Conjunção Lua Marte na 7ª Casa signo Balança

casal entusiasta

Descrevemos neste artigo os efeitos gerais da conjunção Lua Marte na 7ª casa e no signo Balança.

A conjunção Lua Marte na 7ª casa pode indicar um casamento que é também muitas vezes uma parceria de negócios.

Em termos emocionais e do casamento, a posição de Marte na 7ª casa não é favorável.  Assim, esta conjunção exige que tanto a Lua como Marte sejam fortes para poder produzir efeitos positivos. A Lua na 7ª casa foca-se nas parcerias, a sua segurança emocional depende disso; porém, quando está conjunta com Marte, a energia de Marte «diz» o contrário da energia da Lua rejeitando os fatores de proteção e afirmando-se na sua confiança e assertividade e não querendo depender de ninguém. Assim, poderá haver problemas sempre que a pessoa sente que «dá» mais do que «recebe» do parceiro  e tende a reagir de forma agressiva e violenta quando sente isso.

Mas é preciso avaliar qual dos planetas tem o controlo da conjunção, seja por estar num signo em que é mais forte, seja porque tem o grau inferior na conjunção. Se Marte tiver o controlo da conjunção, isso pode indicar um foco nos relacionamentos masculinos ou com pessoas que têm uma personalidade considerada de «perfil masculino».  Para uma pessoa em que o cônjuge é feminino, isso pode indicar que o casamento se torna de algum modo secundário em relação a parcerias de negócios. A relação com o cônjuge, nesses casos, pode assumir uma forma mais de camaradagem do que verdadeiramente afetiva.  Quando a Lua tem o controlo da conjunção, os aspetos fundamentais do casamento podem ser menos relacionados com os afetos e mais ligados à proteção e condições de igualdade entre as partes. A personalidade é adepta dos acordos e contratos e vê no equilíbrio das condições de ambos os parceiros a chave principal para a longevidade do casamento. A proteção e condições de igualdade entre os parceiros torna-se o ponto fundamental da segurança emocional. Porém, estes nativos têm um estilo direto, por vezes rude, muito assertivo e, quando Marte é mais forte na conjunção, podem mesmo ser intimidatórios e coercivos a lidar com os outros.

Quando a conjunção Lua Marte se dá na 7ª casa, o casamento pode ser bastante prejudicado, podendo haver muitos relacionamentos extraconjugais.

Esta conjunção na 7ª casa dá, no entanto ,muito bons resultados materiais e financeiros e pode indicar riqueza trazida pelos parceiros. Podem ganhar bastante como corretores, facilitadores de acordos nos negócios (lobistas) advogados, etc. Os contratos são considerados importantes  para a segurança pessoal.

Quando a conjunção se dá no signo Balança os nativos são amantes do luxo , conforto, beleza, querendo rodear-se de todos os itens que lhes proporcionam bem estar físico e mental. Associam o desejo de possuir objetos belos à riqueza.

Quando a Lua tem o grau inferior na conjunção, o temperamento dos nativos é mais suave e a companhia de um(a) parceiro(a) é sentida como indispensável. Desde que Vénus não sofra aflições ,estes nativos procuram fazer acordos e alianças que sejam equilibrados e justos para todas as partes. Se Vénus for forte podem mesmo ter sensibilidade artística e são refinados culturalmente.

Quando Porém, Marte tem o domínio da conjunção, o nativo torna-se manipulativo e calculista, formando acordos e alianças que servem os seus próprios interesses.  O desejo de uma elevada posição social e de privilégios, confortos e luxos, faz com que estas pessoas compitam pelos acordos mais vantajosos que servem os seus interesses. Escolhem em geral parceiros tão competitivos como eles próprios e, em geral, esta conjunção no signo Balança indica mais do que um casamento. Podem ser agressivos nos negócios e ter rivais ou inimigos  poderosos. A agressividade que revelam, no entanto, é distinta da agressividade rude habitual em Marte: nos signos de Vénus Marte torna-se um diplomata, um astuto negociador que aprende a formar acordos e alianças para vencer os oponentes e alcançar o que deseja.

Os nativos com a conjunção Lua Marte na 7ª casa são excelentes oradores e argumentadores. São combativos mas rejeitam o confronto físico, preferindo usar o brilho da palavra e o seu instinto imparável para a negociação, para vencer as suas causas. E são bem -sucedidos, no plano material.

Também Poderá Gostar de Ler