãos, benefícios, vantagens. Traz prosperidade, boa fortuna, glória, esplendor, excelência.

Vipat significa má fortuna, problemas, obstáculos, calamidades e sofrimentos, bem como tristeza no plano material.

Kshema significa «residir», estar à vontade, sem preocupações, mas sem ser irresponsável, significa estar livre de doença e ter uma disposição favorável  para o bem estar espiritual e a libertação final da «roda de samsara». Tem associação com o sândalo ,indicando alguém que se sente seguro por sentir proteção espiritual.

Pratyari significa o inimigo que tem natureza igual à do nativo e é capaz de infligir grande dor e sofrimento.

Sadhaka refere-se às competências que permitem ao nativo colher frutos das suas iniciativas. Refere-se ao lado produtivo de todas as coisas e à capacidade para obter apoios e assistência para alcançar frutos.

Vadha é o vencedor ou destruidor, é o Naidhana tara. É o Nakshatra que se refere ao castigo corporal, que pode ir até à mutilação e à morte. Faz com que alguma coisa ou alguém desapareça e indica defeitos e imperfeições. Tem natureza rakshasha ou demónica.

Mitra significa «amigo» e refere-se aos amigos e companheiros próximos como o cônjuge ou associados. Corresponde a um aditya, que sacraliza todos os laços, contratos, tratados (entre países, por ex.,)  ou acordos (como o casamento, etc.). Refere-se a todos os que se mantêm firmes perante a batalha, dando proteção. Produz laços de sangue (casamento).

Atimitra refere-se a um «amigo» que ultrapassa os laços humanos e tem uma natureza espiritual, revelando um laço espiritual divino de amor. É uma expressão do divino e, desse modo, indica proteção divina e amor divino.

Também Poderá Gostar de Ler