Determinar a Força dos Signos e Planetas  na Astrologia Jaimini

pilares de pedra suportando um capitel

Neste artigo falamos dos critérios que permitem determinar a força dos  signos e dos planetas na astrologia de Jaimini.

A capacidade para produzir resultados depende da força dos elementos do horóscopo. Assim, é preciso, antes de começar a fazer previsões, determinar a força dos signos e dos planetas no horóscopo.

A força dos signos  e planetas segundo Jaimini determina-se a partir de diversas  fontes:

A partir do planeta Atmakaraka: o signo no qual está colocado o planeta Atmakara é o mais forte do horóscopo.

 

Força por associação. Esta determina-se a partir de um conjunto de associações:

  • Quando comparamos dois signos e um deles não contém planetas e o outro contém, o que contém planetas é mais forte do que o signo vazio
  • Se os dois signos em comparação contêm planetas, o signo que contém mais planetas é mais forte.
  • Se existe o mesmo número de planetas em ambos os signos, decidimos qual é mais forte a partir do estado dos planetas ou seja, analisamos a dignidade dos planetas: exaltação, mooltrikona,  próprio signo, signo amigo, signo inimigo ,neutro. debilitado. Esta ordem, do mais forte para o mais fraco, determina, na análise, qual é o mais forte dos signos, de acordo com a dignidade dos planetas em causa.

 

Força pela colocação de um planeta em estado dignificado: Como referido no ponto anterior, a dignidade de um planeta colocado num certo signo é fundamental para atestar a força do signo e do planeta aí colocado. Assim:

  • Se um planeta está colocado no signo de exaltação e outro está colocado no signo de debilitação, o primeiro é mais forte do que o segundo.
  • Se dois signos têm a mesma força usando os critérios referidos, então determina-se qual deles é o mais forte vendo a sua classificação como signo cardinal, fixo ou mutável. Segundo esta regra, um signo fixo é mais forte do que um signo cardinal e um signo mutável é mais forte do que um signo fixo pelo que um planeta é mais forte quando está colocado num signo mutável do que quando está colocado num signo fixo e um planeta colocado num signo fixo é mais forte do que um colocado num signo cardinal.

 

Força a partir dos Aspetos:

  • Um signo é mais forte quando Mercúrio, Júpiter e o regente do signo formam conjunção nele. Quantas mais destas fontes de força estiverem presentes , mais forte é o signo. Um signo também é forte quando Mercúrio, estando nele colocado, está em aspeto com Júpiter que está colocado em outro signo ou vice-versa, quando Júpiter está em aspeto com Mercúrio em outro signo. Quando tanto Júpiter como Mercúrio estão colocados no próprio signo, esses signos são fortes.

 

Força devido a regência. São duas estas fontes de força:

  • Amsa bala- o planeta que tem a longitude mais alta na carta natal (o que está colocado no grau mais elevado do signo) é o mais forte.
  • Mooltrikona bala: os planetas que estão colocados no seu signo mooltrikona são mais fortes do que os colocados no próprio signo, num signo amigo, signo neutro ou signo de debilitação. Note-se que o planeta mais forte é  o que está colocado no signo de exaltação, enquanto o planeta mais fraco é o colocado no signo de debilitação.  Como referido atrás,  os graus de força, do mais forte para o mais fraco são: exaltação, mooltrikona, próprio signo, signo amigo, signo neutro, signo inimigo, signo de debilitação, por esta ordem.

 

Força dos signos Pares/Ímpares. Os signos ímpares são mais fortes do que os signos pares. Deste modo, são mais fortes os signos colocados na 1ª, 3ª, 5ª, 7ª, 9ª e 11ª casas.  Note-se que esta fonte de força não se mede a partir da natureza dos signos em si, segundo a ordem natural  mas a partir da posição dos signos nas casas do horóscopo.

 

Força da colocação do planeta a partir da posição do Atmakaraka

Para analisar esta força toma- se o planeta Atmakaraka como o ponto de referência ou  «1ª casa»:  um planeta colocado numa casa kendra a partir do Atmakaraka é forte; um planeta colocado numa casa apoklima ou «sucedente» tem força média e um planeta colocado numa casa panapara ou «cadente» é o mais fraco. Note-se que este critério segue completamente o definido pela astrologia helenística e sobre o qual já falámos em outro artigo, tendo estas conceções sido levadas para a Índia na época do apogeu da Astrologia Helenística..

Também Poderá Gostar de Ler