Glossário Astrológico- Quadruplicidade dos Signos

(alt=" ")

Os signos podem dividir-se segundo diversas categorias. Estas têm o objetivo de ajudar a compreender melhor como funcionam os signos e, por isso, cada estudante deve dominar estes conceitos básicos. Neste artigo explicamos o conceito de quadruplicidade dos signos.

A categia da  quadruplicidade   refere-se  ao modo como os signos exprimem e manifestam a sua energia. Existem 3 modos diferentes: o dos signos cardinais; o dos signos fixos; o dos signos mutáveis. Cada um tem particularidades específicas. Escrevemos vários artigos sobre estas qualidades, vamos aqui sintetizar cada uma delas, para  uma ideia  imediata do significado deste conceito, que é o objetivo deste glossário.

Existe um signo de elemento diferente para cada uma das 3  quadruplicidades. O conceito de «quadruplicidade» significa 4 e refere-se aos elementos: Água, Ar, Fogo e Terra. E são  3 quadruplicidades porque existe um signo de cada elemento em cada uma destas categorias dos signos: cardinais, fixos e mutáveis.

Signos Cardinais

Signos: Carneiro, Caranguejo, Balança, Capricórnio.

Cada conjunto de signos que faz parte de uma quaduplicidade tem alguns elementos em comum embora manifestados de modo diferente, como explicámos nos artigos referidos acima. OS signos cardinais têm a particularidade de iniciar a manifestação de cada um dos elementos Ar, fogo, Terra e Água. As pessoas influenciadas por estes signos são as pioneiras , ou iniciadoras em relação ao elemento próprio.

Os nativos exprimem-se pela ação, são empreendedores, dinâmicos, gostam de começar coisas novas  e possuem muita energia vital.  Revelam independência, gostam de trabalhar sozinhos ou em situação em que dirigem e controlam outros. São também competitivos, não gostam de obedecer a outros, muitas vezes desrespeitam as regras existentes. São orgulhosos, apaixonados, têm dificuldade em ouvir os outros e aceitar colaborar como iguais.  Cada elemento exprime as qualidades cardinais de acordo com o seu próprio elemento.

Signos Fixos

Signos:  Touro, Leão, Escorpião, Aquário.

Apreciam a estabilidade, a rotina estabelecida, o respeito pelas regras existentes, são tenazes, muitas vezes inflexíveis e obstinados. O seu foco é a estabilidade e a segurança, pelo que não gostam de mudar o seu ambiente nem o contexto de vida em que vivem. Apreciam o hábito e a regularidade no mundo à sua volta. Gostam de acreditar que a realidade é algo estável que se repete sem surpresas , pelo que são conservadores , não apenas no que se refere à imagem que formam do mundo mas também em relação  a todas as regras que regem a sociedade e o seu sistema moral.   

Estes signos usam a energia criada e manifestada pelos signos cardinais e, com esta, dão origem a uma concentração estável dessa energia, gerando «fundações seguras» e totalmente controladas para a sua manutenção. Assim, não gostam de «desperdiçar» a energia, preferem «armazená-la» sob alguma forma , retendo-a  para que não se perca nem mude.

Signos Mutáveis

Signos: Gémeos, Virgem, Sagitário, Peixes.

Estes são os signos que se contrapõem à fixidez e tendência para a estagnação dos signos fixos e reiniciam a mudança, preparando um novo ciclo de vida, que recomeçará com a energia dos signos cardinais.   Os nativos destes signos são flexíveis e adaptáveis, gostam de mudança, de movimento, são espontâneos .

Revelam grandes capacidades de comunicação, são mentalmente abertos, com capacidade discriminativa em termos intelectuais, são entusiastas e gostam de experimentar. Sentem horror pela estagnação e abraçam a espontaneidade da vida. Têm a capacidade para aceitar as diferenças em relação a outros seres humanos e outras culturas, gostando de conhecer novas pessoas e novas ideias.

Detestam a vida rotineira e sem mudança. Não se conformam com os dogmas estabelecidos, gostam de aprender, sentem curiosidade para melhorar continuamente a sua compreensão da realidade, gostando de estudar e de investigar.

Também Poderá Gostar de Ler