Glossário Astrológico- Prashna Kundali

Perguntas

Neste artigo esclarecemos o conceito de Prashna Kundali , que se refere à astrologia horária.

A Astrologia horária é um ramo específico da astrologia, tendo as suas próprias regras.

Não se trata aqui de analisar de forma elaborada o mapa astrológico como matriz de vida .

Nesta consulta faz-se em geral  uma questão que é importante para a pessoa  e está relacionada com eventos concretos (conseguir um dado emprego, encontrar um objeto perdido, etc.).  Uma carta é calculada para o momento da formulação da questão , a Prashna Kundali.

Os procedimentos em si mesmos, no entanto, podem variar, pois existem diversas abordagens relacionadas com o sistema Prashna.

Mas, basicamente, a carta levantada para o momento e o lugar em que é feita a questão é usada, podendo usar-se também a carta natal para melhor prever acontecimentos futuros relacionados com a questão. O uso da carta natal não é, no entanto, necessário para a consulta Prashna.

O assunto da questão  formulada é circunscrito a um determinado período temporal.

A carta elaborada para o momento é então analisada . Porém, para ser possível chegar a conclusões  fiáveis, várias condições devem ser observadas:

Em primeiro lugar, o astrólogo deve uma preparação específica   pois este ramo tem métodos específicos  e o mero conhecimento da astrologia de horóscopo natal não prepara o astrólogo para ser um bom astrólogo na astrologia Prashna;

Outro aspeto importante é a formulação clara da pergunta pela pessoa que pede a análise.

A pergunta tem de ser importante para a pessoa que a faz. Questões banais ou «não verdadeiramente sentidas»  não terão respostas fiáveis porque existe muito de «método oracular»  e de intuição, na consulta de Prashna.

Segundo os praticantes deste ramo da astrologia, não mais de 3 questões deverão ser efetuadas por dia. Mas, numa consulta, apenas uma questão pode ser formulada.  A análise astrológica não responde a nada para além da questão formulada.

A pergunta(s) deve ser escrita antes de ser formulada ao astrólogo, pela pessoa que a faz e desse usar-se uma linguagem simples e clara. Questões ambíguas não têm muitas hipóteses de obter respostas fiáveis.

Princípios e Significados da Astrologia Prashna

A pessoa que faz a pergunta (querente) é representada pelo regente do Ascendente da carta horária.

A questão formulada é relacionada com uma determinada casa do horóscopo, que significa o assunto de que trata essa questão. O planeta regente dessa casa significa  a matéria de que fala a questão.

A análise do planeta que rege a casa – a sua força, em termos de posição, regência de outras casas, aspetos recebidos- dão elementos sobre os resultados da questão.

As casas do horóscopo mantêm os significados habituais usados na astrologia não horária mas ,na astrologia  ocidental, muitos astrólogos calculam a cúspide das casas usando o método de Regiomontanus, ao invés da habitual regra usada na astrologia Jyotish – uma casa = um signo. O planeta que rege o signo na cúspide da casa , com as suas forças ou fraquezas, é decisivo na resposta à questão efetuada.

Nos procedimentos usados pelos astrólogos na Índia a colocação dos planetas no horóscopo no momento da pergunta, tendo em conta a carta horária, é a base da interpretação. Se a questão formulada puder ser respondida simplesmente na base de um «sim» ou «não» os resultados podem ser bastante fiáveis.

Na consulta Prashna dá-se atenção fundamental à Lua, ao Ascendente e à divisional  navamsa. Na carta Prashna Kundali a Lua é designada pela «semente» e o Ascendente por «flor». A navamsa é designada por «sabor» ou fruto na Prashna Kundali.

O astrólogo começa por analisar o Ascendente , passando de seguida a analisar a Lua. A natureza dos planetas e a sua condição , são analisados. Seguidamente analisa-se a navamsa para verificar os resultados.

Outro fator fundamental são os yogas especiais, na astrologia Prashna, chamados Tajik. Dos muitos yogas que estão referenciados , o ittashaall  e o ishraaf são fundamentais. Mas não devem analisar-se apenas os bons yogas como estes. Os yogas de infortúnio devem também ser vistos.

Exemplos de yogas auspiciosos são: Ikbal yoga; Induvar yoga; Kuth yoga; Ittashaal yoga; Duflli Kuth yoga; Kambool yoga, Gairi Kambool yoga; Taambir yoga; Nakt yoga; Yamya yoga.

Já os yogas não auspiciosos são, por ex.,: Duraf yoga; Manau yoga; Radda yoga; Khallasar yoga.

Para dar bons  resultados a Prashna kundali  deve conter os seguintes fatores (quantos mais dos seguintes, mais hitóteses de haver bons resultados):

O Ascendente colocado nos signos Gémeos, Leão, Virgem, Balança, Escorpião, Aquário quando recebem o aspeto de planetas benéficos;

A Lua deve estar colocada numa casa auspiciosa e receber o aspeto de planetas benéficos;

O Ascendente deve receber o aspeto de planetas benéficos;

A presença de bons yogas Tajik;

O Ascendente da carta Prashna forte na Navamsha . Yogas Tajik auspiciosos na Navamsha.

Em breve publicaremos mais sobre os fundamentos da Astrologia Prashna.

Também Poderá Gostar de Ler