Conceitos Fundamentais da Astrologia Jaimini- Argala 1

(alt=" ")

Falamos neste artigo de um conceito fundamental da Astrologia Jaimini- o conceito de Argala, relacionando-o com os aspetos dos signos .

 Aspetos   e Argala 

Como referimos em outro artigo, no sistema Jaimini, os signos lançam aspeto de acordo com regras definidas e os planetas nesses signos lançam igualmente aspeto para os planetas e signos em causa.  Porém, existe um outro fator a considerar- Argala- que significa «intervenção».

Este acontece quando os signos que lançam /recebem aspeto estão em determinadas casas. Essa intervenção no aspeto pode favorecer ou bloquear as energias dos signos e planetas.  O conceito de Argala ajuda a compreender como as casas e os planetas são ativados no horóscopo.

Assim, o que este conceito significa é que, quando os aspetos se dão, pode gerar-se uma dinâmica energética- Argala- que afeta os efeitos dos aspetos de forma decisiva.  Quando se forma um Argala, não basta analisar diretamente o significado do aspeto em causa, pois este só determina parcialmente os efeitos, sendo necessário ter em conta a natureza do Argala formado.

O Argala pode ser primário ou secundário. Se houver mais do que um planeta colocado numa casa que forma Argala, este torna-se mais poderoso.

Argala Primário

Assim, um planeta ou signo colocado na 2ª, 4ª ou 11ª casas em relação ao signo /planeta karaka que recebe o aspeto, causa Argala sobre estes.  Basicamente, para analisar este aspeto, precisamos de identificar a casa que se refere aos assuntos em análise.

Por ex., se estes têm a ver com educação, contamos a partir da 4ª casa a 2ª, 4ª e 11ª casas. Para uma pessoa com Ascendente Touro, existe Argala para o signo Gémeos, Leão  e para o signo Peixes. Repare-se que vários astrólogos acrescentam também a 5ª casa como formando Argala.

Posições que formam Argala                                         Obstruções ao Argala

2ª casa                                                                                       12ª casa

4ª casa                                                                                        10º casa

5ª casa                                                                                          3ª casa

11ª casa                                                                                         9ª casa

Agora, se houver um planeta colocado em algum desses signos, analisamos a sua natureza conforme esta é benéfica ou maléfica. Quando o planeta colocado nos signos que formam Argala é benéfico, tem o nome de subhaargala (intervenção benéfica); se o planeta em causa é maléfico tem o nome de Papaargala (intervenção maléfica).

No exemplo em causa, um planeta benéfico na segunda casa confere inteligência, curiosidade e capacidades de comunicação e de escrita, desejo de aprender (tem-se em conta a casa e também as características do signo);

Já se for um planeta maléfico poderá indicar obstáculos à educação devido a dificuldade de concentração, dispersão mental e abordagem superficial dos assuntos, que serão abandonados sem serem aprofundados, dificuldade em integrar os conhecimentos de forma organizada, etc.

Os Argalas formam-se em relação a um signo/planeta karaka. A sua importância advém do facto de ajudar a compreender as interações entre os vários aspetos que influenciam cada área da nossa vida. De cada vez que fazemos algo, vários fatores intervêm para ajudar ou, pelo contrário, dificultarem o que desejamos fazer.

Cada área da nossa vida é multifatorial, não se reduz a um simples aspeto. Nós não vivemos num mundo unidimensional, as nossas ações e decisões inserem-se numa teia de diferentes influências, umas positivas, outras negativas, e que decidem em conjunto o resultado a alcançar.

Da dinâmica criada entre essas influências surge o resultado final. E é isso que o Argala ajuda a compreender.

Assim se, por ex., quero dedicar-me à música ou dança mas, na 4ª casa em relação à 3ª, que simboliza a música (e corresponde à 6ª casa) tenho uma conjunção entre dois maléficos, por ex., Marte Saturno, então será difícil sentir felicidade e real satisfação nessa atividade devido à influência maléfica desses planetas nos assuntos relacionados com a 3ª casa.

Se estes planetas estiverem colocados na 2ª casa a partir da 3ª, (4ª casa) provavelmente faltam-me os requisitos naturais ou os meios materiais para alcançar sucesso nessa área, como uma preparação cuidada, em termos de educação, ou falta-me o apoio da família, pelo que poderei ter uma vida de lutas e de frustração, sem conseguir alcançar o que desejo;

se tais planetas estiverem na 11ª casa a partir da 3ª, (Ascendente) a minha personalidade, motivação, talentos naturais , os amigos os ganhos obtidos não apoiam o sucesso nesta área impedindo um verdadeiro sentido de autorrealização e acabando por gerar desmoralização geral em relação à vida, o que pode ser bastante negativo.

Porém, quando falamos de Argala, há um Argala secundário que temos de considerar:

Argala Secundário

Este Argala opõe-se aos Argala de que falamos em sentido primário. Os Argalas secundários bloqueiam os Argalas Primários. Têm o nome de Virodhargala.

Deste modo, se houver planetas colocados na 12ª casa para o assunto em análise, estes bloqueiam o Argala formado em relação à 2ª casa. Deste modo, quando há planetas colocados na 2ª casa em relação à qual estamos a efetuar uma análise, e também na 12ª casa em relação a esta, o Argala da 2ª casa é cancelado.

Obviamente que, se houver apenas planetas na 12ª casa em relação a uma outra e nenhum na 2ª casa desta dinâmica, não existe Argala.

Do mesmo modo, se houver planetas colocados na 3ª casa quando há planetas colocados na 11ª casa em relação a uma dada casa que nos serve de ponto de partida, então o Argala da 11ª casa é bloqueado.

Finalmente, se houver planetas colocados na 10ª casa quando há planetas colocados na 4ª casa em relação a uma dada casa que serve de ponto de partida, o Argala da 4ª casa é bloqueado.

No bloqueio que fazem estes Argalas Secundários, bloqueiam tanto os aspetos positivos como os negativos.

Basicamente, os Argala Secundários surgem quando há planetas colocados na 5ª ou 8ª casa a partir de uma casa/planeta karaka e quando há planetas colocados na 6ª ou 9ª à qual se opõem.

O uso do Argala pressupõe o domínio dos planetas karakas para as diversas casas.

No próximo artigo veremos como analisar o horóscopo usando o Argala.

Também Poderá Gostar de Ler

Deixe um Comentário a sua opinião conta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.